• Share
  • Email
  • Embed
  • Like
  • Save
  • Private Content
riscos naturais
 

riscos naturais

on

  • 1,511 views

 

Statistics

Views

Total Views
1,511
Views on SlideShare
1,511
Embed Views
0

Actions

Likes
1
Downloads
19
Comments
0

0 Embeds 0

No embeds

Accessibility

Categories

Upload Details

Uploaded via as Microsoft PowerPoint

Usage Rights

© All Rights Reserved

Report content

Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Processing…
Post Comment
Edit your comment

    riscos naturais riscos naturais Presentation Transcript

    • Perigos naturais e antrópicos Escola 2,3/s DrºBento da Cruz
      • Introdução pag.1
      • Definição de zonas de vertente pag.2
      • Principais factores de risco associados
      • as zonas de vertente pag.3
      • Definição de movimentos de massa pag.4
      • Causas do movimento de massa pag.5
      • Factores condicionantes pag.6
      • Factores desencadeantes pag.7
      • Alguns exemplos pag.8
      • Perigo de dorrocada na serra do pilar pag.9
      • Zonas de vertente em Montalegre pag.10
      • Acção da gravidade pag.11
      • Medidas de contenção e estabilização
      • numa zona de vertente pag.12
      • Medidas de estabilização pag. 13/14
      • Medidas de contenção e
      • estabilização em Montalegre pag.15
      • Conclusão pag.16
      • Bibliografia pag.17/18
      • Neste trabalho ,vamos desenvolver o tema “zona de vertente”,onde iremos aprofundar os temas, tais como: os principais factores associados a estas zonas, ou seja, movimentos de massa, acção directa da gravidade (queda de blocos) e erosão hídrica, causas dos movimentos de massas, isto é, factores desencadeantes e factores condicionantes.
      • E, por fim, acabaremos por falar nas medidas de contenção e estabilização de uma zona de vertente. Com o crescimento da população e a ocupação desordenada de diversas áreas agravam-se os riscos naturais e impõe-se a necessidade de um ordenamento eficaz do território. Vamos mostrar através dos objectivos, através dos quais, a geologia pode ser um grande contribuinte para mostrar as medidas e soluções para os problemas em geral.
      • As zonas de vertente são locais de desnível da topografia terrestre. Podem possuir maior ou menor declive e estão muito expostas à acção intensa e rápida dos fenómenos erosivos.
      • Devido às suas características, nestas zonas é frequente a ocorrência de movimentos descendentes de materiais do solo ou de materiais rochosos.
    •  
      • Consistem em deslocamentos, em zonas de vertente, de grandes volumes de materiais, solo ou de substratos rochosos, devido a acção da gravidade.
    •  
    •  
      • Precipitação elevada ;
      • Acção humana ;
      • Destruição da cobertura vegetal;
      • Remoção de terrenos (estradas, construção, agricultura);
      • Ocorrência de sismos e vibrações;
      • Tempestades nas zonas costeiras ;
      • Variações de temperatura
      • (contracção e a dilatação dos materiais rochosos)
    • Perigo de derrocada na serra do pilar
      • " A Câmara Municipal de Vila Nova de Gaia decidiu realojar 58 famílias que moram na Serra do Pilar. Há dois anos que o Laboratório Nacional de Engenharia Civil (LNEC) vinha alertando para o perigo de derrocada naquela escarpa.
      • A Câmara Municipal de Gaia quer assim resolver um problema que se arrasta há décadas e evitar um deslizamento de terras que pode ser fatal para aquelas famílias . Para evitar o pior, a autarquia diz que vai derrubar 68 casas, onde vivem cerca de 150 pessoas. Menos satisfeitos estão alguns dos moradores que não aceitam abandonar a casa que construíram, garantindo que vão continuar a viver na escarpa da Serra do Pilar, frente ao Rio Douro. " In TVI - 24/01/2008
