• Save
Usuário mídia
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×
 

Usuário mídia

on

  • 2,529 views

Apresentação feita no Social Media Day, em 30/06/2012, sobre usuário-mídia, o formador de opinião online.

Apresentação feita no Social Media Day, em 30/06/2012, sobre usuário-mídia, o formador de opinião online.

Statistics

Views

Total Views
2,529
Views on SlideShare
2,210
Embed Views
319

Actions

Likes
20
Downloads
0
Comments
0

9 Embeds 319

http://in-pressaocriativa.com.br 207
http://mjvnosocialmediaday.tumblr.com 66
http://programacomunicando.wordpress.com 18
https://twitter.com 14
http://coisas-jujuba.blogspot.com.br 5
http://morenamoraes.wordpress.com 4
http://us-w1.rockmelt.com 3
https://si0.twimg.com 1
http://www.coisas-jujuba.blogspot.com.br 1
More...

Accessibility

Categories

Upload Details

Uploaded via as Adobe PDF

Usage Rights

© All Rights Reserved

Report content

Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Processing…
Post Comment
Edit your comment

Usuário mídia Usuário mídia Presentation Transcript

  • USUÁRIO-MÍDIA:O FORMADOR DE OPINIÃO ONLINE NOAMBIENTE DAS MÍDIAS SOCIAIS Carolina Frazon Terra www.meadiciona.com/carolterra Social Media Day
  • Carolina Frazon Terra é formada em Relações Públicaspela Universidade Estadual Paulista "Júlio de MesquitaFilho" (UNESP/Bauru), especialista em GestãoEstratégica de Comunicação Organizacional e RelaçõesPúblicas, doutora e mestre em Interfaces Sociais daComunicação, ambas pela Escola de Comunicações eArtes da USP.Iniciou sua carreira em Bauru, atuando em empresascomo FIAT e Associação Hospitalar de Bauru. Atuoucomo Relações Públicas da Vivo, foi coordenadora decomunicação corporativa do MercadoLivre e diretora deMídias Sociais da Agência Ideal.Além disso, é docente para os cursos de RelaçõesPúblicas e Publicidade e Propaganda da FundaçãoEscola de Comércio Álvares Penteado, da USP e daspós em Comunicação Digital da ECA-USP, da FAAP eda Belas Artes em São Paulo. Também prestaconsultoria estratégica em comunicação digital.É autora dos livros Blogs Corporativos e MídiasSociais...e agora? (Difusão Editora e Editora SenacRio) e editora do blog RPalavreando(http://rpalavreando.com.br).
  • AGEN Usuário-Mídia: formador deAGENDA DA opinião online Objetivos Caminho percorrido Conceito Aplicação prática Aplicação prática
  • OBJETIVOS• Entender como quem são os usuários-mídia do meio digital• Apresentar opções e sinônimos teóricos desenvolvidos por autores de renome no mundo das mídias sociais e da comunicação digital• Relacioná-lo ao formador de opinião, sendo este considerado um influenciador online ou um formador de opinião online.• Apresentar como a comunicação organizacional pode tratar tal usuário, identificá-lo e categorizá-lo.
  • CAMINHO PERCORRIDOUsuário-mídia o Jenkins, Recuero, Saad Corrêa, Van Djick, Coutinho, TerraRedes sociais online e mídias sociais o Castells, Levy, Ugarte, Lemos, Wellman, Recuero, Benkler, Coutinho, Saad Corrêa, Benkler, TerraComo a comunicação organizacional lida com o usuário-mídia o Kunsch, Barichello, Saad Corrêa, Terra
  • O QUE AS MARCAS BUSCAM NASREDES SOCIAISRelacionamento: capital socialColaboração: produtosBranding: percepção da marcaAtendimento ao Cliente: SACVendas: $
  • USUÁRIO-MÍDIA• Entendemos que o usuário-mídia é um heavy user tanto da internet como das mídias sociais e que produz, compartilha, dissemina conteúdos próprios e de seus pares, bem como os endossa junto às suas audiências em blogs, microblogs, fóruns de discussão on- line, comunidades em sites de relacionamento, chats, entre outros.• Acreditamos que existam níveis de usuário- mídia: os que apenas consomem conteúdo e replicam; os que apenas participam com comentários em iniciativas on-line de terceiros; e os que de fato produzem conteúdo ativamente.
  • USUÁRIO-MÍDIA Perfil dos usuários de mídias sociais. Fonte: Many to Many/Ibope/Maximídia 2010. Disponível em: http://www.ibope.com.br/maximidia2010/download/Redes_Sociais.pdf.
  • NOVO CONSUMIDOR SOCIAL Fonte: O novo consumidor social (PESQUISA MÍDIAS SOCIAIS/DELOITTE, 2010, p.6)
  • CONSUMIDOR PROFISSIONAL
  • AUTORESLemos (2008, p. 3): cada sujeito é efetivamente um potencialprodutor de informaçãoDeuze (2009, p.22): cultura da criação está se tornando rapidamenteo centro da atividade industrial e individual na emergente economiacultural globalizadaCastells (2007): contrapoder é a capacidade dos atores sociais dedesafiar e eventualmente modificar relações de poderinstitucionalizadas na sociedadeJenkins (2009 [on-line]): spreadable media
