Módulo 5 – Cultura da Catedral
Pintura Gótica
Carlos Jorge Canto Vieira
Pintura do Gótico
• Desenvolve-se a partir de quatro técnicas distintas:
– o vitral (França);
– a iluminura;
– o fresco (I...
Pintura do Gótico
• 2 Fases
– Século XIII – evolução do Românico para o Gótico;
– Final do século XIV:
• grande heterogene...
Pintura do Gótico
• Gótico Internacional
– mistura influências
• bizantinas (gosto pelo dourado e tons brilhantes);
• real...
Pintura do Gótico
Espacialidade
Sul da Europa Norte da Europa
os quadros apresentavam
uma tendência para o
realismo técnic...
VITRAL
6Prof. Carlos Vieira
Vitral
• Vitral
– Ocupa o lugar dos murais pintados a fresco;
– Teve grande divulgação em França e na Inglaterra.
– Apogeu...
Vitral
Rosáceas e Janelões
desenvolveu-se a ideia das igrejas de vidro,
cheias de luminosidade e cor
luz filtrada pelos vi...
Vitral
• Temática
– essencialmente religiosa
• versava sobre a vida da Virgem e de Cristo
• cenas dos Testamentos;
• Cores...
Vitral
Prof. Carlos Vieira 10
Vitral da Catedral de
Chartres, França
Vitral
Prof. Carlos Vieira 11
Vitral da Catedral de
Chartres, França
Vitral
Prof. Carlos Vieira 12
Vitral da Catedral de
Chartres, França
ILUMINURA
13Prof. Carlos Vieira
Iluminura
• Iluminura
– afirma durante o período do Gótico Internacional;
– A partir do século XIII conjugou influências d...
Iluminura
• Temática
– quase sempre religiosa
– Livros de Horas, que traziam orações de carácter pessoal e
salmos.
• Cores...
Iluminura
• Composições
– Tornam-se mais realistas.
16Prof. Carlos Vieira
Iluminura
Irmãos Limbourg e outros
Très riches heures, 1412 e 1416
Janeiro: Um banquete de ano-novo
com o duque à direita,...
Iluminura
Irmãos Limbourg e outros
Très riches heures, 1412 e 1416
Fevereiro: Um dia típico de inverno.
Servos aquecem-se ...
Iluminura
Irmãos Limbourg e outros
Très riches heures, 1412 e 1416
Março: Uns semeiam o campo. Ao
fundo está o Château de ...
Iluminura
Irmãos Limbourg e outros
Très riches heures, 1412 e 1416
Abril: Um jovem casal troca alianças.
Ao fundo o Châtea...
Iluminura
Irmãos Limbourg e outros
Très riches heures, 1412 e 1416
Maio: Jovens nobres a cavalo. Ao
fundo o Palais de la C...
Iluminura
Irmãos Limbourg e outros
Très riches heures, 1412 e 1416
Junho: Colheita. Ao fundo o Hôtel de
Nesle.
22Prof. Car...
Iluminura
Irmãos Limbourg e outros
Très riches heures, 1412 e 1416
Julho: Tosquia de ovelhas. Ao fundo
o Château de Clain ...
Iluminura
Irmãos Limbourg e outros
Très riches heures, 1412 e 1416
Agosto: Nobres com falcões. Ao
fundo o Château d'Étampe...
Iluminura
Irmãos Limbourg e outros
Très riches heures, 1412 e 1416
Setembro: Colheita das uvas. Ao
fundo o Château de Saum...
Iluminura
Irmãos Limbourg e outros
Très riches heures, 1412 e 1416
Outubro: Cultivo dos campos. Ao
fundo o Louvre.
26Prof....
Iluminura
Irmãos Limbourg e outros
Très riches heures, 1412 e 1416
Novembro: Um servo alimenta os
porcos.
27Prof. Carlos V...
Iluminura
Irmãos Limbourg e outros
Très riches heures, 1412 e 1416
Dezembro: A caça de um javali. Ao
fundo o Château de Vi...
