Manual at 12000

732 views
637 views

Published on

0 Comments
1 Like
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

No Downloads
Views
Total views
732
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
0
Actions
Shares
0
Downloads
18
Comments
0
Likes
1
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Manual at 12000

  1. 1. MANUTENÇÃO E OPERAÇÃOAUTO TANQUEAT-12.000 LITROS
  2. 2. Prezado ClienteAntes de iniciar qualquer tipo de operação com seu novo equipamento, leia com atenção o presentemanual, evitando desta forma, o uso indevido e/ou operações erradas que possam comprometer obom funcionamento do produto.Informamos que o presente manual está sujeito a alterações sem prévio aviso, visando sempre oaprimoramento do projeto, e reservamo-nos o direito de não responder por danos de qualquernatureza causados por operações erradas e/ou falta de manutenção.Lembramos a todos, que a manutenção preventiva, executada conforme expomos neste, éextremamente importante para a longevidade de funcionamento e bons serviços de qualquerequipamento.A DIREÇÃO
  3. 3. 1. CERTIFICADO DE GARANTIAIDENTIFICAÇÃORevendedor: DAMAEQ Dávilla Indústria Mecânica de Máquinas Ltda.Comprador usuário:Endereço:Cidade: Estado:Equipamento: AT-12.000litros nº.:Nota fiscal: Data:Carimbo e assinatura do revendedor:Obs.: Esta garantia está subordinada às condições expressas a seguir.O cumprimento da garantia está acondicionado à apresentação deste manual, bem como àobservância de todas as recomendações nele constantes.A DAMAEQ - Dávilla Indústria Mecânica de Máquinas Ltda., reserva-se o direito de, à qualquertempo, revisar, alterar e modificar os Termos de garantia, bem como as especificações técnicas dequalquer um de seus produtos, sem prévio aviso.
  4. 4. 41.1. Termo de garantiaA DAMAEQ - Dávilla Indústria Mecânica de Máquinas Ltda., como FABRICANTE, garante aoprimeiro comprador usuário, que cada um de seus produtos, é isento de defeitos de material ou demanufatura.Essa garantia subordina-se, entretanto, aos prazos, cláusulas e condições seguintes:I - A obrigação do FABRICANTE limita-se, de acordo com esta garantia, ao conserto ousubstituição (dentro dos prazos abaixo fixados) de peças cujo exame, pelo FABRICANTE, revelesatisfatoriamente, para este, a existência do defeito reclamado.II - O conserto ou substituição das peças defeituosas, de acordo com esta garantia, será feito, peloFABRICANTE, sem débito das peças ou serviços por este empregadas.III - Para tudo isto, seja dizer, para dito exame, conserto ou substituição de peças, nos Termos destagarantia, hão de ser obrigatoriamente, os equipamentos colocados no local indicado peloFABRICANTE, local este que, entretanto, será o posto de Assistência Técnica mais próximo deonde estiver o primeiro comprador usuário.IV - Poderá, todavia, à juízo único do FABRICANTE (e quando à este solicitado), vir a serprocedido dito exame, bem como o conserto ou a substituição de peças defeituosas, fora do posto deAssistência Técnica, caso em que, entretanto, deverão ser-lhes pagas todas as despesas com viageme estadia do seu técnico.V - O FABRICANTE não se responsabiliza, absolutamente, por eventuais paralisações dosequipamentos, e nem pelas despesas oriundas ou decorrentes dessas paralisações.VI - O mau uso, má aplicação, uso incorreto, aplicações não condizentes com as característicastécnicas, acidentes, etc., dos equipamentos, invalidam, tornam sem efeito esta garantia.VII - A aquisição dos direitos desta garantia, requer o preenchimento correto dos dados noslocais indicados no item .
