0
Implantação de um
SGA
Implantação de um SGA
ISO 14001
Modelo proposto: ISO 14001
O SGA é estratégia da empresa para atingir a
qualidade ambienta...
ONDE
ESTAMOS ?
COMO ESTAMOS
INDO?
ONDE
QUEREMOS IR ?
COMO VAMOS ?
Fig. 01 Implantação de um SGA (modelo simplificado)
Onde estamos?
Revisão Ambiental Inicial
Análise dos aspectos internos da empresa e
fatores externos.
Aspectos internos.
Po...
Itens abrangidos na Revisão Inicial
Interação com outros programas internos
(qualidade, saúde, segurança).
Identificação d...
Itens abrangidos na Revisão Inicial (cont.)
Avaliação da documentação de questões
ambientais.
Registros de não conformidad...
Técnicas comuns usadas na Revisão Inicial
Questionários
Entrevistas
Listas de verificação
Reuniões internas e externas
Sem...
Onde queremos chegar?
Política ambiental.
Objetivos e metas ambientais.
Como vamos?
Planos de ação.
Programas de gestão es...
Como estamos indo?
Avaliações, monitoramento do sistema;
Auditorias;
Implementar ações corretivas para não
conformidades.
Os requisitos da
Norma ISO
14001
ETAPA
1
ETAPA 5
ETAPA
2
ETAPA 4
ETAPA
3
PA
C
D
Fig. 02. Representação dos elementos do SGA e o ciclo PDCA.
Etapas de um SGA
ETAPA 1
DEFINIÇÃO DA
POLÍTICA
AMBIENTAL
ETAPA 5
ANÁLISE
CRÍTICA
MELHORIA
CONTÍNUA
ETAPA 2
PLANEJAMENTO
ASPECTOS AMBIENTAIS...
Política
Ambiental
Política Ambiental
“Declaração da organização das suas
intenções e princípios com relação a
seu desempenho global e que de...
Considerar a missão, visão, valores, essenciais
e benéficos da organização
Deve ser estabelecida após a revisão ambiental
...
Para a sua definição deve-se assegurar que a
mesma:
Seja apropriada a natureza, escala e impactos
ambientais das atividade...
Proporcione uma estrutura para o
estabelecimento e atualização dos
objetivos e metas ambientais
Seja documentada, implemen...
Exemplo de declarações típicas:
A empresa XXXXX se compromete a
gerenciar todas as fases de suas operações
para minimizar ...
Planejamento
Planejamento
1. Aspectos ambientais e impactos associados
São os elementos das atividades, produtos, e
serviços de uma emp...
Determinar com que freqüência uma situação que leve a
um impacto poderá ocorrer.
Não requer análise em detalhe do ciclo de...
ENTRADAS
PROCESSO
INDUSTRIAL
SAÍDAS
Mat. Primas Produtos
Produtos Auxiliares Resíduos sólidos
Água
Emissões p/
atmosfera
A...
Fazer análise crítica da situação
Usar EIA / RIMA
Usar listas de verificação
Promover reuniões de grupo
Entrevistas
Inspeç...
Exemplo de aspectos ambientais significativos
Descarga de efluentes líquidos
Disposição de resíduos sólidos
Emissão de gas...
1. Impactos Ambientais Associados
Impactos se refere a alteração do meio ambiente
resultado do aspecto ambiental.
Identifi...
Atividade Produto Serviço
Exemplo
Tratamento de
água
Copo plástico
Manutenção de
jardim
Aspecto Cloro
Não degradável
ou re...
Os ASPECTOS AMBIENTAIS
e IMPACTOS
ASSOCIADOS é
uma relação de causa e
efeito
(ver fig. 04)
CONTAMINAÇÃO
DO LENÇOL
FREÁTICO
VAZAMENTO DE
TANQUES
CHORUME DO
ATERRO
RESÍDUOS
SÓLIDOS
PRODUTOS
QUÍMICOS
ÓLEO
COMBUSTÍVEL...
Avaliação da Importância dos Impactos
Deve-se considerar
Escala
Intensidade
Duração
Probabilidade de concorrência
Dificuld...
Avaliação da importância dos
impactos
(continuação)
Sanções legais
Incluir impactos sobre saúde e segurança
Custo para alt...
Priorização dos impactos ambientais
Vários critérios
Método de qualificação usando matrizes
Exemplos de critérios
A) magni...