Iluminura
Bíblia de Morgan, Séc. III
29Prof. Carlos Vieira
Iluminura
Bíblia de Morgan,
Século XIII
30Prof. Carlos Vieira
Iluminura
Códice de Durlach
31Prof. Carlos Vieira
PINTURA SOBRE MADEIRA
32Prof. Carlos Vieira
Pintura sobre Madeira
• Utilizada por toda a Europa
– Painéis fixos ou móveis
• Temática
– Religiosa
– Retratos
• Técnica
...
PINTURA A FRESCO
34Prof. Carlos Vieira
Pintura a Fresco
• A pintura a fresco
– grande impacto na Itália onde as igrejas góticas nunca
atingiram a verticalidade t...
Pintura a Fresco
– As diversas cidades-estado italianas prosperavam
economicamente e esse facto originou um forte
desenvol...
ITÁLIA
37Prof. Carlos Vieira
Duccio do Buoninsegna
Crucificação
1308-1311.
Têmpera sobre madeira
100 x 76 cm.
Museu do Duomo.
Siena, Itália.
38Prof. Ca...
Duccio do Buoninsegna
Virgem com o menino
1308-1311.
Têmpera sobre ouro e madeira
450 x 292 cm.
Galeria do Uffizi
Florença...
Cimabue
Virgem em Majestade
1260-1280.
Têmpera sobre madeira
385 x 223 cm.
Galeria dos Uffizi.
Florença, Itália.
40Prof. C...
Cimabue
Virgem com o menino (pormenor)
1285-86
Têmpera sobre madeira
91 x 75 cm (385 x 223 cm).
Galeria dos Uffizi.
Floren...
Cimabue
1270.
Têmpera sobre madeira
427 x 280 cm.
Museu do Louvre.
Paris. França.
42Prof. Carlos Vieira
Pintura do Gótico
Ambrogio Lorenzetti
O Bom Governo da Cidade, 1338-40
Sala dos nove, Palácio Comunale. Siena. Itália.
43Prof. Carlos Vieira...
Ambrogio Lorenzetti
O Bom Governo da Cidade, sobre o campo 1338-40, Fresco
Sala dos nove, Palácio Comunale. Siena. Itália....
Ambrogio Lorenzetti
Apresentação no templo
1342.
Têmpera sobre madeira
257 x 168 cm.
Galeria dos Uffizi.
Florença, Itália....
Giotto
Ascensão
1315-1320. Fresco
Capela Peruzzi. Igreja de Santa Cruz. Florença. Itália.
46Prof. Carlos Vieira
Pintura do...
Giotto
Crucifixo
Anterior a 1300.
Têmpera sobre madeira
578 x 406 cm.
Igreja de Santa Maria Novella.
Florença. Itália.
47P...
Giotto
Encontro na Porta
Dourada
1302-1305.
Fresco.
200 x 185 cm.
Capela dos Scrovegni.
Pádua. Itália.
48Prof. Carlos Viei...
Giotto
O Retiro de S. Joaquim
1302-1305. Fresco.
200 x 185 cm.
Capela dos Scrovegni.
Pádua. Itália.
49Prof. Carlos Vieira
...
Giotto
Última Ceia
1304-1306.
Fresco. Capela Arena.
Pádua. Itália.
50Prof. Carlos Vieira
Giotto
Entrada de Cristo em
Jerusalém
1302-1305.
Fresco.
200 x 185 cm.
Capela dos Scrovegni.
Pádua. Itália.
51Prof. Carlos...
FLANDRES
52Prof. Carlos Vieira
Hans Memling
Alegoria à Castidade
Óleo sobre madeira.
Museu Jacquemart-André.
Paris. França.
53Prof. Carlos Vieira
Pintura...
Hans Memling
Adão e Eva
Óleo sobre madeira.
69,3 x 17,3 cm. (cada panel).
Kunsthistorisches Museum.
Viena. Áustria.
54Prof...
Hans Memling
Crucificação
Óleo sobre madeira. 56 x
63 cm.
Museu de Belas Artes de
Budapeste.
Budapeste. Hungria.
55Prof. C...
Hans Memling
A Virgem do Díptico
Díptico de Martin van Nieuwenhove
Óleo sobre madeira.
Museu Memling Bruxelas. Bélgica.
56...
Hans Memling
O Homem da moeda
1477-1479.
Óleo sobre madeira..
31 x 23,2 cm.
