Ajudando Pedro Alvares Cabral com       geoprocessamento.Carlos Alberto Junior Spohr Poletto http://carlos4web.wordpress.c...
   Centro Internacional de Hidroinformática;   Aplicações de informações geográficas;   Tecnologias;   Aplicação de es...
   Apresentação sobre o trabalho do CIH;Entendimento sobre           aplicações    voltadas   ageoprocessamento;   Funç...
Centro UNESCO - Categoria 2 (*)(*) Rede mundial de 20 Centros Especializados,credenciados pela UNESCO/PHI para trabalhar t...
• Dar Suporte aos Programas UNESCO-PHI: HELP,FRIEND, ISI, ISARM, GRAPHIC e ao PHI-LAC,COBRAPHI e CONAPHI – PY;• Divulgar d...
 Acrônimo de GIS - Geographic Information System; Manipulação e visualização de informaçõesgeográficas como polígonos, l...
   Mapeamento de casos de dengue;   Mapeamento de crimes ocorridos (WikiCrimes); Viabilidade de      implantação   de  ...
   Já desenvolveu e/ou desenvolve para WEB ?   Java EE ? Servidores de aplicação, Inversão de Controle einjeção de depe...
Apresentação e definição de todas as      tecnologias utilizadas.
OpenLayers                 jQuery                       AJAX                             XHTML                           V...
 Framework WEB focado em produtividade; Encapsula a complexidade da API javax.servlet; Pouca ou nenhuma dependência ent...
 Separação de lógicas em forma de componentesreutilizáveis; Redirecionamentos e encaminhamentos de maneiraprogramática;...
   Paranamer;            jQuery UI;   Guava;                jQuery.plugins;   Apache Commons;       TinyMCE;   Shap...
Desenvolvimento de uma aplicação deestudo de caso para consolidar oentendimento sobre aplicações degeoprocessamento.
 Definição da regra de    Dependências;negócio;                   Configurações         do Diagramação da regra    pro...
   Cadastro de propriedades;   Cadastro de glebas;Consulta das propriedades através de uma áreadesenhada no mapa;   Up...
   CRUD de propriedades, a qual contém os campos:       Id – Long;       Nome da propriedade – String;       Ponto de ...
   Persistência e acesso a dados:     JPA 2 (hibernate-jpa-2.0-api-1.0.0.Final.jar);     Hibernate (hibernate3.jar);   ...
 Uma classe que será acessível no contexto WEBdeve estar anotada com @Resource; Somente métodos públicos são acessíveis;...
WEB-INF/jsp/ClienteController• formulario();• listarInativos();                    cliente                      formulario...
   Cada método público, pode ser anotado com:       @Get : acessível somente por requisições GET;       @Post : somente...
Inclusão CSS, scripts                  Definição do idioma da    comuns, etc.                        página <fmt:locale>  ...
 Usar de preferência somente o JPA para operaçõesCRUD; Em consultas usar a Criteria API do seuframework de persistência,...
<context-param>    <param-name>br.com.caelum.vraptor.packages</param-name>    <param-value>br.com.caelum.vraptor.util.jpa<...
   Necessita da commons-fileupload;   Formulários HTML com o enctype definidos;Abstração da lógica de upload através da...
Browser           Aplicação VRaptorUploadedFile             ShapeFileReader                  JPA
   Comunidade gvSIG;   GUJ;   Grupo de usuários VRaptor (Google groups);   Spring framework;   JPA 2 com outros frame...
Cícero J. Bley Jr.              Coordenador doCentro Internacional de Hidroinformática - ME             cbley@itaipu.gov.b...
Carlos Alberto Junior Spohr Poletto           Analista de Sistemas        carlosjrcabello@gmail.com             carlos@pti...
VRaptor 3, JPA, Hibernate, Geotools e OpenLayers, ajudando Pedro Alvares Cabral com geoprocessamento
VRaptor 3, JPA, Hibernate, Geotools e OpenLayers, ajudando Pedro Alvares Cabral com geoprocessamento
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×

VRaptor 3, JPA, Hibernate, Geotools e OpenLayers, ajudando Pedro Alvares Cabral com geoprocessamento

2,302

Published on

Slides da apresentação sobre aplicações de geoprocessamento utilizando VRaptor 3, JPA com Hibernate, Geotools, OpenLayers e jQuery.