Exemplo de uma Matriz
IMPACTO QUALIFICAÇÃO
CRITÉRIO 1 2 3
Magnitude
Importância
1-Baixa 2-Moderada 3-Alta
AVALIAÇÃO DO IMPACTO
PONTOS AVALIAÇÃO
5 – 6 Crítico
4 – 3 Moderado
2 – 1 Pequeno ou desprezível
Deve-se verificar se o efeito requer controle ou não
Uma situação crítica pode mudar de categoria após
implantação de um c...
2. Requisitos Legais e
outros
A organização deve dispor de procedimentos
para identificar, acessar e compreender todos
os ...
Critérios internos de desempenho.
Gestão de contratos
Treinamento e responsabilidade dos empregados
Aquisição de novas áre...
3. Objetivos e Metas
Definições - ISO 14001
Objetivo ambiental - alvo ambiental global, fundamentado
na política ambiental...
Objetivos devem ser específicos e metas
mensuráveis.
Deve-se revisar regularmente - introdução de
melhorias
Objetivos e me...
Levar em consideração:
Aspectos e impactos ambientais já levantados
Avaliação por indicadores
Participação de todos
Prever...
Exemplos:
Objetivo: Redução do DBO do efluente industrial descartado
Meta: Reduzir 60% o seu valor atual
Indicador: Valor ...
Exemplo de comprometimento de objetivos e metas
ambientais:
Reduzir os resíduos sólidos
Reduzir / eliminar lançamentos de ...
Exemplo de alguns indicadores:
Quantidade de resíduos por tonelada de produtos
% de rejeitos reciclados
% de uso de materi...
4. Programa de Gestão
Ambiental
Refletir a política ambiental
São ações e medidas mitigadoras para
atendimento aos objetiv...
Na elaboração do programa incluir ou considerar:
Revisões periódicas
Prevê recursos humanos tecnológicos financeiros e
mat...
Programas de gestão
específicos:
Ar
Água
Resíduos sólidos
Energia
Exemplo:
Programa de gestão de ar, água
e resíduos sólidos e produtos perigosos de uma indústria têxtil
- malharia - Fig. ...
Implantação e
Operação
Implantação e Operação
1. Defina a estrutura e
responsabilidades:
Integrar os diversos elementos do SGA
Definir, documenta...
2. Conscientizar e motivar os empregados -
> comprometimento
Internalizar a preocupação da sociedade com a perseverança do...
3. Treinamento e capacitação de
empregados
Integrar o SGA com os programas de qualidade,
segurança e saúde
Identificar as ...
4. Comunicações
Estabelecer e manter procedimentos para receber documentar
e responder informações e questionamentos das p...
Objetivos da comunicação:
Demonstrar comprometimento da empresa com as questões
ambientais
Debater as questões ambientais
...
5. Documentação do SGA
Descrever os elementos chave do SGA
Integrar e compartilhar com a documentação de outros
sistemas
I...
MANUAL DO SGA
PROCEDIMENTOS
OPERACIONAIS
INSTRUÇÕES
DE TRABALHO
-FORMULÁRIOS
-PLANOS DE
EMERGÊNCIA
-ORGANOGRA-
MAS
-ARQUIV...
Planos de emergência, organogramas, formulários
fazem parte da documentação.
Manual do SGA típico (requisitos mínimos):
Or...
Nos controles da documentação deve-se assegurar
que:
Sejam facilmente localizados
Periodicamente revisados conforme necess...
6. Controle Operacional
Identificar operações e atividades associadas com
aspectos ambientais significativos
Assegurar o c...
Exemplo de atividades:
Prevenção da poluição
Conservação de recursos
Gestão de rotina para assegurar conformidade com requ...
7. Prontidão e respostas a
emergências
Identificar e classificar áreas de riscos e processos críticos
Identificar riscos p...
Exemplos:
Emissões acidentais para atmosfera
Despejos acidentais de poluentes na rede de
esgoto ou corpos d’água
Disposiçã...
Testar periodicamente (se aplicável) os
procedimentos usados
Divulgar, o plano de respostas as emergências (pré)
a todos o...
Exemplo de alguns itens do
treinamento:
Procedimentos emergênciais específicos
Procedimentos para comunicar as partes inte...
Verificação e Ações
Corretivas
Verificação e Ações Corretivas
1. Monitoramento e medições
Objetivo: verificar a existência de não
conformidade no desempe...
Usar indicadores adequados
Quantidade de combustível usado p/ unidade de
produto
Quantidade de resíduos gerados por unidad...
Equipamentos de monitoramento devem
ser calibrados, sofrer manutenções
preventivas periodicamente.
Manter os registros
2. Ações corretivas e preventivas
Ação corretiva - ações tomadas
para eliminar as causas de uma
não conformidade existente...