Koninklijk Museum voor Schone Kunsten.
Amberes...
Hans Memling
Adoração dos Magos
1479 ,Óleo sobre madeira. Museu Memling.
Bruxelas. Bélgica
58Prof. Carlos Vieira
Pintura d...
Roger van der Weyden
Anunciação
1435.
Óleo sobre madeira.
Painel central.
86 x 93 cm.
Museu do Louvre.
Paris. França.
59Pr...
Roger van der Weyden
Descida da Cruz
1435. Óleo sobre madeira.220 x 262 cm.
Museu do Prado. Madrid. Espana.
60Prof. Carlos...
Roger van der Weyden
A Virgem com quatro Santos
1450.
Óleo sobre madeira
53 x 38 cm.
Stadelsches Kunsinstitut.
Frankfurt.
...
Roger van der Weyden
Lamentação
1445.
Óleo sobre madeira..
71 x 43 cm.
Tríptico de Miraflores.
Museu Dahlem.
Berlim. Alema...
Roger van der Weyden
Juízo Final
1445. Hôtel-Dieu. Beaunne. França.
63Prof. Carlos Vieira
Jan van Eyck
Adoração do Cordeiro
Políptico de Gante. Painel Central.
1432. Óleo sobre madeira.. Catedral de São Bravo. Ga...
Políptico da Adoração do
Cordeiro Místico
 C.1432;
 Óleo sobre madeira;
 Este retábulo pertence à
Catedral de Saint-Bavo,
Gand, na Bélgica.
 Painéis que representam as
figuras de Adão e Eva;
 No topo de cada painel estão
representadas cenas da
historia de Caim...
 Representação que se
encontra no painel central
(superior);
 Representação dos Anjos;
 Painéis dos Soldados de Deus
e dos Juízes da Justiça ;
 Painel dos Eremitas e dos
Peregrinos;
 Representação que se
encontra no painel central
(inferior);
 Quando o retábulo se
encontra fechado.
Jan van Eyck
Esposos Arnolfini
1434.
Óleo sobre madeira
81,8 x 59,7 cm.
The National Gallery. Londres.
Inglaterra.
74Prof....
Os frutos em cima da arca
A vela acesa
Os sapatos espalhado pelo quarto
O cão
O espelho
“Johannes de Eyck fuit hic *1434”
A escritura
Jan van Eyck
Crucificação
1427.
Óleo sobre madeira.
Gemäldegalerie Staatliche
Museen. Berlim. Alemanha.
79Prof. Carlos Vie...
Jan van Eyck
Homem do Turbante
1433.
Óleo sobre madeira
25,5 x 19 cm.
The National Gallery.
Londres. Inglaterra.
80Prof. C...
Jan van Eyck
A Virgem de Lucca
c. 1438.
Óleo sobre madeira.
122 x 157 cm.
Museu Communal des Beaux-Arts.
Bruxelas.
81Prof....
Jan van Eyck
A Virgem do Chanceller Rolin
c. 1434/35
Óleo sobre madeira
66 x 62 cm.
Museu do Louvre.
Paris, França 82Prof....
Jan van Eyck
Tríptico da Virgem com o Menino. São Miguel e Santa Catarina
c. 1437. Óleo sobre madeira
Painéis laterais 33,...
Hieronymus Bosch
Juízo Final
c. 1482. Óleo sobre madeira
163,7 x 127 cm
Kupferstichkabinett der Akademie der Bildenden Kün...
Hieronymus Bosch
As Tentações de S. Antão
1500.
Óleo sobre madeira, 131,5 x 119 cm.
Museu Nacional de Arte Antiga. Lisboa....
Hieronymus Bosch
S. João Baptista em Meditação
c. 1489.
Óleo sobre madeira
48,5 x 40 cm.
Museo Lazaro Galdiano de Madrid.
...
Hieronymus Bosch
Jardim das delícias
c. 1500-05. Tríptico.
Óleo sobre madeira, 220 x 389 cm.