  5. 5. 5VIII- O equipamento, supra citado neste CERTIFICADO DE GARANTIA, é garantido dentrodo que rege este, pelo prazo de 6 (seis) meses, a contar da data de entrega ao primeiro compradorusuário.IX - Não estão abrangidos na garantia, os componentes adquiridos já prontos, e que integram oequipamento, que por sua vez, têm garantia segundo o Certificado ou Termo correspondente,oferecido pelo seu respectivo fabricante
  6. 6. 6INDÍCE2. CARACTERÍSTICAS TÉCNICAS .......................................................................................... 73. APRESENTAÇÃO DOS COMANDOS.................................................................................... 84.1. Bomba De Incêndio 750 Gpm ............................................................................................... 124.2. Válvula De Alívio.................................................................................................................. 154.3 Escorva.................................................................................................................................... 164.3.1. Operação Em Sucção de Mananciais:................................................................................. 174.4. Enchimento Via Hidrante: ..................................................................................................... 174.5. Operação Em Série: ............................................................................................................... 184.6. Operação Em Auto Bomba.................................................................................................... 184.7. Esgotamento Do Tanque De Água ........................................................................................ 185. CANHÃO MONITOR-(Opcional)........................................................................................... 185.1. Características Técnicas:........................................................................................................ 185.2. Características Operacionais.................................................................................................. 196. ILUMINAÇÃO......................................................................................................................... 197. MANGOTINHO-(Opcional) ......................................................Erro! Indicador não definido.8. SISTEMA PNEUMÁTICO :.................................................................................................... 209. SISTEMA ELÉTRICO :........................................................................................................... 2110. MANUTENÇÃO.................................................................................................................... 2110.1.Bomba de Incêndio:.............................................................................................................. 2210.2.Carretel de mangotinho:..........................................................Erro! Indicador não definido.
  7. 7. 72. CARACTERÍSTICAS TÉCNICASTANQUE DE ÁGUACAPACIDADE 12.000 LITROSFORMATO POLIGONO IRREGULARNÚMERO DE QUEBRA-ONDAS REMOVÍVEIS 128 UNIDADESNO. COMPARTIMENTOS / VOLUME 18 x 0,66m3EXTRAVASAMENTO (LADRÃO) 4 (0,0087m2)BOCA DE ABASTECIMENTO SUPERIOR 0,04 m2VÁLVULA DE SEGURANÇA 0,04 m2DRENO CAIXA DE DECANTAÇÃO 6 (0,0181m2)BOCA ABASTECIMENTO POR HIDRANTE 2.1/2VOLUME CAIXAS SUPERIORES (02) 0,8m3 (TOTAL)VOLUME COMPARTIMENTOS MATERIAIS (06) 1,1m3 (TOTAL)BOMBA 750 GPMVAZÃO 750 GPMPOTÊNCIA NECESSÁRIA P/ 750 GPM 130 HPPRESSÃO 150 PSIROTAÇÃO EIXO DA BOMBA 3500 RPMTIPO DE VEDAÇÃO SELO MECÂNICOCAIXA DE TRANSFERÊNCIA BOMBA 750 GPMRELAÇÃO DE TRANSMISSÃO 2:1ROTAÇÃO DE ENTRADA 1750 RPMPOTÊNCIA MÁXIMA DE ENTRADA 280 HPACIONAMENTO PNEUMÁTICOTUBULAÇÃOEXPEDIÇÃO 2.1/2 ( 01 DIR. / 01 ESQ.) 2.1/2 STORZEXPEDIÇÃO 1.1/2 (01 DIR. / 01 ESQ. 1.1/2 STORZSUCÇÃO 4 (02 BOCAS - 01 DIR. / 01 ESQ.) 4 N.S.F.H.T. 4 f.p.p.BOMBA /TANQUE 2.1/2TANQUE / BOMBA 6PRESSÃO PNEUMÁTICA GERAL DO SISTEMA 8 Kg/cm2PRESSÃO VÁLVULA DE ALÍVIO C/ REGULAGEM 2 7 Kg/cm2MANGOTINHO -(Opcional)VAZÃO 53 GPMPRESSÃO 07 10,5 Kg/cm2DIÂMETRO ESGUICHO 1COMPRIM. DA MANGUEIRA 30 m
  8. 8. 83. APRESENTAÇÃO DOS COMANDOS3.1. Painel ExternoPara habilitar os comandos do painel externo e interno da viatura é necessário ligar a chavegeral localizada no painel interno.Todas as válvulas são acompanhadas de lâmpadas sinalizadoras que acusam a abertura dorespectivo registro.O botão teste quando pressionado deverá acender todas as lâmpadas sinalizadoras, indicandoque as mesmas estão em perfeitas condições de uso, sendo que as que permaneceremapagadas devem ser substituídas.IMPORTANTE:Os comandos de abertura e fechamento dos registros das expedições direita, referen-se aosregistros localizados na lateral direita da viatura, ou seja, lado passageiro. Os registros dolado esquerdo, ou lado motorista, são acionados pelos comandos identificados comoLATERAL ESQUERDA .
