Your SlideShare is downloading. ×
Como a tecnologia suporta a construção de marcas de sucesso
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×

Thanks for flagging this SlideShare!

Oops! An error has occurred.

×

Introducing the official SlideShare app

Stunning, full-screen experience for iPhone and Android

Text the download link to your phone

Standard text messaging rates apply

Como a tecnologia suporta a construção de marcas de sucesso

152
views

Published on

Published in: Business

0 Comments
0 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

No Downloads
Views
Total Views
152
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
0
Actions
Shares
0
Downloads
0
Comments
0
Likes
0
Embeds 0
No embeds

Report content
Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
No notes for slide

Transcript

  • 1. Como a tecnologia suporta aconstruçao de marcas de sucesso.Marcas possuem histórias com as pessoas, que são criadas através de cada oportunidade derelacionamento, onde gradualmente, como uma conversa, a percepção de valor é construída.Essas oportunidades de relacionamento acontecem o tempo todo, sempre que um anúncio éexibido ou através da experiência de navegação dentro das mídias próprias de um anunciante,por exemplo.Novas mídias precisam de tempo para que os anunciantes explorem todo seu potencial deentrega de conteúdo. Os primeiros sites, por exemplo, eram adaptações de anúnciosimpressos. A interatividade só surgiu anos depois.Essa latência entre a adoção de uma nova mídia e o uso efetivo de tecnologias que a otimizemé uma grande oportunidade para anunciantes de vanguarda reforçarem sua presença digital econquistar share em seus mercados.O modelo vigente para iniciativas de branding está inserido em um contexto ímpar. O alcanceque os meios digitais possuem e as tecnologias disponíveis para gestão e otimização deresultados é um verdadeiro oceano azul. Atualmente, a grande maioria das campanhascontempla uma abordagem criativa única para todos seus consumidores, independente dapercepção de valor que sua marca possui para cada um deles. É o marketing estático, em suamelhor forma.Grandes players já entenderam o novo cenário e utilizam estratégias de marketing dinâmicocomo o remarketing. Ou seja, diferentes discursos de acordo com o estágio de cadaconsumidor em sua escala de relacionamento. Na prática isso significa uma abordagemespecífica para quem nunca ouviu falar de sua marca, outra para quem já te considera, umaoutra para quem está prestes a comprar seu produto e uma última para assegurar que após acompra, seja possível continuar fazendo negócios e construindo histórias com osconsumidores.Pensar estrategicamente em branding é encarar o blog de suaempresa e o seu site institucional como um e-commerce, onde osprodutos são seus conteúdos publicados e a moeda é o tempo decada consumidor.O papel da tecnologia, nesse processo gradual de evolução e amadurecimento, reside napossibilidade de mensurar as conversas que estão sendo criadas entre marcas e consumidores,criando estratégias para mantê-las vivas.
  • 2. Através da visão de cookie único de algumas plataformas de gestão de mídia, é possívelmapear toda a jornada dos consumidores de ponta a ponta, até uma determinada conversão.Uma estratégia bastante efetiva para evoluir as análises das iniciativas de branding digital é acriação de um score de engajamento, onde cada evento de sucesso (assistir um vídeo, fazerum download, etc) possui um peso e através dele, um score é atribuido para a jornada de cadaconsumidor.Isso, por si só, garante uma profundidade analítica maior, com a possibilidade de segmentarconsumidores por nível de engajamento e consequentemente entregar mensagens maisrelevantes para cada cluster identificado.Pensando em planejamento de investimento, também é possível direcionar com muito maisassertividade o budget de mídia entre os diferentes portais do plano, entendendo qual o papelde cada um deles e distribuindo os recursos de acordo com o engajamento gerado, sempretendo em vista apoiar o consumidor em sua jornada. É melhor investir em canais que gerammais conversão ou naqueles que contribuem para que essas conversões aconteçam? Ou emambos? Com qual proporção? Dúvidas como essas só podem ser respondidas com a adoção deplataformas e metodologias que contemplem modelos de atribuição multi-canal.No final do dia, o que realmente importa é a identificação dos problemas de negócio maisrelevantes. Agora é o melhor momento para encarar o desafio de ir além da presença digitalcom otimização de investimento por métricas básicas, e alcançar a relevância digital sob aperspectiva dequem realmente importa, o consumidor.