Utilização social dos media digitais pelos jovens<br />Universidade Aberta<br />Mestrado em Comunicação Educacional Multim...
Enquadramento<br />No âmbito da Unidade Curricular Media Digitais e Socialização, no Fórum A4 foi proposto aos estudantes ...
Perfil dos Entrevistados<br />15 anos<br />género feminino<br />frequência de um Curso de Educação e Formação (CEF) com eq...
Tecnologias utilizadas<br />Ambos os jovens utilizam as mesmas tecnologias:<br />Consola da jogos<br />Câmara fotográfica ...
Utilização Computador/Internet<br />Possui acesso a um computador<br />Possui computador<br />Possui quatro computadores  ...
Utilização Computador/Internet<br />Tem acesso à internet<br />Possui acesso à internet entre 5 a 10 anos<br />Utiliza a i...
Página Pessoal/Blog<br />A rapariga possui um blog, no qual identificou o seu nome e coloca textos produzidos pela própria...
Telemóvel<br />A rapariga possui três telemóveis<br />No telemóvel acede ao Messenger e ao Facebook<br />Em média passa tr...
Redes Sociais<br />Está inscrita nas redes sociais Facebook e Hi5<br />Nas redes sociais fala com amigos que conhece prese...
Segurança<br />Ambos os jovens se preocupam com a sua segurança quando navegam na internet.<br />Ambos os jovens assumem a...
Tendências<br />Ambos os jovens :<br />nunca realizaram compras online<br />conhecem e costumam jogar jogos online gratuit...
Análise da Entrevista a jovens sobre a utilização social dos media digitais<br />Ambos os jovens têm 15 anos, estudam num ...
Análise da Entrevista a jovens sobre a utilização social dos media digitais<br />Ambos possuem telemóvel, inclusive num nú...
Conclusões Finais<br />Em jeito de conclusão, ambos os jovens podem ser considerados nativos digitais, termo defendido por...
Bibliografia<br />Prensky, M. (2001). Digital Natives, Digital Immigrants. In On The Horizon. NCB University Press, Vol.9 ...
Upcoming SlideShare
Loading in …5
×

Utilização social dos media digitais pelos jovens

940 views
819 views

Published on

Trabalho realizado no âmbito da UC Media Digitais e Socialização | MCEM | UAb

Published in: Education, Technology, Business
0 Comments
0 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

No Downloads
Views
Total views
940
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
37
Actions
Shares
0
Downloads
4
Comments
0
Likes
0
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Utilização social dos media digitais pelos jovens

