Projeto Sala de Educador

5,503 views

Published on

Published in: Education
0 Comments
0 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

No Downloads
Views
Total views
5,503
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
8
Actions
Shares
0
Downloads
24
Comments
0
Likes
0
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Projeto Sala de Educador

  1. 1. A Formação no Projeto Sala de Professor deve ter como foco a melhoria do ensino e aprendizagem .
  2. 2. ENSINO Melhoria da prática pedagógica APRENDIZAGEM Melhoria do “desempenho” dos alunos AÇÃO-REFLEXÃO-AÇÃO = práxis
  3. 3. <ul><li>E laborar projetos que atendam as necessidades didático-pedagógicas dos professores e gestores , em sua área de atuação, pois é preciso avançar no sentido de que os resultados sejam visíveis na aprendizagem dos alunos. </li></ul>
  4. 4. <ul><li>Empenho demonstrado pelas escolas em fortalecer o processo de formação continuada dos professores. </li></ul><ul><li>Preocupação com o pedagógico. </li></ul>
  5. 5. Professora Formadora: Márcia Vacario CEFAPRO – MATUPÁ ORGANIZAÇÃO:Profª:Formadora: Sebastiani S. Hirsch Brambilla
  6. 6. <ul><li>Deve conter: </li></ul><ul><li>Nome do orgão responsável pela manutenção da instituição </li></ul><ul><li>Nome da escola </li></ul><ul><li>TÍTULO ( deve dar uma idéia clara e concisa do(s) objetivo(s) do projeto). </li></ul><ul><li>Local e data </li></ul>
  7. 7. <ul><li>Deve conter: </li></ul><ul><li>Nome do orgão responsável pela manutenção da instituição </li></ul><ul><li>Nome da escola </li></ul><ul><li>Título </li></ul><ul><li>Identificação( projeto apresentado a…) </li></ul><ul><li>Local e data </li></ul>
  8. 8. <ul><li>Deve descrever com detalhes a região (escola e entorno) onde vai ser implantado o projeto, o diagnóstico do problema pedagógico que o projeto se propõe a solucionar, a descrição dos antecedentes históricos e pedagógicos do problema, relatando os esforços já realizados ou em curso para resolvê-lo. </li></ul><ul><li>Leitura de dados: provas, Prova Brasil, Enem … </li></ul>
  9. 9. <ul><li>Caracterização do problema </li></ul><ul><li>A elaboração de um projeto se dá introduzindo o que pretendemos resolver, ou transformar. </li></ul><ul><li>Aqui deve ficar claro que o projeto é uma resposta a um determinado problema percebido e identificado pela comunidade </li></ul><ul><li>Algumas perguntas que podem ajudar a responder esta questão: </li></ul><ul><li>-         Qual a importância desse projeto para a melhoria do processo de ensino aprendizagem? </li></ul><ul><li>-         Quais os benefícios pedagógicos a serem alcançados pela comunidade e os resultados esperados? </li></ul>
  10. 10. <ul><li>OBJETIVO GERAL: </li></ul><ul><li>Corresponde ao produto final que o projeto quer atingir interligado ao tema central. </li></ul><ul><li>Deve expressar o que se quer alcançar pedagogicamente, ultrapassando inclusive o tempo de duração do projeto. </li></ul><ul><li>O projeto não pode ser visto como fim em si mesmo, mas como um meio para alcançar um fim maior. </li></ul><ul><li>OBJETIVOS ESPECÍFICOS: </li></ul><ul><li>Corresponde às ações que se propõe a executar dentro de um determinado período de tempo. Também podem ser chamados de resultados esperados e devem se realizar até o final do projeto. </li></ul><ul><li>  Iniciam por verbos no infinitivo [contribuir, identificar, reconhecer,...] </li></ul><ul><li>Em tópicos e no máximo em cinco ítens. </li></ul>
  11. 11. <ul><li>Embasamento em autores que servem de referencia para o desenvolvimento do projeto. </li></ul><ul><li>Fundamentação </li></ul><ul><li>Como essa teoria vai auxiliar na melhoria do processo de ensino aprendizagem desse lócus. </li></ul><ul><li>Fazer um link entre referencial teórico e prática nos encontros. </li></ul>
