• Share
  • Email
  • Embed
  • Like
  • Save
  • Private Content
Microsoft  Word    Tabela  D
 

Microsoft Word Tabela D

on

  • 359 views

 

Statistics

Views

Total Views
359
Views on SlideShare
359
Embed Views
0

Actions

Likes
0
Downloads
0
Comments
0

0 Embeds 0

No embeds

Accessibility

Categories

Upload Details

Uploaded via as Adobe PDF

Usage Rights

© All Rights Reserved

Report content

Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Processing…
Post Comment
Edit your comment

    Microsoft  Word    Tabela  D Microsoft Word Tabela D Presentation Transcript

    • O Modelo de Auto-Avaliação das Bibliotecas Escolares: metodologias de operacionalização (parte II) D. Gestão da BE D.2. Condições Humanas e materiais para a prestação dos serviços Indicadores Factores Críticos de Sucesso Instrumentos Evidências extraídas dos instrumentos D.2.1- Liderança do - O PB exerce uma liderança forte e - Auto-avaliação do PB 1) Competências de gestão da professor Bibliotecário eficaz, promovendo: (CK3) BE: na - o trabalho sistemático e a - Questionários aos - difusão da informação e escola/Agrupamento comunicação com os órgãos da docentes (QD3) marketing; direcção, administração e gestão - Registos do trabalho - desenvolvimento do trabalho em (director, conselho pedagógico), articulado com rede; departamentos curriculares e demais departamentos e docentes - aproximação da escola à estruturas de coordenação educativa e - Registos de comunidade; supervisão pedagógica; projectos/actividades - formação de utilizadores; - uma participação efectiva no desenvolvidos pela BE - gestão de recursos humanos, conselho pedagógico e demais materiais e financeiros; estruturas de coordenação educativa e - gestão documental; supervisão pedagógica, garantindo a - organização da informação; integração e adequação dos objectivos e actividades da BE aos objectivos 2) Competências pedagógicas: educativos e curriculares da escola; - actividades de apoio aos alunos Formanda: Cátia Sousa Novembro 09
    • O Modelo de Auto-Avaliação das Bibliotecas Escolares: metodologias de operacionalização (parte II) - uma gestão integrada que e professores; rentabilize recursos e possibilidades de - utilização dos recursos da BE trabalho na escola; para actividades curriculares e - uma boa gestão dos recursos extracurriculares; humanos, criando boas relações - projectos de articulação: quais e interpessoais com a equipa; quantos? - a mobilização das comunidades - promoção da leitura e das educativa e escolar para o valor e para literacias e o seu impacto no o trabalho da /com a BE; processo ensino-aprendizagem; - o trabalho articulado com os docentes; 3) Competências em TIC: - o apoio e o trabalho com as - articulação com a equipa TIC; BE/escolas do agrupamento, - melhoramento do acesso a garantindo igualdade de condições no fontes de conhecimento em acesso aos recursos de informação e a ambiente digital; actividades que facultem o apoio ao currículo e a formação para diferentes 4) Competências face à literacias; resolução imediata de situações - o apoio a projectos e a articulação problema: com outros actores com intervenção - ter a capacidade de ser ágil, Formanda: Cátia Sousa Novembro 09
    • O Modelo de Auto-Avaliação das Bibliotecas Escolares: metodologias de operacionalização (parte II) pedagógica na escola: PTE, PNEP, criativo e com espírito crítico face PNL, aLeR+, outros… aos problemas que lhe surgem; - a planificação estratégica e operacional relacionada com os 5) Competências sociais: resultados da avaliação, com os - apoiar, articular, motivar, cativar, objectivos prioritários e o planeamento orientar com todas as equipas de da escola; trabalho e com todos os grupos de - a operacionalização de programas trabalho; de formação para as literacias e - reunir com o conselho actividades culturais que contribuam pedagógico e órgão de gestão; para as aprendizagens dos alunos e - articular com directores de turma, para o sucesso escolar; professores de todas as ACD e - a implementação da auto- ACND; avaliação dos serviços, introduzindo - realizar sessões de formação um processo de melhoria contínua com para alunos e professores; impacto no processo de planeamento e - organizar eventos no âmbito de em acções de promoção e marketing. marketing da BE; - planificar trabalho colaborativo; - reunir e apoiar-se na rede concelhia; Formanda: Cátia Sousa Novembro 09
