Your SlideShare is downloading. ×
0
Introdução a Educação Digital - 1ª unidade
Introdução a Educação Digital - 1ª unidade
Introdução a Educação Digital - 1ª unidade
Introdução a Educação Digital - 1ª unidade
Introdução a Educação Digital - 1ª unidade
Introdução a Educação Digital - 1ª unidade
Introdução a Educação Digital - 1ª unidade
Introdução a Educação Digital - 1ª unidade
Introdução a Educação Digital - 1ª unidade
Introdução a Educação Digital - 1ª unidade
Introdução a Educação Digital - 1ª unidade
Introdução a Educação Digital - 1ª unidade
Introdução a Educação Digital - 1ª unidade
Introdução a Educação Digital - 1ª unidade
Introdução a Educação Digital - 1ª unidade
Introdução a Educação Digital - 1ª unidade
Introdução a Educação Digital - 1ª unidade
Introdução a Educação Digital - 1ª unidade
Introdução a Educação Digital - 1ª unidade
Introdução a Educação Digital - 1ª unidade
Introdução a Educação Digital - 1ª unidade
Introdução a Educação Digital - 1ª unidade
Introdução a Educação Digital - 1ª unidade
Introdução a Educação Digital - 1ª unidade
Introdução a Educação Digital - 1ª unidade
Introdução a Educação Digital - 1ª unidade
Introdução a Educação Digital - 1ª unidade
Introdução a Educação Digital - 1ª unidade
Introdução a Educação Digital - 1ª unidade
Introdução a Educação Digital - 1ª unidade
Introdução a Educação Digital - 1ª unidade
Introdução a Educação Digital - 1ª unidade
Introdução a Educação Digital - 1ª unidade
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×

Thanks for flagging this SlideShare!

Oops! An error has occurred.

×
Saving this for later? Get the SlideShare app to save on your phone or tablet. Read anywhere, anytime – even offline.
Text the download link to your phone
Standard text messaging rates apply

Introdução a Educação Digital - 1ª unidade

1,407

Published on

Curso de Introdução a Educação Digital - …

Curso de Introdução a Educação Digital -
Iª Unidade - TECNOLOGIAS NO COTIDIANO: DESAFIOS À INCLUSÃO DIGITAL.

Published in: Education, Technology, Business
0 Comments
2 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

No Downloads
Views
Total Views
1,407
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
1
Actions
Shares
0
Downloads
41
Comments
0
Likes
2
Embeds 0
No embeds

Report content
Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
No notes for slide

