ISCTE, Março de 2012
o   Desenhos Ferogénicos:    ◦ Origem (génese) é a feromona.o   ...e Outras Paisagens Escondidas:    ◦ Georgy Kepes (1906-...
Parte I: Arte e CiênciaParte II: Arte Generativa          Criatividade Computacional, ISCTE, Março de 2012                ...
   Criatividade   Arte e Ciência: diálogos e cismas, desde    o Renascimento à Arte Generativa.   Tecnologia (Técnica):...
Creativity in art does not seem to me essentially differentfrom scientific creativity or any other act of creationknown to...
o   Criatividade “improbabilistic”: novas    combinações de ideias conhecidaso   Criatividade “impossibilistic”: novas    ...
Todo o autor, na proporção em que é grande e ao mesmotempo original, tem tido sempre que criar o sentidoestético pelo qual...
Princípio de ArquimedesEstátua de Arquimedes/eureka em Manchester                            Criatividade Computacional, I...
Lei de Newton de Gravitação UniversalHarold Edgerton           Criatividade Computacional, ISCTE, Março de 2012           ...
Albert Einstein, fotografado por Yousuf Karsh, 1948                                 Criatividade Computacional, ISCTE, Mar...
Prémio Nobel da medicinapelos    seus   trabalhossobre o controlo genéticodas enzimas; diz-se quefoi num teatro parisiense...
1865                                     Nadar, autor das primeiras fotografias aéreasLouis Pasteur, fotografado por Félix...
   Perspectiva, Leone Battista Alberti (1404-1472), De Pictura (1435)             Séc. XV                   Séc. XVI   W...
(…) Imediatamente reconheci que a                                     abertura do Ouro do Reno, que devia                 ...
Pollock (2000)Criatividade Computacional, ISCTE, Março de 2012                                                   15
Taylor, R.; Micolich, Adam P.; Jonas, David, Can Science Be Used ToFurther Our Understanding Of Art?Rather than mimicking ...
Criatividade Computacional, ISCTE, Março de 2012                                                   17
Criatividade Computacional, ISCTE, Março de 2012                                                   18
Warnke, M., Wedemeyer, C. (2010) ‘Documenting Artistic Networks: AnnaOppermann’s Ensembles are Complex Networks!’, in Art ...
o   Não há uma clara distinção entre criatividade    científica e artísticao   A ciência aparece na arte (ou será a    nat...
   Joseph Haydn (1732-1809), na estreia de A    Criação, virou-se para a audiência, apontou    para o céu e disse: tudo v...
Arte                                     ReligiãoCiência          Criatividade Computacional, ISCTE,                      ...
Arte          ReligiãoCiência            Criatividade Computacional, ISCTE, Março de 2012                                 ...
   Leonardo Da Vinci   Leone Battista Alberti   Piero della Francesca                             Criatividade Computac...
Escritor, fotógrafo, professor de matemática.                                   Criatividade Computacional, ISCTE, Março d...
   Francis Bacon (1561-1626)   Newton   Johannes Kepler (1571-1630)   Copérnico, Giordano Bruno, Galileu   Joseph Pri...
Não me dilatarei pois em demonstrar, e espender se aChimica he uma arte, ou huma Sciencia, como no outrotempo inútil me pa...
Do not all charms fly At the mere touch of cold philosophy?Lamia, John Keats (1819)              Ciência! Do velho Tempo é...
Charles P. Snow (1905-1980), The Two Cultures (1959).      I now believe that if I had asked an even simpler question    ...
   Prospects in the Arts and Sciences (1954)    Cientista: the lonely man in society                                     ...
Criatividade Computacional, ISCTE, Março de 2012                                                   31
   Transgressing the Boundaries: Toward a    Transformative Hermeneutics of Quantum Gravity    (Alan Sokal)    (…) the po...
For me it remains an open question whether this workpertains to the realm of mathematics or to that of art.M.C. Escher    ...
Auto-referência, paradoxosAscending and descending (1960)   Waterfall (1961) Paradoxo do mentiroso: esta afirmação é falsa...
