Your SlideShare is downloading. ×
24casemiro
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×

Thanks for flagging this SlideShare!

Oops! An error has occurred.

×

Introducing the official SlideShare app

Stunning, full-screen experience for iPhone and Android

Text the download link to your phone

Standard text messaging rates apply

24casemiro

250
views

Published on


0 Comments
0 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

No Downloads
Views
Total Views
250
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
0
Actions
Shares
0
Downloads
2
Comments
0
Likes
0
Embeds 0
No embeds

Report content
Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
No notes for slide

Transcript

  • 1. O Mercado da Castanha:Desafios das Indústrias de Beneficiamento e a Sustentabilidade da Cadeia Produtiva Casemiro Florenzano Filho
  • 2. PRODUÇÃO DA CASTANHA NO BRASIL 2000 a 2009 Quantidade Produzida, Valor da produção e valor médio (R$/kg) da Castanha do Brasil – 2000/2009 Produção Valor Valor médio ANO (kg) (mil R$) (R$/kg) 2000 33.431.000 18.556.000 0,56 2001 28.467.000 27.695.000 0,97 2002 27.389.000 30.379.000 1,11 2003 24.894.000 24.587.000 0,99 2004 27.059.000 30.661.000 1,13 2005 30.975.000 46.866.000 1,51 2006 28.806.000 43.908.000 1,52 2007 30.406.000 45.492.000 1,50 2008 30.815.000 45.732.000 1,48 2009 37.467.000 52.261.000 1,39 Total 299.709.000 366.137.000 1,22 Fonte: SIDRA – IBGE /2010
  • 3. PRODUÇÃO DA CASTANHA POR UF DE ORIGEM % Participação, Quantidade Produzida, valor da produção e valor médio da Castanha do Brasil , por UF Partic. de origem – 2000/2009Valor (mil Partic. Valor Valor médio Produção (kg) Produção (%) (%) Reais) (R$/kg)Rondônia 11,4% 6,4% 34.062.000 23.381 0,69Acre 28,7% 19,9% 85.936.000 72.739 0,85Amazonas 31,9% 53,9% 95.522.000 197.524 2,07Roraima 0,3% 0,1% 803.000 405 0,50Pará 22,6% 15,8% 67.642.000 57.954 0,86Amapá 3,3% 1,3% 9.876.000 4.660 0,47Mato Grosso 2,0% 2,6% 5.868.000 9.474 1,61 Total 100,0% 100,0% 299.709.000 366.137 1,22Fonte: SIDRA – IBGE /2010
  • 4. PRODUÇÃO DA CASTANHA NO PARÁ 2007 a 2009  REGIÕES 2007 2008 2009Baixo Amazonas 4.783 3.381 4.357Sudeste Paraense 944 939 929Nordeste Paraense 915 933 856Sudoeste Paraense 675 607 474Marajó 227 244 292Metropolitana de 96 101 112Belém TOTAL 7.640 6.205 7.020  MUNICÍPIOS 2007 2008 2009Oriximiná 2.150 1.250 1.625Óbidos 1.075 800 1.120Alenquer 760 770 820Faro 150 105 288Almeirim 172 168 173 TOTAL 4.783 3.381 4.357Fonte: IBGE – Produção de ExtraçãoVegetal - 2009
  • 5. DIFICULDADES ENFRENTADAS PELAS INDÚSTRIAS:ü Obsolescência tecnológica das indústrias de beneficiamento, só a partir de 2008 que vem sendo modernizada;ü Alto custo do processo de produção;ü Baixo nível de articulação da cadeia produtiva;ü Acirrada concorrência entre as indústrias;ü Dificuldade para o acesso as novas áreas de extração;ü Dificuldades logísticas para acesso ao produto;ü Baixa qualidade do produto adquirido dado as práticas de manejo;ü Alto custo do financiamento de capital de giro para assegurar a safra;ü Baixa competitividade frente as industrial da Bolívia e Peru;ü Fechamento de XX indústrias no Pará, XX no Acre, e XX no Amazonas;