Transcript

  • 1. INTRODUÇÃO A EDUCAÇÃOINTRODUÇÃO A EDUCAÇÃO DIGITALDIGITAL Int.educ.digital@gmail.com Formadora: Cátia Lima www.digital40horas.blogspot.com
  • 2. 1º passo...1º passo... Quem está sem usuário e senha: Abrir página eproinfo www.eproinfo.mec.gov.br Clique em: Esqueceu a senha? Preencha seu CPF e clik em seu nome. Abra seu email e verifique a chegada dos dados Aguarde...pode demorar um pouquinho...
  • 3. 2º passo...2º passo... Todos tem usuário e senha? Então agora vamos arrumar cadastro Página inicial do eproinfo Cliquem em dados cadastrais e atualize os dados www.eproinfo.mec.gov.br
  • 4. WWW.EPROINFO.MEC.GOV.BRWWW.EPROINFO.MEC.GOV.BR O e-ProInfo é um ambiente virtual de aprendizagem colaborativo desenvolvido pela Secretaria de Educação a Distancia (SEED) do Ministério da Educação (MEC) em parceria com algumas instituições de ensino como UFRS e PUC-SP. Permite a realização de cursos a distância ou a complementação de cursos presenciais, além de diversas outras formas de apoio ao processo de ensino-aprendizagem.
  • 5. 2º Encontro – Unidade 12º Encontro – Unidade 1 Página 37 a 68 TECNOLOGIAS NO COTIDIANO: DESAFIOS À INCLUSÃO DIGITAL
  • 6. II TECNOLOGIAS NO COTIDIANO:TECNOLOGIAS NO COTIDIANO: DESAFIOS À INCLUSÃO DIGITALDESAFIOS À INCLUSÃO DIGITAL Educação Digital: São todas as ações que envolvem a formação e a reparação para a Inclusão Digital. Pode também ser entendida como os processos educativos que fazem uso da tecnologia digital. Em ambos os casos deve-se buscar, além de ensinar o uso da tecnologia, analisar para que utilizar a tecnologia. Digital: Digital vem do latim, digitalis, que significa“semelhante ou referente a dedo”. As mãos eram usadas para contar, então a palavra dígitos refere-se a algarismos, sendo a Informação digital aquela que está representada em dígitos (conjunto de números). Inclusão Digital: é a promoção do acesso à informação que está digitalizada, ou seja, que está disponível através das tecnologias digitais. Processos de inclusão digitais compreendem ações de ampliação do acesso a computadores conectados à Internet e de formação para o seu uso competente e autônomo, buscando participação emancipatória de todos os membros da sociedade.
  • 7. II TECNOLOGIAS NO COTIDIANO:TECNOLOGIAS NO COTIDIANO: DESAFIOS À INCLUSÃO DIGITALDESAFIOS À INCLUSÃO DIGITAL A chegada das Tecnologias de Informação e Comunicação (TIC) na escola nos traz desafios e problemas. As soluções vão depender do contexto de cada escola, do trabalho pedagógico que nela se realiza, de seu corpo docente e discente, de sua comunidade interna e externa, dos propósitos educacionais e das estratégias que propiciam aprendizagem.
  • 8. II TECNOLOGIAS NO COTIDIANO:TECNOLOGIAS NO COTIDIANO: DESAFIOS À INCLUSÃO DIGITALDESAFIOS À INCLUSÃO DIGITAL Precisamos compreender a realidade em que atuamos e planejar a construção dos novos cenários onde aprendemos, ensinamos, consumimos, enfim, onde vivemos e nos relacionamos. Não há só um caminho, nem uma só solução – ao contrário, há uma gama de possibilidades e poderemos até encontrar novas respostas para velhas perguntas.
  • 9. II TECNOLOGIAS NO COTIDIANO:TECNOLOGIAS NO COTIDIANO: DESAFIOS À INCLUSÃO DIGITALDESAFIOS À INCLUSÃO DIGITAL Mídia [do inglês media] designa os meios ou o conjunto dos meios de comunicação: jornais, revistas, TV, rádio, cinema etc. Tecnologia: Vamos adotar a interpretação de Martinez (2006), segundo a qual a tecnologia é o “estado da arte” da técnica. Ainda segundo o autor, “a terminação logos, (tecno)logia indica interpretação, aplicação e/ou estudo da técnica e das suas variáveis. Pode também ser entendida como o conhecimento técnico acumulado, a capacidade ou a arte necessárias para projetar, investigar, produzir, refinar, reutilizar/re-empregar técnicas, artefatos, ferramentas, utensílios”. A tecnologia permite “(...) criar, transformar e modificar materiais, recursos, insumos ou a natureza como um todo, o entorno social e o próprio homem”.
  • 10. Ativ. 1.1- Ler págs. 40,41,42.Ativ. 1.1- Ler págs. 40,41,42. Texto de Ramos, Edla.Texto de Ramos, Edla.  Quem usa o laboratório? O que os alunos fazem no laboratório? Os alunos gostam de trabalhar com os computadores?  Foi ou não criada uma disciplina de informática na escola?  Que mudanças a chegada do laboratório trouxe para essa escola em geral?  O uso das TIC na escola conhecida está promovendo ou não a capacidade de ser críticos, criativos e “cuidantes” (como diz Leonardo Boff)? Por quê?  Esse uso está promovendo ou não uma aprendizagem significativa e crítica? Por quê?
