Sam
Sam
Sam
Sam
Sam
Sam
Sam
Sam
Sam
Sam
Sam
Sam
Sam
Sam
Sam
Sam
Sam
Sam
Sam
Sam
Sam
Sam
Sam
Sam
Sam
Sam
Sam
Sam
Sam
Sam
Sam
Sam
Sam
Sam
Sam
Sam
Sam
Sam
Sam
Sam
Sam
Sam
Sam
Sam
Sam
Sam
Sam
Sam
Sam
Sam
Sam
Sam
Sam
Sam
Sam
Sam
Sam
Sam
Sam
Sam
Sam
Sam
Sam
Sam
Sam
Sam
Sam
Sam
Sam
Sam
Sam
Sam
Sam
Sam
Sam
Sam
Sam
Sam
Sam
Sam
Upcoming SlideShare
Loading in …5
×

Sam

2,333 views
2,247 views

Published on

0 Comments
1 Like
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

No Downloads
Views
Total views
2,333
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
870
Actions
Shares
0
Downloads
5
Comments
0
Likes
1
Embeds 0
No embeds

No notes for slide
  • Bom dia a todos. Em primeiro lugar gostaria de agradecer ao Carlos Martins o convite que me foi dirigido e ao Dr Francisco Salgueiro , a sua ajuda que sem ela esta apresentação não seria possível.
  • O Sistema de apoio ao medico permite a consulta do processo do utente, a agenda do medico mas também ao processo familiar
  • Esta é a nossa agenda para os episodios no tio SAM
  • O Episodio de cuidados começa desde o momento em que o problema de saúde ou doença são apresentados ao MF e termina aqdo da ultima consulta para o mesmo
  • Os motivos de consulta , os problemas de saúde / diagnósticos e os procedimentos de cuidados/ intervenções são a base de um episodio de cuidados, constituindo por uma ou mais consultas incluindo as alterações ao longo do tempo. – neste slide constituido por 2 consultas Por conseguinte um episodio de cuidados refere - se a todo o tipo de cuidados prestados a um determinado dte que apresente um ligeiro problema de saúde ou doença
  • Estes episódios poderão ser de curta duração e precisar de poucas consultas (uma amigdalite por exemplo), de uma duração média (uma gravidez, por exemplo), ou de duração indefinida HTA, rastreio oncológico por exemplo). Poderão estar relacionados com situações de doença bem como situações de vigilância ou prevenção.
  • O prestador de cuidados devera identificar e clarificar o motivo de consulta tal como foi expresso pelo utente. A rubrica da ICPC devera ser tão próxima qto possível das palavras originais utilizadas pelo dte para apresentar o motivo . As dores no peito podem ser classificadas como L04- sinais/ sintomas do torax ou R01- dor atribuida ao aparelho respiratorio
  • O problema de saúde / diagnostico que dá o nome ao episodio de cuidados, constitui o ponto fulcral deste. Muitos dos Problemas de saúde são de facto diagnósticos médicos, mas em CSP muitos dos problemas são constituídos por outras condições tais como receios de dças, sintomas, queixas, incapacidades ou necessidades de cuidados como a imunização
  • Trata-se então de um homem de 41 anos, motorista de veículos pesados.
  • apresentava TA elevada, obesidade grau 1 e era fumador.
  • Este é o seu genograma, como podem ver o pai e o irmão com hx de doença cardiaca. O nosso doente é casado, tem um aboa relação com a esposa e com o filho de 15 anos. Mas, o genograma não esta disponivel no Sam Utilizando o genopro, que e um software existente no mercado que permite modelar num genograma A sua construção para esta familia demorou 15 minutos
  • Encontra-se na fase 5 do ciclo de Duval
  • E esta foi a representação que fez do seu núcleo familiar representando-se a si a esposa e ao filho por círculos próximos, grandes e de igual tamanho.
  • 7- 10 pontos- familia sem disfunção- podiamos colocar o valor dentro de uma caixa verde
  • Então, este senhor vem a consulta no dia 7 fev 2009, porque foi aconselhado pela medica de saúde pública a marcar consulta no MF já que quando foi pedir a renovação da carta de pesados, teria apresentado a TA elevada. Ao EO apresentava TA de 156/90 no braço direito . Foi-lhe então fornecido um diário alimentar, onde teria que registar detalhadamente durante uma semana os alimentos que ingerisse, e levou também consigo um panfleto da nossa USF acerca da mudança de estilos de vida. Foram também pedidas análises de sangue e urina, aconselhada a medição da TA em ambulatório 5x na semana de manha e à noite, e marcada consulta para o mês seguinte. Entao vem a Usf em 11-Fev mostrar ECD pedidos, e medir a TA . Encontra- se assintomático
  • A medição feita no consultório não se afastou muito destes valores – foi de 156/96( TAS media 157; TAD media de 93 ) Mediu-se a TA no MI, e foi calculado o ITB que foi normal. O doente tinha perdido peso 3kilos e meio.
  • E trouxe as análises que mostravam uma dislipidémia com CT 311 e LDL 235. Foi calculado o RCV que foi de 1% no SCORE e 16% (alto risco) no Framingham.
