Microsoft Word Tabela D.2 Nova

  • 152 views
Uploaded on

 

More in: Technology
  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Be the first to comment
    Be the first to like this
No Downloads

Views

Total Views
152
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
0

Actions

Shares
Downloads
0
Comments
0
Likes
0

Embeds 0

No embeds

Report content

Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
    No notes for slide

Transcript

  • 1. O Modelo de Auto-Avaliação das Bibliotecas Escolares: metodologias de operacionalização (parte II) D. Gestão da BE D.2. Condições Humanas e materiais para a prestação dos serviços Indicadores Factores Críticos de Sucesso Instrumentos Evidências extraídas dos instrumentos D.2.1- Liderança do - O PB exerce uma liderança forte e - Auto-avaliação do PB 1) Competências de gestão da professor Bibliotecário eficaz, promovendo: (CK3) BE: na - o trabalho sistemático e a - Questionários aos - difusão da informação e escola/Agrupamento comunicação com os órgãos da docentes (QD3) marketing; direcção, administração e gestão - Registos do trabalho - desenvolvimento do trabalho em (director, conselho pedagógico), articulado com rede; departamentos curriculares e demais departamentos e docentes - aproximação da escola à estruturas de coordenação educativa e - Registos de comunidade; supervisão pedagógica; projectos/actividades - formação de utilizadores; - uma participação efectiva no desenvolvidos pela BE - gestão de recursos humanos, conselho pedagógico e demais materiais e financeiros; estruturas de coordenação educativa e - gestão documental; supervisão pedagógica, garantindo a - organização da informação; integração e adequação dos objectivos e actividades da BE aos objectivos 2) Competências pedagógicas: educativos e curriculares da escola; - actividades de apoio aos alunos Formanda: Cátia Sousa Novembro 09
  • 2. O Modelo de Auto-Avaliação das Bibliotecas Escolares: metodologias de operacionalização (parte II) - uma gestão integrada que e professores; rentabilize recursos e possibilidades de - utilização dos recursos da BE trabalho na escola; para actividades curriculares e - uma boa gestão dos recursos extracurriculares; humanos, criando boas relações - projectos de articulação: quais e interpessoais com a equipa; quantos? - a mobilização das comunidades - promoção da leitura e das educativa e escolar para o valor e para literacias e o seu impacto no o trabalho da /com a BE; processo ensino-aprendizagem; - o trabalho articulado com os docentes; 3) Competências em TIC: - o apoio e o trabalho com as - articulação com a equipa TIC; BE/escolas do agrupamento, - melhoramento do acesso a garantindo igualdade de condições no fontes de conhecimento em acesso aos recursos de informação e a ambiente digital; actividades que facultem o apoio ao currículo e a formação para diferentes 4) Competências face à literacias; resolução imediata de situações - o apoio a projectos e a articulação problema: com outros actores com intervenção - ter a capacidade de ser ágil, Formanda: Cátia Sousa Novembro 09
  • 3. O Modelo de Auto-Avaliação das Bibliotecas Escolares: metodologias de operacionalização (parte II) pedagógica na escola: PTE, PNEP, criativo e com espírito crítico face PNL, aLeR+, outros… aos problemas que lhe surgem; - a planificação estratégica e operacional relacionada com os 5) Competências sociais: resultados da avaliação, com os - apoiar, articular, motivar, cativar, objectivos prioritários e o planeamento orientar com todas as equipas de da escola; trabalho e com todos os grupos de - a operacionalização de programas trabalho; de formação para as literacias e - reunir com o conselho actividades culturais que contribuam pedagógico e órgão de gestão; para as aprendizagens dos alunos e - articular com directores de turma, para o sucesso escolar; professores de todas as ACD e - a implementação da auto- ACND; avaliação dos serviços, introduzindo - realizar sessões de formação um processo de melhoria contínua com para alunos e professores; impacto no processo de planeamento e - organizar eventos no âmbito de em acções de promoção e marketing. marketing da BE; - planificar trabalho colaborativo; - reunir e apoiar-se na rede concelhia; Formanda: Cátia Sousa Novembro 09