  1. 1. Utilização social dos media digitais pelos jovens<br />Universidade Aberta<br />Mestrado em Comunicação Educacional Multimédia<br />Media Digitais e socialização<br />Docentes: Lúcia Amante e Daniela Melaré Vieira Barros<br />Discente: Cátia Lemos<br />
  2. 2. Enquadramento<br />No âmbito da Unidade Curricular Media Digitais e Socialização, no Fórum A4 foi proposto aos estudantes contribuir para a construção de um guião de entrevista, o qual serviu de base para a análise da utilização social dos media digitais pelos jovens.<br />As entrevistas aos jovens foram realizadas presencialmente.<br />
  3. 3. Perfil dos Entrevistados<br />15 anos<br />género feminino<br />frequência de um Curso de Educação e Formação (CEF) com equivalência ao 9º ano de escolaridade<br />Portugal – Aveiro – S. João da Madeira<br />15 anos<br />género masculino<br />frequência de um Curso de Educação e Formação (CEF) com equivalência ao 9º ano de escolaridade<br />Portugal – Aveiro – S. João da Madeira<br />
  4. 4. Tecnologias utilizadas<br />Ambos os jovens utilizam as mesmas tecnologias:<br />Consola da jogos<br />Câmara fotográfica digital<br />Leitor de MP3<br />Disco USB Pen Drive<br />
  5. 5. Utilização Computador/Internet<br />Possui acesso a um computador<br />Possui computador<br />Possui quatro computadores em sua casa<br />Passa 1 a 3 horas diárias ao computador<br />Os pais não controlam este tempo de utilização do computador<br />Possui acesso a um computador<br />Possui computador<br />Possui três computadores em sua casa<br />Passa 3 a 5 horas diárias ao computador<br />Os pais não controlam este tempo de utilização do computador<br />
  6. 6. Utilização Computador/Internet<br />Tem acesso à internet<br />Possui acesso à internet entre 5 a 10 anos<br />Utiliza a internet diariamente<br />Na internet pesquisa conteúdos, envia emails, acede às redes sociais, descarrega e carrega ficheiros, joga online e visualiza vídeos<br />O programa que mais utiliza no computador é o MSN<br />Tem acesso à internet<br />Possui acesso à internet entre 5 a 10 anos<br />Utiliza a internet diariamente<br />Na internet pesquisa conteúdos, envia emails, acede às redes sociais, descarrega e carrega ficheiros, joga online e visualiza vídeos<br />Os programas que mais utiliza no computador são: Word, PowerPoint, Excel, MovieMaker, e MSN.<br />
  7. 7. Página Pessoal/Blog<br />A rapariga possui um blog, no qual identificou o seu nome e coloca textos produzidos pela própria<br />Coloca fotografias no seu blog e pede permissão às pessoas que estão nas fotografias antes de colocar no blog<br />Todos os utilizadores da internet têm acesso ao seu blog<br />Permite comentários no seu blog<br />Utilizou um template quando criou o blog e fez modificações no modelo utilizado<br />Preocupa-se com a informação pessoal que disponibiliza na internet<br />O rapaz não possui página pessoal ou blog<br />Contudo, preocupa-se com a informação pessoal que disponibiliza na internet<br />
  8. 8. Telemóvel<br />A rapariga possui três telemóveis<br />No telemóvel acede ao Messenger e ao Facebook<br />Em média passa três horas por dia a falar ao telemóvel<br />Por dia envia cerca de 660 SMS<br />Utiliza o telemóvel durante as aulas<br />Utiliza o telemóvel para ouvir música, jogar e como despertador <br />O rapaz possui cinco telemóveis<br />No telemóvel acede ao Messenger, ao Facebooke ao Youtube<br />Em média passa uma hora por dia a falar ao telemóvel<br />Por dia envia cerca de 50 SMS<br />Não utiliza o telemóvel durante as aulas<br />Utiliza o telemóvel para ouvir música <br />
  9. 9. Redes Sociais<br />Está inscrita nas redes sociais Facebook e Hi5<br />Nas redes sociais fala com amigos que conhece presencialmente, e com familiares<br />Algumas vezes coloca informação pessoal online<br />Está inscrito nas redes sociais Facebook e Hi5<br />Nas redes sociais fala com amigos que conhece na internet e presencialmente, e com familiares<br />Algumas vezes coloca informação pessoal online<br />Aspecto positivo:<br />Poder falar com pessoas que conhecemos<br />Aspecto negativo<br />Não saber se as fotos das outras pessoas são verdadeiras<br />Aspecto positivo:<br />Conhecer pessoas<br />Aspecto negativo<br />Ser roubado<br />
  10. 10. Segurança<br />Ambos os jovens se preocupam com a sua segurança quando navegam na internet.<br />Ambos os jovens assumem a sua identidade real na internet.<br />Os jovens identificaram os seguintes perigos quando navegam na internet:<br />Falar com pessoas mais velhas que não conhecem (rapaz)<br />Falar com pessoas que não conhecem (rapariga)<br />
  11. 11. Tendências<br />Ambos os jovens :<br />nunca realizaram compras online<br />conhecem e costumam jogar jogos online gratuitos<br />utilizam um nickname quando jogam online<br />jogam diariamente cerca de uma hor<br />não conhecem o termo cyberbullying<br />adquiriram as suas competências digitais de forma autónoma<br />entre o computador e o telemóvel, ambos escolheram o telemóvel por este permitir mais facilidade na comunicação com os outros e por ser mais fácil de transportar.<br />
  12. 12. Análise da Entrevista a jovens sobre a utilização social dos media digitais<br />Ambos os jovens têm 15 anos, estudam num Curso de Educação e Formação que lhes dará a equivalência ao 9º ano de escolaridade; residem em S. João da Madeira, no distrito de Aveiro.<br />Os dois jovens têm acesso a variados equipamentos digitais, assim como à Internet, o seu uso é diário e já ocorre desde a infância. Através do computador e do telemóvel realizam diferentes actividades, as quais se intensificam quando estão online. Apesar desta vivência online intensa, os pais não a controlam. <br />A principal diferença entre os dois jovens entrevistados é o facto da rapariga possuir um blog e o rapaz não. A rapariga entrevistada partindo de um template, no qual realizou alterações, criou um blog onde coloca alguma informação pessoal e textos produzidos pela própria. Assim, partilha com a comunidade online a sua vida pessoal, emoções e experiências.<br />
  13. 13. Análise da Entrevista a jovens sobre a utilização social dos media digitais<br />Ambos possuem telemóvel, inclusive num número elevado de exemplares, tendo sido este o equipamento digital escolhido quando confrontados com o dilema entre ter de escolher entre o telemóvel e o computador. No telemóvel os jovens referiram realizar diversas actividades, sendo por isso, o que melhor permite a comunicação.<br />Relativamente às redes sociais, ambos os jovens se encontram inscritos e ambos reconheceram aspectos positivos e negativos do uso das mesmas. Souberam, igualmente, reconhecer alguns dos perigos da vida online.<br />As competências digitais que ambos os jovens possuem foram adquiridas de forma autónoma. Contudo, também evidenciam algumas lacunas como, por exemplo, não conhecendo o termo cyberbullying. <br />
  14. 14. Conclusões Finais<br />Em jeito de conclusão, ambos os jovens podem ser considerados nativos digitais, termo defendido por MarcPrensky. A sua convivência com os media digitais desde a infância, permitiu-lhes adquirir competências digitais de forma autónoma, possibilitando a realização de diversas actividades online recorrendo aos diferentes media digitais: pesquisar, explorar, jogar, comunicar, socializar, partilhar, entre outras. Estas actividades digitais são realizadas em comunidade e em paralelo. <br />A intensidade das actividades que estes jovens têm online, repercute-se na sua vivência pessoal, social, cultural, escolar e, mais tarde, profissional. Por outro lado, a sua intensa actividade digital altera, igualmente, a forma como a construção da sua identidade se processa. <br />
  15. 15. Bibliografia<br />Prensky, M. (2001). Digital Natives, Digital Immigrants. In On The Horizon. NCB University Press, Vol.9 nº 5.<br />Prensky, M. (2004). The emerging Online Life of the Digital Native: What they do differently because of techonology and how they do it. 1-14<br />

×