Encounter (1944)   Day and Night (1938)                             Criatividade Computacional, ISCTE, Março de 2012      ...
China Boy (1936)   Circle Limit (1959)                            Criatividade Computacional, ISCTE, Março de 2012        ...
Foto: Paulo Maia, 2010                         Criatividade Computacional, ISCTE, Março de 2012                           ...
Diagrama de Voronoi(Georgy Voronoi, 1908)                             Mondrian (1872-1944)            Leonel Moura, Vorono...
o   Manifesto Futurista (1909)o   Filipo Tomaso Marinetti (1876-1944)o   Velocidade, máquinas, juventude, violência.o   Tr...
Umberto Boccioni       Criatividade Computacional, ISCTE,                          Março de 2012     40
   Escola de design e artes plásticas   1919-1933, na Alemanha   New Bauhaus, Chicago, pós-guerra   Georgy Kepes   La...
Foi, juntamente com Lázló Moholy-Nagy e WassilyKandinsky, um dos grandes divulgadores dafotografia científica.Organizou ex...
   Engenheiro aeronáutico, pintor, artista   Fundou a Leonardo, revista de arte e ciência,    da MIT Press, em 1968     ...
Malina 1Malina 2           Criatividade Computacional, ISCTE, Março de 2012                                               ...
Nu descendo as escadas, 1912                 Criatividade Computacional, ISCTE,                                    Março d...
Criatividade Computacional, ISCTE, Março de 2012                                                   46
Criatividade Computacional, ISCTE, Março de 2012   47
Criatividade Computacional, ISCTE, Março de 2012                                                   48
Criatividade Computacional, ISCTE, Março de 2012                                                   49
Pintor, se para isso tivesse habilidade.                         Criatividade Computacional, ISCTE, Março de 2012         ...
O binómio de Newton é tão belo como a Vénus deMilo. O que há é pouca gente para dar por isso.                             ...
Criatividade Computacional, ISCTE, Março de 2012                                                   52
Criatividade Computacional, ISCTE,                   Março de 2012     53
Criatividade Computacional, ISCTE,                   Março de 2012     54
Francesco Guardi, La Fiera della Sensa in Piazza SanMarco, c. 1775, oil over canvas. (© FundaçãoCalouste Gulbenkian, Lisbo...
1839arte, ciência e tecnologia                   Criatividade Computacional, ISCTE, Março de 2012                         ...
Paul GauginCriatividade Computacional, ISCTE, Março de 2012                                                   57
   Francis Galton (1822-1911)   Fotografia composta                        Criatividade Computacional, ISCTE,           ...
August Sander (1876-1964)     Criatividade Computacional, ISCTE,                        Março de 2012     59
Krzysztof PruszkowskiCriatividade Computacional, ISCTE,                   Março de 2012     60
Hiroshi Sugimoto, Theatres                  Criatividade Computacional, ISCTE,                                     Março d...
   para se ser um bom fotógrafo é necessário    ser-se um bom cientista também (Sugimoto).Hiroshi Sugimoto utiliza um ger...
Bernd e Hilla                        IdrisBecher                               Kahn                Criatividade Computacio...
o   O mundo antes e depois da fotografia.o   O espanto.o   A fotografia mudou a percepção do passado.o   Deu-nos “paisagen...
Proposta de trabalho: a Música e a Ciência     História     Estado da Arte     Música Evolutiva                           ...
Criatividade Computacional, ISCTE,                   Março de 2012     66
o   Arte Digitalo   Computação Bio-inspirada    o Algoritmos Genéticos    o PSO (Particle Swarm Optimization)    o Algorit...
... as seen at the end of mechanical age 1968, The Museum of Modern Art, New York  The possibilities inherent in the  comp...
Criatividade Computacional, ISCTE, Março de 2012                                                   69
   AT&T Bell Laboratories.   O AT&T, nos anos 1960 e 70, tinha equipas    (de artistas e cientistas) a trabalhar nas mai...
Criatividade Computacional, ISCTE, Março de 2012                                                   71
   The Machine:     The possibilities inherent in the computer as a creative tool     will do little to change those idio...
