Jornal CTB 2016 01-20-n6-ano9

67,198 views

Published on

O que está em jogo no processo de impeachment?

Published in: News & Politics
6 Comments
110 Likes
Statistics
Notes
  • My experience with Dr. YAYA has changed me forever. My name is Ronald James and i am from Los Angeles U S A .I had come to a point in my life where I had to make a decision. I was unhappy with the way I looked and it reflected on my relationships with women. I had done lots of research about plastic surgery. I spent a good 8 months thinking about it. I made the jump and started scheduling phone consultations. I had contacted 2 doctors prior but they failed me. Then i went online seeing good and positive testimonies about Dr. YAYA and i decided to contact him though i was about given up. I had my consultation with Dr. YAYA and that is when I knew he was the right doctor. He was kind, truthful and spent a lot of time with me. Dr.YAYA walked me through the whole process to make sure that things went smoothly for me. I can't say enough good things about the whole experience. It has been almost four months after Dr. yaya has given me his herbal medicine and gave me instructions on how to use it and I look and feel great. And now my penis is just as big as the way i want it, now things has changed the way I think about myself on the outside but more importantly on the inside. and now i have a good relationship with my wife in bed once again i say a big Thank you to Dr.YAYA the greatest spell caster and the most intelligent herbalist please you can contact him on his email: yayaperfecthome @yahoo.com or via his website:http://yayaperfecthome.wixsite.com/dr-yaya
       Reply 
    Are you sure you want to  Yes  No
    Your message goes here
  • My first job out of High School was at St Paul and over the next 5 years Iearned so very much. Seeing the hospital torn down tears a small piece of my heart out. The Daughters of Charity and the doctors and staff of St Paul Hospital will always be with me…… —————— ◐◐◐◐◐◐◐ w­w­w­.­f­a­c­t­o­r­y­o­f­i­n­c­o­m­e­.­C­O­M
       Reply 
    Are you sure you want to  Yes  No
    Your message goes here
  • up to I looked at the paycheck which was of $4225 , I did not believe that my neighbour was actually taking home money part time on their computer. . there mums best friend haz done this 4 less than 18 months and just took care of the dept on their appartment and bourt a brand new Mazda MX-5 . go to the websit ►►►►►►►►► www.earnmax6.com
       Reply 
    Are you sure you want to  Yes  No
    Your message goes here
  • I leave my 9 to 5 job and now I am getting paid 97usd hourly. How? I work-over internet! My old work was making me miserable, so I was forced to try-something NEW. One year after...I can say my life is changed-completely for the better! Check it out what i do... ========= http://NETBUZZ20.TK
       Reply 
    Are you sure you want to  Yes  No
    Your message goes here
  • Blagodijnij fond of VOLONTERSKI HUNDRED" (044) 331-53-70 bfsotnya@ukr.net 01001, Kyiv, vul. Institutska, Bud.1 President Fund: Oleksandr Ivanovich Kachan privatbank EDRPOU 39607565 Blagodijnij fond of VOLONTERSKI HUNDRED" R/R # 26005056107531 from PAT KB "PRIVATBANK" MFI 380775 Card: 5169307502915171USD)
       Reply 
    Are you sure you want to  Yes  No
    Your message goes here
No Downloads
Views
Total views
67,198
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
5,103
Actions
Shares
0
Downloads
32
Comments
6
Likes
110
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Jornal CTB 2016 01-20-n6-ano9

