Folha Interativo - 1.edição
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×

Like this? Share it with your network

Share

Folha Interativo - 1.edição

  • 3,030 views
Uploaded on

1. Edição da Folha Interativo. Uma publicação do Colégio Interativo São Carlos

1. Edição da Folha Interativo. Uma publicação do Colégio Interativo São Carlos

More in: Education
  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Be the first to comment
    Be the first to like this
No Downloads

Views

Total Views
3,030
On Slideshare
2,974
From Embeds
56
Number of Embeds
1

Actions

Shares
Downloads
5
Comments
0
Likes
0

Embeds 56

http://www.interativo.com.br 56

Report content

Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
    No notes for slide

Transcript

  • 1. São Carlos, Março de 2009 – ano 1 – número 1- distribuição gratuita - www.interativo.com.br INTERATIVO - RECORDE EM APROVAÇÕES EM 2009 Desde 1998, o Curso e Colégio Interativo mostra que veio para ficar. Com excelente estrutura física e pedagógica, material didático apostilado e professores que, além de grandes educadores, conhecem e estudam os grandes vestibulares do país, o resultado não poderia ser outro: muitas aprovações. É por isso, que aproveitamos esse espaço para parabenizar a todos os alunos aprovados pelo colégio nesses dez anos, e, em especial, nos vestibulares 2009. Galera, seu esforço, sua dedicação, seu comprometimento e seu empenho só poderiam dar frutos maravilhosos: USP, UNESP, UFSCar, UNIFESP, UEL e outras grandes universidades são agora a escola de vocês. Parabéns a professores, funcionários e, especialmente a vocês alunos, pois nossa alegria é a sua aprovação. Entrevista O professor Laurindo Lalo Leal discute a influência da TV, propaganda infantil e censura. “Qualquer movimento da sociedade Editorial para estabelecer alguma regra ao uso de uma concessão pública é Dez anos De história taxado de censura” O Colégio Interativo foi um alto gabarito para ministrar as Pág. 04 sonho idealizado por três amigos atividades do início do colégio. que tinham em comum, além da Esse sonho se expandiu pela mesma profissão, a vontade de primeira vez em 2003, quando Quem disse que os musicais Cinemania montar uma escola dentro de abriu a sua primeira turma do não faziam mais sucesso? uma ideologia diferente das já ensino fundamental. Na Cinemania desta edição a existentes até então. No ano de 2004, o Colégio Sétima Arte apresenta dois grandes Em outubro de 1998, este plantou sua sementinha em musicais para você aprender e se sonho se tornou realidade graças Araraquara, e ela germinou e divertir. Quando as metralhadoras aos esforços dos professores continua a crescer, produzindo cospem, primeiro longa-metragem Bacia, Sebá e Luis Antônio que belas flores e bons frutos. de Alan Parker e Mamma Mia!, escolheram profissionais de (leia mais na página 02) o recente sucesso de bilheteria baseado nas canções do grupo ABBA. Não perca! É box-office-hit! Comédia Ed Motta e João Bosco falam sobre novo CD. Pág.13 Crônica Por que aprender ciências? Pág. 03 Login “...é de uma sorte extraordinária a da nossa geração Que tal usar a internet como ferramenta de informação vivenciar esse empolgante período no qual estamos e não só de comunicação? Dicas de sites para você passando da ignorância ao conhecimento, das perguntas aprender e se divertir. Pág. 15 às respostas.”
  • 2. Folha Interativo - ANO I Palavra do Editor EDITORIAL Dez anos De história Após conversar com o Sebá sobre a possibilidade de criar um jornal para o interativo, percebi que nossas ideias eram coincidentes e O Colégio Interativo foi um sonho idealizado por três amigos que tinham em comum, além a partir de então, formatar a primeira edição do da mesma profissão, a vontade de montar uma escola dentro de uma ideologia diferente das já Jornal Folha Interativo passou a ser a próxima existentes até então. meta. Em outubro de 1998, este sonho se tornou realidade graças aos esforços dos professores Pensamos e nos reunimos por muitas Bacia, Sebá e Luis Antônio que escolheram profissionais de alto gabarito para ministrar as vezes até que esta edição ficasse pronta. Muitos atividades do início do colégio. foram os colaboradores, diretos ou indiretos e Esse sonho se expandiu pela primeira vez em 2003, quando abriu a sua primeira turma do acreditamos que conseguimos agradar a todos ensino fundamental. os gostos. Do cinema à ciência, da diversão à No ano de 2004, o Colégio plantou sua sementinha em Araraquara, e ela germinou e continua discussão séria. a crescer, produzindo belas flores e bons frutos. Esta é apenas a primeira de muitas edições Em 2005, novamente o Colégio Interativo se alegra com mais uma etapa alcançada – o ensino que virão e, de agora em diante, contamos com Fundamental II completo e, além de celebrar oito anos de existência como instituição de Ensino a participação de alunos e professores para Básico: fundamental e médio vem conquistando cada vez mais espaço no cenário São-carlense que o jornal seja democrático, informativo e e então também em Araraquara. abra espaço para opiniões e discussões sobre Em 2008 chega em Pirassununga em busca da qualidade total. Com turmas pequenas pretende os mais variados temas, retratando assim a ter uma educação de qualidade diferenciada. essência do Colégio Interativo, o conhecimento Mais um desafio o Colégio Interativo busca vence em 2009, a criação de um períodico que de todos e para todos. visa mostrar textos interessantes e as atividades do colégio em São Carlos. Obrigado aos mantenedores, coordenação, É sabido que a leitura habitual, além de proporcionar conhecimento, desenvolve o intelecto e colaboradores, patrocinadores que acreditaram cria cidadãos críticos e com discernimento. Além disso, ler bem ensina a escrever bem. Nesse na ideia desde o princípio, alunos e pais de aspecto, a criação de um jornal crítico e de alto nível intelectual pode proporcionar desenvolvimento alunos. O sonho é nosso, o jornal Folha Interativo cultural individualizado ao aluno e capacitá-lo