  9. 9. 9Setor ESCORVA- vacuômetro banhado em glicerina;-botão de ignição da bomba de escorva;-lâmpada sinalizadora;Setor BOMBA- manômetro banhado em glicerina;-horímetro;-lâmpada sinalizadora;Setor MOTOR-contagiros;-chave liga/desliga.-botão acelerador, para controle da rotação.Setor VÁLVULA DE ALÍVIO-manômetro, para indicação da contra pressão de ar;-regulador de pressão, para ajuste da contra pressão.-chave seletora ATIVA//DESATIVASetor ILUMINAÇÃO-chave liga/desliga iluminação do painel.Setor NÍVEL D ÁGUA-leds indicativos do volume de água. Possui também alerta sonoro para indicação devolume de água no tanque inferior à ¼ do total, aproximadamente 1.500 litros.Setor REGISTROS-comandos pneumáticos de abertura e fechamento dos registros bomba/tanque etanque/bomba.
  10. 10. 103.2. Painel De Comando InternoCHAVE GERALInterrompe todo circuito elétrico do equipamento. O led superior aceso indica acondição ativada da chave. Gire no sentido horário até o travamento, para ativar.SIRENE FA-DÓChave liga desliga sirene pneumática de dois tons, tipo FA-DÓ, acionada pelo aroriundo do compressor do próprio veículo.BOMBA DE INCÊNDIOBotão liga desliga engreno pneumático da bomba, com led indicativo de bombaengrenada quando aceso.
  11. 11. 113.3. Controle Do SinalizadorEste comando atua a barra sinalizadora localizada sobre a cabine do veículo, ossinalizadores laterais e traseiros, os strobos dinteiros, bem como a sirene eletrônica de cincotons.Botão azul liga/desliga os sinalizadores luminosos, tendo duas sequências diferentesde disparo dos leds, quando selecionado para cima ou para baixo.Botão vermelho liga/desliga a sirene eletrônica, sendo alternado o som a cada toquedo botão.Megafone incorporado à sirene, o mesmo é acionado ao pressionar o botão lateral doMike.
  12. 12. 12DESCRITIVO OPERACIONAL4.1. Bomba De Incêndio 750 GpmA bomba de incêndio 750 GPM opera as tubulações de sucção diâmetro 4 e alimentaas tubulações de expedição diâmetro 2.1/2 . É acionada pelo cardan do veículo e opera com oveículo parado.Para dar início a operação do equipamento, alguns procedimentos básicos se fazemnecessários:4.1.1. Imobilizar o Veículo:Aplique o freio de estacionamento. Caso o terreno seja fortemente inclinado, usecalços nas rodas.4.1.2. Engatar a Bomba.a.- Dar partida no motor da viatura;b.- Posicionar alavanca de câmbio na posição neutro;c. -Acionar a embreagem do veículo e puxar o botão ENGRENO localizado no painel decomando interno, observando a lâmpada sinalizadora da bomba acender;d. -Engatar a 8º marcha (caixa leve) e soltar lentamente a embreagem, observando os sinaisque atestam que a bomba está engrenada:1- lâmpada sinalizadora da bomba acesa;2- o ponteiro do contagiro sai do ponto de inércia;3- observar ruído característico da bomba engrenada.e.-Pressionar o botão do piloto automático para habilitaro comando de aceleração remoto.f.-Antes de deixar o local da cabine, verifique se todos os instrumentos do painel atestam queo motor está em pleno funcionamento.4.1.3. Ao dirigir-se para o painel, proceder:Sempre que a bomba entrar em funcionamento, acenderá uma lâmpada sinalizadora nosetor BOMBA do painel externo e, automaticamente o horímetro começa a marcar as horasde funcionamento.Verificar a pressão do sistema pneumático, que deve estar em sua regulagemmáxima,em torno de 8,5kg/cm. A mesma é regulada no interior do compartimento de bomba,através do conjunto lubrifil, como ilustrado a seguir.Botão piloto automático