  • 11. Ativ. 1.1- Ler págs. 40,41,42.Ativ. 1.1- Ler págs. 40,41,42. Texto de Ramos,Texto de Ramos, Edla.Edla. -Leitura do texto, elaboração texto, discussão presencial. -Elabore um pequeno texto refletindo sobre o modo de inserção das TIC nas escolas. Onde salvar: Biblioteca / Material do Aluno. Como salvar: Nome_ativ1-1.doc
  • 12. II TECNOLOGIAS NO COTIDIANO:TECNOLOGIAS NO COTIDIANO: DESAFIOS À INCLUSÃO DIGITALDESAFIOS À INCLUSÃO DIGITAL Youtube http://www.youtube.com Site que permite que as pessoas publiquem suas produções em vídeo para divulgá-las. Você encontra: Tutorias, clips, programas de televisão, filmes, propaganda, vídeos diversos...
  • 13. Acessar o site do Youtube, o endereço é http://www.youtube.com Criança – a alma do negócio Viciado em world of warcraft: Fases da Revolução Industrial O impacto da tecnologia da informação na vida social Ladislau Dowbor – Educação e tecnologia Ativ. 1.2- Vídeos e ReflexõesAtiv. 1.2- Vídeos e Reflexões
  • 14. Ativ. 1.2- Vídeos e ReflexõesAtiv. 1.2- Vídeos e Reflexões Após assistir aos vídeos sugeridos, você deve discuti-los com seus colegas, lembrando de colocar o nome do vídeo escolhido. Onde postar: Interação/ Fórum.
  • 15. Ativ. 1.3/1.4-Fórum temática projetoAtiv. 1.3/1.4-Fórum temática projeto Sugestões sites: http://revistaescola.abril.com.br/tecnologia/ http://www.planetaeducacao.com.br/portal/coluna.asp ?coluna=6 http://portaldoprofessor.mec.gov.br/link.html? categoria=15 Um projeto de aprendizagem precisa ter uma temática. Isto porque um projeto de aprendizagem é um projeto de investigação. O tema não é “o que você quer saber”. O tema é a área que você deve investigar para chegar às respostas.
  • 16. Ativ. 1.3/1.4-Fórum temática projetoAtiv. 1.3/1.4-Fórum temática projeto  Definir equipe: coordenador, componentes da equipe.  Coordenador -- Escrever a temática do seu projeto integrado de aprendizagem e listar integrantes do grupo.  Componentes do grupo – Expor detalhes do tema escolhido.  Todos integrantes– Debater com seus colegas os temas escolhidos.   Onde postar: Interação/ Fórum.
  • 17. – ler, escolher e dizer– ler, escolher e dizer porquêporquê Com base nas informações, qual notebook você escolheria comprar?  Qual computador apresenta a melhor configuração de processador, memória e armazenamento (disco rígido)? Onde postar: Interação/ Fórum.
  • 18. Computador: que máquina é essa?Computador: que máquina é essa?
  • 19. Computador: que máquina é essa?Computador: que máquina é essa? HD O disco rígido ou HD (Hard Disk), é o dispositivo de armazenamento de  dados mais usado nos computadores.  Nele, é possível guardar não só seus arquivos como também todos os  dados do seu sistema operacional, sem o qual você não conseguiria  utilizar o computador.  FONTE: http://www.infowester.com/hds1.php http://pt.wikipedia.org/wiki/Disco_rígido
  • 20. Computador: que máquina é essa?Computador: que máquina é essa? Memória São todos os dispositivos que permitem a um computador guardar dados,  temporariamente ou permanentemente. As memórias RAM (Random-Access Memory - Memória de Acesso Aleatório)  constituem uma das partes mais  importantes dos computadores, pois são  nelas que o processador armazena os  dados com os quais está lidando. Esse tipo  de memória tem um processo de gravação  de dados extremamente rápido, se  comparado aos vários tipos de memória  ROM. No entanto, as informações gravadas  se perdem quando não há mais energia  elétrica, isto é, quando o computador é  desligado, sendo, portanto, um tipo de  memória volátil.
  • 21. Computador: que máquina é essa?Computador: que máquina é essa? Processador É o "cérebro" do computador. Praticamente tudo passa por ele, já que é o  processador o responsável por executar todas as instruções existentes.  Quanto mais rápido for o processador, mais rápido as instruções serão  executadas Fonte: http://www.infowester.com/guiahdinic.php            http://pt.wikipedia.org/wiki/AMD O mercado de processadores é dominado por duas  empresas: Intel e AMD.  AMD Duron,  AMD Athlon 64 (visto na imagem abaixo),  AMD Athlon 64 X2  Intel Celeron,  Intel Pentium 4,  Intel Dual Core. Intel Core 2 Duo.
