Your SlideShare is downloading. ×
O difícil e fascinante ofício de editor de livros
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×

Thanks for flagging this SlideShare!

Oops! An error has occurred.

×

Saving this for later?

Get the SlideShare app to save on your phone or tablet. Read anywhere, anytime - even offline.

Text the download link to your phone

Standard text messaging rates apply

O difícil e fascinante ofício de editor de livros

1,774
views

Published on

Palestra proferida em mesa redonda no Instituto de Letras da Universidade Estadual do Rio de Janeiro (UERJ) em 2/10/2013. Entre os temas abordados estão os desafios e as vantagens do ofício de editor …

Palestra proferida em mesa redonda no Instituto de Letras da Universidade Estadual do Rio de Janeiro (UERJ) em 2/10/2013. Entre os temas abordados estão os desafios e as vantagens do ofício de editor de livros, a perda de poder do editor e a ruptura tecnológica na indústria editorial

Published in: Career

4 Comments
3 Likes
Statistics
Notes
No Downloads
Views
Total Views
1,774
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
10
Actions
Shares
0
Downloads
43
Comments
4
Likes
3
Embeds 0
No embeds

Report content
Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
No notes for slide

Transcript

  • 1. O difícil e fascinante ofício de EDITOR DE LIVROS Três notícias ruins; três notícias boas e uma mais ou menos Carlo Carrenho Instituto de Letras – UERJ | 02/10/2013
  • 2. As Notícias Ruins: 1. Esqueça a ideia romântica de editor 2. O livro que você gosta não vende 3. Ninguém fica rico com livros
  • 3. 1ª Notícia Ruim: Esqueça a idéia romântica do editor Agenda romântica do editor
  • 4. 1ª Notícia Ruim: Esqueça a ideia romântica do editor Agenda realista do editor
  • 5. 2ª Notícia Ruim: O livro que você gosta não vende Lista de Mais Vendidos do PublishNews
  • 6. 3ª Notícia Ruim: Com honrosas exceções, ninguém fica rico com livros As regras: A exceção:
  • 7. A Notícia Mais ou Menos: O Poder passou do Editor ao Autor e ao Leitor
  • 8. Os protagonistas O Escritor O Editor O Leitor
  • 9. Período pré-Gutemberg O poder está na mão dos editores e escritores (elite) e não há distinção entre eles. Leitores não existem. O Escritor O Editor O Leitor
  • 10. Período pós-Gutemberg O poder está na mão dos editores, que assume o papel de guardião do conhecimento e censor. Escritores e leitores vivem sob seu domínio. O Leitor O Escritor O Editor
  • 11. Período pós-Digital O poder passa ao leitor, que agora possui voz e liberdade de escolha do que ler e de como usar seu tempo de entretenimento. O leitor tem até liberdade para publicar. O Editor O Escritor O Leitor
  • 12. “O editor perde poder para o escritor e especialmente para o leitor na medida em que o acesso à publicação é democratizado pela tecnologia.”
  • 13. A democratização 1983: James Bessen cria o 1º programa de desktop publishing  Democratização do design e pré-produção 1984: Jane Snowball faz a primeira compra online  Democratização do varejo 1996: Joe Jacobsson registra a patente da e-ink  Democratização da produção e logística.
  • 14. “A multiplicação das formas de entretenimento e o surgimento de plataformas sociais deram ao leitor o poder de renegar a produção editorial.”
  • 15. Para pensar “O problema é que a maioria dos leitores adora livros ruins.” Michael Krüger, editor alemão Publisher da Carl Hanser Verlag “Nunca confuda seu catálogo com sua biblioteca.” Jordi Nadal, editor catalão Publisher da Plataforma
  • 16. As Notícias Boas: 1. Dinamismo e criatividade marcam presença 2. É uma indústria culta, educada e divertida 3. É um momento único na história do livro
  • 17. 1ª Notícia Boa: Dinamismo e Criatividade Marcam Presença DINAMISMO: • Cada livro é um novo projeto • Há sempre inúmeros lançamentos CRIATIVIDADE: • É necessária para pensar o livro • É necessária para produzir o livro • É necessária para o marketing do livro • É necessária vender o livro
  • 18. 2ª Notícia Boa: É uma indústria culta, educada e divertida
  • 19. 3ª Notícia Boa: É um momento único na história do livro
  • 20. Obrigado! Carlo Carrenho Consultor Editorial Sócio-fundador do PublishNews Coordenador do curso “Publisher: o livro como negócio” E-mail: carrenho @ gmail.com Linkedin: http://br.linkedin.com/in/carrenho Twitter: @carrenho Esta apresentação encontra-se em: http://www.slideshare.net/carrenho