    • O Modelo de Auto-Avaliação das Bibliotecas Escolares: metodologias de operacionalização (parte II) D.2.2- Adequação dos - O PB possui formação e - Currículos profissionais - A equipa é apenas formada por recursos humanos às competências adequadas ao seu dos membros da equipa. PBs, portanto deveria-se ter em necessidades de conteúdo funcional, nos termos da - Horário da equipa. atenção ao próximo ano e ver a funcionamento da BE legislação em vigor; - Questionário aos possibilidade de mais elementos a na - a equipa é pluridisciplinar, adequada docentes (QD3). constituírem tendo em conta os escola/agrupamento em número e possui formação e critérios de selecção; competências adequadas ao seu - Apresentar à comunidade os conteúdo funcional. materiais produzidos pela equipa: - O PB e a equipa têm uma atitude boletim informativo, página do proactiva que: induz comportamentos agrupamento com notícias, Solar, de acesso e uso dos recursos; garante divulgação de outras actividades uma mediação eficaz entre as em jornais locais e outros necessidades dos utilizadores e as suportes, produção de materiais fontes de informação; promove as no âmbito da formação de possibilidades de trabalho facultadas utilizadores e das literacias de pela BE. informação. - O PB e a equipa formam alunos para - análise e satisfação dos utentes o uso da BE, para as diferentes quanto ao horário de literacias e acompanham-nos em funcionamento da BE, nível de trabalho orientado na BE. interesse e adequação da Formanda: Cátia Sousa Novembro 09
    • O Modelo de Auto-Avaliação das Bibliotecas Escolares: metodologias de operacionalização (parte II) - O PB e a equipa trabalham colecção, nível de articulação com articuladamente com outras o currículo e gau de satisfação dos BE/escolas e com o exterior. docentes e alunos, … D.2.3- Adequação da - A BE reflecte e integra os normativos - Documentos - De acordo com as orientações da BE em termos de definidos pelo ME/RBE. caracterizadores da BE rede RBE, a BE concebeu a planta espaço às - A BE disponibiliza condições de (planta, equipamentos e e definiu as zonas funcionais, necessidades da espaço capazes de responder, no seu outros). assim como a política de gestão escola/agrupamento funcionamento, às solicitações da - Registos de observação documental e concebeu o seu comunidade escolar e a uma utilização do funcionamento. plano de acção estratégico, no diversificada. - Questionário aos âmbito dos ários domínios, - A organização do espaço e dos docentes (QD3). articulando com o PAA e com o recursos permite uma utilização - Questionário aos alunos PE do Agrupamento; integrada e flexível e o trabalho (QA4) - os serviços da BE serão individual e em grupo. avaliados através dos - O mobiliário é adequado em termos instrumentos de recolhas de de ergonomia, quantidade, cor, altura à evidências; faixa etária e necessidades dos alunos, - Os PB integraram a BE no proporcionando boas condições de Regulamento Interno e no PEA do acomodação e o acesso livre dos Agrupamento; utilizadores à documentação. - Os PB elaboraram e Formanda: Cátia Sousa Novembro 09
    • O Modelo de Auto-Avaliação das Bibliotecas Escolares: metodologias de operacionalização (parte II) actualizaram o regimento Interno da BE, assim como a sua planta por reestruturação de local e ampliação do mesmo face ao número de alunos deste ano ser superior ao do ano passado; - análise dos questionários e apresentar o feedback dos mesmos à comunidade educativa; D.2.4- Adequação dos - Os equipamentos são suficientes - Inventário de - A BE articulou e reuniu com a computadores e para as necessidades locais e para equipamentos existente. equipa TIC e PTE a fim de se equipamentos responder aos serviços da Biblioteca - Questionário aos colocar a BE a par das mais tecnológicos ao que a BE realiza no agrupamento. docentes (QD3) recentes tecnologias da trabalho da BE e dos - Os equipamentos respondem em - Questionário aos alunos informação; utilizadores na actualidade, adequação e (QA4) - análise dos inquéritos a fim de se escola/agrupamento funcionalidade aos desafios que o saber das necessidades em TIC paradigma actual coloca e ao trabalho que os utilizadores da BE têm ou e uso da documentação em diferentes necessitam para que se proceda a suportes. sessões de formação de - Os equipamentos de leitura áudio e utilizadores em literacias de Formanda: Cátia Sousa Novembro 09
    • O Modelo de Auto-Avaliação das Bibliotecas Escolares: metodologias de operacionalização (parte II) vídeo são adequados em número e informação das WEB; condições de funcionamento às - estão agendadas sessões com o necessidades dos utilizadores. coordenador e equipa do PTE - O número de computadores responde para sessões de formação de à procura e às solicitações da utilizadores em TIC; escola/agrupamento. - O hardware está actualizado e o software responde às exigências das solicitações. - O PB articula com o PTE e /ou projectos na área das TIC. - A BE funciona em rede (Intranet e Internet) e explora as potencialidades que as redes facultam. Formanda: Cátia Sousa Novembro 09