• Share
  • Email
  • Embed
  • Like
  • Save
  • Private Content
10 inferências sobre o leilão do campo de Libra, em 2013, no Brasil
 

10 inferências sobre o leilão do campo de Libra, em 2013, no Brasil

on

  • 164 views

10, inferências, sobre, o, leilão, do, Campo, de, Libra, em 2013, no, Brasil

10, inferências, sobre, o, leilão, do, Campo, de, Libra, em 2013, no, Brasil

Statistics

Views

Total Views
164
Views on SlideShare
164
Embed Views
0

Actions

Likes
0
Downloads
0
Comments
0

0 Embeds 0

No embeds

Accessibility

Categories

Upload Details

Uploaded via as Adobe PDF

Usage Rights

© All Rights Reserved

Report content

Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Processing…
Post Comment
Edit your comment

    10 inferências sobre o leilão do campo de Libra, em 2013, no Brasil 10 inferências sobre o leilão do campo de Libra, em 2013, no Brasil Presentation Transcript

    • 10 inferências sobre o leilão do Campo de Libra, em 2013, no Brasil: 1. 2. 3. 4. 5. 6. 7. 8. 9. 10. As empresas americanas não participaram da disputa, ao contrario das grandes europeias privadas, provavelmente por uma estratégia de governo visando recuperar a credibilidade junto ao Brasil, após as denúncias de espionagem pela NSA. Trata-se de uma aposta bastante alta, um bônus excepcional, um longo tempo de investimentos pesados sem retorno, possível apenas para grandes corporações. A indústria de óleo e gás convive bem com competição e colaboração simultaneamente, pois a união entre as empresas Shell, Total e Petrobras mostra que dividir riscos é razoável nestes megaprojetos em óleo e gás. Mesmo com as incertezas quanto a volumes de hidrocarbonetos, com variações esperadas altas, uma vez que existe apenas um poço e sísmica no Campo, as empresas chinesas se interessaram e participaram do consórcio vencedor. Os desafios de construção, instalação, operação e escoamento são significativos, pela espessura de água, alta profundidade dos objetivos, existência da camada de sal e a grande distância logística da costa. O Brasil está se adaptando para tratar as suas riquezas naturais, principalmente as de óleo e gás recentemente descobertas, apesar de ainda ser um país dúbio em suas definições de papéis de Estado e empresas, com perspectivas de consolidação. A Petrobras continua impressionando o mercado mundial, apesar da fase sensível em que se encontra, pelo seu tamanho relativo e volume de investimentos e risco, operando em um ambiente ainda sem estruturas completas e com demanda crescente de conteúdo local. A PPSA vai ter um papel importante neste cenário, mas estará bastante submetida aos humores governamentais, moldando-se pelo momento e influência das indicações não políticas de seus dirigentes. O país poderia aproveitar para discutir, decidir e informar melhor a sociedade sobre suas riquezas naturais, o modelo que pretende adotar, evitando debates superficiais e descontinuidades. O país tem um desafio de simplificar os modelos de negócio vigentes, fazendo-os simples e claros, com menos exceções e maior longevidade. 22-10-2013 Armando O. Cavanha F. aocava@gmail.com