87Prof. Carlos Vieira
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×

Cultura da Catedral - Pintura Gótica

867

Published on

Cultura da Catedral - Pintura Gótica

Published in: Education
0 Comments
1 Like
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

No Downloads
Views
Total Views
867
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
2
Actions
Shares
0
Downloads
1
Comments
0
Likes
1
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Cultura da Catedral - Pintura Gótica

  1. 1. Módulo 5 – Cultura da Catedral Pintura Gótica Carlos Jorge Canto Vieira
  2. 2. Pintura do Gótico • Desenvolve-se a partir de quatro técnicas distintas: – o vitral (França); – a iluminura; – o fresco (Itália); – pintura sobre madeira (Flandres). 2Prof. Carlos Vieira
  3. 3. Pintura do Gótico • 2 Fases – Século XIII – evolução do Românico para o Gótico; – Final do século XIV: • grande heterogeneidade • diversas tendências • surge o chamado Gótico Internacional 3Prof. Carlos Vieira
  4. 4. Pintura do Gótico • Gótico Internacional – mistura influências • bizantinas (gosto pelo dourado e tons brilhantes); • realismo dos rostos e dos panejamentos; • nova concepção espacial do fresco italiano; • desenvolvimento da arte do retrato e da paisagem. 4Prof. Carlos Vieira
  5. 5. Pintura do Gótico Espacialidade Sul da Europa Norte da Europa os quadros apresentavam uma tendência para o realismo técnico e artístico Os quadros caminharam para soluções mais naturalistas Desenvolve-se o Renascimento na Itália Mantêm-se o Gótico 5Prof. Carlos Vieira
  6. 6. VITRAL 6Prof. Carlos Vieira
  7. 7. Vitral • Vitral – Ocupa o lugar dos murais pintados a fresco; – Teve grande divulgação em França e na Inglaterra. – Apogeu • entre 1200 e 1260 durante o período de construção das grandes catedrais góticas; 7Prof. Carlos Vieira
  8. 8. Vitral Rosáceas e Janelões desenvolveu-se a ideia das igrejas de vidro, cheias de luminosidade e cor luz filtrada pelos vitrais acabava por proporcionar um ambiente místico 8Prof. Carlos Vieira
  9. 9. Vitral • Temática – essencialmente religiosa • versava sobre a vida da Virgem e de Cristo • cenas dos Testamentos; • Cores – vibrantes e simbólicas. 9Prof. Carlos Vieira
  10. 10. Vitral Prof. Carlos Vieira 10 Vitral da Catedral de Chartres, França
  11. 11. Vitral Prof. Carlos Vieira 11 Vitral da Catedral de Chartres, França
  12. 12. Vitral Prof. Carlos Vieira 12 Vitral da Catedral de Chartres, França
  13. 13. ILUMINURA 13Prof. Carlos Vieira
  14. 14. Iluminura • Iluminura – afirma durante o período do Gótico Internacional; – A partir do século XIII conjugou influências da arte românica e da arte bizantina; – A iluminação dos códices deixou de estar apenas associada aos scriptoria dos mosteiros e passou também a ser efectuada por laicos (Irmãos de Limburg); 14Prof. Carlos Vieira
  15. 15. Iluminura • Temática – quase sempre religiosa – Livros de Horas, que traziam orações de carácter pessoal e salmos. • Cores – a palete cromática valorizava os tons dourados de influência bizantina; – Azul forte – Turquesa – Vermelho; 15Prof. Carlos Vieira
  16. 16. Iluminura • Composições – Tornam-se mais realistas. 16Prof. Carlos Vieira
  17. 17. Iluminura Irmãos Limbourg e outros Très riches heures, 1412 e 1416 Janeiro: Um banquete de ano-novo com o duque à direita, vestindo uma túnica azul. 17Prof. Carlos Vieira
  18. 18. Iluminura Irmãos Limbourg e outros Très riches heures, 1412 e 1416 Fevereiro: Um dia típico de inverno. Servos aquecem-se junto ao fogo, outros cortam árvores e ainda, outros vão ao mercado. 18Prof. Carlos Vieira
