Your SlideShare is downloading. ×
  • Like
Eu e a saude
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×

Thanks for flagging this SlideShare!

Oops! An error has occurred.

×

Now you can save presentations on your phone or tablet

Available for both IPhone and Android

Text the download link to your phone

Standard text messaging rates apply
Published

 

  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Be the first to comment
No Downloads

Views

Total Views
1,810
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
2

Actions

Shares
Downloads
62
Comments
0
Likes
1

Embeds 0

No embeds

Report content

Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
    No notes for slide

Transcript

  • 1.  
  • 2. DOENÇAS DE INVERNO Em junho do próximo ano estaremos recebendo turistas de todas as partes do mundo. Algumas dessas pessoas nunca enfrentaram baixas temperaturas, e, esta temporada pode ser pouco confortável para muita gente. É a época dos espirros, tosses e de outras consequências desagradáveis. São as chamadas doenças de inverno, ou seja, males que atacam com mais agressividade nos meses mais frios do ano: Gripes, Resfriados, Rinite, Asma, Bronquite, Infecções respiratórias.
  • 3. RESFRIADO O QUE É Infecção diferente da Gripe. Em geral, é causada Pelo adenovírus e o rinovírus. Mas existem cerca de 200 variações de microrganismos que dão origem ao resfriado. SINTOMAS Ataca principalmente o nariz e a garganta. Espirros, Coriza e Tosse .A recuperação acontece em dois ou três dias.
  • 4. PREVENÇÃO Exercício regulares, boa alimentação e descanso. Evite lugares fechados e cheios .
  • 5. GRIPE O QUE É Infecção respiratória causada pelo vírus influenza tipos A e B e altamente contagiosa. SINTOMAS Variam conforme mutações sofridas pelo vírus na temporada. Em geral, há um cansaço extremo, febre por dois ou três dias, dores no corpo, de cabeça e na garganta, coriza. A melhora ocorre depois de três ou cinco dias.
  • 6. PREVENÇÃO Boa alimentação, beber muita água, fazer exercícios e dormir bem. A vacina também reforça a imunidade.
  • 7. RINITE ALERGICA O QUE É A RINITE ALÉRGICA normalmente é causada após o contato com poeira, mofo, cheiros fortes, produtos químicos, cigarro, mudanças de temperatura e umidade. O quadro de rinite tem evolução crônica, com períodos de melhora e piora. SINTOMAS Os sintomas vão desde coriza, espirros, coceira no nariz até obstrução nasal.
  • 8. TRATAMENTO O tratamento da rinite pode ser feito com soro fisiológico, antialérgicos, corticosteroides nasais e controle dos fatores ambientais que desencadeiam as crises alérgicas.
  • 9. PNEUMONIA O QUE É A PNEUMONIA tem origem a partir de infecções virais, bacterianas ou alérgicas. Quase metade dos quadros de pneumonia é causada por vírus. A maior parte deles ataca o aparelho respiratório superior e suas vítimas preferidas são as crianças. Os pulmões sofrem um processo inflamatório e o espaço ocupado pelo ar é preenchido por líquido e pus. Assim, o oxigênio encontra dificuldade em atingir o sangue e, dependendo da gravidade, a pneumonia pode ocasionar a falta de ar.
  • 10. SINTOMAS Dentre os sintomas mais comuns estão a febre alta, a tosse com fortes dores no peito, catarro e dificuldades para respirar. TRATAMENTO Uso controlado de antibióticos e antitérmicos, repouso e manter o paciente hidratado.
  • 11. ASMA O QUE É A ASMA é caracterizada pela inflamação, inchaço e estreitamento dos brônquios, o que dificulta a passagem do ar. A asma é considerada uma doença inflamatória, com vários fatores desencadeantes, como substâncias ou produtos que irritam as vias aéreas (pó, produtos de limpeza, perfumes, etc.), infecções virais, atividade física intensa e até fatores emocionais.
  • 12. SINTOMAS Os sintomas mais frequentes durante uma crise de asma são a tosse, o chiado na expiração, a falta de ar e a sensação de aperto ou opressão no peito, podendo variar de intensidade conforme cada caso. É comum um quadro de asma ter início com crises leves, de pouca duração, que cedem facilmente. A cada inverno, no entanto, os ataques podem tornar-se mais intensos e demorados, até se tornarem contínuos.
  • 13. TRATAMENTO Existem tratamentos que podem ser aplicados no momento da crise e outros como preventivos, podendo também ser combinados. Os medicamentos disponíveis são bronco dilatadores e anti-inflamatórios ou corticosteroides, além de outras abordagens não medicamentosas. Embora o ataque não seja muito intenso se tratado adequadamente, existem casos em que a crise pode ser fatal, especialmente em pacientes cardíacos e grávidas.
  • 14. BRONQUITE A BRONQUITE é facilmente confundida com a asma. é uma inflamação dos brônquios e bronquíolos, que provoca um inchaço na mucosa e dificulta a passagem do ar. Em decorrência disso, produz-se o chiado à inspiração e expiração características da doença. As origens da bronquite podem variar desde as mais comuns, como a gripe, até o cigarro, a poluição e a inalação de gases tóxicos. Nas crianças, que ainda não desenvolveram um sistema imunológico satisfatório, as crises de bronquite geralmente surgem uma atrás da outra, mas o problema agrava-se quando o processo inflamatório fica crônico. A chamada bronquite crônica caracteriza-se por expectoração em pelo menos três meses por ano, em dois anos consecutivos.
  • 15. SINTOMAS A tosse e a produção crônica de secreção são marcantes. TRATAMENTO Nebulização com bronco dilatadores e prescrição de xarope expectorante.