Arte criada por um sistema autónomo.Arte Evolutiva, Arte criada por Inteligência de Enxame, Arte Artificial.      Arte e C...
   Complexidade    ◦ Autómatos     Celulares,     Teoria    do     Caos,         fractais,          auto-     organização...
Criatividade Computacional, ISCTE, Março de 2012                                                   75
inicializa população (n)        avalia população                                Critério de       solução                 ...
   Optimização numérica   Optimização combinatorial   Diversas aplicações industriais    ◦ Desenhar as asas de um avião...
   Avaliação humana.   Desvantagem: tempo consumido    ◦ Metódos automáticos, que imitam a avaliação humana   Experiênc...
o   Ficar perto dos “vizinhos”o   Voar paralelamente à direcção do vizinhoo   Voar no sentido de maior densidadeo   Evitar...
   O movimento de cada partícula é uma função de:1)   A sua posição actual.2)   A sua velocidade actual.3)   A sua melhor...
Criatividade Computacional, ISCTE, Março de 2012                                                   81
   Ant Colony Optimization                                             Reforço+evaporação                                ...
Criatividade Computacional, ISCTE, Março de 2012                                                   83
Criatividade Computacional, ISCTE, Março de 2012                                                   84
   Optimização   Classificação de Dados   Agrupamento automáticos de dados    (Clustering)   Prospecção de dados (Data...
Página(http://www.flickr.com/photos/gbachelier/collections/72157603627941498/)                                      Criati...
Criatividade Computacional, ISCTE, Março de 2012                                                   87
   Swarm Paintings                                           Swarm Sculpture                      Criatividade Computacio...
Monmarché, N., Mahnich, I., and Slimane, M. (2007) „Artificial Art Madeby Artificial Ants,‟ in The Art of Artificial Evolu...
   Photographia – desenhar com luz   Pherographia – desenhar com feromonas                       Criatividade Computacio...
   How Swarms Build Cognitive Maps, 1994                         Criatividade Computacional, ISCTE, Março de 2012        ...
Criatividade Computacional, ISCTE, Março de 2012                                                   92
W           1                        1•Cada formiga deposita uma quantidade constante deferomona em cada iteração.• evapor...
T   p   gl   / 255              Criatividade Computacional, ISCTE, Março de 2012                                          ...
   Formigas+Evolução    Self-Regulated Artificial Ant Colonies on Digital Image Habitats,                 in Journal of L...
Criatividade Computacional, ISCTE, Março de 2012                                                   96
Criatividade Computacional, ISCTE, Março de 2012                                                   97
Criatividade Computacional, ISCTE,                   Março de 2012     98
sobre este trabalho:http://carlosmfernandes.com/index_archivos/Page768.htm                                 Criatividade Co...
um tributo a Muybridge                         Criatividade Computacional, ISCTE, Março de 2012                           ...
zoetropeZoetrope significa a roda (trop) da vida (zoe). myrmecotrope, aroda das formigas.                                 ...
Criatividade Computacional, ISCTE,   10                   Março de 2012      2
654321    0   50   100   150   200   250       300        350        400        450                                     Cr...
CriatividadeComputacional, ISCTE, Março de    10                           2012    4
A arte é a árvore da vida, como a ciência é a árvore da morte.William Blake                                               ...