  1. 1. “É preciso alertar aos brasileiros que, ao contrário do que pregam os arautos do golpe, o impeachment – se consumado - não vai tirar o Brasil da crise econô- mica e sim aprofundá-la, pois a instabilidade de um governo provisório, ameaçado por uma decisão do Senado, que pode ser contrária, e, sobretudo, pelas de- núncias da operação Lava Jato contra figuras como Eduardo Cunha e Aécio Neves, podem minar o sanha golpista” o que está em jogo? /Portalctb.org.br @PortalCTBEDIÇÃO 06 | ANO 9 | ABRIL 2016
  2. 2. ABRIL|2016 ABril|20162 3 2016 começou em meio a fortes disputas, está em cur- so um golpe contra a Demo- cracia, que orquestrado por setores conservadores, pro- põem a volta ao passado e ameaçam conquistas histó- ricas da classe trabalhadora,. Esse golpe põe em perigo os direitos e barra a continuida- de das mudanças. As forças conservadoras, respaldadaspelamídiagolpista e por setores do empresaria- do,comdestaqueparaaFede- ração das Indústrias do Esta- dodeSãoPaulo(FIESP),nãose conformam com a derrota em 2014 e operam com uma taca- da só: quanto pior, melhor. Sob o falso discurso de combate à corrupção, os autores do gol- peàDemocracia,MichelTemer, Eduardo Cunha, Geraldo Alck- min, Aécio Neves, José Serra, Gilmar Mendes e Sergio Moro, blindados pela mídia, protago- nizam o maior ataque da histó- riacontraostrabalhadores. É preciso alertar aos brasi- leirosque,aocontráriodoque pregamosarautosdogolpe,o impeachment – se consuma- do-nãovaitiraroBrasildacri- se econômica e sim aprofun- dá-la, pois a instabilidade de um governo provisório, ame- açadoporumadecisãodoSe- nado, que pode ser contrária, e, sobretudo, pelas denúncias da operação Lava Jato contra figuras como Eduardo Cunha eAécioNeves,podemminaro sanhagolpista. É hora de lutar. De forma enérgica,asforçasdemocráti- casdevemseunireselevantar para defender as instituições da República, a Constituição e do Estado Democrático de Di- reito. Não podemos vacilar. A luta política e de ideias, deve ser nas ruas e nas redes, de- nunciando o golpe e esclare- cendo a nossa população so- bre o real caráter da ofensiva golpista contra a Democracia, o mandato legítimo da presi- dentaDilmaRousseffeodirei- tosdaclassetrabalhadora. EDITORIAL A democracia na mira da oposição DEMOCRACIA AMEAÇADA Com o acirramento da disputa política no Brasil, vale tudo para barrar o projeto em curso, os sucessivos ataques ao ex- -presidente Lula, espetacularizados pela mídia burguesa, são as senhas para o golpe. A mídia burguesa blinda as forças conservadoras que antes se escondiam no submundo da política nacional. De modo que está em curso uma conspirata que, amparada em uma opera- ção seletiva, a Lava Jato, tenta vender o Brasil aos interesses do capital financeiro internacional, que não objetiva outro fim senão barrar direitos duramente conquistados. Apropostapelosprotagonistasdogolpe-EduardoCunha,Geral- doAlckmin,AécioNeves,JoséSerra,MichelTemer,GilmarMendes eSergioMoro-,queestáresumidanoprojeto“PonteparaoFuturo”, deixaclaroquenessefuturonãohaveráespaçoparaostrabalhado- res.Alémdainvestidacontraademocraciaeasoberanianacional,a propostadosenhorMichelTemeratacadireitoshistóricos,viabiliza a terceirização ilimitada, impõe uma reforma trabalhista retrógra- da,rasgaaCLTeapõeemriscoosaláriomínimo. Nessejogodexadrez,aestratégiaetáticadaoposiçãoestão diretamente ligadas aos interesses do grande capital, que não temoutroobjetivosenãoretomarasregrasdojogo.Aoperação Lava Jato, que pode dar uma grande contribuição ao país, ao revelar esquemas de corrupção iniciados desde 1988, é conduzida de forma parcial e marcha contra o campo popular e progressista, colecionando críticas e manifes- tações de repúdio por parte dos setores mais avançados dasociedade,queaconsideramcomoumaaçãoabusivae um desrespeito à Constituição. A hora é agora. Os trabalhadores e trabalhadoras sa- bemoqueestáemjogo.Ahistóriamostraqueajustiçado