  13. 13. 13Puxar a capa do botão para cima, e girar pararegular a pressão desejada. . Empurre novamente acapa do botão para travar o dispositivo.a. Posicionar os botões das válvulas TANQUE/BOMBA e BOMBA/TANQUE na posiçãoABERTO ;b. No setor do MOTOR , acionar o botão liga e observar a marcação do RPM no tacômetro.O aumento da rotação se dá através do tensionamento do cabo acelerador no setor MOTOR .OBS.: Antes de efetuar a aceleração, certifique-se de que as válvulas tanque/bomba ebomba/tanque estão na posição ABERTO.c. Após estendidas as linhas de expedições ou mangotinho, efetuar a abertura da válvulacorrespondente, e somente após a abertura dos respectivos registros, poderá se fazer ofechamento da válvula bomba/tanque. - Lembrar sempre que antes de fazer qualquerfechamento das linhas de expedições, abrir a válvula BOMBA/TANQUE, para proteçãodo corpo de bomba contra golpes de ARIETE.4.1.4 Desempenho Da BombaA Bomba será capaz de fornecer o seguinte rendimento100 % da capacidade nominal a 150 PSI (10Kgf/cm²)75% da capacidade nominal a 200 PSI (14 Kgf/cm²)50% da capacidade nominal a 250 PSI ( 17,5 kgf/cm²)
  14. 14. 14
  15. 15. 154.2. Válvula De AlívioA viatura está equipada com válvula dealívio, de controle pneumático. Para regular apressão da válvula de alívio atue no botãocorrespondente ao da válvula, puxando a capaexterna do botão e girando para a direita, paraaumentar a pressão do ar, podendo ser lida norespectivo manômetro e, para a esquerda, paradiminuir a pressão de atuação da válvula dealívio. Seu funcionamento está baseado nadiferença de pressão pneumática que atua sobreuma área maior do êmbolo, e a pressão da bombad água que atua sobre uma área menor doêmbolo. Quanto maior a contra pressão do arregulada no manômetro, maior será a pressão da bomba necessária para atuar a válvula, queabrirá o retorno para o tanque, aliviando a pressão do sistema. No painel existe uma lâmpadasinalizadora indicando a condição de regulagem da válvula. O led aceso indica que a mesmaencontra-se na situação desativada , ou seja, a válvula está fechada. Regular a contrapressão de ar para a condição de válvula ativada de acordo com a tabela;BOTÃOATIVA/DESATIVABOTÃO REGULAGEM DACONTRA PRESSÃOSINALIZADORA VALVULADESATIVADAMANÔMETRO
  16. 16. 16OBS.: Nunca exceder as 2500 RPM, para não extrapolar a rotação no ROTOR DABOMBA, afim de não correr o risco de danificar o eixo do rotor. A cada regulagem depressão na válvula de alívio, pode-se observar no apropriado manômetro da bomba, apressão do corpo da bomba.No caso de um golpe de Aríete, esta válvula atuará aliviando a pressão do corpo de bombapor um período de 7 segundos, após o qual , a mesma fechará novamente, reestabelecendo acondição de pressão anterior ao golpe, caso o fato gerador do golpe já tenha sidocorrigido.(Por exemplo, o fechamento de uma linha de expedição)Contra pressão de ar(kgf/cm²)Pressão do corpo debomba (kgf/cm²)1,0 3,61,5 5,32,0 7,12,5 8,93,0 10,63,5 12,44,0 14,24,5 16,05,0 17,75,5 19,56,0 21,36,5 23,07,0 24,8
  17. 17. 174.3 EscorvaAntes de iniciar o procedimento de escorva, observe os itens a seguir:4.3.1. Operação Em Sucção de Mananciais:Mantenha-se tão perto da água quanto possível. A bomba trabalha dentro de suacapacidade nominal, com um levantamento de até 3 metros na vertical, mas, ao se aumentar olevantamento vertical acima dos 3 metros o rendimento da bomba cairá.a. Conecte o mangote e o ralo. Submirja o ralo mais de 40 cm abaixo do nível d água.Procure não deixar o ralo alcançar o fundo e mante-lo livre de folhas, galhos, areia, ouqualquer material estranho que possa prejudicar o trabalho de sucção.b. Verifique se as conexões dos mangotes estão bem apertadas.c. Certifique-se de que todos os registros estão fechados, exceto o da sucção queestiver usando.d. Coloque o acelerador para uma posição em torno de 1500 rpm, e então mantenhapressionado o respectivo botão de ignição da escorva, dentro