  • 4. O Modelo de Auto-Avaliação das Bibliotecas Escolares: metodologias de operacionalização (parte II) D.2.2- Adequação dos - O PB possui formação e - Currículos profissionais - A equipa é apenas formada por recursos humanos às competências adequadas ao seu dos membros da equipa. PBs, portanto deveria-se ter em necessidades de conteúdo funcional, nos termos da - Horário da equipa. atenção ao próximo ano e ver a funcionamento da BE legislação em vigor; - Questionário aos possibilidade de mais elementos a na - a equipa é pluridisciplinar, adequada docentes (QD3). constituírem tendo em conta os escola/agrupamento em número e possui formação e critérios de selecção; competências adequadas ao seu - Apresentar à comunidade os conteúdo funcional. materiais produzidos pela equipa: - O PB e a equipa têm uma atitude boletim informativo, página do proactiva que: induz comportamentos agrupamento com notícias, Solar, de acesso e uso dos recursos; garante divulgação de outras actividades uma mediação eficaz entre as em jornais locais e outros necessidades dos utilizadores e as suportes, produção de materiais fontes de informação; promove as no âmbito da formação de possibilidades de trabalho facultadas utilizadores e das literacias de pela BE. informação. - O PB e a equipa formam alunos para - análise e satisfação dos utentes o uso da BE, para as diferentes quanto ao horário de literacias e acompanham-nos em funcionamento da BE, nível de trabalho orientado na BE. interesse e adequação da Formanda: Cátia Sousa Novembro 09
  • 5. O Modelo de Auto-Avaliação das Bibliotecas Escolares: metodologias de operacionalização (parte II) - O PB e a equipa trabalham colecção, nível de articulação com articuladamente com outras o currículo e gau de satisfação dos BE/escolas e com o exterior. docentes e alunos, … D.2.3- Adequação da - A BE reflecte e integra os normativos - Documentos - De acordo com as orientações da BE em termos de definidos pelo ME/RBE. caracterizadores da BE rede RBE, a BE concebeu a planta espaço às - A BE disponibiliza condições de (planta, equipamentos e e definiu as zonas funcionais, necessidades da espaço capazes de responder, no seu outros). assim como a política de gestão escola/agrupamento funcionamento, às solicitações da - Registos de observação documental e concebeu o seu comunidade escolar e a uma utilização do funcionamento. plano de acção estratégico, no diversificada. - Questionário aos âmbito dos ários domínios, - A organização do espaço e dos docentes (QD3). articulando com o PAA e com o recursos permite uma utilização - Questionário aos alunos PE do Agrupamento; integrada e flexível e o trabalho (QA4) - os serviços da BE serão individual e em grupo. avaliados através dos - O mobiliário é adequado em termos instrumentos de recolhas de de ergonomia, quantidade, cor, altura à evidências; faixa etária e necessidades dos alunos, - Os PB integraram a BE no proporcionando boas condições de Regulamento Interno e no PEA do acomodação e o acesso livre dos Agrupamento; utilizadores à documentação. - Os PB elaboraram e Formanda: Cátia Sousa Novembro 09
  • 6. O Modelo de Auto-Avaliação das Bibliotecas Escolares: metodologias de operacionalização (parte II) actualizaram o regimento Interno da BE, assim como a sua planta por reestruturação de local e ampliação do mesmo face ao número de alunos deste ano ser superior ao do ano passado; - análise dos questionários e apresentar o feedback dos mesmos à comunidade educativa; D.2.4- Adequação dos - Os equipamentos são suficientes - Inventário de - A BE articulou e reuniu com a computadores e para as necessidades locais e para equipamentos existente. equipa TIC e PTE a fim de se equipamentos responder aos serviços da Biblioteca - Questionário aos colocar a BE a par das mais tecnológicos ao que a BE realiza no agrupamento. docentes (QD3) recentes tecnologias da trabalho da BE e dos - Os equipamentos respondem em - Questionário aos alunos informação; utilizadores na actualidade, adequação e (QA4) - análise dos inquéritos a fim de se escola/agrupamento funcionalidade aos desafios que o saber das necessidades em TIC paradigma actual coloca e ao trabalho que os utilizadores da BE têm ou e uso da documentação em diferentes necessitam para que se proceda a suportes. sessões de formação de - Os equipamentos de leitura áudio e utilizadores em literacias de Formanda: Cátia Sousa Novembro 09
  • 7. O Modelo de Auto-Avaliação das Bibliotecas Escolares: metodologias de operacionalização (parte II) vídeo são adequados em número e informação das WEB; condições de funcionamento às - estão agendadas sessões com o necessidades dos utilizadores. coordenador e equipa do PTE - O número de computadores responde para sessões de formação de à procura e às solicitações da utilizadores em TIC; escola/agrupamento. - O hardware está actualizado e o software responde às exigências das solicitações. - O PB articula com o PTE e /ou projectos na área das TIC. - A BE funciona em rede (Intranet e Internet) e explora as potencialidades que as redes facultam. Formanda: Cátia Sousa Novembro 09