CESCA Conceitos Custos
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×
 
  • 717 views

Conceitos simplificados e resumidos da Análise de Custos. Tão importante quanto calcular corretamente o custo e preço de venda é o controle que indica nosso desvio em relação ao calculado. A ...

Conceitos simplificados e resumidos da Análise de Custos. Tão importante quanto calcular corretamente o custo e preço de venda é o controle que indica nosso desvio em relação ao calculado. A média de 125 diagnósticos que efetuei em empresas de calçado, curtume, bolsas e artefatos, indica que em 78% delas o processo propicia perda financeira, sendo crítico em 45% pois não dominam cálculos básicos. O processo de calcular custo e preço de venda é MUITO SIMPLES e espero que instituições como o SEBRAE e mais colegas consultores possam ensinar micro e pequenos empresários nessa tarefa. Os slides não buscam ensinar calcular mas sim indicar conceitos que antecedem aos cálculos. Abraço, CESCA

Statistics

Views

Total Views
717
Views on SlideShare
717
Embed Views
0

Actions

Likes
0
Downloads
20
Comments
0

0 Embeds 0

No embeds

Accessibility

Categories

Upload Details

Uploaded via as Adobe PDF

Usage Rights

© All Rights Reserved

Report content

Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Processing…
Post Comment
Edit your comment