Detectadas “não conformidade”,
devem ser tomadas ações corretivas
Usar metodologia adequada
(Linhares, 1996)
3. Registros
Registros são as evidências objetivas da
operacionalização DO SGA. Inclusive no atendimento da
Norma ISO 1400...
Exemplo de registros típicos
(necessários):
Legislação e outros requisitos ambientais aplicáveis
Aspectos e impactos ambie...
Manutenções, inspeção e calibração de
equipamentos / instrumentos
Acidentes com impacto ambiental e ações adotadas
Reclama...
Informações de subcontratados e fornecedores e pertinentes
Relatórios de incidentes
Informações sobre prontidão e resposta...
4. Auditoria do SGA
Objetivos:
Avaliar periodicamente se o SGA está adequadamente
implementado e mantido
Verificar conform...
As auditorias devem seguir procedimentos
bem estabelecidos como recomenda a
Norma ISO 14010 e 14011-1
As auditorias podem ...
Análise crítica pela
Administração
Análise Crítica pela
Administração
Objetivo: Melhorias contínuas,
adeqüabilidade e desempenho do SGA
Revisar periodicament...
Análise Crítica pela
Administraçãoidentificadas não conformidades implemente ações
corretivas
deve ser abrangente
implemen...
A Certificação
Certificação é uma avaliação efetuada por
uma entidade independente reconhecida
por um organismo nacional d...
A Certificação
De acordo com Maimom (1999) os passos para
a certificação são os segiuintes:
Escolha da Entidade Certificad...
Escolha da Entidade
Certificadora (EC)
É função da estratégia da empresa:
Empresas exportadoras certificam com EC reconhec...
Escolha da Entidade
Certificadora (EC)
Itens exigidos na solicitação de Certificação:
Descrição resumida dos itens que o c...
A auditoria de Certificação
Na maioria das vezes é incorporado na
equipe de auditores um especialista
A auditoria é realiz...
Documentos Formais de Certificação
(Carta ou Certificado)
Empresa Certificada - Nome e endereço
Unidades certificadas - No...
Auditoria de Manutenção e de
Recertificação
Auditorias de Manutenção - São realizadas a
intervalos de até 12 meses
Auditor...
Aspectos de Confidencialidade
As EC's Certificadoras operam de acordo com
princípios éticos e com a legislação aplicável.
...
Dúvidas?
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×

Aula 3 - SGA

1,526

Published on

Segue aula 3 SGA

Published in: Engineering
0 Comments
3 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

No Downloads
Views
Total Views
1,526
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
1
Actions
Shares
0
Downloads
106
Comments
0
Likes
3
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Transcript of "Aula 3 - SGA"

  1. 1. Implantação de um SGA
  2. 2. Implantação de um SGA ISO 14001 Modelo proposto: ISO 14001 O SGA é estratégia da empresa para atingir a qualidade ambiental desejada. Ter uma postura pró-ativa é fundamental. Adotar sempre ações preventivas. Comprometimento da alta administração é fator decisivo. Implantação do SGA em 04 tempos (Fig. 03).
  3. 3. ONDE ESTAMOS ? COMO ESTAMOS INDO? ONDE QUEREMOS IR ? COMO VAMOS ? Fig. 01 Implantação de um SGA (modelo simplificado)
  4. 4. Onde estamos? Revisão Ambiental Inicial Análise dos aspectos internos da empresa e fatores externos. Aspectos internos. Pontos fortes Pontos fracos Fatores externos. Ameaças Oportunidades Defina prioridades.
  5. 5. Itens abrangidos na Revisão Inicial Interação com outros programas internos (qualidade, saúde, segurança). Identificação de aspectos ambientais, impactos, obrigações legais. Avaliação com a comunidade e outras partes interessadas. Comparação do desempenho ambiental da empresa com os requisitos normativos.
  6. 6. Itens abrangidos na Revisão Inicial (cont.) Avaliação da documentação de questões ambientais. Registros de não conformidades e ações de controle. Práticas e procedimentos ambientais existentes. Identificação das políticas e procedimentos relativos à atividades de aquisição, contratação etc. Feedback resultante da investigação de incidentes anteriores. Oportunidades de mercado vantagem competitiva.
  7. 7. Técnicas comuns usadas na Revisão Inicial Questionários Entrevistas Listas de verificação Reuniões internas e externas Seminários Inspeção e medição direta Revisão de registros Benchmarking (é a busca das melhores práticas na indústria que conduzem ao desempenho superior)
  8. 8. Onde queremos chegar? Política ambiental. Objetivos e metas ambientais. Como vamos? Planos de ação. Programas de gestão específicos.