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×

Desenhos ferogénicos e outras paisagens escondidas ii

562
-1

Published on

Seminário no ISCTE, Março de 2012

Published in: Education
0 Comments
0 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

No Downloads
Views
Total Views
562
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
0
Actions
Shares
0
Downloads
13
Comments
0
Likes
0
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Desenhos ferogénicos e outras paisagens escondidas ii

  1. 1. ISCTE, Março de 2012
  2. 2. o Desenhos Ferogénicos: ◦ Origem (génese) é a feromona.o ...e Outras Paisagens Escondidas: ◦ Georgy Kepes (1906-2001), The New Landscape in Art and Science (1956). ◦ “Unseen landscapes”, “new landscapes”. Criatividade Computacional, ISCTE, Março de 2012 2
  3. 3. Parte I: Arte e CiênciaParte II: Arte Generativa Criatividade Computacional, ISCTE, Março de 2012 3
  4. 4.  Criatividade Arte e Ciência: diálogos e cismas, desde o Renascimento à Arte Generativa. Tecnologia (Técnica): a camera obscura, a “máquina” Fotografia Criatividade Computacional, ISCTE, Março de 2012 4
  5. 5. Creativity in art does not seem to me essentially differentfrom scientific creativity or any other act of creationknown to mankind.Frank J. Malina (1954) Criatividade Computacional, ISCTE, Março de 2012 5
  6. 6. o Criatividade “improbabilistic”: novas combinações de ideias conhecidaso Criatividade “impossibilistic”: novas ideias, fora de qualquer paradigma prévio. Uma divisão da criatividade que esteja de acordo com os processos mentais e o impacto das ideias é mais plausível do que qualquer separação baseada no campo de conhecimento (arte ou ciência). Criatividade Computacional, ISCTE, Março de 2012 6
  7. 7. Todo o autor, na proporção em que é grande e ao mesmotempo original, tem tido sempre que criar o sentidoestético pelo qual há de ser apreciado.Fernando Pessoa Criatividade Computacional, ISCTE, Março de 2012 7
  8. 8. Princípio de ArquimedesEstátua de Arquimedes/eureka em Manchester Criatividade Computacional, ISCTE, Março de 2012 8
  9. 9. Lei de Newton de Gravitação UniversalHarold Edgerton Criatividade Computacional, ISCTE, Março de 2012 9
  10. 10. Albert Einstein, fotografado por Yousuf Karsh, 1948 Criatividade Computacional, ISCTE, Março de 2012 10
  11. 11. Prémio Nobel da medicinapelos seus trabalhossobre o controlo genéticodas enzimas; diz-se quefoi num teatro parisiense,num momento de lazer,que percebeu como osgenes interagem paragerar vida. Criatividade Computacional, ISCTE, Março de 2012 11
  12. 12. 1865 Nadar, autor das primeiras fotografias aéreasLouis Pasteur, fotografado por Félix Nadar Criatividade Computacional, ISCTE, Março de 2012 12
  13. 13.  Perspectiva, Leone Battista Alberti (1404-1472), De Pictura (1435) Séc. XV Séc. XVI Wagner, fim da Grande Ópera Séc. XVIII William Eggleston Marcel Duchamp Criatividade Computacional, ISCTE, Março de 2012 13
  14. 14. (…) Imediatamente reconheci que a abertura do Ouro do Reno, que devia estar há muito tempo latente dentro de mim (…), foi-me finalmente revelada. Wagner, numa viagem a La Spezia, em 1953 per aspera ad astra, Gott geb es (nota de Wagner no final da abertura d‟O Navio Fantasma) Criatividade Computacional, ISCTE, Março de 2012 14
  15. 15. Pollock (2000)Criatividade Computacional, ISCTE, Março de 2012 15
  16. 16. Taylor, R.; Micolich, Adam P.; Jonas, David, Can Science Be Used ToFurther Our Understanding Of Art?Rather than mimicking Nature, he[Pollock] adopted its language -fractals - to build his own patterns.Quando perguntaram a Pollock por que razão deixara de trabalharcom motivos da natureza, este respondeu: eu sou natureza. Criatividade Computacional, ISCTE, Março de 2012 16