  • Nesta consulta encontramos então para alem dos problemas já conhecidos, a dislipidémia e agora em vez da tensão arterial elevada, uma hipertensão grau 1
  • Esta era a lista de prioridades do nosso doente: ele encontrava-se motivado para perder peso, aceitando e comprometendo-se a alterar aspectos da sua dieta, mas relativamente por exemplo ao tabaco e à falta de exercício físico, ele não os considerava para já um problema e portanto não estava motivado nem disponível para actuar sobre qualquer uma deles
  • Esta é a barra que observamos em cima a dta O icon selecionado é: Arvore de episodios
  • Lanterna: visulaização de todos os episodios. Activos e desactivados
  • Refrescar: regrigerar, desenho, reanimar ou aliviar
  • No O- objectivo podemos seleccionar o programa de saúde. Neste caso o da HTA, que é então aberto - imagem da dta
  • . Automaticamente a HTA foi classificada no A e foi criado o episodio de HTA. Os diferentes procedimentos realizados (exame objectivo, exames auxiliares, receituário, etc.) poderão ficar agrupados dentro deste episodio.
  • De seguida registaram - se os restantes problemas nesta consulta,. Portanto , 1 +1+1+1 igual a 4. Fazendo click no botão ‘árvore’ tem-se acesso ao ecrã correspondente com a árvore de episódios. Mas verificamos que só estão na arvore 3. Será que isto e um sinal para a definição da agenda da consulta…. As diferentes consultas relacionadas com o episódio de cuidados ficam agrupadas dentro do episódio correspondente, identificadas pela data e pelo médico que as realizou...
  • Quando existem vários episódios, fazendo duplo click na barra de episódio corrente abre uma janela que permite seleccionar em qual se pretende actuar. Vamos escolher o da HTA
  • E prescrever o lisinopril. Assim, a árvore ficou preenchida correctamente de forma automática
  • Podemos posteriormente activar o episódio da alteração do metabolismo antes de emitir a receita de ‘ Rosuvastatina, a árvore ficaria preenchida correctamente de forma automática.
  • Se prescrevermos o lisinopril e a estatina com o episodio activo da HTA, verificamos na arvore de episodio que os 2 ficaram adstritos ao episodio da HTA
  • O icon selecionado na imagem da dta Mostra os episódios clínicos consulta do dia e apenas do dia Podem ter acesso a arvore de episodios no proprio dia ou ate noa maximo 5 dias
  • Haveria que seleccionar com a tecla ‘Ctrl’ (Ctrl+ Click) o medicamento em causa( rosuvastatina) e de seguido o episódio onde o pretende associar ( alteração do metabolismo dos lipidos). Finalmente fazer click no botão cortar. Assim ,a Rosuvastatina ficou posicionado no episodio certo, como podem ver na imagem da dta Se pretendessemos associar um farmaco a 2 episodios, procedemos da mesma forma , mas usavamos o icon copiar Ex: AAS para a HTA e DM, se fosse o caso
  • Haveria que seleccionar com a tecla ‘Ctrl’ (Ctrl+ Click) o medicamento em causa( rosuvastatina) e de seguido o episódio onde o pretende associar ( alteração do metabolismo dos lipidos). Finalmente fazer click no botão cortar. Assim ,a Rosuvastatina ficou posicionado no episodio certo, como podem ver na imagem da dta Se pretendessemos associar um farmaco a 2 episodios, procedemos da mesma forma , mas usavamos o icon copiar Ex: AAS para a HTA e DM, se fosse o caso
  • E quando o doente vem a consulta novamente, três semanas depois do acidente da esposa, traz uma queixa de novo: uma Pressao retroesternal em relação com o esforço e que desaparece espontaneamente ao fim de 1 min. Havia como vimos antecedentes de DCV na familia
  • As Tas são de 158/96 o EO é normal
  • E foi discutida em conjunto com o doente a necessidade de combater mais eficazmente os seus FR nomeadamente deixar de fumar, alterar a sua dieta para diminuir a dislipidémia e perder mais peso. Propôs-se baixa médica ao doente por este ter uma profissão em que estava sujeito a esforços que desncadeavam a angina e também por se encontrar extremamente ansioso, mas o doente recusou, assim como recorrer ao SU por se tratar de uma angina de novo Pediu-se um ECG com prova de esforço e prescreveu-se AAS e prescreveu-se a nitroglicerina avisando-se os sinais de alarme que o deviam fazer dirigir-se ao SU.
  • Posicionando o rato sobre a área da árvore de episódios, e fazendo click com o botão direito, abre um menu que permite modificar os episódios.
  • Posicionando o rato sobre a área da árvore de episódios, e fazendo click com o botão direito, abre um menu que permite modificar os episódios.