  9. 9. Como estamos indo? Avaliações, monitoramento do sistema; Auditorias; Implementar ações corretivas para não conformidades.
  10. 10. Os requisitos da Norma ISO 14001
  11. 11. ETAPA 1 ETAPA 5 ETAPA 2 ETAPA 4 ETAPA 3 PA C D Fig. 02. Representação dos elementos do SGA e o ciclo PDCA. Etapas de um SGA
  12. 12. ETAPA 1 DEFINIÇÃO DA POLÍTICA AMBIENTAL ETAPA 5 ANÁLISE CRÍTICA MELHORIA CONTÍNUA ETAPA 2 PLANEJAMENTO ASPECTOS AMBIENTAIS E IMPACTOS ASSOCIADOS REQUISITOS LEGAIS E OUTROS OBJETIVOS E METAS PROGRAMA DE GESTÃO AMBIENTAL ETAPA 4 VERIFICAÇÕES E AÇÕES CORRETIVAS MONITORAMENTO E MEDIÇÕES AÇÕES CORRETIVAS E PREVENTIVAS REGISTROS AUDITORIAS ETAPA 3 IMPLANTAÇÃO E OPERAÇÃO ESTRUTURA E RESPONSABILIDADES CONSCIENTIZAÇÃO E MOTIVAÇÃO TREINAMENTO, CAPACITAÇÃO COMUNICAÇÕES DOCUMENTAÇÃO CONTROLE OPERACIONAL RESPOSTAS AS EMERGÊNCIAS
  13. 13. Política Ambiental
  14. 14. Política Ambiental “Declaração da organização das suas intenções e princípios com relação a seu desempenho global e que devem nortear o planejamento de ações e o estabelecimento de seus objetivos e metas ambientais ” ISO 14001. Deve ser um compromisso de todos Ser alinhada com outras políticas da empresa
  15. 15. Considerar a missão, visão, valores, essenciais e benéficos da organização Deve ser estabelecida após a revisão ambiental inicial da empresa Deve ser definida pela alta administração da empresa Revista ao final de cada ciclo, mas imutável dentro de um ciclo
  16. 16. Para a sua definição deve-se assegurar que a mesma: Seja apropriada a natureza, escala e impactos ambientais das atividades, produtos e serviços da empresa Inclua um compromisso com a melhoria contínua e prevenção da poluição Inclua um compromisso de atender a legislação ambiental e regulamentos pertinentes e outros que a organização subscreva. Ex: atuação responsável
  17. 17. Proporcione uma estrutura para o estabelecimento e atualização dos objetivos e metas ambientais Seja documentada, implementada, mantida e comunicada a todos os funcionários e demais partes interessadas Seja disponível ao público
  18. 18. Exemplo de declarações típicas: A empresa XXXXX se compromete a gerenciar todas as fases de suas operações para minimizar efeitos adversos sobre o meio ambiente e a saúde e segurança de seus empregados. A empresa XXXXX está comprometida em alcançar reconhecimento como uma líder industrial na segurança e saúde de seus empregados e na proteção ambiental.
  19. 19. Planejamento
  20. 20. Planejamento 1. Aspectos ambientais e impactos associados São os elementos das atividades, produtos, e serviços de uma empresa que podem interagir com o meio ambiente Para cada atividade, produto ou serviço, determine o maior número possível de aspectos ambientais. Considerar atividades de rotina, paradas de manutenção, repartidas e risco ambiental. Fazer balanço de massa entre os fluxos de entrada e saída.(mostra perdas). Verificar se localização exige cuidados especiais.
  21. 21. Determinar com que freqüência uma situação que leve a um impacto poderá ocorrer. Não requer análise em detalhe do ciclo de vida do produto. Controle e influência sobre produtos variam de acordo com a situação do mercado Onde praticável, a empresa deve propor instruções de manipulação e disposição Obs: procurar fazer fluxograma dos processos.
  22. 22. ENTRADAS PROCESSO INDUSTRIAL SAÍDAS Mat. Primas Produtos Produtos Auxiliares Resíduos sólidos Água Emissões p/ atmosfera Ar Perdas de energia Energia Efluentes líquidos Recursos Perdas diversas Fig. 03 - Macroprocesso de Produção de uma industria típica.