  • 22. Athlon 64     É o processador básico desta arquitetura. Que pode ser Essa série existe  em 3 soquetes,  754, 939 e AM2. O que os diferencia é a capacidade de  acesso  a  RAM,  o  primeiro  usa  single-channel,  já  no  939  o  acesso  à  memória  é  dual-channel  (3.200mbits/s  por  canal)  e  nos  AM2  o  acesso  é  com tecnologia DDR2 dual-channel. Athlon 64 X2 Essa família tem as mesmas características da anterior, mas cada  processador possui dois núcleos (dual-core).  Athlon 64 FX Possui o multiplicador destravado, o que a torna ideal para overclock. Houve  revisões e melhorias na arquitetura, o clock do sistema foi elevado e o cache  interno (L2) é de 1 Megabyte por núcleo.  Turion 64 Voltada para notebooks. Contendo um núcleo, estes processadores foram  criados para concorrer diretamente com o Pentium DualCore, da rival Intel. Turion 64 X2 Com dois núcleos de processamento. Voltado para notebooks, foi lançado  para concorrer com o Core 2 Duo da Intel. Possui uma linha de extremo  desempenho,que possibilitava maior rapidez em tarefas diárias. Há 5 famílias de processadores com tecnologia AMD64: Overclock – Poder de processamento  (gigahertz)
  • 23. Fonte: http://www.intel.com/portugues/products/desktop/processors/index.htm
  • 24. Computador: que máquina é essa?Computador: que máquina é essa? Sistema Operacional O sistema operacional é um programa (software) que entra em  funcionamento assim que o computador é ligado. Ele gerencia todo o funcionamento do computador, inclusive a entrada e  saída de dados (...) ele também oferece uma interface para interação das  pessoas com o computador.                                                                       (SALES et al., 2007, p. 23). É o principal programa do computador, ele define a estrutura básica sobre a  qual vamos desenvolver todas as nossas atividades e sobre a qual todos os  outros programas (editores de texto, navegadores de Internet) vão ser  executados.
  • 25. Computador: que máquina é essa?Computador: que máquina é essa? Sistema Operacional O desenvolvimento do Linux Educacional teve como premissa básica a customização (adequação) do ambiente computacional às necessidades  educacionais, com aplicativos de produtividade, diversos conteúdos  multimidiáticos (Portal do Professor, TV Escola, Rived, Domínio Público,  dentre outros).  Uma popular família de sistemas  operacionais criados pela Microsoft,  empresa fundada por Bill Gates ePaul Allen O Linux é um software livre – o que significa, entre  outras coisas, que todos os interessados podem usá-lo  e redistribuí-lo, nos termos da licença
  • 26. http://infoblogs.com.br/view.action? contentId=39472&10-tipos-de-Linux-para- todos-os-gostos.html
  • 27. – ler, escolher e dizer– ler, escolher e dizer porquêporquê Com base nas informações, qual notebook você escolheria comprar?  Qual computador apresenta a melhor configuração de processador, memória e armazenamento (disco rígido)? PROCESSADOR HD MEMÓRIA SISTEMA OPERACIONAL
  • 28. Ativ.1.6 -MemorialAtiv.1.6 -Memorial Ao final de cada Unidade deste Curso, é importante que você registre as suas:  impressões;  dificuldades;  avanços e  desafios ... enfrentados em sua travessia neste processo de inclusão digital. Bom trabalho!!! Agora é com você...
  • 29. Computador: que máquina é essa?Computador: que máquina é essa? Memória São todos os dispositivos que permitem a um computador guardar dados, temporariamente ou permanentemente. As memórias ROM (Read-Only Memory - Memória Somente de Leitura) recebem esse nome porque os dados são gravados nelas apenas uma vez. Depois disso, essas informações não podem ser apagadas ou alteradas, apenas lidas pelo computador, exceto por meio de procedimentos especiais. Outra característica das memórias ROM é que elas são do tipo não voláteis, isto é, os dados gravados não são perdidos na ausência de energia elétrica ao dispositivo. Eis os principais tipos de memória ROM: - Flash: O processo de gravação (e regravação) é muito mais rápido. Além disso, memórias Flash são mais duráveis e podem guardar um volume elevado de dados. - CD-ROM, DVD-ROM e afins: essa é uma categoria de discos ópticos onde os dados são gravados apenas uma vez.

×