  17. 17. Criatividade Computacional, ISCTE, Março de 2012 17
  18. 18. Criatividade Computacional, ISCTE, Março de 2012 18
  19. 19. Warnke, M., Wedemeyer, C. (2010) ‘Documenting Artistic Networks: AnnaOppermann’s Ensembles are Complex Networks!’, in Art | Humanities |Complex Networks, a Leonardo Sattelite Symposiun at NetSci.Neste artigo, os autores demonstram que o trabalho de Oppermantem propriedades semelhantes às redes de escala livre (scale-freenetworks). Isso pode explicar a robustez dos trabalhos, em relação àremoção de partes do mesmo. Criatividade Computacional, ISCTE, Março de 2012 19
  20. 20. o Não há uma clara distinção entre criatividade científica e artísticao A ciência aparece na arte (ou será a natureza?), mesmo involuntariamente.o E a religião? Criatividade Computacional, ISCTE, Março de 2012 20
  21. 21.  Joseph Haydn (1732-1809), na estreia de A Criação, virou-se para a audiência, apontou para o céu e disse: tudo veio lá de cima! Joseph Priestley (1773-1804), químico (e teólogo, e filósofo e político) tentou combinar o racionalismo iluminista com o teísmo cristão. Newton era profundamente religioso. Criatividade Computacional, ISCTE, Março de 2012 21
  22. 22. Arte ReligiãoCiência Criatividade Computacional, ISCTE, Março de 2012 22
  23. 23. Arte ReligiãoCiência Criatividade Computacional, ISCTE, Março de 2012 23
  24. 24.  Leonardo Da Vinci Leone Battista Alberti Piero della Francesca Criatividade Computacional, ISCTE, Março de 2012 24
  25. 25. Escritor, fotógrafo, professor de matemática. Criatividade Computacional, ISCTE, Março de 2012 25
  26. 26.  Francis Bacon (1561-1626) Newton Johannes Kepler (1571-1630) Copérnico, Giordano Bruno, Galileu Joseph Priestley, Lavoisier (1743-1794) Criatividade Computacional, ISCTE, Março de 2012 26
  27. 27. Não me dilatarei pois em demonstrar, e espender se aChimica he uma arte, ou huma Sciencia, como no outrotempo inútil me pareçeo explicar também se a HistóriaNatural he huma semplice Nomenclatura, ou humaSciencia.Domingos Vandelli (1774) Criatividade Computacional, ISCTE, Março de 2012 27
  28. 28. Do not all charms fly At the mere touch of cold philosophy?Lamia, John Keats (1819) Ciência! Do velho Tempo és filha predilecta! Tudo alteras, com o olhar que tudo inquire e invade! Por que rasgas assim o coração do poeta, abutre, que asas tens de triste Realidade? Soneto à Ciência, Edgar Allan Poe (1829) Tenho um amigo que é artista, e que por vezes tem uma opinião com a qual não concordo. Ele segura uma flor e diz, ‘olha como é bela esta flor’, e eu concordo. Mas logo ele dirá, ‘Eu, como artista, sei ver como a flor é bela. Mas tu, como cientista, divide-la em partes e torna-la aborrecida’. Eu penso que ele é um pouco tonto. Richard Feynman, What do you care what other people think Criatividade Computacional, ISCTE, Março de 2012 28
  29. 29. Charles P. Snow (1905-1980), The Two Cultures (1959).  I now believe that if I had asked an even simpler question — such as, What do you mean by mass, or acceleration, which is the scientific equivalent of saying, Can you read? — not more than one in ten of the highly educated would have felt that I was speaking the same language. Criatividade Computacional, ISCTE, Março de 2012 29
  30. 30.  Prospects in the Arts and Sciences (1954) Cientista: the lonely man in society Oppenheimer, por Karsh Criatividade Computacional, ISCTE, Março de 2012 30
  31. 31. Criatividade Computacional, ISCTE, Março de 2012 31