  23. 23. Fazer análise crítica da situação Usar EIA / RIMA Usar listas de verificação Promover reuniões de grupo Entrevistas Inspeções diretas, medições Resultados de auditorias
  24. 24. Exemplo de aspectos ambientais significativos Descarga de efluentes líquidos Disposição de resíduos sólidos Emissão de gases Emissão de material particulado Ruído
  25. 25. 1. Impactos Ambientais Associados Impactos se refere a alteração do meio ambiente resultado do aspecto ambiental. Identificação dos impactos Determine os impactos (positivo ou negativo) atual, passado e potencial dos aspectos levantados (destino e conseqüência ao meio ambiente) Para cada um dos aspectos ambientais selecionados determine o maior número possível de impactos associados. Os impactos podem ser esporádicos ou crônicos
  26. 26. Atividade Produto Serviço Exemplo Tratamento de água Copo plástico Manutenção de jardim Aspecto Cloro Não degradável ou reciclável Aplicação de herbicida Impacto Emissões para atmosfera Aterro Fonte de poluição não pontual Exemplo de atividade (processo), produto e serviço com os aspectos ambientais e impactos associados
  27. 27. Os ASPECTOS AMBIENTAIS e IMPACTOS ASSOCIADOS é uma relação de causa e efeito (ver fig. 04)
  28. 28. CONTAMINAÇÃO DO LENÇOL FREÁTICO VAZAMENTO DE TANQUES CHORUME DO ATERRO RESÍDUOS SÓLIDOS PRODUTOS QUÍMICOS ÓLEO COMBUSTÍVEL DERRAMENTOS ACIDENTAIS ROMPIMENTO DE TANQUES MANUSEIO DE PRODUTOS VAZAMENTO DAS TUBULAÇÕES INFILTRAÇÕES (LAGOAS) VAZAMENTOS NA REDE FOSSAS COM SUMIDORO DRENO DOS PÁTIOS EFLUENTES LÍQUIDOS ESGOTOS DOMÉSTICOS FIG. 04 - DIAGRAMA DE CAUSA E EFEITO PARA LEVANTAMENTO DE ASPECTOS AMBIENTAIS ASSOCIADOS À CONTAMINAÇÃO DO LENÇOL FREÁTICO (IMPACTO AMBIENTAL).
  29. 29. Avaliação da Importância dos Impactos Deve-se considerar Escala Intensidade Duração Probabilidade de concorrência Dificuldade de controlar o impacto Permanência do impacto Impactos sobre a comunidade Efeitos sobre a imagem da empresa Sanções legais
  30. 30. Avaliação da importância dos impactos (continuação) Sanções legais Incluir impactos sobre saúde e segurança Custo para alteração do impacto Efeitos sobre alterações sobre outros processos e atividades Preocupações das partes interessadas
  31. 31. Priorização dos impactos ambientais Vários critérios Método de qualificação usando matrizes Exemplos de critérios A) magnitude do impacto (intensidade, periodicidade, amplitude temporal) Mede em termos quantitativos ou qualitativos alteração no valor ou parâmetro ambiental B) importância Significância de um impacto em relação do fator ambiental afetado
  32. 32. Exemplo de uma Matriz IMPACTO QUALIFICAÇÃO CRITÉRIO 1 2 3 Magnitude Importância 1-Baixa 2-Moderada 3-Alta
  33. 33. AVALIAÇÃO DO IMPACTO PONTOS AVALIAÇÃO 5 – 6 Crítico 4 – 3 Moderado 2 – 1 Pequeno ou desprezível
  34. 34. Deve-se verificar se o efeito requer controle ou não Uma situação crítica pode mudar de categoria após implantação de um controle adequado. Análise de impactos ambientais nas condições de riscos ambientais - levar em conta a probabilidade de ocorrência.
  35. 35. 2. Requisitos Legais e outros A organização deve dispor de procedimentos para identificar, acessar e compreender todos os requisitos legais e outros por ela subscritos: Licenças de operação Autorizações, permissões e licenças. Legislação vigente Códigos e princípios setoriais Outros códigos - compromissos da empresa - ex: atuação responsável.
  36. 36. Critérios internos de desempenho. Gestão de contratos Treinamento e responsabilidade dos empregados Aquisição de novas áreas ou instalações Encerramento de atividades Conservação de recursos Gestão de resíduos Produtos perigosos Gerenciamento da água (águas servidas, pluviais, subterrâneas)
  37. 37. 3. Objetivos e Metas Definições - ISO 14001 Objetivo ambiental - alvo ambiental global, fundamentado na política ambiental que a empresa estabelece para que ela própria alcance. Meta ambiental - requisito revisto detalhado de desempenho, quantificado quando praticável, aplicável à organização ou parte dela, decorrente dos ob-jetivos ambientais. A meta deve ser proposta e alcançada para que sejam considerados cumpridos aqueles objetivos.