  • 6. MERCADO EXTERNO
  • 7. PRODUÇÃO E EXPORTAÇÃO DA CASTANHA NO BRASIL 2000 a 2009 ANO Exportação (kg) Produção % Consumo (Kg) Com Casca Sem Casca Total Interno 2000 33.431.000 13.566.005 5.361.990 18.927.995 43,4% 2001 28.467.000 7.902.773 2.649.222 10.551.995 62,9% 2002 27.389.000 6.949.131 2.693.655 9.642.786 64,8% 2003 24.894.000 5.617.681 1.329.220 6.946.901 72,1% 2004 27.059.000 10.296.366 3.095.042 13.391.408 50,5% 2005 30.975.000 13.057.660 4.183.500 17.241.160 44,3% 2006 28.806.000 11.215.521 1.862.981 13.078.502 54,6% 2007 30.406.000 13.982.688 2.330.276 16.312.964 46,3% 2008 30.815.000 12.736.055 1.013.128 13.749.183 55,4% 2009 37.467.000 9.047.217 837.158 9.884.375 73,6% 2010 - 8.141.735 856.403 8.998.138 - Total 299.709.000 112.512.832 26.212.575 138.725.407 53,7%Fonte: SIDRA – IBGE / SECEX - MDIC
  • 8. EXPORTAÇÃO DA CASTANHA FRESCA OU SECA COM CASCA - BRASIL 2000 a 2010 Valor Peso Líquido Valor Médio Ano (US$ FOB) (Kg) (US$ FOB/Kg) 2010 9.087.363,00 8.141.735,00 1,12 2009 8.465.360,00 9.047.217,00 0,94 2008 15.733.175,00 12.736.055,00 1,24 2007 15.535.162,00 13.982.688,00 1,11 2006 10.696.034,00 11.215.521,00 0,95 2005 12.432.033,00 13.057.660,00 0,95 2004 6.842.601,00 10.296.366,00 0,66 2003 7.178.863,00 5.617.681,00 1,28 2002 7.350.073,00 6.949.131,00 1,06 2001 6.263.460,00 7.902.773,00 0,79 2000 13.376.839,00 13.566.005,00 0,99 Total 112.960.963,00 112.512.832,00 1,00Fonte: SECEX - MDIC
  • 9. EXPORTAÇÃO DA CASTANHA COM CASCA POR PAÍSES DESTINOS - 2009 Valor Médio (US$ Valor (US$ FOB) Peso Líquido (kg) PAÍSES FOB/kg) 2009 2010 2009 2010 2009 2010Bolívia 1.573.468,00 2.183.234,00 4.057.360,00 4.730.780,00 0,39 0,46Estados Unidos 1.942.444,00 3.861.518,00 1.321.669,00 1.692.419,00 1,47 2,28Hong Kong 3.110.992,00 2.091.183,00 2.060.634,00 904.814,00 1,51 2,31Peru 307.027,00 400.918,00 620.880,00 543.664,00 0,49 0,74Romenia 346.060,00 257.056,00 207.000,00 138.000,00 1,67 1,86Tunísia 309.291,00 202.766,00 182.000,00 104.000,00 1,70 1,95Austrália 49.647,00 77.272,00 32.772,00 24.000,00 1,51 3,22África Do Sul 26.725,00 13.228,00 13.500,00 4.000,00 1,98 3,31Argentina 24.602,00 - 18.000,00 - 1,37 -China 514.989,00 - 352.000,00 - 1,46 -Vietnã 260.115,00 - 181.402,00 - 1,43 -Países Baixos - 138,00 - 50,00 - 2,76(Holanda)Angola - 50,00 - 8,00 - 6,25 TOTAL 8.465.360,00 9.087.363,00 9.047.217,00 8.141.735,00 0,94 1,12Fonte: SECEX - MDIC
  • 10. IMPORTAÇÕES BRASILEIRAS DE CASTANHA E VALOR MÉDIO SEM CASCA 2000 a 2010 Valor Peso Líquido Valor Médio Ano (US$ FOB) (Kg) (US$ FOB/Kg) 2010 2.157.891,00 344.124,00 6,27 2009 50.331,00 32.938,00 1,53 2008 506.098,00 128.829,00 3,93 2007 6.300,00 500,00 12,60 2006 8.568,00 680,00 12,60 2005 - - - 2004 33.775,00 24.263,00 1,39 2003 130.038,00 57.400,00 2,27 2002 84.960,00 52.320,00 1,62 2001 - - - 2000 79.575,00 49.896,00 1,59 Total 3.057.536,00 690.950,00 4,43Fonte: SECEX - MDIC
  • 11. Importações Brasileiras Castanha Sem Casca eExportações Brasileiras de Castanha Com Casca - 2000/2010 - Valor Médio (US$ FOB/Kg)Fonte: SECEX - MDIC
  • 12. EXPORTAÇÃO DA CASTANHA PARA A BOLIVIA E PERU- 2009 e 2010