  32. 32.  Transgressing the Boundaries: Toward a Transformative Hermeneutics of Quantum Gravity (Alan Sokal) (…) the postmodern sciences overthrow the static ontological categories and hierarchies characteristic of modernist science. In place of atomism and reductionism, the new sciences stress the dynamic web of relationships between the whole and the part; in place of fixed individual essences (e.g. Newtonian particles), they conceptualize interactions and flows (e.g. quantum fields). (…) Criatividade Computacional, ISCTE, Março de 2012 32
  33. 33. For me it remains an open question whether this workpertains to the realm of mathematics or to that of art.M.C. Escher Criatividade Computacional, ISCTE, Março de 2012 33
  34. 34. Auto-referência, paradoxosAscending and descending (1960) Waterfall (1961) Paradoxo do mentiroso: esta afirmação é falsa Hall City (1956) Criatividade Computacional, ISCTE, Março de 2012 34
  35. 35. Encounter (1944) Day and Night (1938) Criatividade Computacional, ISCTE, Março de 2012 35
  36. 36. China Boy (1936) Circle Limit (1959) Criatividade Computacional, ISCTE, Março de 2012 36
  37. 37. Foto: Paulo Maia, 2010 Criatividade Computacional, ISCTE, Março de 2012 37
  38. 38. Diagrama de Voronoi(Georgy Voronoi, 1908) Mondrian (1872-1944) Leonel Moura, Voronoi, 2002 Criatividade Computacional, ISCTE, Março de 2012 38
  39. 39. o Manifesto Futurista (1909)o Filipo Tomaso Marinetti (1876-1944)o Velocidade, máquinas, juventude, violência.o Triunfo da humanidade sobre a natureza. Criatividade Computacional, ISCTE, Março de 2012 39
  40. 40. Umberto Boccioni Criatividade Computacional, ISCTE, Março de 2012 40
  41. 41.  Escola de design e artes plásticas 1919-1933, na Alemanha New Bauhaus, Chicago, pós-guerra Georgy Kepes Lazlo Moholy-Nagy Wasilly Kandinsky Paul Klee ... Criatividade Computacional, ISCTE, Março de 2012 41
  42. 42. Foi, juntamente com Lázló Moholy-Nagy e WassilyKandinsky, um dos grandes divulgadores dafotografia científica.Organizou exposições de fotografia científica.Interessou-se pela arte electrónica.Escreveu The New Landscape in Art and Science e deThe Language of Vision. Criatividade Computacional, ISCTE, Março de 2012 42
  43. 43.  Engenheiro aeronáutico, pintor, artista Fundou a Leonardo, revista de arte e ciência, da MIT Press, em 1968 Pinturas CinéticasFrank J. Malina, “Flowers,” 1964. Criatividade Computacional, ISCTE, Março de 2012 43
  44. 44. Malina 1Malina 2 Criatividade Computacional, ISCTE, Março de 2012 44
  45. 45. Nu descendo as escadas, 1912 Criatividade Computacional, ISCTE, Março de 2012 45
  46. 46. Criatividade Computacional, ISCTE, Março de 2012 46
  47. 47. Criatividade Computacional, ISCTE, Março de 2012 47
  48. 48. Criatividade Computacional, ISCTE, Março de 2012 48
  49. 49. Criatividade Computacional, ISCTE, Março de 2012 49
  50. 50. Pintor, se para isso tivesse habilidade. Criatividade Computacional, ISCTE, Março de 2012 50
  51. 51. O binómio de Newton é tão belo como a Vénus deMilo. O que há é pouca gente para dar por isso. Criatividade Computacional, ISCTE, Março de 2012 51
  52. 52. Criatividade Computacional, ISCTE, Março de 2012 52
  53. 53. Criatividade Computacional, ISCTE, Março de 2012 53
  54. 54. Criatividade Computacional, ISCTE, Março de 2012 54
  55. 55. Francesco Guardi, La Fiera della Sensa in Piazza SanMarco, c. 1775, oil over canvas. (© FundaçãoCalouste Gulbenkian, Lisbon). Obra realizada comcamera obscura. Criatividade Computacional, ISCTE, Março de 2012 55
  56. 56. 1839arte, ciência e tecnologia Criatividade Computacional, ISCTE, Março de 2012 56
  57. 57. Paul GauginCriatividade Computacional, ISCTE, Março de 2012 57
  58. 58.  Francis Galton (1822-1911) Fotografia composta Criatividade Computacional, ISCTE, Março de 2012 58