de 10 a 30 segundos a águaentrará no corpo da bomba, e o manômetro indicará a pressão.e. Nesse momento deve-se abrir o registro BOMBA/TANQUE .f. Regule o acelerador para a pressão de aproximadamente 4 kgf/cm .IMPORTANTE:Se a bomba da escorva não fizer descarga de água em 30 segundos, pare e procureentradas de ar.Poderá a velocidade do motor subir sem o correspondente aumento da pressão, caso emque a bomba estará cavitando. São 3 as possibilidades para isso ocorrer.a. Poderá ocorrer quando o levantamento for muito grande, juntamente com o bombeamentode grandes volumes de água. Neste caso, acelere lentamente até que a pressão atinja seu pontoótimo, ou seja, imediatamente antes de começar a cair, e a velocidade do motor se tornerazoável.b. A segunda ocorre quando bombear água com ar, devido as entradas de ar. Mesmo apósescorvadas as entradas de ar prejudicam o desempenho. Neste caso, elimine as entradas de ar.c. A terceira ocorre quando elementos estranhos (folhas, papel, etc.) estão obstruindo apassagem da água pelo ralo de sucção, na ponta do mangote.4.4. Enchimento Via Hidrante:Na parte traseira superior do tanque, localiza-se uma boca para enchimento viahidrante.Para tal operação basta conectar a mangueira, e abrir o hidrante. Caso a posição ou olocal não possibilitem o enchimento pela boca traseira do veículo, o mesmo poderá serrealizado através da boca de expedição lateral de 2.1/2 , sendo necessário para isso o seguinteprocedimento:
  18. 18. 18a. Conecte a mangueira a boca de expedição.b. Abra o respectivo registro.c. Abra o registro BOMBA/TANQUE.d. Certifique-se que os demais estão fechados.e. Abra o registro do hidrante.4.5. Operação Em Série:Bomba ligada à rede de hidrantes:a. Conecte uma das extremidades do mangote ao hidrante e a outra boca à sucção da bomba.b. Conecte as mangueiras as bocas de expedição.c. Feche as expedições.d. Abra os hidrantes.e. Abra as expedições lentamente, para retirar o ar do corpo da bomba.f. Ajuste o acelerador para a pressão desejada. Se o manovacuômetro indicar pressão negativaantes da pressão desejada no corpo da bomba ser obtida, significa que a bomba estásuccionando mais água do que o hidrante pode fornecer. Neste caso, procure diminuir aslinhas de expedição, ou regular a abertura das válvulas, ou usar requintes menores nosesguichos.4.6. Operação Em Auto BombaBomba ligada ao tanque do veículo.a. Conecte a mangueira na expedição.b. Feche a válvula BOMBA/TANQUE.c. Abra a válvula TANQUE/BOMBA.d. Ajuste o acelerador para a pressão desejada.e. Abra lentamente as expedições que estiverem em serviço.4.7. Esgotamento Do Tanque De ÁguaPara esgotar o tanque pode-se utilizar as expedições com a bomba acionada, ou, caso se façanecessário o esgotamento sem a operação da bomba, existe na parte inferior dianteira dotanque, uma caixa de decantação com boca 6 para tal operação.4.8 Acionamento manual dos registros.Em caso de pane no circuito pneumático, que impossibilite o funcionamento das válvulas deabertura e fechamento dos registros pneumaticamente deve-se proceder da seguinte forma:-Verificar no conjunto lubrifil, localizado no interior do compartimento de bomba, ainexistência de pressão de ar no sistema.-Atuar as receptivas válvulas pneumáticas dos registros, para que ocorra a completa descargada pressão interna do cilindro.-Atuar manualmente as alavancas dos registros.5. CANHÃO MONITOR-(Opcional)5.1. Características Técnicas:
  19. 19. 19Canhão Monitor Fixo, entrada diâmetro 2.1/2 flangeada ANSI B16.5 150 PSI, instaladono convés da viatura, na parte superior da casa de bomba, equipado com esguicho tipo 3requintes.Lança: formada por três requintes sobrepostos com diâmetros de 1.3/4 , 1.1/2 e 1.1/4 .Fixação: flangeado diretamente na tubulação de alimentação.Mancal de Giro: com rolamentos de esfera com bucha de bronze.Vedação: com gaxeta de borracha nitrílica.Lubrificação: por graxa, através de engraxadeira.Peso: 16 kg5.2. Características OperacionaisAlimentação: através da bomba de incêndio acionada pelo cardan da viatura. O acionamentoda válvula que alimenta a tubulação do canhão deve ser feito manualmente através daalavanca na própria base do canhão.Movimento horizontal: giro livre 360 graus, com possibilidade de travamento de 15 em 15graus.Movimento vertical: através de volante e sistema de engrenagem 15 graus abaixo e até 90graus acima em relação ao plano horizontal.Vazão: 1200 lpm a 8 kgf/cm2 e 1600 lpm a 14 kgf/cm2Alcance: 32 52mAlimentação: tubulação diâmetro 3 , ASTM A-178.Agente: água limpa, suja ou salgada.Aplicação: combate a incêndios, irrigação de lavouras jardins e canteiros, lavagem de túneis, viadutos,passarelas, abrigos, prédios, fachadas, monumentos, etc.6. ILUMINAÇÃONo painel de comando, você encontrará uma luminária cujoacionamento se dá no botão incorporado no setor ILUMINAÇÃO do painelde comando.A iluminação dos demais compartimentos se dá automaticamente coma abertura da respectiva porta.Na parte traseira e dianteira superior do veículo estão localizados doisfaróis de manejo, que são acionados no próprio local, onde existem seusrespectivos botões de acionamento. A sinalização visual se dá do interior dacabine do veículo, onde estão localizados no painel interno, os botões do giroflex (dianteiro etraseiro) bem como da sirene FÁ-DÓ. Ao efetuar os trabalhos, posicionar todas as chaves dopainel na posição desliga .
  20. 20. 20regulagem do consumo de óleo regulagem da pressão de arcompletar com óleo pneumático drenoSAE 108. SISTEMA PNEUMÁTICO :A viatura está equipada com uma válvula de segurança para o circuito adicional doequipamento, de forma a priorizar a pressão pneumática do reservatório de ar para ofuncionamento do veículo (freio), sendo liberado o ar comprimido para o circuito da bomba edemais equipamentos somente após a pressão de ar atingir uma pressão mínima (em torno de6 kgf/cm ).Completar o nível de óleopneumático e regular ogotejamento para umagota a cada 5 minutos. Eliminar oexcesso de umidadeatravés do dreno.Em casos em que a pressão de ar não seja suficiente ou não se mantenha constante ,verifique se não há vazamentos pelo circuito.Completar o nível de óleo pneumático se necessário, regulando o consumo do mesmopara algo em torno de uma gota a cada 5 minutos, e drenar o reservatório sempre que verificaro acúmulo de água no mesmo.
  21. 21. 219. SISTEMA ELÉTRICO :A central de disjuntores localizada ao lado do painel de comando externo tem a funçãode proteger todo o circuito adicional do equipamento. Mantenha todos os disjuntores ligadossempre que estiver operando o equipamento, nunca elimine o efeito dos disjuntores através deligações adicionais ou jampes , sob pena de danificar o sistema.Jamais jogue água sobre os disjuntores.10. MANUTENÇÃOEFETUAR O REAPERTO DOSCARDANS SEMANALMENTE.GERALD1CONVERSOR/GIROFLEXD2LUMINARIASD3FAROL DE MANEJOD4PAINEL DE COMANDOD5HORIMETRO/ACELERAÇÃOD6ESCORVAD7SIRENE FA-DÓD8SOLENÓIDESD9RESERVAD10
  22. 22. 22EFETUAR O REAPERTO DOSGRAMPOS DE FIXAÇÃO DO CHASSISEMANALMENTE.Efetuar um reaperto geral dos parafusos da bomba e caixa de transferência após asprimeiras horas de funcionamento, devido às acomodações dos materiais e amaciamento doequipamento.9.1.Bomba de Incêndio:Verifique mensalmente o nível de óleo da caixa de transferência. As trocas devem serrealizadas a cada 30.000km, ou 200 horas de uso da bomba, usando óleo mineral SAE 90,cerca de 12 litros.
