Direito na informática

  • 366 views
Uploaded on

 

More in: Technology
  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Be the first to comment
    Be the first to like this
No Downloads

Views

Total Views
366
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
0

Actions

Shares
Downloads
6
Comments
0
Likes
0

Embeds 0

No embeds

Report content

Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
    No notes for slide

Transcript

  • 1. Direito na Informática TV Digital Perícia Digital Elementos do Direito Digital Equipe: Bruno Ribeiro César Augusto Déborah Suellen Géssica Batista Ismael Melkis Naiara Fernandes Wesley Laezio
  • 2. Tv Digital  Origem • A história da televisão digital inicia-se nos anos 1970, quando a direção da rede pública de TV do Japão Nippon Hoso Kyokai (NHK) juntamente com um consórcio de 100 estações comerciais, dão carta branca aos cientistas do NHK Science & Technical Research Laboratories para desenvolver uma TV de alta definição.
  • 3. Tv Digital  Conceito • TV digital é sinônimo de interatividade, trabalha com um padrão de alta definição nas imagens, nos sons e proporciona a interação dos usuários através de aplicativos.
  • 4. Tv Digital  Interatividade • Software Ginga permite interação no sistema brasileiro de TV Digital. • Assessor da Casa Civil diz que 100% das novas TVs terão função em 2015.
  • 5. Tv Digital  Acessibilidade • Facilidades para Gravação de Programas • Gravadores Digitais Incluídos nos Receptores ou Conversores • Múltiplas Emissões de Programas  Recepção • Otimização da Cobertura
  • 6. Tv Digital TV Analógica X TV Digital Analógica Digital Resolução 480 Linhas Horizontais Até 1080 Linhas Horizontais Áudio 2 canais (estéreo) Até 6 canais (Dolby Digital) Formato da Imagem Proporção 4:3 Proporção 16:9 (cinema)
  • 7. Tv Digital  Meios de Transmissão Satélite Terrestre Internet Cabo
  • 8. Tv Digital  Serviços
  • 9. Tv Digital  Cobertura • 480 Municípios • 102 Emissoras • 45,98% da população brasileira
  • 10. Tv Digital  Legislação • Decreto nº 4.901/2003 • Decreto Nº 5.820/2006 • Lei 11.484/2007 • PADIS • PATVD
  • 11. Elementos de Direito Digital  O Direito é resultado da união entre linguagem e comportamento.  Revolução no modo como os seres humanos se relacionam, quer seja na vida pessoal, nos negócios, na vida profissional.  O Direito Digital consiste na evolução do próprio Direito.  Formula tridimensional do Direito: Fato, Valor e Norma mais o adicional Tempo.  Atributos e características de certos tipos de normas e comandos jurídicos.
  • 12. Elementos de Direito Digital  O Elemento Tempo  Necessidade da velocidade de resposta.  Pode ser uma relação ativa, passiva ou reflexiva.  Tempo Ativo • Aquele em que a velocidade de resposta da norma pode implicar o próprio esvaziamento do direito subjetivo.  Tempo Passivo • Tempo passivo é aquele que é normalmente explorado pelos agentes delituosos, valendo- se da morosidade jurídica para desencorajar a parte lesada a fazer valer seus direitos.
  • 13. Perícia Digital  História  Surgiu na década de 80 quando os computadores se tornaram mais populares  Em 1984 surgiu o CART como resposta aos incidentes computacionais que haviam crescido com o surgimento da ARPA NET.  Em 1991 ocorre o primeiro encontro internacional com o intuito de padronizar metodologias de atuação para o Forense Digital.  Em 1997 foi criado um grupo cientifico de trabalho com evidencias digitais, resultado de um último encontro que aconteceu em 1994.  Em 2001 aconteceu o primeiro Digital Forensic Research Workshop
  • 14. Perícia Digital  Definições  Forense Digital Preservação, coleta, confirmação, identificação, análise, cópia e a apresentação de informação sobre a atividade maliciosa.  Investigação Digital “Uma série metódica de técnicas e procedimentos para coletar evidências de um sistema computadorizado, de dispositivos de armazenamento ou de mídia digital, que podem ser apresentadas em um foro de uma forma coerente e formato inteligível”. - Dr. H. B. Wolf
  • 15. Perícia Digital  Deficiências  Forense Digital  Ainda, é mais uma arte do que ciência;  Ainda está em seus estados iniciais de desenvolvimento;  Há falta de treinamento apropriado;  Não há padronização de ferramentas.
  • 16. Perícia Digital  Profissional com formação em 3º grau  Experiência comprovada no assunto  Nomeado pelas Partes de um processo para pesquisar a verdade e apresentá-la sob a forma de Parecer Técnico  Funciona como um assessor técnico da parte  Indicado pela Parte, ou pelo seu advogado  Honorários negociados direto com a Parte contratante  Trabalha com prazos repassados às Partes pelo Juiz
  • 17. Perícia Digital Live Forensics • Investigação do equipamento em funcionamento Post Mortem Forensics • Investigação do equipamento desligado
  • 18. Perícia Digital Com os equipamentos corretos os peritos são capazes de extrair informações dos mais diversos tipos, como chamadas, mensagens de texto, agenda, vídeos, imagens e música dos celulares.
  • 19. Perícia Digital Ferramentas • Cópia de Disco • É importante fazer uma copia de disco para que os dados originais fiquem intactos. • A recuperação dos dados apagados é feita através de softwares especializados para essa tarefa.
  • 20. Perícia Digital Ferramentas • Descobrindo dados ocultos • Esteganografia, que consistem em esconder documentos dentro de outros arquivos. • Para isso eles utilizam aplicativos com funcionamento similar ao S-Tools, que revela arquivos e documentos escondidos em imagens. Outro programa que dá uma ideia da esteganografia é o Hide and Reveal.
  • 21. Perícia Digital Ferramentas • Congelamento de Memória RAM • É utilizado pelos peritos digitais a fim de acessar os dados que transitavam na memória. • No caso de conteúdo pornográfico, o nome da arma é PornStick, um pendrive poderoso que analisa os arquivos e é capaz de identificar imagens suspeitar, mesmo que elas sejam “disfarçadas” em outros formatos.
  • 22. Perícia Digital Atenção! • O número de arquivos infectados que circula pela rede mundial de computador é assustador. Alguns são inofensivos, mas outros podem transformar seu computador em zumbis ou em depósito para dados criminosos.