intelectualmente, além de ser diferencial evidente é de vocês. no que concerne a outras escolas de ensino fundamental e médio. A criação da Folha Interativo visa despertar a curiosidade do aluno para a ciência, as letras, Glauco Keller Villas Boas a cultura e a atualidade do país e do mundo, além de servir de divulgador das ideias, propostas, estrutura pedagógica e eventos do colégio. A ideia de mesclar temas escolares, regionais, com Folha Interativo outros nacionais, abordando fatos históricos ou atuais evidentemente fará com que o colégio seja destaque no que concerne ao ensino formativo, crítico e de alto desempenho. Mantenedores: O envolvimento de professores e alunos com o projeto pode gerar melhor rendimento das aulas Pedro Marcelo Batista (Sebá) através de maior interesse dos alunos pelos temas abordados e discutidos pelos professores do Luis Antonio Pereira dos Santos (Anta) colégio, pela coordenação, mantenedores e outras fontes de colaboração do jornal. Pedro Walter Pinto Ferraz (Bacia) Desde já, o Colégio Interativo agradece aos colaboradores e patrocinadores do jornal pela Diretora: grande ajuda nesse novo desafio. Cleide Maria Martins de França. Coordenadora Pedagógica Mantenedores do Colégio Interativo Vânia Eliza Geraldo Editor ÍnDice: Glauco Keller Villas Boas Colaboradores desta edição 1. Editorial – Pág. 02 8. É nóis na Foto. Pág. 08 Prof. Carlos Henrique (Rocky) 2. Por que aprender Ciência? – Pág. 03 9. Entrevista Comédia. Pág. 13 Reginaldo Nanni 3. Entrevista Laurindo Lalo Leal. Pág. 04 10. Cinemania. Pág. 12 4. Vestibular: 11. Sites legais. Pág. 03 Contato: www.interativo.com.br Teste de aprendizado. Pág. 11 12. O professor fala. Pág. 10 Interativo: Unidade 1 – Rua Major José Inácio, 1661 5. Crônica: O olhar precisa enxergar. Pág. 11 13. Login Pág. 15 Interativo: Unidade 2 – Rua Episcopal, 1660 6. Mandela e o apartheid. Pág. 06 Tel. 33075005 - Tel. 33721019 7. Charges. Pág. 13 Página 2
  • 3. Folha Interativo - ANO I Por que aPrenDer ciências? Por Reginaldo Nanni Atendi ao telefone que tocava e, do outro lado da linha o professor Glauco, meu amigo de longa data, prontamente perguntou se eu estaria disposto a escrever textos sobre Ciências Naturais para este jornal do Colégio que ele leciona. Algumas coisas ficaram acertadas com relação a prazos e temáticas dos ensaios e, aceitei logo, com indisfarçável satisfação. A minha motivação ao abraçar tal empreitada é muito simples: não existe nada mais fascinante no aprendizado da ciência do que vê-la em ação. Então, para inaugurarmos esta coluna, decidi abordar o tema “por que aprender Ciências?” Ensinar Ciências não é fácil. Aprender é menos ainda. Quando escrevo a minha própria ideia sobre Ciências de forma genérica, me reporta à lembrança das aulas de física, química e biologia no ensino médio, que me deixavam de olhos vidrados. Saia da sala de aula acreditando que a ciência era maçante, abstrata e praticamente impossível de ser entendida por uma pessoa comum. Entretanto, à medida que fui amadurecendo e me inserindo no mundo, me vi às voltas com sofisticados computadores no trabalho e com frequentes manchetes sobre temas científicos. Assim, aprender Ciências não só passou a ser aceitável, mas também se tornou uma parte útil e essencial de nossas vidas. É impossível não sentir curiosidade a respeito dessas questões. E foi justamente essa curiosidade que me levou a estudar Ciências e alicerçar meu pensamento de que todas as realizações e invenções tecnológicas fenomenais que testemunhamos e vivenciamos nas últimas décadas possuem um ponto em comum: foram possíveis graças às descobertas científicas básicas em física, química e biologia feitas ao longo dos últimos séculos tais como, a gravidade e as leis básicas da física; a estrutura do átomo; o princípio da Relatividade; a formação do Universo; a evolução e o princípio da Seleção Natural; a célula e a genética; a descoberta do DNA. Entendo serem achados tão fundamentais que quase tudo do que a humanidade conhece na ciência se baseia neles. Cada grande descoberta marcou uma nova época no conhecimento científico e, com certeza, gerou debates e controvérsias éticas e filosóficas. Essas descobertas não apenas abriram as portas do mundo moderno, mas também tiveram um impacto enorme em nossa vida cotidiana, na mais incrível revolução científica e tecnológica que se poderia imaginar. Dê uma olhadinha à sua volta e observe a diversidade tecnológica, tais como os aparelhos movidos a energia solar, unidades de GPS, sua câmara digital, o telefone que conversei com o professor Glauco, o laser em DVDs, os desafios das células-tronco, o e-mail que utilizei para enviar este artigo para a redação do jornal... Ainda que a aprovemos ou não, somos arrastados por essa revolução e suas consequências – a não ser que você viva numa caverna! E, mesmo nesse caso, você poderia ter TV a cabo e telefone celular... “A época atual é uma encruzilhada fundamental para nossa civilização e talvez para nossa espécie; seja qual for o caminho que seguirmos, nosso destino está indissoluvelmente vinculado à ciência.”, bem escreveu Carl Sagam (1934–1996), em Cosmos. Por fim, é de uma sorte extraordinária a da nossa geração vivenciar esse empolgante período no qual estamos passando da ignorância ao conhecimento, das perguntas às respostas. Mas também é essencial – por uma questão de pura sobrevivência -, que entendamos a ciência, pois ela sim é que faz a diferença na humanidade, além de ser interessante e profunda demais para ficar restrita apenas aos cientistas. Reginaldo Nanni Licenciado em Ciências Exatas - Habilitação em Química e Física Universidade de São Paulo – USP São Carlos (reginaldonanni@yahoo.com.br) sites leGais A internet, a maior ferramenta de informação e conhecimento já criada, tem se tornado um instrumento prioritário de comunicação. Embora tenhamos inúmeras possibilidades de aquisição de conhecimento na rede, se não formos bons pesquisadores esse conhecimento não chega a nós. Que tal trocar o MSN, o Orkut, ou o e-mail – ferramentas importantes de comunicação - por alguns mergulhos em sites de informação e aprendizado. O Jornal Folha Interativo dá algumas sugestões. Abaixo, alguns sites legais sobre livros, história e cinema. Aproveite! www.cinema10.com.br www.adorocinema.com.br www.superesportes.com.br www.brasilescola.com.br www.amigosdolivro.com.br www.biomania.com.br http://br.geocities.com/chemicalnet www.historiadobrasil.net/indicados.htm www.scribd.com leia e asssine o melhor 16 - 3373-7373 Página 3