  • AUTORESMontardo (2009, p. 4): produsers e prosumersDijck (2009, p. 46) é prosumption ou wikinomicsBenkler (2006, p. 126): usuário mais ativo e produtivo que osconsumidores da economia industrial da informaçãoChris Anderson (2006): novos formadores de preferências porse expressarem nas mais variadas plataformas on-line e emsistemas de recomendação e influência.
  • TABELA: COMO IDENTIFICAR UM USUÁRIO-MÍDIARequisitos Primeiro nível Segundo nível Terceiro nívelQuantidade de Até 500 De 501 a 1000 Acima de 1001seguidores noTwitterFãs ou fanpage Até 100 De 101 a 500 Acima de 501 TERRA, Carolina F.(Facebook) Usuário-mídia: oKlout Abaixo de 30 Entre 30 e 60 Acima de 60 formador de opinião online no ambiente dasPossui blog, 0a2 3e4 Acima de 4tumblr ou mídias sociais.outra página Trabalhoweb? Em caso apresentado no VIpositivo, qual Congresso Brasileiroseria o Científico depagerank? ComunicaçãoPossui outros Até 3 De 4 a 10 Acima de 10 Organizacional e deperfis em Relações Públicas –mídias sociais. “VI Abrapcorp 2012 –Quantos? Comunicação,Frequência de Ocasional Frequente Diariamente Discurso,postagem Organizações”.Diálogo Reativo, apenas Intermediário, esboça Ativo, produz São Luiz/MA – 26 a consome conteúdo interações, mas não conteúdo, interage, 28 de abril de 2012. produz, apenas replica replica, comenta etc e comentaTemas Parcialmente Parcialmente Totalmente conectadotrabalhados conectado com a conectado com a com a marca, produto marca, produto ou marca, produto ou ou organização organização organização
  • COMO IDENTIFICAR UM USUÁRIO-MÍDIAExistem, ainda, outros índices que calculam a influênciado usuário das mídias sociais.• Node XL• Klout• Booshaka• Twinfluence• Tweet Level• PeerIndex• FollowerWonk• Entre outras dezenas de ferramentas responsáveis por aferir influência, popularidade e alcance dos usuários de mídias sociais.
  • TERRA, CarolinaFrazon. Usuário-mídia: a relação dacomunicaçãoorganizacional e doconteúdo geradopelo usuário. SãoPaulo – SP, 2010.[Tese de Doutorado- Escola deComunicações eArtes daUniversidade deSão Paulo].
  • TERRA, CarolinaFrazon. Usuário-mídia: a relação dacomunicaçãoorganizacional e doconteúdo geradopelo usuário. SãoPaulo – SP, 2010.[Tese de Doutorado- Escola deComunicações eArtes daUniversidade deSão Paulo].
  • TERRA, Carolina Frazon. Usuário-mídia: a relação da comunicação organizacional e do conteúdogerado pelo usuário. São Paulo – SP, 2010. [Tese de Doutorado - Escola de Comunicações e Artesda Universidade de São Paulo].
  • COMUNICAÇÃO ORGANIZACIONAL EUSUÁRIO-MÍDIA• Condições: simplicidade (basta analisar a facilidade do Youtube para se compartilhar vídeos on-line); conteúdo interativo; ambientes colaborativos; confiança; atualização; e, principalmente, diálogo.• As mídias sociais são sobre relacionamentos, construção de redes, de debates. Para autopromoção, existem outras alternativas que não essa.
  • CONSIDERAÇÕES FINAIS • Kozinets: identificar e monitorar os líderes (influenciadores) para gerar envolvimento com qualquer iniciativa duradoura de comunidades on-line. • É importante pensar que a organização contemporânea precisa dialogar com seus públicos de interesse e se abrir para vozes externas. • O consumidor é visto como uma espécie de coprodutor. • A opinião pública divide espaço com o saber público ou com a sabedoria das multidões e o ambiente digital propicia relacionamentos mais diretos, se assim a organização o quiser.
  • CONSIDERAÇÕES FINAIS• Organizações têm que estar em determinados ambientes com fins de interação e atendimento, mas não são fonte confiável de informações.• Mudança completa de postura no discurso e na prática das organizações: informações meramente mercadológicas, unidirecionais e com fins apenas de convencimento de compra não têm espaço para o usuário-mídia que aceita as organizações desde que elas estejam dispostas a dialogar, realmente.• Identificar esses influenciadores online e transformá-los em embaixadores parece ser o desafio e o caminho para convencer audiências e usuários comuns a respeito de temas ligados às organizações nas mídias sociais.
  • OBRIGADA! http://www.meadiciona.com/carolterra Associação Brasileira de Pesquisadores de ComunicaçãoGrupo de Pesquisa em Comunicação, Jornalismo e Mídias Digitais Organizacional e Relações Públicas