Your SlideShare is downloading. ×
0
Dia 4 - Simposio 1 - SAFs e suas contribuições à segurança alimentar e nutrição para povos indígenas - Esther Katz
Dia 4 - Simposio 1 - SAFs e suas contribuições à segurança alimentar e nutrição para povos indígenas - Esther Katz
Dia 4 - Simposio 1 - SAFs e suas contribuições à segurança alimentar e nutrição para povos indígenas - Esther Katz
Dia 4 - Simposio 1 - SAFs e suas contribuições à segurança alimentar e nutrição para povos indígenas - Esther Katz
Dia 4 - Simposio 1 - SAFs e suas contribuições à segurança alimentar e nutrição para povos indígenas - Esther Katz
Dia 4 - Simposio 1 - SAFs e suas contribuições à segurança alimentar e nutrição para povos indígenas - Esther Katz
Dia 4 - Simposio 1 - SAFs e suas contribuições à segurança alimentar e nutrição para povos indígenas - Esther Katz
Dia 4 - Simposio 1 - SAFs e suas contribuições à segurança alimentar e nutrição para povos indígenas - Esther Katz
Dia 4 - Simposio 1 - SAFs e suas contribuições à segurança alimentar e nutrição para povos indígenas - Esther Katz
Dia 4 - Simposio 1 - SAFs e suas contribuições à segurança alimentar e nutrição para povos indígenas - Esther Katz
Dia 4 - Simposio 1 - SAFs e suas contribuições à segurança alimentar e nutrição para povos indígenas - Esther Katz
Dia 4 - Simposio 1 - SAFs e suas contribuições à segurança alimentar e nutrição para povos indígenas - Esther Katz
Dia 4 - Simposio 1 - SAFs e suas contribuições à segurança alimentar e nutrição para povos indígenas - Esther Katz
Dia 4 - Simposio 1 - SAFs e suas contribuições à segurança alimentar e nutrição para povos indígenas - Esther Katz
Dia 4 - Simposio 1 - SAFs e suas contribuições à segurança alimentar e nutrição para povos indígenas - Esther Katz
Dia 4 - Simposio 1 - SAFs e suas contribuições à segurança alimentar e nutrição para povos indígenas - Esther Katz
Dia 4 - Simposio 1 - SAFs e suas contribuições à segurança alimentar e nutrição para povos indígenas - Esther Katz
Dia 4 - Simposio 1 - SAFs e suas contribuições à segurança alimentar e nutrição para povos indígenas - Esther Katz
Dia 4 - Simposio 1 - SAFs e suas contribuições à segurança alimentar e nutrição para povos indígenas - Esther Katz
Dia 4 - Simposio 1 - SAFs e suas contribuições à segurança alimentar e nutrição para povos indígenas - Esther Katz
Dia 4 - Simposio 1 - SAFs e suas contribuições à segurança alimentar e nutrição para povos indígenas - Esther Katz
Dia 4 - Simposio 1 - SAFs e suas contribuições à segurança alimentar e nutrição para povos indígenas - Esther Katz
Dia 4 - Simposio 1 - SAFs e suas contribuições à segurança alimentar e nutrição para povos indígenas - Esther Katz
Dia 4 - Simposio 1 - SAFs e suas contribuições à segurança alimentar e nutrição para povos indígenas - Esther Katz
Dia 4 - Simposio 1 - SAFs e suas contribuições à segurança alimentar e nutrição para povos indígenas - Esther Katz
Dia 4 - Simposio 1 - SAFs e suas contribuições à segurança alimentar e nutrição para povos indígenas - Esther Katz
Dia 4 - Simposio 1 - SAFs e suas contribuições à segurança alimentar e nutrição para povos indígenas - Esther Katz
Dia 4 - Simposio 1 - SAFs e suas contribuições à segurança alimentar e nutrição para povos indígenas - Esther Katz
Dia 4 - Simposio 1 - SAFs e suas contribuições à segurança alimentar e nutrição para povos indígenas - Esther Katz
Dia 4 - Simposio 1 - SAFs e suas contribuições à segurança alimentar e nutrição para povos indígenas - Esther Katz
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×

Thanks for flagging this SlideShare!

Oops! An error has occurred.

×
Saving this for later? Get the SlideShare app to save on your phone or tablet. Read anywhere, anytime – even offline.
Text the download link to your phone
Standard text messaging rates apply

Dia 4 - Simposio 1 - SAFs e suas contribuições à segurança alimentar e nutrição para povos indígenas - Esther Katz

308

Published on

0 Comments
0 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

No Downloads
Views
Total Views
308
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
0
Actions
Shares
0
Downloads
0
Comments
0
Likes
0
Embeds 0
No embeds

Report content
Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
No notes for slide

