• Share
  • Email
  • Embed
  • Like
  • Save
  • Private Content
Dia 4 - Simposio 1 - SAFs e suas contribuições à segurança alimentar e nutrição para povos indígenas - Rachel Pinho
 

Dia 4 - Simposio 1 - SAFs e suas contribuições à segurança alimentar e nutrição para povos indígenas - Rachel Pinho

on

  • 379 views

 

Statistics

Views

Total Views
379
Views on SlideShare
371
Embed Views
8

Actions

Likes
0
Downloads
0
Comments
0

1 Embed 8

http://www.cbsaf.com.br 8

Accessibility

Categories

Upload Details

Uploaded via as Adobe PDF

Usage Rights

© All Rights Reserved

Report content

Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Processing…
Post Comment
Edit your comment

    Dia 4 - Simposio 1 - SAFs e suas contribuições à segurança alimentar e nutrição para povos indígenas - Rachel Pinho Dia 4 - Simposio 1 - SAFs e suas contribuições à segurança alimentar e nutrição para povos indígenas - Rachel Pinho Presentation Transcript

    • Quintais indígenas no Lavrado (savanas) de Roraima Rachel Pinho - Eng. florestal
    • RORAIMAMaior área contínua de savanas do bioma Amazônia -“Lavrado” Floresta Campinarana Lavrado Floresta aaaaCampinarana aaaaLavrado
    •  Densidade demográfica TIs do lavrado de RR (média): 3 habitantes/Km2 TIs de áreas florestais de RR (média): <0,1 habitantes/Km2 FlorestaaaaaCampinaranaaaaaLavrado
    • Lavrado – campos naturais (savanas)Foto: Ibama/RR – GT Lavrado Foto: Ibama/RR – GT Lavrado
    • Lavrado – outros tipos de formação vegetal:“Ilhas de mata” Matas ciliares Foto: Ibama/RR – GT Lavrado BuritizaisSerras florestadas Floresta aaaaCampinarana aaaaLavrado Foto: Ibama/RR – GT Lavrado
    • Cerca de 250 comunidades em28 Terras Indígenas Floresta aaaaCampinarana aaaaLavradoMacuxi, Wapixana, Taurepang, Ingarikó, Patamona, Sapará  Lavrado
    • Quintal recém instalado Quintal de 80 anos Floresta aaaaCampinarana aaaaLavrado Quintal na paisagem do Lavrado
    • Estudo em 60 quintais da TI Araçá - 79 espécies; 45 (57%) comestíveis Frequência Abundância (% de quintais) (% do total de indivíduos) Manga 93 11 Limão 90 13 Coco 87 4 Caju 83 10 Goiaba 82 10 Floresta Laranja 77 7aaaaCampinaranaaaaaLavrado Ata 65 3 Araçá 62 13 Jenipapo 57 8 Ingá 57 2 Outras - 19
    • Terreiro – área sempre “limpa” Floresta aaaaCampinarana aaaaLavrado Adição de matéria orgânica ocorre localmente
    • Área periférica do quintal recebe grande parte da matéria orgânica. FlorestaaaaaCampinaranaaaaaLavrado Esse acúmulo de matéria orgânica pode promover o enriquecimento dos solos nos quintais ?
    • 7m 15 m 15 m 15 m 15 m 10 m Parcelas para coleta de solo (amostra composta):2m SÍTIO LAVRADO 7m 15 m 15 m 15 m 15 m 15 m 15 m 15 m 15 m 2m 10 m 10 m 7m 15 m 15 m 15 m 15 m 15 m “Terreiro” 10 m 10 m Floresta aaaaCampinarana aaaaLavrado Solo quintais (diferentes idades) X Solo do lavrado
    • Principais resultados encontrados – Fósforo (P) FlorestaaaaaCampinaranaaaaaLavrado
    • Principais resultados encontrados – K, Ca e Mg: K (Potássio) – cinzas (lenha) Ca (Cálcio) - ossos (decomposição lenta) FlorestaaaaaCampinaranaaaaaLavrado Micronutrientes tiveram pouca influência
    • Principais resultados encontrados – Mat org, Al e pH: (g kg-1) (g kg-1)(mg Kg-1)
    • Aplicação dos princípios de enriquecimento do quintal para uso em outros sistemas - Diversificação de espécies - Cobertura do solo - Uso de esterco de boi – recurso amplamente disponível – comunidades são criadoras de gado nos “campos naturais” - ...
    • Caiçara – área cercada para onde o gadoé levado a noite, durante alguns meses. Após alguns meses, com o solo fertilizado, planta-se banana e/ou macaxeira -> técnica tradicional
    • SAF que surgiu espontaneamente emuma caiçara abandonada
    • 2011 – plantio de SAF na caiçara Após 6 meses
    • Obrigada! rachel.pinho@gmail.comBIBLIOGRAFIA:BARBOSA, R.I.; CAMPOS, C.; PINTO, F.; FEARNSIDE, P.M. 2007. The “Lavrados” of Roraima: Biodiversity and Conservation of Brazil´sAmazonian Savannas. Functional Ecosystems and Communities, v1, n1, p. 29-41.CAMPOS, C. (Org). 2011. Diversidade socioambiental de Roraima: subsídios para debater o futuro sustentável da região. São Paulo:Instituto Socioambiental, 64 p.CAMPOS, C. 2011. Wapixana e Makuxi. As Pequenas TIs de Roraima. In: RICARDO, B.; RICARDO, F. (Eds.) Povos Indígenas no Brasil: 2006-2010. São Paulo: Instituto Socioambiental, p. 260-263.MILLER, R.P.; PENN, J.W.; LEEUWEN, J. 2006. Amazonian Homegardens: Their Ethnohistory and Potential Contribution to AgroforestryDevelopment. In: Kumar, B.M.; Nair, P.K.R. (Eds). Tropical Homegardens: A Time-Tested Example of Sustainable Agroforestry. Springer. p.43-60.MILLER, R.P.; UGUEN, K.; PEDRI, M.A.; CREADO, E.S.J.; MARTINS, L.L.; TRANCOSO, R. 2008. Levantamento Etnoambiental das TerrasIndígenas do Complexo Macuxi-Wapixana, Roraima, v.1. FUNAI/PPTAL/GTZ: Brasília. 192p.PINHO, R.C. 2008. Quintais agroflorestais indígenas em área de savana (Lavrado) na Terra Indígena Araçá. Dissertação (Mestrado emCiências de Florestas Tropicais) - Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia, Manaus.PINHO, R.C.; ALFAIA, S.S.; MILLER, R.P.; UGUEN, K.; MAGALHÃES, L.D.; AYRES, M.; FREITAS, V.; TRANCOSO, R. 2011. Islands of fertility: Soilimprovement under indigenous homegardens in the savannas of Roraima, Brazil. Agroforestry Systems, v. 81, n.3, p. 235-248.