Paane 2 - formacao comunicacao: Conceitos Básicos de Comunicação 1-4

  • 109 views
Uploaded on

Conceitos Básicos para se pensar a comunicação no terceiro setor. Parte 1 de 4 da formação para o PAANE II (Programa de Apoio aos Actores Não Estatais de Angola) na vertente da Comunicação.

Conceitos Básicos para se pensar a comunicação no terceiro setor. Parte 1 de 4 da formação para o PAANE II (Programa de Apoio aos Actores Não Estatais de Angola) na vertente da Comunicação.

More in: Education
  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Be the first to comment
    Be the first to like this
No Downloads

Views

Total Views
109
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
0

Actions

Shares
Downloads
6
Comments
0
Likes
0

Embeds 0

No embeds

Report content

Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
    No notes for slide

Transcript

  • 1. PAANE II: Formação em Comunicação 1. Conceitos Básicos de Comunicação Luanda, fevereiro de 2014 Marcelo Luis B. Santos @celoo
  • 2. A linguagem será um instinto?
  • 3. 1984: George Orwell - “Novilíngua” (Newspeak): A intenção da novilíngua não era só prover um meio de expressão à cosmovisão e hábitos mentais dos devotos do EngSoc, mas também impossibilitar outras formas de pensamento. O que se pretendia era que uma vez que a novilíngua fosse adotada de vez por todos e a velha língua fosse esquecida, qualquer pensamento herege, u seja, um pensamento divergente dos princípios do EngSoc seria literalmente impensável ou ao menos naquilo que o pensamento dependa das palavras. Tradução livre do livro “1984”, de George Orwell
  • 4. Tao (do livro ¨Tao Te Ching¨, de Lao Tsé) ...poderia ser o Dao o curso movente de tudo (o que deixa tudo chegar), donde unicamente poderíamos pensar propriamente o que Razão, Espírito, Sentido, Logos possam dizer a partir de sua própria essência. Talvez se oculte na palavra Curso, Dao, o segredo de todos os segredos do dizer pensante, caso nós deixemos esse nome retornar ao seu indizível e possibilitemos esse deixar. Talvez a enigmática força do domínio contemporâneo do método provenha até mesmo e justamente de serem métodos, sem prejuízo de sua força executiva, apenas os desaguadores de uma grande corrente oculta do Curso que deixa (permite) tudo chegar e que abre o rumo a tudo. Tudo é Curso.
  • 5. Tao (do livro ¨Tao Te Ching¨, de Lao Tsé) O curso o curso que se pode discorrer não é o eterno curso o nome que se pode nomear não é o eterno nome portanto no imanifesto se contempla seu deslumbramento no manifesto se contempla seu delineamento imanifesto nomeia a origem do céu e da terra ambos... o mesmo saindo com nomes diversos manifesto nomeia a mãe das dez-mil-coisas o mesmo diz-se mistério mistério que se renova no mistério... porta de todo deslumbramento
  • 6. Sons e Expressividade • Vietnã: – Ma – Má – Må – Mâ – Mã – Mà
  • 7. ¿Estaremos LIMITADOS por nosso idioma?
  • 8. Social Learning – Mark Pagel (Aprendizagem Social) http://www.ted.com/talks/mark_pagel_how_language_transformed_humanity.html
  • 9. A linguagem é uma TECNOLOGIA SOCIAL
  • 10. “A linguagem não é tanto uma criadora o moldeadora da natureza humana e sim uma janela à natureza humana” (Steven Pinker)
  • 11. O Que é comunicação?
  • 12. Comunicación Etimologia: communicare  tornar comum, compartilhar, impartir, informar J. Fiske  Interação social por meio de mensagens
  • 13. Modelo de Shannon e Weaver Emissor > Canal > Receptor
  • 14. Sinal Emissor > Canal > Receptor  Sinal: forma física de uma mensagem Sinal del celular; tv aberta, voz Qual a diferença entre sinal e mensagem?