espetáculo só pode ser confrontada pela força da mobili- zação popular nas ruas. SENHA PARA O GOLPE A senha para o golpe foi apresentada no dia 16 de março, quando o juiz Sérgio Moro ultrapassou todos os limites da ilegalidade ao grampear a presidenta Dilma Rousseff e enca- minhar essas gravações, não para Supremo Tribunal Federal, mas sim para setores da mídia hegemônica. Juristas de todos país atestam que esses dados são reser- vados e a publicidade dada é absolutamente ilegal. “É quebra do direito de privacidade de qualquer pessoa, não importa quem seja a pessoa, pode estar sendo processada, acusada, ele não tem o direito de fazer essa divulgação”, afirma o jurista Dalmo Dallari. Esseatoilegal,deixouclarooconluioentreaOperaçãoLava Jato, a grande mídia e setores da oposição. A divulgação da gravação teve um único propósito: tentar fundamentar a tese da oposição e da mídia que diz que Lula só foi nomeado minis- tro para “ganhar” o direito de prerrogativa de foro, emplacar a tesedoimpeachmentdapresidentaDilmaRousseffeinviabia- lizar a candidatura do ex-presidente Lula em 2018. “A hora é agora. Os trabalhadores e trabalhadoras sabem o que está em jogo.” A defesa da nossa sobera- nia, que se expressa de forma contundentenadefesadaPe- trobras, é urgente. É preciso ficar alerta à grande mídia oli- gopolizada, de arraigada tra- dição entreguista e golpista, que nessa trama sintoniza-se com os grupos estrangeiros hegemônicos e assume a ta- refa de desacreditar e des- moralizar a Petrobras junto aos brasileiros e destruir se- SOBERANIA NACIONAL EM PERIGOtores estratégicos, tais como aindústrianaval. Os prejuízos econômicos associados à operação Lava Jato, que produziram uma re- duçãodeR$45bilhõesnamas- sa salarial, além de um recuo de 2 pontos no PIB, transfor- maram uma operação jurídica num pesadelo social. E quem sofre mais são os trabalhado- res e os mais pobres, que per- deram o emprego, o salário, o crédito,aperspectiva. Defendemos a punição aos que, dentro e fora da estatal, comprovadamente participa- ramdoesquemadecorrupção. Mas, isso não pode estar asso- ciado ao enfraquecimento da Petrobras,nemasuaprivatiza- ção ou o fim do modelo de par- tilha do pré-sal. Manobras que visam tornar o mercado brasi- leiro de grandes obras, uma re- servadasmultinacionais. Sob a caneta da mídia hegemônica, a serviço de podero- sos interesses da oligarquia financeira nacional e internacio- nal, a oposição neoliberal financia “movimentos” e “organiza- ções” que estimulam na sociedade sentimentos perigosos, que se expressam cada vez mais de forma conservadora e reacionária. Essa movimentação é vista também em ambientes institu- cionais,comoaCâmaradosDeputados.Aqualsepromoveum verdadeiro ataque à nossa soberania através de projetos en- treguistas.OPLS131/2015éamaiorexpressãodisso.Deauto- ria do senador José Serra, essa proposta não tem outro obje- tivo senão desestabilizar a Petrobras e entregá-la ao capital internacional. O movimento em curso é de privatização dos recursos na- turais a partir da subtração da soberania brasileira e latino- -americana. O golpe vem de fora Em reunião, que mais parecia um show, em 29 de março, parlamentares do PMDB, li- derados por Michel Temer e Eduardo Cunha, oficializaram rompimento com o governo da presidente Dilma Rousseff e assumiram apoio ao golpe em curso no Brasil. Diferentemente do que havia defendido há um ano, quando afirmou que “impeach- ment é impensável”, Temer lidera corrida pela presidência e já inicia movimentação para negociar os votos necessários para o impeachment de uma presidenta legitima- mente eleita. Estamos diante de um momento singular em nossa história. O triunfo do consórcio golpistasignificaamutilaçãodaDemocracia,ofimdasconquistasqueopovoeaNação obtiveram nos últimos 13 anos, o retorno de uma agenda neoliberal selvagem, com cor- te de direitos e o aviltamento da soberania nacional. A mobilização contra o golpe deve ser mantida nas ruas e nas redes. Somente com a unidade da classe trabalhadora e a força do povo nas ruas poderá fazer frente ao impe- achmentfraudulentoemcursoedefenderaDemocraciaduranteconquistadanoBrasil. PMDBASSUMEAPOIOAOIMPEACHMENT