  59. 59. August Sander (1876-1964) Criatividade Computacional, ISCTE, Março de 2012 59
  60. 60. Krzysztof PruszkowskiCriatividade Computacional, ISCTE, Março de 2012 60
  61. 61. Hiroshi Sugimoto, Theatres Criatividade Computacional, ISCTE, Março de 2012 61
  62. 62.  para se ser um bom fotógrafo é necessário ser-se um bom cientista também (Sugimoto).Hiroshi Sugimoto utiliza um geradorde Van de Graff para carregar umabola de metal a cujos efeitos expõe,em seguida, folhas de filmefotográfico. Criatividade Computacional, ISCTE, Março de 2012 62
  63. 63. Bernd e Hilla IdrisBecher Kahn Criatividade Computacional, ISCTE, Março de 2012 63
  64. 64. o O mundo antes e depois da fotografia.o O espanto.o A fotografia mudou a percepção do passado.o Deu-nos “paisagens escondidas”: microfotografia, astronomia, exposições longas.o A fotografia é uma extensão cognitiva (da mente/do corpo). Criatividade Computacional, ISCTE, Março de 2012 64
  65. 65. Proposta de trabalho: a Música e a Ciência História Estado da Arte Música Evolutiva Criatividade Computacional, ISCTE, Março de 2012 65
  66. 66. Criatividade Computacional, ISCTE, Março de 2012 66
  67. 67. o Arte Digitalo Computação Bio-inspirada o Algoritmos Genéticos o PSO (Particle Swarm Optimization) o Algoritmos de Formigaso Estado da Arte (Generativa)o Pherographia e outros desenhos ferogénicos Criatividade Computacional, ISCTE, Março de 2012 67
  68. 68. ... as seen at the end of mechanical age 1968, The Museum of Modern Art, New York The possibilities inherent in the computer as a creative tool will do little to change those idioms of art which rely primarily on the dialogue between the artist, his ideas and the canvas. They will, however, increase the scope of art and contribute to its diversity. Criatividade Computacional, ISCTE, Março de 2012 68
  69. 69. Criatividade Computacional, ISCTE, Março de 2012 69
  70. 70.  AT&T Bell Laboratories. O AT&T, nos anos 1960 e 70, tinha equipas (de artistas e cientistas) a trabalhar nas mais avançadas tecnologias digitais. Aging Process, Charles Csuri Criatividade Computacional, ISCTE, Março de 2012 70
  71. 71. Criatividade Computacional, ISCTE, Março de 2012 71
  72. 72.  The Machine: The possibilities inherent in the computer as a creative tool will do little to change those idioms of art which rely primarily on the dialogue between the artist, his ideas and the canvas. They will, however, increase the scope of art and contribute to its diversity. Criatividade Computacional, ISCTE, Março de 2012 72
  73. 73. Arte criada por um sistema autónomo.Arte Evolutiva, Arte criada por Inteligência de Enxame, Arte Artificial. Arte e Computação Bio-inspirada Criatividade Computacional, ISCTE, Março de 2012 73
  74. 74.  Complexidade ◦ Autómatos Celulares, Teoria do Caos, fractais, auto- organização, Vida Artificial, Computação Evolutiva, etc, etc, etc... Emergence 74 Criatividade Computacional, ISCTE, Março de 2012
  75. 75. Criatividade Computacional, ISCTE, Março de 2012 75
  76. 76. inicializa população (n) avalia população Critério de solução paragem seleciona indivíduos (pais) 11111111 11100000 recombina 00000000 00011111 11100100 11100000 muta 11000111 10000111 11011010 Dimensão população (n) substitui 10101011 Proabilidade de cruz. (pc) 11111111 Probabilidade de mut. (pm) 0000000176 Criatividade Computacional, ISCTE, Março de 2012
  77. 77.  Optimização numérica Optimização combinatorial Diversas aplicações industriais ◦ Desenhar as asas de um avião ◦ Optimizar horários escolares ◦ Optimizar trajectos (problema caixeiro-viajante) Criatividade Computacional, ISCTE, Março de 2012 77
