Apresenta..[1]

880 views
728 views

Published on

Published in: Technology
0 Comments
0 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

No Downloads
Views
Total views
880
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
2
Actions
Shares
0
Downloads
16
Comments
0
Likes
0
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Apresenta..[1]

  1. 1. Vitis vinífera é uma espécie de uva, a mais usada para a fabricação de vinho.
  2. 2. As castas são variedades da videira e devem ser seleccionadas de acordo com o solo, o clima e o tipo de vinho a produzir. Em cada região demarcada, existem castas recomendadas que se destacam devido à sua elevada qualidade, excelência e adaptação local à produção de vinhos.
  3. 3. É um elemento decisivo na escolha do local de plantação da vinha, pois é a partir dele que a vinha vai receber a sua alimentação. Assim, antes de iniciar a plantação é preciso realizar alguns trabalhos de preparação e adubação do solo. Para a videira se desenvolver correctamente é necessário que a raiz tenha espaço no solo para crescer.
  4. 4. A plantação, inicia-se entre o mês de Janeiro à Março, época de repouso vegetativo. Nos locais frios e húmidos deve ser mais tardia do que nas zonas quentes e secas. A condução, diz respeito ao modo como a vinha se distribui no campo e se estrutura o desenvolvimento dela. Existem formas de condução tradicionais e modernas, mas todas têm a finalidade comum: permitir que a luz solar chegue aos cachos.
  5. 5. O enxerto pode ser ligado através do método de garfo (utiliza um fragmento de ramo) ou de borbulha (utiliza um fragmento de casca que contem um olho), mas o comum é utilizar o método de garfo.
  6. 6. A videira necessita de água quando inicia o crescimento vegetativo, isto é, quando os bagos começam a crescer e na fase da maturação. O excesso de água pode ser prejudicial, e conduzir a um crescimento anormal dos bagos.
  7. 7. As intervenções em verde correspondem às operações realizadas na videira, quando esta se encontra no processo vegetativo. É útil para continuar a assegurar as melhores condições de desenvolvimento da planta e de amadurecimento dos cachos. Mas também é essencial para facilitar a aplicação dos produtos fitossanitários e facilitar a passagem das máquinas.
  8. 8. A poda é a operação que consiste no corte de uma parte dos ramos da videira. Os seus objectivos são proporcionar melhores condições de produção e equilíbrio entre a planta e a sua vegetação, caso contrário a videira produz muitos cachos de bagos pequenos e de fraca qualidade. A empa consiste em dobrar e amarrar a vara que resulta da poda a um tutor (geralmente um arame) que é realizada ao mesmo tempo que a poda. O tutor apoia a videira e permite que a seiva chegue a toda a planta. A vara é dobrada para que as folhas da videira fiquem bem distribuídas.
  9. 9. A videira está sujeita as doenças (bactérias, vírus ou fungos que atacam a planta) ou pragas (quando por exemplo, insectos ou pássaros causam estragos na videira). Algumas das doenças mais comuns em Portugal são o míldio e o oídio que atacam os órgãos verdes da planta. Para prevenir doenças e pragas, as videiras recebem tratamentos fitossanitários que variam não só da região, como do solo e do tipo de casta plantada.
  10. 10. A altura de iniciar a vindima é determinada de acordo com o estado de maturação das uvas e as condições climatéricas. É possível fazer análises por amostragem e determinar a data da vindima em função da acidez e do grau de álcool previsível.

×