  38. 38. Objetivos devem ser específicos e metas mensuráveis. Deve-se revisar regularmente - introdução de melhorias Objetivos e metas estabelecidas para controle de aspectos ambientais visando reduzir o impacto ao meio ambiente. Deve ser consistente com a política ambiental.
  39. 39. Levar em consideração: Aspectos e impactos ambientais já levantados Avaliação por indicadores Participação de todos Prever recursos humanos, materiais tecnológicos e financeiros necessários.
  40. 40. Exemplos: Objetivo: Redução do DBO do efluente industrial descartado Meta: Reduzir 60% o seu valor atual Indicador: Valor do DBO (mg/L) do efluente
  41. 41. Exemplo de comprometimento de objetivos e metas ambientais: Reduzir os resíduos sólidos Reduzir / eliminar lançamentos de poluentes no sistema hídrico Projeto de produtos com mínimo impacto ambiental Controle do Impacto Ambiental e matérias-primas Promover a conscientização ambiental de empregados, comunidade etc
  42. 42. Exemplo de alguns indicadores: Quantidade de resíduos por tonelada de produtos % de rejeitos reciclados % de uso de material reciclado na embalagem Número de acidentes ambientais Concentração de poluentes em efluentes, emissões gasosas etc Investimento em proteção ambiental Quantidade ou eficiência no uso de energia Quantidade ou eficiência no uso de matéria-prima Investimentos em proteção ambiental Número de ações judiciais Fonte: Reis, m 1996.
  43. 43. 4. Programa de Gestão Ambiental Refletir a política ambiental São ações e medidas mitigadoras para atendimento aos objetivos e metas ambientais Integrar ao planejamento estratégico da empresa Envolver todos os setores e pessoal responsáveis Subdividir em programas setoriais (unidade operacional) para facilitar gerenciamento
  44. 44. Na elaboração do programa incluir ou considerar: Revisões periódicas Prevê recursos humanos tecnológicos financeiros e materiais Cronogramas Monitoramento continuo dos programas específicos O 5W1H (3Q1POC) - o que, quando, porque, onde e como - é ferramenta básica do planejamento
  45. 45. Programas de gestão específicos: Ar Água Resíduos sólidos Energia
  46. 46. Exemplo: Programa de gestão de ar, água e resíduos sólidos e produtos perigosos de uma indústria têxtil - malharia - Fig. 05
  47. 47. Implantação e Operação
  48. 48. Implantação e Operação 1. Defina a estrutura e responsabilidades: Integrar os diversos elementos do SGA Definir, documentar e comunicar as funções, responsabilidades e autoridades para operacionalização do SGA Prover os recursos necessários (humanos, tecnológicos e materiais)
  49. 49. 2. Conscientizar e motivar os empregados - > comprometimento Internalizar a preocupação da sociedade com a perseverança do meio ambiente Importância da conformidade com a política, objetivos, metas e requisitos do SGA. Clareza das atribuições e responsabilidades de cada empregado dentro do processo. Renovar permanentemente a preocupação ambiental da empresa. Conseqüências potenciais ou não atendimento aos procedimentos operacionais específicos.
  50. 50. 3. Treinamento e capacitação de empregados Integrar o SGA com os programas de qualidade, segurança e saúde Identificar as necessidades de treinamento. Fazer programa - documentar. Capacitar pessoal que desenvolva atividades que possam causar impactos ambientais. Requerer de subcontratados demonstração de treinamentos dos empregados
  51. 51. 4. Comunicações Estabelecer e manter procedimentos para receber documentar e responder informações e questionamentos das partes interessadas. Estabelecer e manter procedimentos confiáveis de comunicação interna e externa.