Published in: Technology
0 Comments
2 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

No Downloads
Views
Total Views
2,302
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
0
Actions
Shares
0
Downloads
37
Comments
0
Likes
2
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

VRaptor 3, JPA, Hibernate, Geotools e OpenLayers, ajudando Pedro Alvares Cabral com geoprocessamento

  1. 1. Ajudando Pedro Alvares Cabral com geoprocessamento.Carlos Alberto Junior Spohr Poletto http://carlos4web.wordpress.com @carlosjrcabello https://github.com/carlosjrcabello
  2. 2.  Centro Internacional de Hidroinformática; Aplicações de informações geográficas; Tecnologias; Aplicação de estudo de caso;
  3. 3.  Apresentação sobre o trabalho do CIH;Entendimento sobre aplicações voltadas ageoprocessamento; Função e papel das tecnologias utilizadas; Aplicação para estudo de caso;Clareamento das possibilidades com os recursos daWEB atual;
  4. 4. Centro UNESCO - Categoria 2 (*)(*) Rede mundial de 20 Centros Especializados,credenciados pela UNESCO/PHI para trabalhar temasrelacionados com a gestão das águas.CIH - Promover a HIDROINFORMÁTICA (*) aplicada emgestão das águas.(*) Ramo da Ciência da Computação dedicado agestão das águas.
  5. 5. • Dar Suporte aos Programas UNESCO-PHI: HELP,FRIEND, ISI, ISARM, GRAPHIC e ao PHI-LAC,COBRAPHI e CONAPHI – PY;• Divulgar das boas práticas dos Governos Brasil eParaguai e da ITAIPU;• Incentivar as relações e negócios dedesenvolvimento e inovação tecnológica no âmbitodo Parque Tecnológico Itaipu;• Desenvolver ferramentas em Software Livre deCódigo Aberto para garantir o acesso universal àHidroinformática e intensificar a difusão dessasferramentas.
  6. 6.  Acrônimo de GIS - Geographic Information System; Manipulação e visualização de informaçõesgeográficas como polígonos, linhas , pontos, etc.; Análise e projeção destas informações; Consultas espaciais ao invés do modelo relacionaltradicional; Padrões definidos pela Open Geospatial Consortium,exemplos: OGC, WMS, WFS, WCS, WPS, KML, KMZ,OWC, etc.;
  7. 7.  Mapeamento de casos de dengue; Mapeamento de crimes ocorridos (WikiCrimes); Viabilidade de implantação de biodigestores(SigBiogás - CIH); Sistemas de rotas e tráfego; Georreferenciamento de áreas produtivas (glebas);
  8. 8.  Já desenvolveu e/ou desenvolve para WEB ? Java EE ? Servidores de aplicação, Inversão de Controle einjeção de dependências ? Conhece e/ou já utilizou PostgreSQL e/ou Postgis?Conhecimentos em dados espaciais, comogeometrias, servidores de mapas, etc.?
  9. 9. Apresentação e definição de todas as tecnologias utilizadas.
  10. 10. OpenLayers jQuery AJAX XHTML VRaptor 3.4 Spring framework 3.0 JPA 2Outras APIs Geotools Hibernate Hibernate Spatial Banco de dados (relacional + geográfico)
  11. 11.  Framework WEB focado em produtividade; Encapsula a complexidade da API javax.servlet; Pouca ou nenhuma dependência entre os seuscomponentes nativos (core); Boas práticas adotadas:  Convenção sobre configuração;  Injeção de dependências;  Forte orientação a objetos; Framework Brasileiro, mantido pela Caelum e acomunidade;
  12. 12.  Separação de lógicas em forma de componentesreutilizáveis; Redirecionamentos e encaminhamentos de maneiraprogramática; Mapeamento de URL’s amigáveis através de ummodelo REST; Suporte aos contêiners Spring, Pico e Guice; Serializadores e deserializadores para JSON, XML,etc.;
  13. 13.  Paranamer;  jQuery UI; Guava;  jQuery.plugins; Apache Commons;  TinyMCE; Shapefilereader;  jQuery Validator; Primefaces; Jetty library Java Javascript
  14. 14. Desenvolvimento de uma aplicação deestudo de caso para consolidar oentendimento sobre aplicações degeoprocessamento.
  15. 15.  Definição da regra de  Dependências;negócio;  Configurações do Diagramação da regra projeto;de negócio (DER);  Classes beans/pojo;  Estrutura do template, CSS e bibliotecas Javascript;  Codificação e mão na massa 
  16. 16.  Cadastro de propriedades; Cadastro de glebas;Consulta das propriedades através de uma áreadesenhada no mapa; Upload de um shapefile;
