Romantismo

2,379 views

Published on

Published in: Education
0 Comments
2 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

No Downloads
Views
Total views
2,379
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
158
Actions
Shares
0
Downloads
23
Comments
0
Likes
2
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Romantismo

  1. 1. O ROMANTISMO A arte das liberdades…
  2. 2. ROMANTISMO <ul><li>Dominou as tendências literárias, artísticas e musicais da primeira metade do séc. XIX. </li></ul><ul><li>Opõe-se ao racionalismo e frieza das formas clássicas anteriores. </li></ul><ul><li>A história, as lendas, a tradição… são inspiração para os autores desta época. </li></ul><ul><li>Rompe com o classicismo, rejeita a mitologia e traduz a expressão da liberdade, do nacionalismo e da personalidade. </li></ul>
  3. 3. ROMANTISMO <ul><li>Defende: </li></ul><ul><ul><li>A exaltação e valorização da liberdade, dos sentimentos e da natureza; </li></ul></ul><ul><ul><li>A livre expressão do sentimento; </li></ul></ul><ul><ul><li>O idealismo patriótico e nacionalista; </li></ul></ul><ul><ul><li>O individualismo exagerado; </li></ul></ul><ul><ul><li>O subjetivismo extremo. </li></ul></ul><ul><li>À razão e objectividade do Iluminismo </li></ul><ul><li>opõe a subjetividade e o eu. </li></ul>
  4. 4. ROMANTISMO <ul><li>Interessa-se pelo gótico, transmite a tendência para a solidão e para os sentimentos controversos, o gosto pelo estranho, pelo mórbido, pela nostalgia, movimento e cor. </li></ul>Turner – movimento e luz
  5. 5. ROMANTISMO O Jardim do Amor fui visitar, E vi então o que jamais notara: Lá bem no meio estava uma Capela, Onde eu no prado correra e brincara. E os portões desta Capela não abriam, E &quot;Não farás&quot; sobre a porta escrito estava; E voltei-me então para o Jardim do Amor Lá onde toda a doce flor se dava; E os túmulos enchiam todo o campo, E eram esteias funerárias as flores; E Padres de preto, em seu passeio secreto, Atando com pavores minhas alegrias & amores. William Blake, in &quot;Canções da Experiência &quot; Em Inglaterra…
  6. 6. ROMANTISMO O Eterno William Blake
  7. 7. ROMANTISMO “ Detrás do nevoeiro que, num repente, inundou o quarto, surgiu-lhe Mefistófeles. O próprio Satanás! Apresentou-se vestido como um goliardo, um andarilho medieval. Viera para tramar um pacto de sangue com aquele doutor desesperançado.” Pausa. Goethe, neste primeiro encontro de Fausto com o Maligno, tomou-se de cuidados. O seu demónio não tem o visual que dele faziam no Medievo. Nada de cheiro de enxofre, chifres, rabo ou cascos de bode. É um diabo da época do Iluminismo, um capeta secularizado. Aparenta ser igual aos humanos, ainda que imperando sobre ratos e insetos asquerosos. Trafega na sociedade com o desembaraço de um estudante ou de um fidalgo. Goethe, “Fausto “ Na Alemanha…
  8. 8. ROMANTISMO <ul><li>A música permitiu a expressão perfeita das emoções e dos sentimentos. </li></ul><ul><li>Contrário aos valores aristocráticos, é a expressão dos anseios e frustrações da burguesia triunfante. </li></ul>
  9. 9. ROMANTISMO <ul><li>Em Portugal, foi introduzido com Almeida Garrett. </li></ul><ul><li>Os escritores românticos portugueses intervém diretamente na vida política: Júlio Dinis, por exemplo, defendeu os princípios da Regeneração na sua obra. </li></ul><ul><li>O Romantismo difunde o romance histórico (ex. Alexandre Herculano) e o romance de costumes (Camilo Castelo Branco). </li></ul>
  10. 10. ROMANTISMO <ul><li>Os pintores, como Domingos Sequeira, viram-se para a Natureza, que interpretam com sentimento. </li></ul>Batalha de Ourique - Sequeira Camões na gruta de Macau – Francisco Metrass
  11. 11. ROMANTISMO <ul><li>Afirma-se também na arquitetura. </li></ul><ul><li>A atração pela Idade Média favoreceu a valorização do manuelino e fomentou construções como a do Palácio da Pena em Sintra ou do Hotel Palácio do Buçaco. </li></ul><ul><li>O Romantismo fomentou ainda o ressurgir dos nacionalismos, valorizando o passado longínquo de cada povo e reforçando a sua identidade mediante a valorização das lendas, língua, tradições… é o despontar de uma nova era! </li></ul>
  12. 12. O Palácio da Pena
  13. 13. O Palácio da Pena
  14. 14. O Palácio da Pena

×