  • 4. Folha Interativo - ANO I não caiu. entrevista: o Professor laurinDo lalo O Ministério da Justiça ainda está no embate com as televisões por causa leal Discute a influência Da tv, ProPaGanDa de classificação etária indicativa da programação, e elas alegam que isso é censura. Qual a sua opinião? infantil e censura. Qualquer movimento da sociedade para estabelecer alguma regra ao uso de Laurindo Lalo Leal em Entrevista à Revista E número 7, de Janeiro de 2009. uma concessão pública é taxado de censura. Eu costumo dizer que nós temos uma (revistae@sescsp.org.br) combinação perversa, e mais recentemente, de dois elementos: o fim da ditadura que marcou muito a sociedade brasileira, o espectro da censura, que ainda está Sociólogo especializado em TV analisa o veículo mais popular e influente do presente no nosso imaginário, é uma referência recente e de outro lado, quase país concomitantemente, a ascensão do neoliberalismo no mundo. Estou falando do início dos anos de 1990. De um lado, você tem a memória da censura, do outro, você Laurindo Lalo Leal é sociólogo, jornalista e professor do Departamento de tem a elevação do mercado, a condição que municia o cliente com competência para Jornalismo e Editoração da Escola de Comunicações e Artes (ECA) da Universidade orientar decisões da sociedade. Essa é uma combinação perversa, porque, quando de São Paulo (USP). Também professor do Programa de Pós-graduação em você dizer que a Constituição Federal vai determinar que o Ministério da Justiça, o jornalismo da Faculdade de Comunicação Social Cásper Líbero, o entrevistado deste governo, elabore uma classificação indicativa para orientar tanto os pais quanto os mês fundou e presidiu a ONG Tver, voltada para o acompanhamento da qualidade produtores a colocar determinados programas em determinadas faixas de horário, da televisão brasileira. Lalo Leal integra a Comissão de Acompanhamento da para evitar que programas não indicados para determinadas faixas etárias sejam Programação de TV da Comissão de Direitos Humanos da Câmara dos Deputados transmitidos em horários inconvenientes, essa simples recomendação já é taxada e é membro da ONG Midiativa. Também apresentador do Ver TV, primeiro programa como censura. É uma jogada política para evitar o procedimento do governo, tendo de análise de televisão brasileira, transmitido pela TV Câmara e pela TV nacional com referência a lembrança da censura, à qual a grande maioria da população tem de Brasília, assinou por cinco anos a coluna de televisão da revista Educação. repulsa. Ao mesmo tempo, a audiência é simplesmente uma sanção do mercado, Entre livros que publicou estão A Melhor TV do Mundo (1997), Atrás das Câmaras – é a audiência que determina o que deve ser colocado no ar ou não, nesse horário Relações entre Cultura, Estado e Televisão (1998) e a TV sob Controle (2006), todos ou não. Há outros elementos mais remotos, mas que continuam presentes. Por lançados pela Editora Summus. Na conversa exclusiva que teve com a Revista E, exemplo, o fato de que, no Brasil a televisão chegou em 1950, de uma iniciativa Lalo Leal analisou os modelos de gestão das TVs abertas no Brasil, a publicidade puramente empresarial e mercadológica do Assis Chateaubriand, conduzindo o infantil na televisão e o atual papel do rádio na era da internet. A seguir, trechos. processo de implantação da TV aqui no Brasil. Ele que era o proprietário de uma grande rede de rádios, jornais e revistas. Nesse momento se instala a televisão, O índice de audiência de alguns programas, sobretudo os jornalísticos, sem nenhuma referência, nem a possibilidade de ela ser também um serviço de parece ter caído bastante nos últimos tempos. Haveria crises, por exemplo, educação, de cultura, de transmissão de valores artísticos. É curioso você ler o no Fantástico, no Jornal Nacional, que são programas até então com índices discurso do Chateaubriand na inauguração da TV Tupi aqui em São Paulo, quando extraordinários de audiência. Você acha essa tendência irreversível? Isso teria ele faz referência ao guaraná champagne, à prata, à cera não seio o quê. É o que a ver com a internet? um sociólogo chamou de uma jóia do imaginário latino-americano. É realmente uma peça histórica. Eu acho que, em primeiro lugar, é pela diversificação de ofertas. Está havendo uma concorrência maior na própria televisão aberta. A presença da Record é significativa, A legislação de outros países é muito mais rígida e muito mais vigilante no acho que ela roubou alguns pontos, o SBT se mantém mais ou menos nos mesmos sentido até de proibir propagandas voltadas para as crianças no chamado 20 [pontos]. A explicação para o rebaixamento de audiência deve ser vista a partir horário infantil. No Brasil não é assim. O que você pensa disso? de uma conjugação de fatores. Esse é um deles, e claro que há também o acesso a outros meios. Não é só a internet, é o DVD, isso faz com que uma camada da Foi como eu disse, trata-se de uma empresa privada [o canal de televisão], mas população tenha opções além daquelas oferecidas pela TV aberta. Mas esse ainda é que opera uma concessão pública. Logo, o Estado, em nome da sociedade, tem um movimento que não pode ser visto como de queda significativa da importância e todo o direito de interferir. Não é um negócio – e mesmo outros negócios de compra da presença da televisão aberta no Brasil. Ela ainda é significativamente importante e venda são regidos por lei. O Estado tem o direito de interferir. Essa é a primeira aqui. questão. Não seria também uma exaustão dos modelos? O modelo da novela