  19. 19. Iluminura Irmãos Limbourg e outros Très riches heures, 1412 e 1416 Março: Uns semeiam o campo. Ao fundo está o Château de Lusignan, uma das residências do duque. 19Prof. Carlos Vieira
  20. 20. Iluminura Irmãos Limbourg e outros Très riches heures, 1412 e 1416 Abril: Um jovem casal troca alianças. Ao fundo o Château de Dourdan. 20Prof. Carlos Vieira
  21. 21. Iluminura Irmãos Limbourg e outros Très riches heures, 1412 e 1416 Maio: Jovens nobres a cavalo. Ao fundo o Palais de la Cité em Paris. 21Prof. Carlos Vieira
  22. 22. Iluminura Irmãos Limbourg e outros Très riches heures, 1412 e 1416 Junho: Colheita. Ao fundo o Hôtel de Nesle. 22Prof. Carlos Vieira
  23. 23. Iluminura Irmãos Limbourg e outros Très riches heures, 1412 e 1416 Julho: Tosquia de ovelhas. Ao fundo o Château de Clain próximo a Poitiers. 23Prof. Carlos Vieira
  24. 24. Iluminura Irmãos Limbourg e outros Très riches heures, 1412 e 1416 Agosto: Nobres com falcões. Ao fundo o Château d'Étampes. 24Prof. Carlos Vieira
  25. 25. Iluminura Irmãos Limbourg e outros Très riches heures, 1412 e 1416 Setembro: Colheita das uvas. Ao fundo o Château de Saumur. 25Prof. Carlos Vieira
  26. 26. Iluminura Irmãos Limbourg e outros Très riches heures, 1412 e 1416 Outubro: Cultivo dos campos. Ao fundo o Louvre. 26Prof. Carlos Vieira
  27. 27. Iluminura Irmãos Limbourg e outros Très riches heures, 1412 e 1416 Novembro: Um servo alimenta os porcos. 27Prof. Carlos Vieira
  28. 28. Iluminura Irmãos Limbourg e outros Très riches heures, 1412 e 1416 Dezembro: A caça de um javali. Ao fundo o Château de Vincennes. 28Prof. Carlos Vieira
  29. 29. Iluminura Bíblia de Morgan, Séc. III 29Prof. Carlos Vieira
  30. 30. Iluminura Bíblia de Morgan, Século XIII 30Prof. Carlos Vieira
  31. 31. Iluminura Códice de Durlach 31Prof. Carlos Vieira
  32. 32. PINTURA SOBRE MADEIRA 32Prof. Carlos Vieira
  33. 33. Pintura sobre Madeira • Utilizada por toda a Europa – Painéis fixos ou móveis • Temática – Religiosa – Retratos • Técnica – Pintura a óleo (Flandres) 33Prof. Carlos Vieira
  34. 34. PINTURA A FRESCO 34Prof. Carlos Vieira
  35. 35. Pintura a Fresco • A pintura a fresco – grande impacto na Itália onde as igrejas góticas nunca atingiram a verticalidade típica das construções francesas e inglesas; – A tradição da pintura mural a fresco vinha já desde a Antiguidade Clássica; 35Prof. Carlos Vieira
  36. 36. Pintura a Fresco – As diversas cidades-estado italianas prosperavam economicamente e esse facto originou um forte desenvolvimento artístico e cultural; – Pintores como Duccio, Cimabue e Giotto iniciaram um movimento de renovação que prosseguiu com Simone Martini e os irmãos Lorenzetti; – Todos estes artistas foram pioneiros do que viria a ser a maior revolução da arte até então: o Quattrocento ou Primeiro Renascimento; 36Prof. Carlos Vieira
  37. 37. ITÁLIA 37Prof. Carlos Vieira
  38. 38. Duccio do Buoninsegna Crucificação 1308-1311. Têmpera sobre madeira 100 x 76 cm. Museu do Duomo. Siena, Itália. 38Prof. Carlos Vieira Pintura do Gótico
  39. 39. Duccio do Buoninsegna Virgem com o menino 1308-1311. Têmpera sobre ouro e madeira 450 x 292 cm. Galeria do Uffizi Florença, Itália 39Prof. Carlos Vieira Pintura do Gótico
  40. 40. Cimabue Virgem em Majestade 1260-1280. Têmpera sobre madeira 385 x 223 cm. Galeria dos Uffizi. Florença, Itália. 40Prof. Carlos Vieira Pintura do Gótico
  41. 41. Cimabue Virgem com o menino (pormenor) 1285-86 Têmpera sobre madeira 91 x 75 cm (385 x 223 cm). Galeria dos Uffizi. Florença, Itália. 41Prof. Carlos Vieira Pintura do Gótico