  • 15. Informação e Sinal • Shannon y Weaver, quanto ao SINAL: + previsível - informação • Informação é uma diferença que faz diferença (adaptado de Gregory Bateson) • Informática: “bit” é unidade de informação
  • 16. Bits 1. Escolho um número de 1 a 1.000.000.000 2. Só posso responder “SIM” y “NÃO” 3. ADIVINHEM!!!
  • 17. Interferência Emissor > Canal > Receptor  Interferência: algo externo entre a emissão e a recepção Falha no sinal do telemóvel; tv aberta com antena
  • 18. Proceso de comunicación Emissor > Canal > Receptor  Redundância: previsível vs  Entropia: imprevisível
  • 19. Roland Barthes Original Imcompreensível: Não tem acordo. ( Retórica ) Quais os limites da linguagem? Escolas? Estilos? Convenções? Banal
  • 20. cpcbn
  • 21. cndngr
  • 22. Retórica é... (Barthes) ¨... a técnica da informação exata¨
  • 23. Conceitos  Canal x Medio
  • 24. Canal “...recurso físico por meio do qual se transmite o sinal.” (Fiske)
  • 25. Medio “…a forma técnica ou física de converter a mensagem em um sinal capaz de ser transmitido através do canal.” (Fiske)
  • 26. Meio x Canal MEIO SINAL CANAL Telefone Eletricidade Cabo elétrico Cordas vocais Fala / Voz Ondas sonoras Televisão Áudio e vídeo em ondas radiais Espectro eletromagnético (Ar) Câmera Fotográfica Luz Película fotossensível Cérebro Impulso elétrico Sistema nervoso Telemóvel Multimedial digital Radiação eletromagnética
  • 27. Código Árvore Árvore Árvore Árvore Árvore Árvore Árvore Árvore
  • 28. Código “Sistema de significados comuns para os membros de uma cultura ou subcultura” J. Fiske (1984)
  • 29. Evolucção do Chinês
  • 30. Árvore em Mandarim
  • 31. ????
  • 32. SOL
  • 33. SOL + ÁRVORE = ??? = PICTOGRAMA PICTOGRAMA IDEOGRAMA
  • 34. Construção de Linguagem e Sentido ÁRVORE ARBITRÁRIO SEMELHANTE ABSTRATO CONCRETO CONVENCIONAL LÓGICO “A” + “R” + “B” + “O” + “L” “ÁRBOL” e “SOL”
  • 35. Atividade 1. Duplas 2. Selecionar un conceito abstrato (ex: criatividade, amor, nostalgia etc.) 3. Elaborar dois pictogramas que, unidos, geran um ideograma
  • 36. Comunicação • Modelo tradicional – Broadcast • Emissor > Canal > Receptor
  • 37. Joseph Goebbels (ministro Nazista) ¨Repita uma mentira 1.000 vezes... ...se converte em verdade¨
  • 38. Black Doll, White Doll http://www.youtube.com/watch?v=WG7U1QsUd1g
  • 39. Movimento da Educação no Chile 24 Horas Central 14 de Junho de 2011 24 Horas Central 16 de Junho de 2011 24 Horas Central 11 de Julho de 2011 http://www.otraprensa.com/el-encapuchado-de-tvn/
  • 40. Novo Paradigma • Modelo colaborativo – web social (2.0) !!! !!! !!! !!! !!!
  • 41. Primavera Árabe: Egito • Facebook: • “Somos todos • Khaled Saeed”
  • 42. Rapidez de difusão • Eleições na Espanha em 2004 – Ataques ao trem 11-março – Eleições 14/março (Aznar queria reeleger-se) – Atribuído a al-Qaeda > usado como manobra política (contexto: tropas espanholas no Iraque = impopular) – Efeito: Aznar perde as eleições de virada!!
  • 43. Testemunho ocular • Atropelamento de ciclistas • Câmeras onipresentes (em todo lugar!!!) • Repórter-cidadão http://www.youtube.com/watch?v=6XL3g4vPK30
  • 44. Mobilização via Internet • Como fazer uma campanha? • Como reagir a uma denúncia? • Como reagir a uma reação a uma denúncia? http://www.youtube.com/watch?v=v7SZyidY7mQ
  • 45. Governo Aberto – País Basco • Perguntas e propostas (governo e cidadania) • Sistema de votação e comentários • Respostas a perguntas com prazos transparentes (ex: ¨em 5 dias¨) • Posibilidade de ¨seguir¨ a um tema • 93 perguntas; 78 já respondidas! http://www.irekia.euskadi.net/es
  • 46. E-Petitions – Reino Unido • Participação Direta • Criação e seleção pública (Crowdsourcing) • 500 assinaturas e vai! • 10% da população já tinha usado em 2009 http://epetitions.direct.gov.uk/
  • 47. OBRIGADO! marcelolbsantos@gmail.com @celoo