Transcript

  • 1. VIII Congresso Brasileiro de Sistemas Agro-Forestais Belém – 21-25 novembro 2011SAFs e suas contribuições à segurança alimentar e nutrição para povos indígenas Diversidade alimentar e sistemas agroforestais no Rio Negro (AM): um olhar crítico Esther Katz Ludivine Eloy CNRS CDS Centro de Desenvolvimento Sustentável Universidade de Brasília
  • 2. Amazônia Legal Brasileira
  • 3. Terras Indígenas
  • 4. Diversidade cultural« brancos » Baniwa (arawak) Piratapuia/Tukano Baré (Tukano oriental)
  • 5. Diversidade alimentar
  • 6. Uso dos recursos naturais para a subsistençaAgricultura, pesca, caça, coleta, (criança de animais)Sistema agrícola complexo, alta agrobiodiversidadeAlta biodiversidade de animais e plantas silvestres
  • 7. O sistema alimentar do Rio Negro• Base: mandioca brava, peixe e pimenta (// outras zonas riberinhas de Amazonia)• Quinhãpira (caldo de pimenta com peixe): prato regional típico
  • 8. O sistema alimentar do Rio Negro• Complementado por « frutas » (frutas, frutos de palmeiras e tuberculos) (poucas verduras): – lanches (na roça, entre comidas) – Sucos, caxiri e mingaús• Algumas frutas são importantes (multi-usos, mitos de origem)
  • 9. Diversidade agrícola• Zona de diversificação secundaria (cf. Clement)• Diversidade importante para: – Mandioca – Pimenta – Abacaxi – Inhames – Bananas (Emperaire)
  • 10. Plantas alimentares : 99 especies cultivadas (18 familias) 10 especies de palmeiras38 especies annuaisTotal :242 plantascultivadas Emperaire et al., 2008 51 especies frutais
  • 11. Cada familia cultiva • Entre 17 e 96 especies • Entre 6 e 20 variedades de mandiocaEmperaire et al., 2008
  • 12. Diversidade das especies
  • 13. Diversidade intra-especies Pimenta (Capsicum spp.)
  • 14. Diversidade intra-especiesAbacaxi (Ananas comosus)
  • 15. Diversidade intra-especiesPupunha (Bactris gasipaes) Ilma Neri @IPHAN
  • 16. Diversidade intra-especies Variedades de mandiocaVariedades amarelas e brancas, de casca dura ou mole
  • 17. Importancia da mandioca na dieta Diversidade das preparações goma beiju mingau tucupí farinha caxiri
  • 18. Espaços de cultivo canteirosRoça Quintalde mata virgem L. Eloy Roça de capoeira
  • 19. A roçaA mandioca brava : A agricultura :pilar da roça nas mãos das mulheresassociação organisação espaço-de variasplantas temporal complexaArvores frutais, cana de açucar, tuberculos, pimenta,…
  • 20. O quintal Verduras Plantas medicinais PimentaPlantas ornementais Árvores frutais
  • 21. Quintal agroflorestal Roça de capoeira (pousio curto)Roça de mata virgem (pousio longo) Image Landsat 7 50 m Parcelas de um grupo domestico : Complementariedade temporal e espacial
  • 22. PP (mm) T (°C) Rainfalls and medium temperatures in 2000 600,0 30 400,0 20 200,0 10 0,0 0 janvier février mars avril mai juin juillet août septembre octobre novembre décembre Days Days without rain (2000) 15,0 10,0 5,0 0,0 JAN FEB MARC APR MAY JUN JUL AUG SEPT OCT NOV DEC Season dry season Rainy seasonRio Negro level Max (+5 à 10 m) Medium Min Best fishing periods Swidden SlashAgriculture in dense Burn forest Plantation Swidden SlashAgriculture in young Burn fallows Plantation
  • 23. Disponibilidade dos alimentos• Base: mandioca em continuo (salvo problemas climáticos)• Peixe: periodos de fartura e escasez• Importança dos complementos dos SAFs ( frutas de palmeiras, pimenta,…)
  • 24. Urbanização Migração das comunidades à cidade • população das cidades x 3 em 15 anos • < 40% da população dos municipios é urbana crecimento da população urbana Santa Isabel do Rio Negro 8000 7000 6000habitantes 5000 4000 Série1 3000 2000 1000 0 1990 1 1995 2 2000 3 2005 4 2009 5 anos Na Amazônia brasileira 65% da população é urbana
  • 25. Area urbana Area periurbana Area florestal Trocas
  • 26. Mudanças alimentares na cidade• Comercio pelo rio > produtos de fora• Anos 30 : rapadura, café em grãos, arroz,feijão, charque, leite em pó• Anos 90: + produtos (< aposentadoria)• ~ 2000 : frango congelado•Comidas de brancos’ agregados ousubstituidos a alimentos traditionais• arroz/feijão > farinha > beiju• cerveja > caxiri (tuberculos antigos sumem)• frango > peixe
  • 27. Conclusão• Importança dos SAFs para a diversidade e asegurança alimentar• 3 tipos de SAFs: quintal, roça capoeira, roçamata, mas quintal: único SAF permanente> apropriação individual do espaço• SAF permanente não é a solução para todasas terras indígenas• No caso das comunidades do Rio Negro: temespaço, precisa da produção da mandioca e tempouco acesso ao mercado• E uma boa opção no caso da urbanização(melhor acesso ao mercado, capitalização daterra, complemento alimentar)
  • 28. 5 Obrigadas !
  • 29. PACTAPopulações, Agrobiodiversidade e Conhecimento Tradicional na AmazôniaCNPq - Unicamp, Dpt. Antropologia / IRD – UMR 208 PALOCFinanciamentosIRD - UR 200, CNPq ; BRG ; ANR/ IFB/ BiodivallocAutorizaçãoCGEN -D.O.U. 04/04/2006

×