  42. 42. Cimabue 1270. Têmpera sobre madeira 427 x 280 cm. Museu do Louvre. Paris. França. 42Prof. Carlos Vieira Pintura do Gótico
  43. 43. Ambrogio Lorenzetti O Bom Governo da Cidade, 1338-40 Sala dos nove, Palácio Comunale. Siena. Itália. 43Prof. Carlos Vieira Pintura do Gótico
  44. 44. Ambrogio Lorenzetti O Bom Governo da Cidade, sobre o campo 1338-40, Fresco Sala dos nove, Palácio Comunale. Siena. Itália. 44Prof. Carlos Vieira
  45. 45. Ambrogio Lorenzetti Apresentação no templo 1342. Têmpera sobre madeira 257 x 168 cm. Galeria dos Uffizi. Florença, Itália. 45Prof. Carlos Vieira Pintura do Gótico
  46. 46. Giotto Ascensão 1315-1320. Fresco Capela Peruzzi. Igreja de Santa Cruz. Florença. Itália. 46Prof. Carlos Vieira Pintura do Gótico
  47. 47. Giotto Crucifixo Anterior a 1300. Têmpera sobre madeira 578 x 406 cm. Igreja de Santa Maria Novella. Florença. Itália. 47Prof. Carlos Vieira Pintura do Gótico
  48. 48. Giotto Encontro na Porta Dourada 1302-1305. Fresco. 200 x 185 cm. Capela dos Scrovegni. Pádua. Itália. 48Prof. Carlos Vieira Pintura do Gótico
  49. 49. Giotto O Retiro de S. Joaquim 1302-1305. Fresco. 200 x 185 cm. Capela dos Scrovegni. Pádua. Itália. 49Prof. Carlos Vieira Pintura do Gótico
  50. 50. Giotto Última Ceia 1304-1306. Fresco. Capela Arena. Pádua. Itália. 50Prof. Carlos Vieira
  51. 51. Giotto Entrada de Cristo em Jerusalém 1302-1305. Fresco. 200 x 185 cm. Capela dos Scrovegni. Pádua. Itália. 51Prof. Carlos Vieira
  52. 52. FLANDRES 52Prof. Carlos Vieira
  53. 53. Hans Memling Alegoria à Castidade Óleo sobre madeira. Museu Jacquemart-André. Paris. França. 53Prof. Carlos Vieira Pintura do Gótico
  54. 54. Hans Memling Adão e Eva Óleo sobre madeira. 69,3 x 17,3 cm. (cada panel). Kunsthistorisches Museum. Viena. Áustria. 54Prof. Carlos Vieira Pintura do Gótico
  55. 55. Hans Memling Crucificação Óleo sobre madeira. 56 x 63 cm. Museu de Belas Artes de Budapeste. Budapeste. Hungria. 55Prof. Carlos Vieira
  56. 56. Hans Memling A Virgem do Díptico Díptico de Martin van Nieuwenhove Óleo sobre madeira. Museu Memling Bruxelas. Bélgica. 56Prof. Carlos Vieira Pintura do Gótico
  57. 57. Hans Memling O Homem da moeda 1477-1479. Óleo sobre madeira.. 31 x 23,2 cm. Koninklijk Museum voor Schone Kunsten. Amberes. Bélgica. 57Prof. Carlos Vieira Pintura do Gótico
  58. 58. Hans Memling Adoração dos Magos 1479 ,Óleo sobre madeira. Museu Memling. Bruxelas. Bélgica 58Prof. Carlos Vieira Pintura do Gótico
  59. 59. Roger van der Weyden Anunciação 1435. Óleo sobre madeira. Painel central. 86 x 93 cm. Museu do Louvre. Paris. França. 59Prof. Carlos Vieira
  60. 60. Roger van der Weyden Descida da Cruz 1435. Óleo sobre madeira.220 x 262 cm. Museu do Prado. Madrid. Espana. 60Prof. Carlos Vieira
  61. 61. Roger van der Weyden A Virgem com quatro Santos 1450. Óleo sobre madeira 53 x 38 cm. Stadelsches Kunsinstitut. Frankfurt. 61Prof. Carlos Vieira Pintura do Gótico
  62. 62. Roger van der Weyden Lamentação 1445. Óleo sobre madeira.. 71 x 43 cm. Tríptico de Miraflores. Museu Dahlem. Berlim. Alemanha. 62Prof. Carlos Vieira Pintura do Gótico
  63. 63. Roger van der Weyden Juízo Final 1445. Hôtel-Dieu. Beaunne. França. 63Prof. Carlos Vieira
  64. 64. Jan van Eyck Adoração do Cordeiro Políptico de Gante. Painel Central. 1432. Óleo sobre madeira.. Catedral de São Bravo. Gante. Bélgica. 64Prof. Carlos Vieira
  65. 65. Políptico da Adoração do Cordeiro Místico
  66. 66.  C.1432;  Óleo sobre madeira;  Este retábulo pertence à Catedral de Saint-Bavo, Gand, na Bélgica.