  52. 52. Objetivos da comunicação: Demonstrar comprometimento da empresa com as questões ambientais Debater as questões ambientais Divulgar a política, objetivos, metas e programas ambientais da empresa Informar o funcionamento do SGA
  53. 53. 5. Documentação do SGA Descrever os elementos chave do SGA Integrar e compartilhar com a documentação de outros sistemas Identificar e atualizar periodicamente Documentação típica do SGA - Fig. 07 Manual do SGA Procedimentos operacionais Instruções de trabalho Registros
  54. 54. MANUAL DO SGA PROCEDIMENTOS OPERACIONAIS INSTRUÇÕES DE TRABALHO -FORMULÁRIOS -PLANOS DE EMERGÊNCIA -ORGANOGRA- MAS -ARQUIVOS -DISQUETES -LIVROS DE RE- GISTRO PROJETO ENERGIA ÁGUA AR RESÍDUOS AQUISIÇÃO DE MATÉRIA PRIMA E INSUMOS PRODUÇÃO AMBIENTE LOCAL PESSOAL TREINAMENTO FIG. 06 - ESTRUTURA DA DOCUMENTAÇÃO DO SGA
  55. 55. Planos de emergência, organogramas, formulários fazem parte da documentação. Manual do SGA típico (requisitos mínimos): Organização Política ambiental Objetivos e metas ambientais Estrutura da organização Responsabilidades ambientais Descrição do SGA Listagens dos procedimentos Páginas de revisões / alterações. Fonte: Gestão Ambiental, encarte Gazeta Mercantil.
  56. 56. Nos controles da documentação deve-se assegurar que: Sejam facilmente localizados Periodicamente revisados conforme necessário aprovado por pessoal autorizado Versões atualizadas dos documentos estejam nos locais onde estejam realizadas as operações Documentos obsoletos sejam prontamente removidos - prevenir uso não intencional.
  57. 57. 6. Controle Operacional Identificar operações e atividades associadas com aspectos ambientais significativos Assegurar o cumprimento da política, objetivos e metas através programas de monitoramento sistemático - usar indicadores ambientais
  58. 58. Exemplo de atividades: Prevenção da poluição Conservação de recursos Gestão de rotina para assegurar conformidade com requisitos legais Gestão estratégica para prevenir situações de alteração dos requisitos ambientais. Ex: geração de poluentes não decorrentes do processo Perdas de produto Operação inadequada de equipamentos Estocagem inadequada Todas as operações de controle devem ser feitas através de procedimentos documentados.
  59. 59. 7. Prontidão e respostas a emergências Identificar e classificar áreas de riscos e processos críticos Identificar riscos potenciais de acidentes e situações emergências (questões de saúde, segurança e aspectos ambientais) Responder prontamente e adequadamente as situações adversas
  60. 60. Exemplos: Emissões acidentais para atmosfera Despejos acidentais de poluentes na rede de esgoto ou corpos d’água Disposição acidental de poluentes no solo Vibrações / ruídos acidentais
  61. 61. Testar periodicamente (se aplicável) os procedimentos usados Divulgar, o plano de respostas as emergências (pré) a todos os funcionários Dá treinamento periódico a todos os funcionários
  62. 62. Exemplo de alguns itens do treinamento: Procedimentos emergênciais específicos Procedimentos para comunicar as partes interessadas Procedimentos para retomada de atividades em caso de paradas
  63. 63. Verificação e Ações Corretivas
  64. 64. Verificação e Ações Corretivas 1. Monitoramento e medições Objetivo: verificar a existência de não conformidade no desempenho ambiental (comparar previsto x realizado)
  65. 65. Usar indicadores adequados Quantidade de combustível usado p/ unidade de produto Quantidade de resíduos gerados por unidade de produto Concentração de metais pesados ou DBO no efluente líquido N° de reclamações da comunidade por mês ou outra unidade de tempo Consumo de água p/ n° de empregados
  66. 66. Equipamentos de monitoramento devem ser calibrados, sofrer manutenções preventivas periodicamente. Manter os registros
  67. 67. 2. Ações corretivas e preventivas Ação corretiva - ações tomadas para eliminar as causas de uma não conformidade existente ou de um desvio indesejável afim de prevenir repetição Ação preventiva - ações tomadas para prevenir a ocorrência de um problema potencial.