  • Posicionando o rato sobre a área da árvore de episódios, e fazendo click com o botão direito, abre um menu que permite modificar os episódios.
  • A opcão “ desactivar episodio” permite desactivar um episódio. . Por exemplo, o episódio de cuidados de Saúde Materna finalizará com o ‘parto ou abortamento’ como podemos neste slide
  • . O episódio ficará ressaltado com o icone selecionado com um circulo , e só será visível através da opção lanterna descrita anteriormente
  • O botão principal do rato também abre um menu específico- Programa de saude e reactivar programa A opçao programa de saude dá acesso ao programa correspondente. Esta opção permitiria assim abrir a informação registada num programa de saúde já terminado de SM, neste caso A Opçao reactivar permite ‘reactivar’ um episódio finalizado anteriomente A
  • O botão principal do rato também abre um menu específico- Programa de saude e reactivar programa A opçao programa de saude dá acesso ao programa correspondente. Esta opção permitiria assim abrir a informação registada num programa de saúde já terminado de SM, neste caso A Opçao reactivar permite ‘reactivar’ um episódio finalizado anteriomente A
  • O botão principal do rato também abre um menu específico- Programa de saude e reactivar programa A opçao programa de saude dá acesso ao programa correspondente. Esta opção permitiria assim abrir a informação registada num programa de saúde já terminado de SM, neste caso A Opçao reactivar permite ‘reactivar’ um episódio finalizado anteriomente A
  • O doente volta 1 semana depois com o resultado da prova de esforço que demonstrou sinais sugestivos de doença coronária.
  • O doente volta 1 semana depois com o resultado da prova de esforço que demonstrou sinais sugestivos de doença coronária.
  • Nesta altura o doente ainda não tinha deixado de fumar mas já se encontrava em fase de contemplação, ou seja, pensava que era mesmo necessário mudar. Houve portanto uma mudança na sua lista de prioridades
  • Novamente não quis ser referenciado ao SU Foi enviado um P1 de carácter urgente para o serviço de cardiologia do centro hospitalar de gaia, e prescreveu-se Um bloqueador Beta
  • Posicionando o rato sobre a área da árvore de episódios, e fazendo click com o botão direito, abre um menu que permite modificar os episódios.
  • Se clicarmos no botao dto do rato, podemos selecionar o item renomear; de seguida abre a caixa que vemos a dta
  • Se clicarmos no botao dto do rato, podemos selecionar o item renomear; de seguida abre a caixa que vemos a dta
  • Se clicarmos no botao dto do rato, podemos selecionar o item renomear; de seguida abre a caixa que vemos a dta
  • Se clicarmos no botao dto do rato, podemos selecionar o item renomear; de seguida abre a caixa que vemos a dta
  • No inicio deste mês de março o doente vem a consulta e conta que está abstinente do tabaco há 1 mês. No entanto aumentou 4kg de peso que são um factor de preocupação. Não refere quaisquer outros sintomas de abstinência.
  • As Tas eram já dento dos limites pretendidos.
  • Temos então de novo a obesidade, agora numa fase de recaída e o tabagismo agora em fase de acção.
  • Ou seja, deu-se uma mudança na lista de prioridades deste doente – agora já motivado também para a cessação tabágica e para a pratica de exercício físico. Foi feito um reforço positivo das alterações no seu estilo de vida, foram discutidos possíveis efeitos laterais da abstinência e mostrada disponibilidade da nossa parte para ajudar a ultrapassar quaisquer dificuldades a esse nível. Ficou estabelecido um compromisso por parte do doente que iria intensificar os cuidados com a alimentação e iniciaria exercício físico.
  • A opção alterar data de episodio permite modificar a data que aparece na árvore de episódios. Por defeito o SAM aplica a data do dia em que se cria o episódio...
  • Para terminar podemos ver a Linha de Vida de MEdalie deste doente, que mostra a proximidade entre os acontecimentos de que vos falei: o acidente da esposa, os episódios de angina, e as mudanças de estilo de vida. Face a esta sequencia de eventos, podemos especular se não poderá ter sido o acidente da esposa, seguido o evento coronário, aquilo que esteve na origem do despertar para a necessidade deste doente realmente mudar os seus hábitos e controlar os FR, já que anteriormente ao acidente tínhamos um doente não motivado e que não cumpria com as consultas nem com a medicação, e depois destes life events, passou a estar muito mais motivado realmente mudando os seus hábitos.
  • ×