que todas Mas parece que não é isso que acontece na prática. A publicidade, por exemplo, as pessoas dizem se repetir; o modelo do telejornalismo. A televisão teria é considerada só uma coisa comercial, uma interferência dentro de um veículo chegado a uma exaustão? comercial. E parece que ninguém vê a separação entre as coisas. Não. Claro que os problemas se repetem, mas a questão não é essa. O fato é Primeiro, em relação à separação, acho que o que vale para criança vale para que as pessoas, a grande maioria da população brasileira, tem a televisão comercial adulto. O Código de Defesa do Consumidor exige que se estabeleça claramente o aberta como única alternativa de lazer e de informação. Tenho observado muito, que é publicidade e o que não é publicidade. Temos que trabalhar com exemplos de em debates, por exemplo, plateias de classe média que, quando você fala isso, outros países. É um problema que não afeta somente o Brasil. Mesmo se deixarmos se mostram algo incrédulas, porque elas, pessoalmente, no mundo individual, têm de lado os Estados Unidos, onde a TV nasceu comercial, nós observamos que um mundo diversificado, têm muito mais alternativas de consumo cultural: vão ao na Europa, a partir dos anos de 1980, também se detectou esse problema – esse cinema, assinam TV a cabo, leem jornal. Mas isso está restrito a 30 milhões de mesmo que nós estamos discutindo agora com mais profundidade. Mas houve [na pessoas no Brasil. Em torno de 150 milhões de pessoas giram em torno da televisão Europa] uma ação da sociedade e do Estado para estabelecer regras. Nós temos aberta, como instrumento cultural. Ela ainda não perdeu essa força para o conjunto duas situações básicas de ação para esse problema; uma dos países nórdicos, da sociedade. É curioso, tenho exemplos até pessoais sobre como isso ocorre, as que simplesmente baniram a publicidade voltada para crianças. Suécia, Finlândia, classes médias não se dão conta disso. Elas ficam incrédulas quando se fala do Dinamarca não têm mais publicidade, de produtos dirigidos à criança. Isso foi feito a assunto porque não convivem com essa dificuldade de acesso ao que vai além da partir de um longo debate com a sociedade, chegou a haver um plebiscito no qual a televisão, que aparentemente chega gratuitamente à casa de todas as pessoas. Vou sociedade votou por essa decisão. Houve uma pesquisa promovida por um sociólogo dar um exemplo concreto para deixar isso claro: faço um programa chamado Ver TV, sueco com crianças de 1 a 12 anos que mostrou que nem todas as crianças de até que vai ao ar na TV Câmara, e aqui em São Paulo só passa na TV Brasil, um canal 12 anos conseguem discernir o que é programação e o que é publicidade. A partir da TV a cabo NET. Algumas pessoas das minhas relações até veem, mas não tenho desses dados, o problema foi levado a plebiscito, e o plebiscito chegou a ter mais de nenhum retorno mais amplo. Na semana passada, fui ao programa do Ronnie Von, 80% de votos pelo fim da publicidade. Maioria absoluta. Outros países da Europa, aqui na TV Gazeta. Eu já observei diversas pessoas, que vi que são de camadas como Inglaterra, França, Alemanha, não baniram totalmente, mas estabeleceram sociais que não têm acesso à TV a cabo, que vieram falar comigo. Estou dando normas rígidas de horários, muitos deles têm a programação de produtos infantis esse exemplo, estatisticamente talvez ele não seja relevante, mas é sintomático para só a partir das 21 horas sob a ideia de que quem compra são os pais, não são as mostrar como essa televisão aberta está presente nessas camadas, que é a maioria crianças, então eles têm que ofertar para os pais e não para as crianças. Depois há da sociedade. Caiu um pouco a audiência de um ou outro programa, mas o conjunto uma outra série de mecanismos restritivos. Por exemplo, você não pode mostrar um Página 4
  • 5. Folha Interativo - ANO I único bem cultural que chega de forma gratuita ao cidadão. O jornal, a revista, o cinema são pagos. E, depois, por ser a única forma de contato com o mundo e com brinquedo dando a ideia de que ele é maior do que a realidade ou de que ele chega a informação – e pelo fato de a televisão não contar para esse público que ela é uma na sua casa voando quando ele não voa. concessão pública -, fica muito difícil estabelecer qualquer mecanismo crítico mais organizado. A grande maioria da população tem uma relação de apatia à televisão Quais as consequências de formar pequenos consumidores por meio da – embora muitos manifestem, num contato pessoal, um para o outro, um incômodo publicidade infantil? com relação à programação. Mas não é uma relação de crítica, e isso pela falta de mecanismo para poder encaminhar essas demandas. Você estabelece como grande valor social o consumo e a competição. O individualismo. O sucesso é medido pelo acesso a determinados tipos de bens, As pessoas que faziam crítica escreviam sobre televisão. Você vê isso bens que são consumidos no mercado. Acho que isso é trágico para a sociedade acontecendo hoje? brasileira. Isso não aparece apenas na propaganda, aparece nas novelas, aparece nos programas de auditório, nos concursos. O que move as pessoas é a vitória sobre O The Guardian, por o outro. No caso do consumo, isso fica já gravado desde o berço. Eu me lembro exemplo, que é um jornal de uma propaganda – para exemplificar essa ideia de que os bem-sucedidos são importante de Londres, aqueles que consomem – da criança que ia com a mãe para a escola em um carro tem uma editoria de mídia, velho e pedia que ela parasse longe porque tinha vergonha dos coleguinhas. Isso é algo que fale, na imprensa, trágico! Você embutir na criança desde a tenra idade que é só por aí que se resolvem desse objeto veiculado às os problemas sociais, você só vai ser bem-sucedido se tiver o carro do ano. Isso para relações com a sociedade, não falar da outra parte das frustrações mais graves que podem ocorrer. Porque e não a fofoquinha, não você anuncia para uma televisão aberta como a nossa, que chega a 150 milhões o que vai acontecer