  • 13. EXPORTAÇÕES DE CASTANHA COM CASCA PARA A BOLIVIA E PERU – 2003 A 2010 Valor Peso Líquido Valor Médio Ano (US$ FOB) (Kg) (US$ FOB/Kg) Bolívia Peru Bolívia Peru Bolívia Peru 2010 2.183.234,00 400.918,00 4.730.780,00 543.664,00 0,46 0,74 2009 1.573.468,00 307.027,00 4.057.360,00 620.880,00 0,39 0,49 2008 4.505.753,00 10.903,00 7.303.567,00 26.880,00 0,62 0,41 2007 4.070.611,00 - 7.312.310,00 - 0,56 - 2006 2.987.033,00 110.766,00 6.511.270,00 339.000,00 0,46 0,33 2005 3.891.012,00 78.287,00 8.460.464,00 225.000,00 0,46 0,35 2004 1.935.629,00 82.933,00 6.316.150,00 270.000,00 0,31 0,31 2003 21.987,00 - 225.078,00 - 0,10 -TOTAL 21.168.727,00 990.834,00 44.916.979,00 2.025.424,00 0,47 0,49Fonte: SECEX - MDIC
  • 14. EXPORTAÇÃO DA CASTANHA DO BRASILPOR ESTADO DE ORIGEM- 2009 e 2010
  • 15. EXPORTAÇÕES BRASILEIRAS DE CASTANHA COM CASCA POR UF DE ORIGEM 2009 - 2010 UF US$ (%) US$ kg US$/kg AM 42,53 48.042.385,00 32.466.560,00 1,48 PA 37,43 42.278.335,00 33.134.735,00 1,28 AC 18,64 21.051.997,00 44.719.498,00 0,47 RO 0,87 987.323,00 1.574.148,00 0,63 AP 0,31 349.891,00 136.975,00 2,55 MT 0,17 191.791,00 424.607,00 0,45 SP 0,05 59.157,00 56.303,00 1,05 RJ 0,00 69,00 4,00 17,25 CB 0,00 15,00 2,00 7,50 Total 100,00 112.960.963,00 112.512.832,00 1,00Fonte: SECEX - MDIC
  • 16. PRODUÇÃO E EXPORTAÇÕES BRASILEIRAS DE CASTANHA POR UF DE ORIGEM – 2000 A 2009 Exportação (kg) % de Produção (kg) Com Casca Sem Casca Total Exportação Rondônia 34.062.000 1.533.648 - 1.533.648 4,5% Acre 85.936.000 39.603.154 230.761 39.833.915 46,4% Amazonas 95.522.000 30.592.747 2.519.862 33.112.609 34,7% Roraima 803.000 - - - 0,0% Pará 67.642.000 32.023.715 22.539.180 54.562.895 80,7% Amapá 9.876.000 136.975 - 136.975 1,4% Mato Grosso 5.868.000 424.607 - 424.607 7,2% Total 299.709.000 104.314.846 25.289.803 129.604.649 43,2%Fonte: SIDRA – IBGE / SECEX - MDIC
  • 17. DIFICULDADES ENFRENTADAS NO MERCADO:ü Ausência de regulação adequada a realidade da atividade;ü Práticas comerciais ilícitas;
  • 18. CONSTATAÇÕESü Em 10 anos o Brasil de deixa de ser o primeiro exportador, hoje configura-se como o terceiro. O mercado é liderado pela Bolívia e pelo Peru, sequencialmente;ü Os dados apresentados são apenas os registros oficiais, como a fiscalização de fronteira é insuficiente, uma parte significativa da produção é transportada ilegalmente;ü A cadeia produtiva de castanha no Brasil enfrenta dificuldades de sustentabilidade no mercado, desde o processo extrativista até o processo de beneficiamento;ü Práticas de comercialização que privilegiam os demais países levam todos os elos da cadeia de produção da castanha á práticas de canibalização;ü Ausência de políticas públicas que possibilitem tratar de forma eficaz a cadeia produtiva da biodiversidade;ü Evasão de divisas;
  • 19. SUGESTÕES DE MEDIDAS DE CORREÇÃOü Construção de políticas públicas que priorizem toda a cadeia da Castanha do Brasil, e que seja construído um GT Interministerial para tratar o assunto, com a inclusão do MAPA e MDIC;ü Intensifique o controle fitossanitário nas fronteiras;ü Inspeção nas empresas exportadoras;ü Implementação de fiscalização efetiva nas divisas com os países em questão;