    •  
    • Zonas de vertente em Montalegre
    • Fig.1 Acção da gravidade sobre um bloco rochoso FS=FR/GT
    • Erosão hídrica
      • Processa-se de forma mais ou menos lenta e gradual e resulta do desgaste dos solos provocado pelo impacto das gotas de chuva e pela escorrência das águas
      • Os materiais arrancados às vertentes são quase sempre de pequenas dimensões e em pequenas quantidades.
      Exemplo de uma erosão hídrica
    •  
      • Estudo das características geológicas e geomorfológicas do local;
      • Elaboração de cartas de ordenamento do território
      • Áreas para habitação, agricultura, de interesse ecológico, exploração de recursos e vias de comunicação;
      • Elaboração de cartas de risco geológico
      • Risco elevado- Não autorizar a construção;
      • Risco baixo ou médio- o projecto deve contemplar a redução da probabilidade de ocorrência deste fenómeno;
      • Remoção ou contenção dos materiais geológicos que possam constituir perigo
    • Cobertura de vegetal de crescimento rápido Movimentos com ruptura circular Medidas de estabilização
    • Muros de suporte e Canais de drenagem Pregagens
    • Medidas de contenção e estabilização em Montalegre :
    • Conclusão:
      • Com a elaboração deste trabalho, pretendemos informar e esclarecer o que são zonas de vertente, ou seja, zonas de elevado risco.
      • As zonas de vertente são áreas de solos que podem ser afectados ora por chuvas de grande intensidade, ou por ocupações sem estudo prévio ou até mesmo por remoções indevidas do solo ao seu redor. A população cresce em números cada vez maiores e necessita ocupar áreas que antes eram florestas, áreas de protecção ambiental ou áreas que anteriormente tinham uma vegetação que as protegiam de movimentos de massa, sismos, terramotos.
      • As referidas zonas de vertente podem também afectar estas áreas. A educação ambiental, a prevenção de riscos contribui para evitar as degradações destas áreas. O clima no planeta está a sofrer grandes alterações o que implica mudanças nas quais todos ,desde os seres vivos, aos oceanos, às camadas que protegem a terra do sol , aos solos que compõem o planeta sofrerão transformações inevitáveis e as zonas de vertente serão uma dessas áreas por serem áreas de declive topográfico. A geologia poderá tornar-se um grande auxiliar para as gerações futuras, que através de uma educação ambiental e um estudo prévio das áreas a serem ocupadas, poderão sentir menos essas consequências.
      • Contudo, está nas nossas mãos fazermos alguma coisa pelo nosso planeta.
    • Bibliografia:
      • Silva, Amparo; Mesquita, Almira; Gramaxo, Fernanda; Félix, José; Baldaia, Ludovina; Santos, Maria. 2008. Terra, Universo de vida, 2ªparte- Geologia 11ºano. 1ªedição, Porto Editora. Porto (pag. 26 a 32)
      • www.cientic.com
      • http://www.youtube.com/watch?v=61DtAUL-XvE
      • http://nuieee.fe.up.pt/~ee04165/rui/zonasdevertente/
      • http://images.google.pt/imgres?imgurl=http://sites.google.com/site/geologiaebiologia/_/rsrc/1219829442263/zonas-de-vertente/vertentes%25202.jpg&imgrefurl=http://sites.google.com/site/geologiaebiologia/zonas-de-vertente&usg=__KSpJKmcxrn6VLcaXuAhqcXan2R8=&h=345&w=800&sz=64&hl=pt-PT&start=15&um=1&tbnid=8zHeL_G1gNNdeM:&tbnh=62&tbnw=143&prev=/images%3Fq%3Dzonas%2Bde%2Bvertente%26um%3D1%26hl%3Dpt-PT%26sa%3DN
      • www.tiosam.com
      • http://vertentesc3.wordpress.com/ -(12-02-2009)
      • http://sites.google.com/site/geologiaebiologia/_/rsrc/1219829442263/zonas-de-vertente/vertentes%202.jpg
      • Trabalho elaborado por:
      • Cláudia Magalhães nº5
      • Rosa Seara nº12
      • 11ºA
      • Ano-lectivo: 2008/2009
      • Professora: Sílvia Martins
      • Disciplina: Biologia e Geologia