na de pessoas, a grande maioria é de famílias sem condições de acesso àqueles bens novela amanhã. Eles têm que são anunciados. Isso gera frustrações, obviamente, mas pode, em determinados diariamente uma matéria, meios, levar a resolução dessa frustração por meio da violência. semanalmente um caderno de mídia onde O que você acha desse fenômeno da espetacularização da notícia? tratam essas questões estruturais da televisão, Você não pode normatizar informação jornalística como você pode e deve essas relações da televisão e a sociedade, a televisão e o mercado, esses grandes normatizar a publicidade, porque o risco do impedimento da informação é maior e é conglomerados que disputam esse bolo publicitário. Nós não temos essa crítica um risco para a sociedade, que tem o direito de ser informada sobre o que acontece. nem na mídia impressa. Talvez em um ou outro momento, a folha de S. Paulo e o Os cuidados deveriam ser tomados pelas próprias empresas em um diálogo maior Estado de S. Paulo abram esse espaço para debate, mas serão os únicos porque com a sociedade. Se tivermos um órgão regulador, que essa sociedade dialogasse O Globo não pode fazer isso. A empresa que tem uma emissora de televisão no seu por meio desse órgão regulador. É muito fácil dizer “diálogo com a sociedade”, mas conglomerado não pode fazer isso. quando você escreve para a Rede Globo e diz que você se sentiu afrontado com determinado fato, ou não respondem ou a resposta é de uma arrogância brutal. Eu A força política da televisão é muito forte, não? tenho exemplos disso. Quando a sociedade se sente incomodada com esse tipo de cobertura, o famoso info-entretenimento, você tem que ter meios para que a É. Ela influi no processo democrático, eu não preciso ficar repetindo todos os sociedade possa dialogar efetivamente com os meios de comunicação. exemplos que a gente tem historicamente. Ela tem uma influência direta e esse é um problema para a democracia. Costumo dizer que enquanto as emissoras de televisão Você acha que essa maneira de tratar a notícia é uma coisa dos anos de 1990 aberta não colocarem lá, claramente, nos intervalos ou no meio da programação, que para cá, de uma geração formada na televisão mesmo? elas são uma concessão pública que começou no dia tal e termina no dia tal, a nossa democracia ainda não estará completa. Um outro aspecto é essa presença diária Pode ser isso. É curioso. O que é o telejornalismo? Você me fez lembrar como é dos interesses da empresa sobre os interesses da sociedade. Em alguns momentos a cronologia do jornalismo de televisão. Os primeiros jornalistas de televisão são do raros talvez eles se conjuguem, mas na maioria das vezes não. Há uma pesquisa rádio, então eles vieram para a televisão com todos os cacoetes do rádio e também recém-publicada feita por uma doutoranda da USP mostrando claramente como o em uma situação em que os recursos tecnológicos eram precários. Então o repórter Jornal Nacional interferiu nas eleições de 2002 e 2006, com dados concretos. Porque de televisão, no início, muitas vezes era mais importante que a notícia. Ele falava, ali não era apenas uma análise quantitativa de dar tantos minutos para um ou para falava, virava até estrela. Na década de 1970, começou a haver a ida dos jornalistas outro, mas era uma análise qualitativa que estabeleceu valoração para as falas dos [para a TV], que também tinham muito temor da televisão. Preconceito e termo. candidatos e dos apresentadores. Ela tem um material gravado muito extenso que O pessoal de jornal impresso tinha preconceito, achava um meio menor, porque se torna fidedigno. A amostra que ela pegou é uma amostra que dá fidedignidade à tinha o pessoal de rádio. Foi difícil, mas gradativamente esse pessoal acabou indo, conclusão de que houve, e continua havendo, interferência. juntando com alguns documentaristas, pessoal que ia fazer Globo Repórter no final da década de 1970. Bons documentaristas, Eduardo Coutinho, que está aí até hoje, E a rádio? o João Batista de Andrade, e aquele pessoal que estava fazendo um bom jornalismo impresso foram gradativamente dando um outro perfil para o jornalismo de televisão, O rádio sobreviveu à televisão, está sobrevivendo à internet, porque está dentro um jornalismo mais dedicado, menos personalizado. A partir do final dos anos de da internet. Agora, ele está aberto ao mesmo mal da televisão: a forma como são 1980 e começo dos anos de 1990, você tem jornalistas que saem da escola e vão outorgadas as concessões e a não-alteração dessas concessões. Então você tem direto para a televisão, são os jornalistas de televisão. Porque também a TV passou hoje, você vê o número de emissoras nas mãos de instituições religiosas. O grande a ser mais glamorosa. Dou aula para jornalismo desde o início dos anos de 1980. problema no rádio, e talvez fique até mais claro no rádio que na televisão, é que no Fui percebendo como em uma época, os meninos queriam ir para Folha Ilustrada Brasil nós nunca vimos um rádio com um serviço, a ideia da prestação de serviço. A [Caderno de cultura da Folha de S. Paulo] e para a televisão – para essa televisão. palavra “serviço” é fundamental, porque o rádio, depois da televisão, tem que prestar Também porque são gerações criadas em frente a ela, então sabem exatamente serviço a toda população, e para isso tem que ter uma diversidade ampla em suas como fazer daquela forma. Eu acho que [os novos profissionais] entram [para a ofertas. Deveria haver uma regulação das grades das emissoras que permitisse que televisão] sem uma crítica maior, mas também não dá para colocar essa forma nas o ouvinte, ao mudar de estação, tivesse pelo menos uma que atendesse a seus costas deles, é uma forma empresarial. É uma forma de segurar o telespectador na interesses, a seus gostos musicais, artísticos, e isso não existe porque você não frente da televisão. tem um controle de como são usadas essas concessões. É um absurdo. No Brasil você imagina que um determinado grupo empresarial receba uma concessão do Onde aparece a crítica nesses últimos dez anos de televisão? Estado e no meio da vigência dessa concessão, que é de dez anos para o rádio e 15 para a televisão, transfira para um outro grupo que vá fazer um outro uso daquela O espaço é muito limitado, disso tenho clareza. Porque a televisão é a única concessão. Qual seria o mecanismo correto da outorga de concessões? Na Europa, janela para o mundo para esses 150 milhões de brasileiros. Ela chega para essas você apresenta um projeto e, se o órgão entender que esse projeto atende a uma pessoas, aparentemente, de uma forma gratuita. Elas nem percebem, na compra parte da sociedade, você recebe a concessão. da cerveja ou do xampu, que essa é a forma de financiamento da televisão. É o Página 5