  12. 12. <ul><li>São os resultados parciais a serem atingidos e neste caso podem e devem ser bastante concretos expressando quantidades e qualidades dos objetivos, ou QUANTO será feito. </li></ul><ul><li>O que pretendemos em 80h ou 100h? </li></ul><ul><li>Cada objetivo específico deve ter uma ou mais metas. Quanto melhor dimensionada estiver uma meta, mais fácil será definir os indicadores que permitirão evidenciar seu alcance. </li></ul>
  13. 13. <ul><li>A Metodologia deve corresponder às seguintes questões: </li></ul><ul><li>a)      Como o projeto vai atingir seus objetivos? </li></ul><ul><li>b)      Como começarão as atividades? </li></ul><ul><li>c)      Como serão coordenadas e gerenciadas as atividades? </li></ul><ul><li>d)      Como e em que momentos haverá a participação e envolvimento direto do grupo? (ciclo ou área do conhecimento e o todo) </li></ul><ul><li>Deve se descrever o tipo de atuação a ser desenvolvida; diagnóstico, intervenção. </li></ul><ul><li>Um projeto pode ser considerado bem elaborado quando tem metodologia bem definida e clara. </li></ul><ul><li>É a metodologia que vai dar aos professores, a certeza de que os objetivos do projeto realmente tem condições de serem alcançados. Portanto este item deve merecer atenção especial por parte das instituições que elaborarem projetos. </li></ul><ul><li>Uma boa metodologia prevê três pontos fundamentais: a gestão participativa, o acompanhamento técnico sistemático e continuado e o desenvolvimento dos projetos de intervenção. </li></ul>
  14. 14. <ul><li>Como será feito esse processo avaliativo na escola pelos professores participantes do projeto. </li></ul>
  15. 15. <ul><li>Os projetos, como já foi comentado, são temporalmente bem definidos quando possuem datas de início e término preestabelecidas. As atividades que serão desenvolvidas devem se inserir neste espaço de tempo. </li></ul><ul><li>O cronograma é a disposição gráfica das épocas em que as atividades vão se dar e permite uma rápida visualização da seqüência em que devem acontecer. </li></ul><ul><li>Especificar quanto a necessidade de orientação e intervenção dos formadores do CEFAPRO, com data e assunto a ser explanado. </li></ul>
  16. 16. <ul><li>Referências bibliográficas que possam conceituar o problema, ou servir de base para a ação, podem e devem ser apresentadas. </li></ul>
  17. 17. ELEMENTOS ESSENCIAIS: Autor, título da obra, local, editora, ano de publicação. Como fazer referências? Livros SOBRENOME, Prenome. Título: subtítulo. Local: Editora, ano da publicação. WEISS, D. Como escrever com facilidade. São Paulo: Círculo do livro, 2002. Teses e Dissertações SOBRENOME, Prenome. Título: subtítulo. Local: Instituição, ano. Indicação de Tese ou dissertação, Orientador. Nome do curso ou programa . OTT, M. Tendências Ideológicas no Ensino. Porto Alegre: UFRGS, 2003. Orientador: Dr. Hilário Bohn. Tese – Programa de Pós-Graduação em Educação, UFRGS.
  18. 18. DOCUMENTOS EM MEIO ELETRÔNICO (SITES) Para a referência de qualquer tipo de documento, deve-se proceder da mesma forma como indicado nas obras convencionais, acrescentando o URL completo do documento na Internet, entre os sinais < >, antecedido da expressão: Disponível em: e seguido da informação: Acesso em: data Assim... GUNCHO, M. R. A educação a distância e a biblioteca universitária. Anais eletrônicos. Recife: UFPe, 2001. Disponível em <http://propesp.ufpe.br/anais.htm> Acesso em: 21 fev, 2008.
  19. 19. CD-Rom O mesmo procedimento... AUTOR, Título. Local: Editora, data. Tipo de mídia SILVA, J. Histórias Infantis. São Paulo: Companhia das Letras, 2007.  CD-ROM . Indicação do tipo de mídia
  20. 20. <ul><li>Sub-projetos </li></ul>

×