Apresentação Marketing Básico

491 views

Published on

Seminário apresentado com base no livro Marketing Básico.

Published in: Education
0 Comments
0 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

No Downloads
Views
Total views
491
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
2
Actions
Shares
0
Downloads
5
Comments
0
Likes
0
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Apresentação Marketing Básico

  1. 1. Estudo sobre os tópicos:• O conceito do ciclo de vida• Espiral de publicidade
  2. 2. Universidade do Estado do Rio de JaneiroTrabalho apresentado por:• Aline de Almeida• Carolina Agra• Júlio César• Michele TeodoroFundamentos de MarketingProfessor: Manoel Marcondes NetoGraduação em Ciências Contábeis
  3. 3. IMPLICAÇÕES NO CICLO DE VIDA DO PRODUTOEFEITOS E ESTÁGIOS DO CVPRESPOSTAS INTODUÇÃO CRESCIMENTO MATURIDADE DECLÍNIOCONCORRÊNCIA Nada importante Alguma emulação Muitos concorrentes Poucos em numeroESTRATÉGIA GERAL Fixação no mercado Penetração no mercado Defender a posição da marca Preparar a remoçãoLUCRO Negligenciável Níveis máximos Diminui as margens de lucro ZeroPREÇOS NO VAREJO Alto Alto O que o mercado suportar Baixo o suficienteDISTRIBUIÇÃO Seletiva Intensiva Intensiva SeletivaESTRATÉGIA As necessidades dos Tornar as vantagens da marca Usar a publicidade para diferenciar Enfatizar o preço baixoDE PUBLICIDADE consumidores pioneiros mais conhecidas no mercado de marcas similares para diminuir os estoquesÊNFASE Alta Moderada Moderada Gastos mínimosDA PUBLICIDADEVENDAS AO Alta Moderada Forte Gastos mínimosCONSUMIDORE GASTOSCOM PROMOÇÃO
  4. 4. Fase de Introdução• Localização da oportunidade• Desenvolvimento e distribuição do produto/serviço• Publicidade e esforço promocional intenso Fase de Crescimento• Persuasão do mercado de massa à sua marca• Publicidade moderada• Surgimento dos concorrentes• Esforço promocional moderado e contínuo
  5. 5. Fase de Maturidade• Lugar estabelecido no mercado• Concorrência se intensifica• Publicidade moderada• Esforço de venda e promocional intenso Fase de Declínio• Inovações e modificações• “Barômetro”: lucro
  6. 6. • Termo criado por Otto Kleppner que consistia no conceito de renovação de produtos e marcas: - Os produtos novos ou os que contêm algumainovação atravessam três estágios característicosde comercialização; - O primeiro estágio chama-se pioneiro ou decatequese e é quando há a introdução deste novoproduto no mercado; - Vencida essa fase, com o produto já aceitopelo consumidor, aparecem concorrentes eimitadores. Essa é tida como a segunda fase, a daconcorrência;
  7. 7. • Alguns produtos se saem tão bem no estágio pioneiro e na fase de concorrência que entram na fase recordatória ou retentiva e são chamados de staples (tipo “Gilette” = gilete)• Ou seja, são aqueles produtos “incorporados”, “consolidados” na rotina de um mercado, podendo algumas marcas ser associadas como sinônimo de gênero de produto. Mais exemplos: Bombril (palha de aço) e Maizena (amido de milho).
  8. 8. • Porém, mesmo as marcas consolidadas no mercado podem sofrer das mesmas causas da fase de declínio, como inovações tecnológicas, mudança das preferências culturais e novas gerações de consumidores.• Logo, é preciso começar todo o ciclo novamente, mas não apenas investir em publicidade. O produto deve ser renovado. É preciso investimento em novas tecnologias e tornar o produto atrativo para as novas gerações.• Como exemplos podemos citar a Natura, que investiu em novas tecnologias para não mais fazer testes em animais. Assim sua imagem melhorou junto aos consumidores responsáveis.• A pasta de dentes “Kolynos” muda sua fórmula e se relança no mercado outra vez como produto para “gente dinâmica”. Ou o McDonalds muda a combinação do McLanche Feliz para torná-lo mais saudável.
  9. 9. • A estratégia de Kleppner se aplica especificamente a marcas. Quando um produto entra em declínio, por já não satisfazer uma necessidade ou por desuso tecnológico não há “remédio que o salve”. Exemplo, disquete.• Quando um produto não é mais procurado nos principais mercados pode ser vendido no interior ou para população de classe mais baixa, os preços ficam mais baratos para a liquidação do estoque. Ex: Logo após o lançamento do DVD, osvídeocassetes ficaram mais baratos até que pararam deser comercializados. O mesmo está acontecendo comas tevês de tela não-plana.
  10. 10. • VASCONCELLOS, Manoel Maria. Marketing básico. Rio de Janeiro, Conceito Editorial. 2006. 120 p.

×