  • 6. Folha Interativo - ANO I * Lei de Áreas de Agrupamento (Group Areas Act de 27 de Abril de história 1950) Barrou o acesso de pessoas de algumas raças de várias áreas aPartheiD: Para esquecer ou Para lembrar? urbanas * Lei da Auto-determinação dos Bantu (Bantu Self-Government Act, de 1951) * Por Glauco Keller Villas Boas Estabelecia as chamadas “Homelands” (conhecidas para o resto do mundo como “Bantustões”) para dez diferentes tribos “africanas” (de Pela primeira vez na história, um grande evento esportivo mundial negros), onde eles podiam residir e ter propriedades. acontecerá no continente africano. Trata-se da Copa do Mundo de futebol * Lei de Reserva de Benefícios Sociais Separados (1953) de 2010 que ocorrerá na África do Sul. Proibiu pessoas de diferentes raças de usar as mesmas instalações Desconhecida pelos brasileiros e vítima de estereótipos que a denotam públicas como bebedouros, banheiros e assim por diante. como uma grande savana com girafas, leões, rinocerontes e safáris * Lei de Educação Bantu (1953) intermináveis, o país, hoje é uma democracia crescente. Com cidades Trouxe várias medidas explicitamente criadas para reduzir o nível de como Joanesburgo e Cidade do Cabo, a África do Sul é talvez a maior educação recebida pela população negra. representante da luta mundial contra o racismo. Durante anos o país viveu * Lei de Minas e Trabalho (1956) sob as regras do regime do apartheid (vida separada), termo africano que Formalizava a discriminação racial no emprego. designa uma rigorosa segregação racial imposta por brancos sobre a * Lei de Promoção do Auto-Governo Negro (1958) grande maioria negra. Criou quot;pátriasquot; nominalmente independentes para pessoas negras. Apesar do evidente preconceito nos atos e no termo apartheid, o Na prática, o governo sul-africano tinha uma influência forte sobre um vocábulo foi adotado oficialmente, em 1948, na África do Sul para dar nome bantustão. ao regime no qual os brancos detinham o poder e os povos restantes eram * Lei de Cidadania da Pátria Negra (1971) obrigados a viver separados dos brancos, sob regras que os impediam Mudou o estatuto dos nativos das “pátrias” para pessoas negras. de exercer sua plena cidadania. Contudo, muito antes do regime ser Na prática, a lei fez com que os negros oficialmente não fosse mais implantado legalmente, forças políticas de minoria branca já preparavam considerados cidadãos da África do Sul. legalmente atos e aprovavam leis que, mais tarde, levariam ao regime da vida separada. Um dos maiores líderes sul-africanos e maior ativista anti-Apartheid A África do Sul foi Nelson Mandela. Membro e líder do ANC (African National Congress), foi colonizada pelos Mandela manteve-se sempre ativo e combativo contra aquilo que holandeses e britânicos intencionava já nos idos dos anos 60 uma limpeza étnica no país. Em 1964, do século XVII em após ser perseguido e preso, Nelson Rolihlahla Mandela foi condenado diante. Como acontecia à prisão perpétua, mas manteve-se líder moral do país e buscou, como o normalmente no caso líder indiano Mahatma Gandhi, a libertação de seu povo através da paz. de colônias na África, os colonizadores Europeus dominavam os nativos através de controle político e militar e do controle da terra e da riqueza. Em 1910, após a Guerra dos Bôeres entre os independentistas bôeres e os ingleses, foi criada a União Sul-Africana, com o estatuto de Domínio do Império Britânico. Embora o sistema colonial fosse essencialmente um regime racista, foi nesta fase que se começaram a forjar as bases legais para o regime do apartheid. Por exemplo, na própria constituição da União, embora fosse considerada uma república unitária, com um único governo, apenas na Província do Cabo, os não-brancos que fossem proprietários tinham direito ao voto, porque as províncias mantinham alguma autonomia. As principais leis do apartheid foram as seguintes: * Lei de Proibição de Casamentos Mistos (1949) Tornou crime um casamento entre uma pessoa branca e uma não- branca. * Emenda à Lei de Imoralidade (1950) Tornou ato criminoso uma pessoa branca ter relações sexuais com uma pessoa de raça diferente. * A Lei de Registro Populacional (1950) Requeria que todos os cidadãos se registrassem como negros, brancos ou mestiços. * A Lei de Supressão ao Comunismo (1950) (Reportagem do Jornal Londrino London Herald, de 12 de fevereiro de 1990) Bania qualquer partido de oposição ao governo que o governo decidisse catalogar como quot;comunistaquot;. Página 6
