Imagem Digital
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×
 

Imagem Digital

on

  • 1,448 views

 

Statistics

Views

Total Views
1,448
Views on SlideShare
1,444
Embed Views
4

Actions

Likes
0
Downloads
64
Comments
0

1 Embed 4

http://www.slideshare.net 4

Accessibility

Upload Details

Uploaded via as Microsoft PowerPoint

Usage Rights

© All Rights Reserved

Report content

Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Processing…
Post Comment
Edit your comment

Imagem Digital Imagem Digital Presentation Transcript

  •  
    • Uma imagem pode ser constituída por elementos originais ou redundantes. Quando se criam novas imagens têm que se ter em conta os seguintes elementos.
    • Características do destinatário ,o grau de contraste que se pretende alcançar ao comparar a imagem original com outras que abordam o mesmo tema.
    • A disposição geográfica dos objectos organiza a sua interpretação
    • Apresentação dos objectos de uma forma inesperada por parte do espectador
    • Utilização da cor aplicada a critérios estéticos determinados.
    • Finalidade da mensagem
    • Criatividade dos seus autores
    • Para analisar ou ler uma imagem devemos diferenciar claramente dois níveis fundamentais, a denotação e conotação.
    • O nível denotativo refere uma enumeração e descrição dos objectos num determinado contexto e espaço.
    • O nível conotativo refere-se à análise das mensagens ocultas numa imagem, e na forma como a informação aparece escondida ou reforçada. É composta por todos os elementos observáveis: desde a mais pequena unidade de análise, como o ponto ou a linha até aos objectos de volume variável e materiais diferentes .
  • A produção da imagem com o auxilio de uma câmara era conhecida desde o período renascentista . O primeiro a tentar registar uma imagem por meio da acção da luz foi o inglês Thomas Wedgwood (1771-1805) Antes mesmo de 1800 , tentou sensibilizar o papel e o couro com nitrato de prata , colocando-os em contacto com objectos planos ou transparências pintadas e expondo-as a luz
  • Chama-se digital porque a imagem é completamente representada por números e dessa forma pode ser transmitida entre equipamentos e neles armazenada em ficheiros. É hoje perfeitamente acessível e utilizada pela maioria de nós - nas máquinas fotográficas e de vídeo, nos telemóveis e naturalmente nos computadores.
  • Um pixel é o elemento básico da imagem, o ponto mais pequeno que pode ser visto ou manipulado. 1 Megapixel tem cerca de 1 milhão de pixels. Uma imagem precisa de muitos pixels, de diferentes cores, para definir contornos e tonalidades . Um pixel não precisa ser referenciado como um pequeno quadrado.esta imagem mostra modos alternativos de reconstruir uma imagem de grupo de valores de pixel, usando pontos, linhas , ou filtração lisa .
  •  
    • O problema agrava-se quando tentamos alargar , aumentar (em escala ou aleatoriamente ) o bitmap.
    • A resolução existente quando modificada em tamanho/imagem , somente alarga o tamanho do pixel ,o que resulta no efeito de “pixelização” da imagem .no caso de imagens de 16 milhões de bits elas produzem um desfoque originando perda de qualidade
  • A arte vectorial é diferente do procedimento da criação em pixéis individuais, são criados objectos, como por exemplo rectângulos e círculos. Mas nada de coordenadas matemáticas, destas formas, o programa vectorial pode criar arquivos com uma fracção do espaço utilizado pelo bitmap (imagens rastreadas), e mais importante, possuem a capacidade de serem ampliados indefinidamente sem perderem definição e o detalhe. Diferentemente da imagem bitmap, o círculo vectorial aparece suave tanto em 100% como em 800%
    • JPEG - Joint Photographic Experts Group
      • A extensão em DOS é "JPG". É o formato mais utilizado e conhecido actualmente. Quase todas as câmaras dão esta opção para guardar as imagens. Arquivo muito utilizado na Internet e em multimédia, por ter uma compactação excelente, algo fundamental ao meio, e por suportar até 16.777.216 cores distintas.
    • TIFF - Tagged Image File Format
      • Arquivo padrão para impressão industrial É um formato de arquivos que praticamente todos os programas de imagem aceitam. Foi desenvolvido em 1986 pela Aldus e pela Microsoft numa tentativa de criar um padrão para imagens geradas por equipamentos digital.
    • GIF - Graphics Interchange Format
      • Criado para ser usado extensivamente na Internet. Suporta imagens animadas e 256 cores por frame. Foi substituído pelo PNG.
    • BMP - Windows Bitmap
      • Normalmente usado pelos programas do Microsoft Windows. Não utiliza nenhum algoritmo de compressão , daí esse formato apresentar as fotos com maior tamanho.
    • SVG - Scalable Vector Graphics
      • É um formato vetorial, criado e desenvolvido pelo World Wide Web Consortium .
    • PNG - Portable Network Graphics
      • É um formato livre de dados utilizado para imagens, que surgiu em 1996 como substituto para o formato GIF.Permite comprimir as imagens sem perda de qualidade, ao contrário de outros formatos, como o JPG.
    • PCD - Kodak Photo CD
      • Este é um formato proprietário lançado pela Kodak, em 1992 como parte um sistema de digitalização e armazenamento de imagens para suprir a demanda no início da popularização das imagens digitais. Dessa forma, um rolo de filme era capturado por um scanner em imagens com 36 bits (12 bits por cor) e transformado em arquivos digitais por uma estação de tratamento chamada Photo Imaging Workstation (PIW). As imagens então são gravadas em um CD usando uma estrutura especial (livro bege), porém compatível com os leitores comuns de CD
      • DWG - AutoCAD drawing
      • Arquivos de texto no padrão ASCII utilizados para armazenar dados de programas CAD.
    • RAW - Família de formatos de arquivo RAW
      • RAW refere-se à família de formatos de imagem RAW que são originados pela maioria das câmeras digitais profissionais.
  • A computação gráfica é uma área destinada à geração de imagens em geral — em forma de representação de dados e informação, ou em forma de recriação do mundo real. Ela pode possuir uma infinidade de aplicações para diversas áreas, desde a própria informática, ao produzir interfaces gráficos para software, sistemas operacionais e sites na Internet, quanto para produzir animações e jogos
    • Toda a computação gráfica é baseada em pixéis que são pontos que fazem com que a imagem seja sintetizada visualmente a um monitor. Seja em 3D por modelagem tridimensional ou 2D, o profissional em computação gráfica trabalha directa ou indirectamente com pixéis e suas compressões. Isso porque todo o nosso formato de vídeo , televisões , telemóveis , cinema ou qualquer tipo de emissor de imagens actualmente são interligados por uma série de algarismos e ferramentas padrões de construção e edição de imagens.
  •  
  •  
  •  
  •  
  •