CESCA Conceitos Custos CESCA Conceitos Custos Presentation Transcript

  • Consultoria Especializada em Calçado Consultoria Especializada em Calçado Info sobre Análise Gerencial de Custos cescabrasil@yahoo.com.br
  • Consultoria Especializada em Calçado Conteúdo Programático 1. Terminologia e Conceitos Básicos 2. Problemática Atual da Área de Gestão de Custos 3. Princípios de Custeio 4. Análise Custo-Volume-lucro 5. Métodos Tradicionais de Custeio Custo-Padrão Centro de Custos 6. Métodos Modernos de Custeio UEP ABC cescabrasil@yahoo.com.br
  • Consultoria Especializada em Calçado TERMINOLOGIA E CONCEITOS BÁSICOS DE CUSTOS cescabrasil@yahoo.com.br
  • Consultoria Especializada em Calçado Sistema de Contabilidade de Custos CONTABILIDADE FISCAL É a ciência que estuda e controla o registro dos atos e fatos de uma administração econômica com base nas exigências do fisco. CONTABILIDADE GERENCIAL Registro à parte, de dados contábeis, em geral fora do modelo fiscal vigente, que possibilita a tomada de decisões por parte da empresa. cescabrasil@yahoo.com.br
  • Consultoria Especializada em Calçado Sistema de Contabilidade Gerencial Um sistema de contabilidade de custos é a organização sistematizada de informações relativas aos custos de uma empresa, compreendendo uma fase de apuração (levantamento dos custos), uma de análise (tabulação, aferição e comparação dos custos) e outra de divulgação (informação sobre os custos). Se organizado de forma correta, este sistema constituise num sistema de informações gerenciais, subsidiando o processo de controle de inventário e de tomada de decisões, bem como o planejamento e controle das atividades empresariais. cescabrasil@yahoo.com.br
  • Consultoria Especializada em Calçado $ Detalhamento (nível de agregação) adequado na definição de um sistema de custos Custo total Mensuração Erros (decisões erradas) Acurácia / Detalhamento Gerenciar adequadamente o nível de detalhamento é o que faz a diferença para o sucesso do sistema de custos cescabrasil@yahoo.com.br
  • Consultoria Especializada em Calçado Tecnologia para Sistemas de Custos Introdução de equipamentos automatizados na manufatura + Aumento da habilidade para manusear dados = Oportunidade para melhor medir, controlar e reportar os custos. Sistemas de Contabilidade gerencial podem e devem ser projetados em apoio às operações e às estratégias da organização. A tecnologia existe para implementar sistemas radicalmente diferentes dos hoje em uso. O que falta é conhecimento. cescabrasil@yahoo.com.br
  • Consultoria Especializada em Calçado Diferentes Sistemas para Diferentes Propósitos Tipicamente um único sistema é usado para três diferentes fins:  informes financeiros;  controle de processos; e  custeio de produtos. Como considerações de contabilidade financeira têm prevalecido, apenas o primeiro dos três é realizado a contento. cescabrasil@yahoo.com.br
  • Consultoria Especializada em Calçado Custo de Produção (CP) Valor de todos os bens e/ou serviços consumidos no processo produtivo num determinado período. Elementos básicos: Matérias-Primas (MP) - Materiais integrantes do produto acabado. Mão-de-Obra (MOD) - Relaciona-se nitidamente com os produtos, facilmente consignável a um determinado produto (ou serviço) específico. Custos Indiretos de Fabricação (CIF) - Todos os custos de fabricação, exceto MP e MOD. CPi = MPi + MODi + CIFi cescabrasil@yahoo.com.br
  • Consultoria Especializada em Calçado Custos de Transformação (CT) Custos incorridos para transformar matéria-prima em produtos/serviços. Corresponde ao valor agregado (maisvalia) das operações. Conceito de extrema importância, pois reflete os “verdadeiros” custos de uma empresa. Porque uma empresa vende seu trabalho, isto é, o valor agregado aos insumos utilizados, que deveriam ser apenas objetos de trabalho. CT = MOD + CIF cescabrasil@yahoo.com.br
  • Consultoria Especializada em Calçado GASTO - Valor dos bens e/ou serviços adquiridos (engajados) pela empresa. CUSTO - Valor dos bens e/ou serviços consumidos eficientemente na produção de outros bens e/ou serviços. É aquilo que deveria ter sido gasto. PERDA - Valor dos bens e/ou serviços consumidos de forma anormal ou involuntária. Pode ser devido à ociosidade (recursos não usados) ou à ineficiência (recursos mal usados). PERDA = GASTO - CUSTO cescabrasil@yahoo.com.br
  • Consultoria Especializada em Calçado Classificação de Custos A. Quanto ao Grau de Média: - Custo Total x Custo Unitário B. Quanto à Variabilidade: - Custo Fixo x Custo Variável - Custo Semi-Fixo (Escalonado) x Custo Semi-Variável (Misto) C. Quanto à Facilidade de Atribuição: - Custo Direto x Custo Indireto cescabrasil@yahoo.com.br
  • Consultoria Especializada em Calçado Classificação de Custos A. Quanto ao Grau de Média: Custo Total: valor bens e/ou serviços consumidos para fabricar um conjunto de unidades do produto. Custo Unitário: é obtido pela divisão do Custo Total pelo número de unidades produzidas. cescabrasil@yahoo.com.br
  • Consultoria Especializada em Calçado Classificação de Custos B. Quanto à Variabilidade: Custo Variável: constante por unidade, varia direta e proporcionalmente atividades. Ex.: Custo da matéria-prima. Custo Unitário $ ao volume de Custo Total $ Q Q cescabrasil@yahoo.com.br
  • Consultoria Especializada em Calçado Classificação de Custos B. Quanto à Variabilidade: Custo Fixo: permanece constante no curto prazo, indiferente do volume de atividades. Diminui à medida que a produção aumenta. Ex.: Seguro da Fábrica. Custo Unitário $ Custo Total $ Q Q cescabrasil@yahoo.com.br
  • Consultoria Especializada em Calçado Classificação de Custos B. Quanto à Variabilidade: Custo Semi-Variável (ou Composto) $ Custo Semi-Fixo (ou Escalonado) $ Q Q cescabrasil@yahoo.com.br
  • Consultoria Especializada em Calçado Classificação de Custos C. Quanto à Facilidade de Atribuição: Custo Direto: Facilmente atribuível a um determinado produto ou atividade. Ex.: Custo da matéria-prima. Custo Indireto: Quando há dificuldade de atribuição aos produtos ou às atividades. Ex.: Salário dos Gerentes. cescabrasil@yahoo.com.br
  • Consultoria Especializada em Calçado Problemática e Solução de Custeio CUSTOS VARIÁVEIS X CUSTOS FIXOS Princípios de Custeio a. Custeio por Absorção Total b. Custeio por Absorção Parcial c. Custeio Variável (Direto) CUSTOS DIRETOS X CUSTOS INDIRETOS Métodos de Custeio a. Custo-Padrão b. Centros de Custos c. UEP d. ABC Princípios + Métodos = Sistema de Custeio cescabrasil@yahoo.com.br