  23. 23. 239.2.Persianas e gavetas:Pincelarsemanalmente vaselina nostrilhos das persianas ,trilhosdas gavetas de apresentação etrilhos dos estribosescamoteáveis.9.3.Carretel de mangotinho:Engraxar mensalmente o mancal de apoio do eixo docarretel.
  24. 24. 249.4. Bomba de escorva:Verificar e completar o nível de óleodo reservatório, utilizando óleo pneumáticoSAE 40.Verificar o reaperto dos caboselétricos junto ao motor e osolenóide da bomba de escorva.Para prevenir o emperramento das palhetas acionar a bomba de escorva a cada dois dias,por um intervalo mínimo de 10 segundos, a fim de que ocorra a lubrificação das palhetas.
  25. 25. 2510-TABELA DE DEFEITO10.1-Bomba Funciona mas não há recalque.- Entrada de ar;- Rotor da bomba entupido;- Chaveta do eixo danificado;- Registro tanque/bomba fechado;- Ralo de sucção entupido.10.2-Bomba Não Engrena/ Desengrena sozinha .-Baixa pressão de ar no sistema;-Cilindro pneumático de engreno com vazamento;10.3-Ruídos na Caixa de Engrenagens.- Rolamentos danificados;- Engrenagens danificadas;- Nível de óleo baixo.10.4-Vazamento de água no corpo de Bomba.- Vedação;- Selo Mecânico, (vazamento no eixo, na parte traseira da bomba).10.5-Bomba de escorva não funciona.-Verificar disjuntor;-Verificar solenóide, e conexões dos cabos elétricos;-Palhetas emperradas. Abrir a tampa, remover as palhetas e lixa-las com lixa grana 320.10.6-Bomba de escorva funciona, mas não faz coluna d água.-Verificar entradas de ar nos mangotes, fechamento dos tampões e registros.10.7-Sirene FA-DO não funciona.-Baixa pressão de ar e ou vazamento no sistema;-Não chega ar nas cornetas. Válvula solenóide ou relê queimados.-Chega ar, mas não há som. Diafragma da corneta danificado.-Verificar se não há estrangulamento das mangueiras.10.8-Aceleração da bomba não funciona.-Habiltar piloto automático no painel do veículo;-Pode a bomba não estar engrenada perfeitamente;-Sensor de pressão pneumático de engreno da bomba danificado;-Rele queimado;-Verificar reaperto do chicote elétrico, e conexão dos contatos do botão de aceleração.
  26. 26. 26ESQUEMA ELETRICO
  27. 27. 27ESQUEMA PNEUMATICO
  28. 28. 28PEÇASDEREPOSIÇÃO
  29. 29. 29AUTO TANQUERELAÇÃO DE PEÇAS P/ SISTEMA HIDRÁULICON° DESCRIÇÃO CÓDIGO1 NIPLE 2.1/2 x ESPIGÃO BT6.16.0012 ANEL O RING 2-333 011.10.0313 VÁLVULA ESFERA 2.1/2 011.05.7054 FLANGE NIPLE GIRATÓRIO BT6.16.0045 NIPLE GIRATÓRIO 2.1/2 BT6.16.0026 ANEL O RING 2-334 011.10.0427 VÁLVULA ALÍVIO VAL.00.0018 NIPLE 2.1/2 BT6.16.0039 ADAPTADOR STORZ 2.1/2 011.65.00110 TAMPÃO STORZ 2.1/2 011.65.00211 NIPLE 3/4"x3/4 011.02.00912 VÁLVULA ESFERA 3/4" 011.05.70313 ESPIGÃO 3/4"x3/4 018.03.00114 ABRAÇADEIRA FLEXÍVEL 1927 010.10.00315 MANGUEIRA Ø3/4" PT 250 018.25.00416 MUNHÃO 4 BT6.14.00817 FLANGE CANHÃO MONITOR BT6.16.01818 ADAPTADOR VALVULA CANHÃO BT6.16.01619 MANGUEIRA CANHÃO MONITOR BT6.16.01520 JUNTA EXPANSÃO 4 005.02.406
  30. 30. 30
  31. 31. 31
  32. 32. 32
  33. 33. 33
  34. 34. 34
  35. 35. 35
  36. 36. 36
  37. 37. This document was created with Win2PDF available at http://www.daneprairie.com.The unregistered version of Win2PDF is for evaluation or non-commercial use only.

×