  17. 17.  CRUD de propriedades, a qual contém os campos:  Id – Long;  Nome da propriedade – String;  Ponto de localização – Geometry (Point);  Glebas – List das glebas da propriedade; CRUD de glebas, a qual contém os campos:  Id – Long;  Descrição – String;  Propriedade – Referência da propriedade pertencente;  Área da gleba – Polígono (Geometry - Polygon);
  18. 18.  Persistência e acesso a dados:  JPA 2 (hibernate-jpa-2.0-api-1.0.0.Final.jar);  Hibernate (hibernate3.jar);  Hibernate Spatial (hibernate-spatial-1.1.jar e hibernate-spatial- postgis-1.1.jar);  hibernate-validator-4.0.2.GA.jar Geo  Geotools geotools 2.7.1 (http://goo.gl/ffaKf); Contêiner:  Spring framework (aop, asm, aspects, beans, context, core, expression, web) na versão 3.0; VRaptor 3.4
  19. 19.  Uma classe que será acessível no contexto WEBdeve estar anotada com @Resource; Somente métodos públicos são acessíveis; A partir do VRaptor 3.4 é possível injetardependências via parâmetros diretamente; Carregamento automático por meio da anotação@Load (Caelum – Lucas) ou @LoadObject (CarlosA. Junior); Se usar um redirectTo ou forwardTo não énecessário um arquivo .jsp de saída;
  20. 20. WEB-INF/jsp/ClienteController• formulario();• listarInativos(); cliente formulario.jsp listaInativos.jsp
  21. 21.  Cada método público, pode ser anotado com:  @Get : acessível somente por requisições GET;  @Post : somente acessível por requisições POST;  @Path: acessível por GET e/ou POST (duplica a URL);  @Delete, @Put: devem utilizar o parâmetro _method em uma requisição POST; É possível colocar um caminho relativo na própriaclasse com @Path;
  22. 22. Inclusão CSS, scripts Definição do idioma da comuns, etc. página <fmt:locale> Template HEADER – Código de abertura da página. <cih:template path=“template” part=“header”/> Trecho de código HTML/JSTL/JS da lógica do controlador. <cih:template path=“template” part=“footer”/> Template FOOTER – Código de fechamento da página. Scripts comuns, Lógicas JS/JSTL de importação, etc. fim de página.
  23. 23.  Usar de preferência somente o JPA para operaçõesCRUD; Em consultas usar a Criteria API do seuframework de persistência, ou então ser cabra-machoe usar a CriteriaBuilder do JPA para manter aaplicação independente da camada de persistência; Deixar o controle de transações para o próprioVRaptor , sim, isso é possível, mas como ?
  24. 24. <context-param> <param-name>br.com.caelum.vraptor.packages</param-name> <param-value>br.com.caelum.vraptor.util.jpa</param-value></context-param>Ou na versão programática registrando um componente. @Override protected void registerCustomComponents(ComponentRegistry registry) { registry.register(EntityManagerCreator.class, EntityManagerCreator.class); registry.register(EntityManagerFactoryCreator.class, EntityManagerFactoryCreator.class); registry.register(JPATransactionInterceptor.class, JPATransactionInterceptor.class); // ou uma factory minha, que esteja anotada com @Component. registry.register(MinhaFactory.class, MinhaFactory.class); }
  25. 25.  Necessita da commons-fileupload; Formulários HTML com o enctype definidos;Abstração da lógica de upload através da interfaceUploadedFile; Configuração da leitura do shapefile com ocomponente ShapefileReader;
  26. 26. Browser Aplicação VRaptorUploadedFile ShapeFileReader JPA
  27. 27.  Comunidade gvSIG; GUJ; Grupo de usuários VRaptor (Google groups); Spring framework; JPA 2 com outros frameworks de persistência; OpenLayers; jQuery e plugins; HTML 5; Servidores de mapas;
  28. 28. Cícero J. Bley Jr. Coordenador doCentro Internacional de Hidroinformática - ME cbley@itaipu.gov.br Ana Carolina Gossen Coordenadora doCentro Internacional de Hidroinformática - MD gossen@itaipu.gov.py
  29. 29. Carlos Alberto Junior Spohr Poletto Analista de Sistemas carlosjrcabello@gmail.com carlos@pti.org.br @carlosjrcabello carlos4web.wordpress.com
  1. A particular slide catching your eye?

    Clipping is a handy way to collect important slides you want to go back to later.

×