  78. 78.  Avaliação humana. Desvantagem: tempo consumido ◦ Metódos automáticos, que imitam a avaliação humana Experiência mental: o “salmorejo” perfeito Karl Sims, Primordial Dance (1991) Video Criatividade Computacional, ISCTE, Março de 2012 78
  79. 79. o Ficar perto dos “vizinhos”o Voar paralelamente à direcção do vizinhoo Voar no sentido de maior densidadeo Evitar colisões. Video Criatividade Computacional, ISCTE, Março de 2012 79
  80. 80.  O movimento de cada partícula é uma função de:1) A sua posição actual.2) A sua velocidade actual.3) A sua melhor posição até ao momento.4) A melhor posição encontrada por qualquer partícula. Eq. 1 Eq. 2 aleatorios Criatividade Computacional, ISCTE, Março de 2012 80
  81. 81. Criatividade Computacional, ISCTE, Março de 2012 81
  82. 82.  Ant Colony Optimization Reforço+evaporação Stigmergia Criatividade Computacional, ISCTE, Março de 2012 82
  83. 83. Criatividade Computacional, ISCTE, Março de 2012 83
  84. 84. Criatividade Computacional, ISCTE, Março de 2012 84
  85. 85.  Optimização Classificação de Dados Agrupamento automáticos de dados (Clustering) Prospecção de dados (Data Mining). Robótica Colectiva Etc... Criatividade Computacional, ISCTE, Março de 2012 85
  86. 86. Página(http://www.flickr.com/photos/gbachelier/collections/72157603627941498/) Criatividade Computacional, ISCTE, Março de 2012 86
  87. 87. Criatividade Computacional, ISCTE, Março de 2012 87
  88. 88.  Swarm Paintings Swarm Sculpture Criatividade Computacional, ISCTE, Março de 2012 88
  89. 89. Monmarché, N., Mahnich, I., and Slimane, M. (2007) „Artificial Art Madeby Artificial Ants,‟ in The Art of Artificial Evolution - A Handbook ofArtificial Art and Music, J. Romero, and P. Machado, Eds, Springer, pp.227-24. Monmarchés Ants (Video) Criatividade Computacional, ISCTE, Março de 2012 89
  90. 90.  Photographia – desenhar com luz Pherographia – desenhar com feromonas Criatividade Computacional, ISCTE, Março de 2012 90
  91. 91.  How Swarms Build Cognitive Maps, 1994 Criatividade Computacional, ISCTE, Março de 2012 91
  92. 92. Criatividade Computacional, ISCTE, Março de 2012 92
  93. 93. W 1 1•Cada formiga deposita uma quantidade constante deferomona em cada iteração.• evaporação (constante) em cada iteração 1/2 1 1/2 W i w Pik 1/4 Ant 1/4 j/k W j w 1/12 1/20 1/12 Criatividade Computacional, ISCTE, Março de 2012 93
  94. 94. T p gl / 255 Criatividade Computacional, ISCTE, Março de 2012 94
  95. 95.  Formigas+Evolução Self-Regulated Artificial Ant Colonies on Digital Image Habitats, in Journal of Lateral Computing, 2005 http://arxiv.org/abs/cs/0512004 Criatividade Computacional, ISCTE, Março de 2012 95
  96. 96. Criatividade Computacional, ISCTE, Março de 2012 96
  97. 97. Criatividade Computacional, ISCTE, Março de 2012 97
  98. 98. Criatividade Computacional, ISCTE, Março de 2012 98
  99. 99. sobre este trabalho:http://carlosmfernandes.com/index_archivos/Page768.htm Criatividade Computacional, ISCTE, Março de 2012 99
  100. 100. um tributo a Muybridge Criatividade Computacional, ISCTE, Março de 2012 100
  101. 101. zoetropeZoetrope significa a roda (trop) da vida (zoe). myrmecotrope, aroda das formigas. Criatividade Computacional, ISCTE, Março de 10 2012 1
  102. 102. Criatividade Computacional, ISCTE, 10 Março de 2012 2
  103. 103. 654321 0 50 100 150 200 250 300 350 400 450 Criatividade Computacional, ISCTE, Março de 2012 103
  104. 104. CriatividadeComputacional, ISCTE, Março de 10 2012 4
  105. 105. A arte é a árvore da vida, como a ciência é a árvore da morte.William Blake Criatividade Computacional, ISCTE, Março de 10 2012 5
  1. A particular slide catching your eye?

    Clipping is a handy way to collect important slides you want to go back to later.

×