Your SlideShare is downloading. ×
Designing for Social Interactions
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×

Thanks for flagging this SlideShare!

Oops! An error has occurred.

×

Introducing the official SlideShare app

Stunning, full-screen experience for iPhone and Android

Text the download link to your phone

Standard text messaging rates apply

Designing for Social Interactions

3,201
views

Published on

Como projetar sistemas para dar suporte à interação e à inteligência social.

Como projetar sistemas para dar suporte à interação e à inteligência social.

Published in: Design, Technology, Business

0 Comments
8 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

No Downloads
Views
Total Views
3,201
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
2
Actions
Shares
0
Downloads
4
Comments
0
Likes
8
Embeds 0
No embeds

Report content
Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
No notes for slide

Transcript

  • 1. DESIGNINGFOR SOCIALINTERACTIONSComo projetar sistemas paradar suporte à interação e àinteligência social.TechTalk, Carlos Krämer, 02/08/2011
  • 2. O que é Design deInteração e por queisso interessa?
  • 3. Design de Interação é: (algumas) Definições e abordagens
  • 4. Design de Interação é: design de produtos interativos digitais “design de produtos interativos que fornecem suporte às atividades cotidianas das pessoas, seja no lar ou trabalho” (Preece, Rogers e Sharp, 2005)
  • 5. Design de Interação é: design de produtos interativos “Interaction design has to do with the design of any artifact, be it an object, system, or environment, whose primary aim is to support either an interaction of a person with the artifact, or an interaction among people that is mediated by the artifact. Although some see interaction design as particularly concerned with digital systems -- either computer systems or artifacts with embedded computational capabilities -- I see no reason to exclude humbler artifacts” (Tom Erickson, 2005)
  • 6. Design de Interação é: design de mediação social “Interaction design is the art of facilitating or instigating interactions between humans mediated by humans, products. (…) The products an interaction designer creates can be digital or analog, physical or incorporeal or some combination thereof.” (Dan Saffer, 2004) Crédito: Paul Adams
  • 7. so, whats new?
  • 8. Um típico problemade design industrial
  • 9. Uma típica soluçãode design industrial
  • 10. Um problemade interação
  • 11. Uma solução dedesign de interação
  • 12. Uma alternativa
  • 13. ou, quem sabe, essa:
  • 14. a good frameworkexists arounddesigning for socialrelationshipsPaul Adams
  • 15. Como colocar em prática odesign de interação focado emrelações sociais? Como engajarpessoas através do Design?O exemplo dos social proxies deTom Erickson.
  • 16. INTELIGÊNCIA SOCIALE SOCIAL PROXIES
  • 17. Definição de Erickon para inteligência social:the ways in which groupsof people manage toproduce coherent behaviordirected towards individualor collective ends
  • 18. Interação social enormas sociaisRelações sociais acontecem emfunção do “outro”, e as normassociais são reforçadas na medidaem que acontecem e são vistas. Avisibilidade do outro é importante.o caso da porta com janela
  • 19. COOPERAÇÃOCOLETIVA
  • 20. O papel das pistas físicas, ambientais e comportamentais
  • 21. Pistas físicas ecomportamentais de normassocias subjacentes ajudam aobter comportamentoscoletivos cooperativos e noengajamento para produçãode inteligência social.
  • 22. Como transportar as pistasdo “mundo real” parasistemas digitais e darsuporte à interação e aodesenvolvimento dainteligência social?
  • 23. Social ProxiesA social proxy is an abstract dynamicgraphical representation that portrayssocially salient information about thepresence and activities of a group of peopleparticipating in an online interaction. It isone technique for providing online, multi-user systems with some of the cues soprevalent in the face to face world.(Tom Erickson)
  • 24. Exemplo de proxy social usado em sistemas de comunicação da IBM.Babble (1997-2001) e Loops (2001-2004). Créditos: Thomas D. Erickson
  • 25. Exemplo de proxy social usado em sistemas de comunicação da IBM.Babble (1997-2001) e Loops (2001-2004). Créditos: Thomas D. Erickson
  • 26. Timeline proxy para o sistema Babble, da IBM. (Erickson and Laff, 2001)
  • 27. Proxy experimental para gerenciamento de tarefas. IBM. (Erickson et al., 2004)
  • 28. Visão geral de uma tarefa sendo executada em nível organizacional. IBM. (Erickson et al., 2004)
  • 29. Social ProxiesSegundo Erickson, é importante que:Todos vejam a mesma coisa. Seja visto por todose não permita visualização customizada por usuário.“It is this mutuality that supports peoplebeing held accountable for their actions, and thatleads to useful social phenomena such as feelings ofobligation and peer pressure.” (Erickson)
  • 30. Social ProxiesSegundo Erickson, é importante que (2):Retrate ações, não interpretações. Deixe osusuários interpretarem e conferirem sentido.“we recommend minimizing the amount ofinterpretation that is built into the system; let theusers interpret – they understand the context betterthan the system ever will.” (Erickson)
  • 31. Social ProxiesSegundo Erickson, é importante que (3):Seja visto de uma perpectiva em terceirapessoa. Ver suas próprias ações permite aprendercom o sistema e saber como os outros te enxergam.
  • 32. Social Proxies servem para Simular pistas físicas, ambientais e comportamentais em ambientes digitais. Criar um senso de obrigação e “pressão social”. Proporcionar um ambiente comum onde usuários podem inferir sobre o comportamento de outros indivíduos e do grupo. Permitir que grupos atuem de maneira coerente e cooperativa, tendo em vista um fim.
  • 33. Obrigado!Carlos Krämercarloskramer.comkramer.carlos@gmail.com
  • 34. ReferênciasCARLSON, Nicholas. Heres The Presentation That Inspired Google+. Disponível em:http://www.businessinsider.com/heres-the-presentation-that-inspired-google-2011-7?op=1 Acesso em jun. de 2011.ERICKSON, Thomas. ‘Social’ Systems: Designing Digital Systemsthat Support Social Intelligence. Disponível em:http://www.visi.com/~snowfall/AIandSoc_SocialSystems.pdf Acesso em jun. de 2011.______. Five Lenses: Towards a Toolkit for Interaction Design. Disponível em: http://www.visi.com/~snowfall/5Lenses.htmlAcesso em jun. de 2011.______. LAFF, MARK. The Design of the Babble Timeline: A Social Proxy for Visualizing Group Activity over Time. Disponívelem: http://www.pliant.org/personal/Tom_Erickson/Timeline.html Acesso em jun. de 2011.______. Kellogg,W. A.. Social Proxies. Disponível em: http://www.pliant.org/personal/Tom_Erickson/Encyc_SocialProxy.pdfAcesso em jun. de 2011.ERICKSON, Thomas et al. A Social Proxy for Distributed Tasks: Design and Evaluation of a Working Prototype. Disponívelem: http://www.pliant.org/personal/Tom_Erickson/CHI04_TaskProxy.pdf Acesso em jun. de 2011.PREECE, Jennifer; ROGERS, Yvonne; SHARP, Helen. Design de Interação: além da interação homem-computador. Trad.Viviane Possamai. Porto Alegre: Bookman, 2005.SAFFER, Dan. Designing for Interaction, Second Edition: Creating Innovative Applications and Devices. New Riders, 2010.