  • 7. Folha Interativo - ANO I 25 years ago Nascido em 1918, Mandela seria libertado em 1990, após ter passado Na na na na mandela day vinte e sete anos na prisão, com a redemocratização iniciada no país. Oh oh oh mandelas free Em 1993, junto com outro extremado defensor dos direitos civis negros, o presidente Frederik Wellem de Klerk, Mandela ganhou o prêmio Nobel da If the tears are flowing wipe them from your face Paz e, um ano mais tarde, foi eleito o primeiro presidente negro da história I can feel his heartbeat moving deep inside democrática da África do Sul. Mandela manteve-se na presidência sul- It was 25 years they took that man away africana até 1999, sendo o principal ativista legal da redemocratização And now the world come down say nelson mandela’s free daquele país. A história de sua libertação foi eternizada na música “Mandela Day”, do grupo Simple Minds. Oh oh oh oh mandela’s free The rising suns sets mandela on his way It’s been 25 years around this very day From the one outside to the ones inside we say Oh oh oh oh mandelas free Oh oh oh set mandela free Na na na na mandela day Na na na na mandela’s free 25 years ago What’s going on And we know what’s going on Cos we know what’s going on Mandela Day (Simple Minds) • Saiba mais: It was 25 years they take that man away (http://educacao.uol.com.br/biografias/ult1789u722.jhtm) Now the freedom moves in closer every day (http://pt.wikipedia.org/wiki/Nelson_Mandela) Wipe the tears down from your saddened eyes (http://www.suapesquisa.com/biografias/nelson_mandela.htm) They say mandela’s free so step outside (http://www.rainhadapaz.com.br/projetos/religiao/projeto_da_paz/Man- Oh oh oh oh mandela day dela.htm) Oh oh oh oh mandelas free (http://www.anc.org.za/people/mandela.html) (http://educacao.uol.com.br/historia/apartheid-mandela.jhtm) It was 25 years ago this very day (http://br.geocities.com/siteafricadosul/APARTHEID2.htm) Held behind four walls all through night and day (http://www-cs-students.stanford.edu/~cale/cs201/apartheid.hist.html) Still the children know the story of that man (http://www.africanaencyclopedia.com/apartheid/apartheid.html) And I know what’s going on right through your land (http://alessandraalves.blogspot.com/2007/06/o-fim-do-apartheid.html) você já conhece a fisK? A FISK é a maior rede de ensino de língua inglesa do país. Contando com mais de 50 anos de experiência no ensino de inglês e posteriormente de espanhol, com material próprio especialmente desenvolvido para promover conversação imediata, a FISK dá o que falar. E agora, a FISK é parceira do Jornal Folha Interativo e por isso oferece descontos e horários especiais para alunos e pais de alunos do Colégio Interativo nos cursos de inglês e espanhol e também nos novos cursos de informática e português para brasileiros. Venha conhecer a FISK e surpreenda-se! Rua Marechal Deodoro, 2270 Come to FISK! Fone 3371-0114 www.fisk.com.br Página 7
  • 8. Folha Interativo - ANO I é nóis na foto NESSA SEÇÃO DO JORNAL VOCÊ PODERÁ DESFRUTAR DO QUE ACONTECEU NO INTERATIVO NESSE BIMESTRE, COM MUITAS FOTOS, CARAS E BOCAS. NÃO DEIXE DE PARTICIPAR MANDANDO A FOTO DO SEU AMIGO DO INTERATIVO PARA FOTO@INTERATIVO.COM.BR. NESSA EDIÇÃO VOCÊ CURTE A FESTA DOS APROVADOS, A FESTA DOS 10 ANOS DO INTERATIVO E O CORUJINHA 2009. Alunos aprovados do interativo Simone, Vânia e Andreza Regina e maria Cleide e Azuaite trote brega 2008 Alunos do terceiro em 2009 comemorando a páscoa Página 8
  • 9. Folha Interativo - ANO I Aprovados 2009 Desde 1998, o Curso e Colégio Interativo já mostrou que viria para ficar. Com excelente estrutura física e pedagógica, material didático apostilado e professores que, além de grandes educadores, conhecem e estudam os grandes vestibulares do país, o resultado não poderia ser outro: muitas aprovações. É por isso, que aproveitamos esse espaço para parabenizar a todos os alunos aprovados pelo colégio nesses dez anos, e, em especial, nos vestibulares 2009. Galera, seu esforço, sua dedicação, seu comprometimento e seu empenho só poderiam dar frutos maravilhosos: USP, UNESP, UFSCar, UNIFESP, UEL e outras grandes universidades são agora a escola de vocês. Parabéns a professores, funcionários e, especialmente a vocês alunos, pois nossa alegria é a sua aprovação. Corujinha 2009 O Colégio Interativo inicia as atividades sócio pedagógicas com o tão esperado Corujinha. Os alunos do ensino fundamental II se reuniram para passar a noite com muita diversão, preparada com muito carinho pela coordenação de eventos do colégio. Realizado na noite do dia 13 de março, a “sexta-feira 13” . Os alunos chegaram munidos de seus colchões, travesseiros e pijamas para se divertirem nas diversas atividades junto com seus professores e funcionários da escola. Esta noite foi de muita diversão com clima de mistério e suspense, além de comidas gostosas e diversas outras atividades. Confira algumas fotos ao lado. Para mais fotos acesso www.interativo. com.br Página 9
  • 10. Folha Interativo - ANO I renunciar, durante um ano ou dois, a algumas atividades prazerosas, como por exemplo, aquele churrasquinho de final de semana, ou mesmo aquela fuvest – 2009 De olho no conceito tarde emocionante a luz dos mais “pirantes” jogos de vídeo game que os computadores da era moderna proporcionam aos “tecnomaníacos”. A dica é estipular uma quantidade diária de estudo, em lugar agradável, * Por Professor Carlos Henrique (Rocky) sozinho ou com pessoas que efetivamente tenham o mesmo propósito e comprometimento. Acesso a livros e a internet é importante, mas Os exames vestibulares vêm sofrendo MSN desativado e Orkut nem pensar. Os celulares devem permanecer considerável mudança em seu objeto de cobrança. desligados durante todo o tempo de estudo, pois, em hipótese alguma, A prova de química da primeira fase da FUVEST a concentração deve ser desviada. O estudante deve ter em mente 2009 comprova esse fato. Foram 10 questões que tais horas de estudo são sagradas e que o mundo lá fora pode e conceituais trabalhando interpretação de texto e vai aguardar esses momentos em que o vestibulando se dedique aos interdisciplinaridade, sem contas extravagantes, prazeres intelectuais. Segundo os relatos das pessoas que alcançaram muito menos aquela decoreba de rodapé de sucesso em universidades públicas, gratuitas e de qualidade, três livro que foi editado no século passado. É um horas diárias, em média, são suficientes. Caso contrário o vestibulando tanto quanto lógico pensar que se o exame é está se enganando, mesmo porque se ele não tomar tal postura, seus constituído de 90 questões e o tempo de duração concorrentes a tomarão. da prova é de 5 horas, o candidato tem apenas 3 minutos, em média, Na química, a dica para fazer uma primeira fase consistente é deixar para fazer cada questão, se preocupando, é claro, em administrar um um pouco de lado as contas do cálculo estequiométrico