Your SlideShare is downloading. ×
  • Like
Dst para c.n.
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×

Thanks for flagging this SlideShare!

Oops! An error has occurred.

×

Now you can save presentations on your phone or tablet

Available for both IPhone and Android

Text the download link to your phone

Standard text messaging rates apply
Published

 

Published in Education
  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Be the first to comment
    Be the first to like this
No Downloads

Views

Total Views
459
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
0

Actions

Shares
Downloads
2
Comments
0
Likes
0

Embeds 0

No embeds

Report content

Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
    No notes for slide

Transcript

  • 1.
    • Agrupamento Vertical de Escolas Prof. José Buisel
    • Trabalho realizado por:
    • Bruno Serra n.º5
    • Bruno Barroca n.º6
    • Caio Igarashi n.º7
    • 9.ºC
    • Disciplina: Ciências Naturais
    • Novembro 2010
  • 2. Introdução
    • Com este trabalho, pretendemos transmitir algum conhecimento sobre as Doenças Sexualmente Transmissíveis (DST).
    • Esperemos que seja do vosso agrado a apresentação sobre este tema...
  • 3.  
  • 4. DST
    • Doenças sexualmente transmissíveis (DST) é a designação pela qual é conhecida uma categoria de patologias antigamente conhecidas como doenças sexuais. São doenças infecciosas que se transmitem essencialmente, mas não só, pelo contacto sexual.
    • O uso do preservativo tem sido considerado como a medida mais eficaz de prevenir a contaminação e impedir sua disseminação.
    • Existem vários tipos de agentes infecciosos, entre eles estão os vírus, os fungos, as bactérias e os parasitas, podendo gerar diferentes manifestações, como feridas, bolhas ou verrugas.
  • 5. DST
    • Algumas doenças sexualmente transmissíveis são de fácil tratamento e de rápida resolução, quando tratadas correctamente.
    • Outras doenças são de difícil tratamento ou permanecem “adormecidas”. Apesar da falsa sensação de melhoria. As mulheres representam um grupo que deve receber especial atenção, uma vez que em diferentes casos de DST os sintomas levam tempo para tornarem-se perceptíveis ou confundem-se com as reacções orgânicas comuns do seu organismo. Isso exige da mulher, em especial aquelas com vida sexual activa, independente da idade, consultas periódicas ao serviço de saúde.
  • 6.  
  • 7. DST
    • Certas DST, quando não diagnosticadas e tratadas a tempo, podem evoluir para complicações graves como infertilidade, infecções neonatais, malformações congénitas, e aborto (no caso de gestantes), cancro e até a morte.
    • Alguns grupos, especialmente religiosos, afirmam que a castidade, a abstinência sexual e a fidelidade poderiam bastar para evitar a disseminação de tais doenças.
    • Existem pesquisas que afirmam que a contaminação de pessoas monogâmicas e não fiéis portadoras de DST tem aumentado, em resultado da contaminação ocasional do companheiro(a), que pode contrair a doença em relações sexuais extra-conjugais. Todavia, as campanhas pelo uso do preservativo nem sempre conseguem reduzir a incidência de doenças sexualmente transmissíveis.
    • No passado, o ramo da medicina que estudava as DST era denominada de venereologia, termo que caiu em desuso, pois traz muitos preconceitos, uma vez que no passado era sinónimo de actividade sexual com prostitutas.
  • 8. DST
    • Vamos agora mostrar-vos alguns exemplos de doenças sexualmente transmissíveis.
  • 9. SÍFILIS
    • A sífilis é uma doença sexualmente transmissível (DST), causada por um agente infeccioso denominado Treponema Pallidum . As origens da sífilis não são conhecidas. Actualmente observa-se um aumento do número de casos em diversos países Europeus. Se não for tratada adequadamente, a sífilis pode causar sérios danos no sistema nervoso e no sistema cardiovascular. A sífilis sem tratamento pode ser fatal. 
  • 10. SIDA
    • O VIH é um vírus bastante poderoso que, ao entrar no organismo, dirige-se ao sistema sanguíneo, onde começa de imediato a replicar-se, atacando o sistema imunológico, destruindo as células defensoras do organismo e deixando a pessoa infectada mais debilitada e sensível a outras doenças, as chamadas infecções oportunistas que são provocadas por micróbios e que não afectam as pessoas cujo sistema imunológico funciona convenientemente.
    • Também podem surgir alguns tipos de tumores.
    • Entre essas doenças, encontram-se a tuberculose; a pneumonia por Pneumocystis carinii, entre muitas outras.
  • 11. CANCRO MOLE
    • O cancro mole é uma úlcera dolorosa, de entre 3 a 50 milímetros, normalmente localizada na glande, escroto ou lados do pénis no homem, ou nos grandes ou pequenos lábios na mulher. Sangra facilmente. As suas bordas são irregulares mas bem definidas. A base apresenta um material cinzento ou amarelo acinzentado.
  • 12. HERPES GENITAL
    • Afectam os órgãos genitais e as zonas envolventes. É uma doença que não tem cura e é causada pelo vírus Herpes Simplex . Apenas existem medicamentos que aliviam as dores.
    • O herpes caracteriza-se por vesículas, em forma de cacho, que aparecem 4 - 5 dias após o contágio, que acabam por rebentar e deixar a carne a descoberto. São acompanhadas por um ardor intenso.
    •  
  • 13. Conclusão
    • Gostámos de realizar este trabalho não só por ficarmos a conhecer melhor as DST e os seus perigos mas também por mostrá-lo às outras pessoas.
  • 14.