  3. 3. 4 Jornal CTB é uma publicação da Central dos Trabalhadores e Trabalhadoras do Brasil Endereço: Avenida Liberdade, 113 - Centro – São Paulo – SP | CEP: 01503-000 | Fone: (11) 3106.0700 | Site: www.portalctb.org.br | Email: imprensa@portalctb.org.br Presidente: Adilson Araújo | Secretária de Imprensa: Raimunda Gomes | Designer Gráfico: Danilo Ribeiro | Colaboração: Joanne Mota e Natália Rangel Tiragem: 200 mil exemplares | Impressão: BANGRAF EXPEDIENTE “Quando eles [a oposição e a elite] atacam Lula e Dilma, estão atacando conquistas e avanços, tudo que foi feito até agora, e isso nós não vamos permitir”. Leci Brandão - Deputada Federal “Sempre apoiei o PT, Dilma Rousseff e o Lula. Esse projeto ainda não resolveu tudo, mas conseguiu atenuar. Isso é inegável. Melhorou as condições de vida da população mais pobre”. Chico Buarque - Cantor e compositor “A hora é de mobilizaroBrasil,ocuparasruas,fazervigílias,para barraressamarchagolpistaedefender nossa Democracia e as conquistas alcançadas”. Luciana Santos - Deputada Federal Essesmétodosnãosãonovosnahistóriado Brasil, ocorreram com o presidente GetúlioVargaseforamarazãodogolpemilitarcontra opresidenteJoãoGoulart.Certasautoridadessãosurdasdianteda violação das garantias constitucionais Celso Bandeira de Melo - Jurista “Lula você tem o meu apoio. Não tenho medo de colocar a cara! A vida é pra quem tem coragem!” Tico Santa Cruz - Músico “Eu, Beth Carvalho, sempre me posicionei ao lado de grandes líderes, Lula é um deles”. Beth Carvalho - Sambista “Há limites legais que, quando quebrados, resul- tam em grandes erros. Infelizmente é o que, nesse momento, acontece com operação Lava Jato”. Flavio Dino - Governador do Maranhão “Háumgolpepolíticoemcursonopaís,temosdeempregartodanossa energianamobilizaçãoeconscientizaçãodaclassetrabalhadoraem defesadademocracia,dasoberanianacionaledosdireitossociais” Adilson Araújo - Presidente da CTB “Sou a favor das investigações, mas sou mais a favor da democracia. Por uma investigação desprovida de ódio político e pela defesa da democracia e do estado de direito” Wagner Moura - Ator Classe TRABALHADORa se une em defesa de Lula Os principais representantes do movimento sindi- cal brasileiro se reuniram, em São Paulo, no Encontro de Sindicalistas em Defesa da Democracia e dos Di- reitos Sociais para expressar total apoio ao ex-presi- dente Lula e se posicionar contra o impeachment da presidenta Dilma Rousseff. O evento teve a presença de Lula, que discursou por uma hora e falou da importância da operação Lava Jato, mas ponderou: “Será que não dá para com- bater a corrupçāo sem fechar as empresas?”. Mar- caram presença dirigentes e sindicalistas das sete principais centrais sindicais brasileiras (CTB, CUT, In- tersindical, Nova Central, UGT, CSB e Força Sindical), que reafirmaram sua unidade em favor da Democra- cia e contra o golpe. “Neste agudo estado de crise, vamos fortalecer a unidade da classe trabalhadora e criar em cada sindi- cato deste país um comitê em defesa da democracia”, disse Adilson Araújo, presidente da Central dos Tra- balhadores e Trabalhadoras do Brasil – CTB a um ple- nário lotado, na regiāo central da capital paulista. OPINIÃO “Eu luto contra a corrupção. Sou contra o golpe e em defesa da nossa democracia”. Letícia Sabatella - Atriz

×