  67. 67.  Painéis que representam as figuras de Adão e Eva;  No topo de cada painel estão representadas cenas da historia de Caim e Abel ;
  68. 68.  Representação que se encontra no painel central (superior);
  69. 69.  Representação dos Anjos;
  70. 70.  Painéis dos Soldados de Deus e dos Juízes da Justiça ;
  71. 71.  Painel dos Eremitas e dos Peregrinos;
  72. 72.  Representação que se encontra no painel central (inferior);
  73. 73.  Quando o retábulo se encontra fechado.
  74. 74. Jan van Eyck Esposos Arnolfini 1434. Óleo sobre madeira 81,8 x 59,7 cm. The National Gallery. Londres. Inglaterra. 74Prof. Carlos Vieira Pintura do Gótico
  75. 75. Os frutos em cima da arca A vela acesa
  76. 76. Os sapatos espalhado pelo quarto O cão
  77. 77. O espelho
  78. 78. “Johannes de Eyck fuit hic *1434” A escritura
  79. 79. Jan van Eyck Crucificação 1427. Óleo sobre madeira. Gemäldegalerie Staatliche Museen. Berlim. Alemanha. 79Prof. Carlos Vieira Pintura do Gótico
  80. 80. Jan van Eyck Homem do Turbante 1433. Óleo sobre madeira 25,5 x 19 cm. The National Gallery. Londres. Inglaterra. 80Prof. Carlos Vieira Pintura do Gótico
  81. 81. Jan van Eyck A Virgem de Lucca c. 1438. Óleo sobre madeira. 122 x 157 cm. Museu Communal des Beaux-Arts. Bruxelas. 81Prof. Carlos Vieira Pintura do Gótico
  82. 82. Jan van Eyck A Virgem do Chanceller Rolin c. 1434/35 Óleo sobre madeira 66 x 62 cm. Museu do Louvre. Paris, França 82Prof. Carlos Vieira
  83. 83. Jan van Eyck Tríptico da Virgem com o Menino. São Miguel e Santa Catarina c. 1437. Óleo sobre madeira Painéis laterais 33,1 x 27,5 cm, central 33,3 x 13,6 cm. Gemäldegalerie, Dresden 83Prof. Carlos Vieira
  84. 84. Hieronymus Bosch Juízo Final c. 1482. Óleo sobre madeira 163,7 x 127 cm Kupferstichkabinett der Akademie der Bildenden Künste. Viena. Áustria. 84Prof. Carlos Vieira
  85. 85. Hieronymus Bosch As Tentações de S. Antão 1500. Óleo sobre madeira, 131,5 x 119 cm. Museu Nacional de Arte Antiga. Lisboa. Portugal. 85Prof. Carlos Vieira
  86. 86. Hieronymus Bosch S. João Baptista em Meditação c. 1489. Óleo sobre madeira 48,5 x 40 cm. Museo Lazaro Galdiano de Madrid. Madrid. Espanha. 86Prof. Carlos Vieira Pintura do Gótico
  87. 87. Hieronymus Bosch Jardim das delícias c. 1500-05. Tríptico. Óleo sobre madeira, 220 x 389 cm. 87Prof. Carlos Vieira

×