  68. 68. Detectadas “não conformidade”, devem ser tomadas ações corretivas Usar metodologia adequada (Linhares, 1996)
  69. 69. 3. Registros Registros são as evidências objetivas da operacionalização DO SGA. Inclusive no atendimento da Norma ISO 14001 A empresa deve estabelecer e manter procedimentos para: identificar, coletar, indexar, arquivar, manter e dispor dos registros de todas as ações e informações geradas no SGA. Os registros devem ser legíveis, facilmente recuperados e rasteáveis com relação ao assunto envolvido Devem estar disponíveis para avaliação pelas partes interessadas (órgãos oficiais ambientais, auditorias etc)
  70. 70. Exemplo de registros típicos (necessários): Legislação e outros requisitos ambientais aplicáveis Aspectos e impactos ambientais associados Autorizações Treinamentos
  71. 71. Manutenções, inspeção e calibração de equipamentos / instrumentos Acidentes com impacto ambiental e ações adotadas Reclamações da comunidade e ações tomadas Informações do processo produtivo Informações do produto
  72. 72. Informações de subcontratados e fornecedores e pertinentes Relatórios de incidentes Informações sobre prontidão e respostas as emergências Resultados sobre prontidão e respostas as emergências Resultados do monitoramento Relatórios de auditoria Analise críticas gerências
  73. 73. 4. Auditoria do SGA Objetivos: Avaliar periodicamente se o SGA está adequadamente implementado e mantido Verificar conformidade com: Todas as ações planejadas para o gerenciamento - ambiental (política, objetivos, metas) inclusive os requisitos da Norma ISO 14001 Prover informações sobre os resultados para a alta administração
  74. 74. As auditorias devem seguir procedimentos bem estabelecidos como recomenda a Norma ISO 14010 e 14011-1 As auditorias podem ser conduzidas por pessoal interno da empresa ou pessoas (auditores) selecionados
  75. 75. Análise crítica pela Administração
  76. 76. Análise Crítica pela Administração Objetivo: Melhorias contínuas, adeqüabilidade e desempenho do SGA Revisar periodicamente a política, objetivos e metas ambientais Dinâmica é função de: aumento das pressões de mercado mudanças na legislação alterações de produtos e serviços novas tecnologias / metodologias novos requisitos / expectativas das partes interessadas
  77. 77. Análise Crítica pela Administraçãoidentificadas não conformidades implemente ações corretivas deve ser abrangente implementar ações corretivas identificar oportunidades para implementar melhorias fatores que propiciam novas oportunidades: controle sistemático programas de monitoramento indicadores ambientais programas de treinamento motivação de facilitadores e multiplicadores
  78. 78. A Certificação Certificação é uma avaliação efetuada por uma entidade independente reconhecida por um organismo nacional de acreditação ( no Brasil o INMETRO) , a qual, comprova que a empresa possui um Sistema de Gestão Ambiental implantado de acordo com os requisitos da Norma ISO 14001. OBS: A empresa pode optar por uma autodeclaração no caso de não desejar a Certificação.
  79. 79. A Certificação De acordo com Maimom (1999) os passos para a certificação são os segiuintes: Escolha da Entidade Certificadora (EC) A auditoria de Certificação Documentos Formais de Certificação (Carta ou Certificado) Auditoria de Manutenção e de Recertificação Aspectos de Confidencialidade
  80. 80. Escolha da Entidade Certificadora (EC) É função da estratégia da empresa: Empresas exportadoras certificam com EC reconhecidas nos países que elas exportam. Empresas voltadas para o mercado interno e que precisam da Certificação como pré-requisito devem escolher as EC's credenciadas pelo INMETRO, pertencendo então, ao Sistema Brasileiro de Certificação.
  81. 81. Escolha da Entidade Certificadora (EC) Itens exigidos na solicitação de Certificação: Descrição resumida dos itens que o compões Listagem das Normas ou outros documentos normativos a ele aplicáveis Documentação do SGA, incluindo política, objetivos, metas e programas ambientais.
  82. 82. A auditoria de Certificação Na maioria das vezes é incorporado na equipe de auditores um especialista A auditoria é realizada de acordo com o escopo O auditado é avaliado de acordo com os requisitos da Norma ISO 14001. A norma a ser seguida pelos auditores é a ISO 14010 e 14011.
  83. 83. Documentos Formais de Certificação (Carta ou Certificado) Empresa Certificada - Nome e endereço Unidades certificadas - Nome e endereço Escopo da Certificação - Norma ISO 14000 Documentos Normativos Data da certificação Prazo de Validade da Certificação ( três anos ) Assinatura do responsável pela entidade Cerificadora Marcas do INMETRO e da entidade Certificadora
  84. 84. Auditoria de Manutenção e de Recertificação Auditorias de Manutenção - São realizadas a intervalos de até 12 meses Auditorias de Recertificação - A cada três anos OBS: Os períodos podem mudar em função de acidentes ambientais, mudanças na estrutura administrativa e ou operacionais da empresa.
  85. 85. Aspectos de Confidencialidade As EC's Certificadoras operam de acordo com princípios éticos e com a legislação aplicável. As informações obtidas nas atividades do processo de certificação em todos os níveis devem ser estritamente confidenciais As informações sobre produtos e outros particulares da organização não devem ser reveladas a uma terceira parte sem permissão por escrito da empresa auditada.
  86. 86. Dúvidas?
  1. A particular slide catching your eye?

    Clipping is a handy way to collect important slides you want to go back to later.

×