Your SlideShare is downloading. ×
Noticia veja
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×

Thanks for flagging this SlideShare!

Oops! An error has occurred.

×

Introducing the official SlideShare app

Stunning, full-screen experience for iPhone and Android

Text the download link to your phone

Standard text messaging rates apply

Noticia veja

3,222
views

Published on


0 Comments
0 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

No Downloads
Views
Total Views
3,222
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
1
Actions
Shares
0
Downloads
0
Comments
0
Likes
0
Embeds 0
No embeds

Report content
Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
No notes for slide

Transcript

  • 1. Rio de JaneiroPolícia cerca o Alemão em busca de traficantes que atacaram UPPHomens de seis unidades da PM reforçam o patrulhamento na área da favela Nova Brasília, noComplexo do Alemão, onde foi morta a soldado FabianaFigura 1 - As marcas do ataque de traficantes à UPP da favela Nova Brasília, no Complexo do Alemão: soldado Fabiana aparecida de Souza,de 30 anos, morreu com um tiro de fuzil (Severino Silva/Ag. O DIA)A Polícia Militar reforçou o patrulhamento na área da organizações criminosas. Elas estão percebendo que,favela Nova Brasília, no Complexo do Alemão, na zona cada vez mais, o processo civilizatório foi retomado nonorte do Rio, onde foi atacada a Unidade da Polícia Rio de Janeiro”, afirmou Cabral através da nota. ElePacificadora (UPP) na noite de segunda-feira. Na troca acrescentou que, em “homenagem a esta policial”, “ode tiros entre policiais e cerca de 10 criminosos, a governador declara que a política de pacificação,soldado Fabiana Aparecida, 30 anos, foi alvejada e representada pela UPP, não tem volta, e será cada vezmorta. Desde a manhã desta terça-feira, o Batalhão de mais consolidada e ampliada.Operações Policiais Especiais (Bope), o Batalhão de O ataque de segunda foi o mais grave já registrado aChoque, a Unidade de Policiamento com Cães, o uma UPP em quatro anos do programa no Rio deBatalhão de Campanha e o 16º BPM (Olaria) estão Janeiro. Um grupo de bandidos disparou contra umpatrulhando o local. container da unidade, atingindo a policial com um disparoPoliciais fazem um cerco ao conjunto de favelas. Nos de fuzil. O projétil, segundo a PM, teria atravessado oacessos, voltaram as revistas, conhecidas pelos colete à prova de balas da policial.moradores desde a época da ocupação dos morros pelo Fabiana chegou a ser levada para uma Unidade deExército. O efetivo de PMs da UPP Nova Brasília também Pronto Atendimento (UPA) na região, mas ela não resistiuestá reforçado com remanejamento de folgas. Policiais do aos ferimentos. A policial estava há pouco mais de umComando de Polícia Pacificadora também dão apoio às ano na PM e fazia parte do grupo de policiais recém-operações. formados que substituiu homens do Exército na missãoO Disque- Denúncia recebeu, até o meio-dia desta terça, de patrulhar o Alemão. A saída definitiva do Exércitoseis informações sobre o ataque de traficantes à base da ocorreu este mês, com a missão de "pacificação" dadaUPP. Através de nota, o governador Sérgio Cabral se como encerrada pelas Forças Armadas.solidarizou com a família de Fabiana e destacou a políticade pacificação, ameaçada por ataques de bandidos e porenvolvimento de policiais com o tráfico. “(Fabiana foi) Revista Veja.covardemente assassinada no exercício de seu trabalhona Unidade de Polícia Pacificadora, que hoje representaum novo ambiente de vida para mais de um milhão depessoas, em mais de uma centena de comunidades ebairros do Rio de Janeiro”, diz a nota.“O governo do estado acredita que a marginalidade vemperdendo forças diante da política de Segurança Públicae que ações como estas demonstram o desespero de