e estudar a lógica tempo razoável para transpassar as respostas para o gabarito. Silogismo do cálculo estequiométrico; dar um pouco menos de atenção às fórmulas básico, porém, eficiente em concluir que questões quantitativas estão e se dedicar ao entendimento dos conceitos envolvidos na elaboração e sendo substituídas por questões qualitativas que abordam a química em montagem das mesmas. Lembre-se sempre que por trás de uma simples seu aspecto cotidiano. Analisemos o quadro sinóptico das questões do fórmula existem átomos, moléculas e íons que estão em constante último exame: agitação e interagem entre si. Imaginar essas partículas em seu mundo Questão 01: Tratamento de água; nanoscópico é primordial para o entendimento da química como ciência Questão 02: Bolinhas representando um sistema em equilíbrio; natural. Estude geometria molecular com bolinhas de isopor. Questão 03: O gás nitrogênio – N2; No mais é importante que se pratique atividade física regular Questão 04: Tabela periódica e propriedades periódicas; uma vez que ela está associada diretamente a melhorias da saúde e Questão 05: Reação de polimerização do material PET (embalagem condições físicas dos praticantes, reduz os níveis de ansiedade e de refrigerante); estresse, pois desenvolve coordenação motora, bem como um sistema Questão 06: Noções de cálculo estequiométrico; imunológico fortalecido, tornando o organismo mais apto a pensar bem Questão 07: Isomeria; e rapidamente. Questão 08: Ligações de hidrogênio; Bom, a última dica é controlar os nervos. Tarefa tão fácil para Questão 09: Combustão da pólvora (número de oxidação); alguns, porém, extremamente difícil para determinados candidatos. A Questão 10: pH. preocupação em fazer uma boa prova jamais deve se transformar em desespero, pavor. Procure, na medida do possível, permanecer calmo e Pois bem, é muito mais interessante cobrar do candidato um concentrado. raciocínio lógico que permita verificar se ele realmente tem noção de Sejam bem vindos a mais uma jornada de preparação que levará você, como são constituídos os materiais, se ele é um bom observador dos vestibulando, a uma vida acadêmica maravilhosa, cheia de surpresas fenômenos que o cercam, se ele tem noção de que a química se dá agradáveis e pessoas interessantes. em todos os momentos, em todos os lugares e em todas as situações, mas, sobretudo, se ele, através de uma observação atenta, é capaz de * O autor é advogado, graduando em química e professor do colégio interativo e decifrar transformações físicas e químicas, bem como imaginar modelos colégios da região. que expliquem tais comportamentos. Salvo raríssimas exceções, a postura verificada na maioria dos candidatos que obtêm êxito é a de uma pessoa esforçada e disciplinada a Cursos, Palestras e Workshops Nossos profissionais oferecem cursos, workshops e palestras. Orientação Profissional Conheça nosso Projeto de Orientação Nosso intuito é apresentar caminhos para que você desfrute de uma boa Profissional. Qualidade de Vida. Para tanto, oferecemos as mais conceituadas ferramentas, distribuídas Controle do Stress em 15 Sessões em áreas específicas - psicologia, psicopedagogia, terapia de casais Serviço especializado no controle de e família, terapia ocupacional, fisioterapia, nutrição, fonoaudiologia, stress. drenagem linfática, acupuntura e odontologia. Contamos com profissionais renomados e em constante atualização. Rua Dom Pedro II, 2066 - Centro - São Carlos/SP – Brasil. Tel. (16) Faça-nos uma visita e comece a desfrutar da sua Vida com muito mais 3374-7534 ou (16) 3376-1129. E-mail clinica@qualidadevida.psc.br Qualidade! http://www.qualidadevida.psc.br Página 10
  • 11. Folha Interativo - ANO I vestibular esPelho você é um bom aluno? teste sua habiliDaDe o olhar também Precisa aPrenDer a enxerGar. De aPrenDer. A educação é como uma história adorável do Eduardo Galeano, escritor uruguaio, que diz que um pai, morador de um vilarejo no meio do Sem olhar no relógio, você sabe deserto, um dia recebeu do filho o pedido para levá-lo ver o mar. Relutou mais ou menos que horas são? Por inicialmente, mas a insistência do menino o convenceu, afinal, o menino favor, escreva numa folha de papel nunca tinha visto aquela massa de água infinita. Após caminharem por e, em seguida, verifique no relógio alguns dias, os dois pararam sobre um morro. O menino ficou emudecido, sua precisão. Provavelmente você frente à tamanha imensidão de água. Quando conseguiu falar, o menino, acertou com uma margem entre 10 segurando fortemente a mão do pai, balbuciou: quot;Pai, me ajuda a olharquot;. e 20 minutos. Essa é sua orientação Pode parecer fantasia, mas deve ser a exata verdade representando temporal. Sem olhar uma bússola, a sensação de faltarem não só palavras, mas também capacidade para sentado onde você está, aponte com entender o que é que estava passando ali. seu dedo indicador direito para o norte. Imagine o que se passa quando qualquer um de nós para diante de Um pouco mais difícil, não é? Essa uma grande obra de arte visual: como olhar para aquilo e construir seu é sua orientação ou desorientação sentido na nossa percepção? Só com auxílio mesmo. Não quer dizer espacial. Baseando-se nas medidas de orientação espacial – latitude, que a gente não se emocione apenas por ser exposto a um clássico longitude altitude -, você pode detectar qualquer ponto no globo terrestre absoluto, um Picasso ou um Niemeyer ou um Caravaggio. Quer dizer e a ele chegar, contanto que saiba onde está com relação a esse ponto. apenas que a gente pode ver melhor se entender a lógica da criação, se Ou seja, antes de atingir qualquer lugar, você tem de saber de onde está nosso pai nos pegar pela mão e nos ensinar a olhar. Assim é o professor, saindo. Um aviador está constantemente informado de sua localização. aquele que faz os mares das vidas de seus alunos parecerem mais fáceis Se isso não acontecesse, ele se perderia nas nuvens. de compreender, mais palatáveis, mais próximos da sua realidade. E Qual é a sua “latitude”, “longitude” e “altitude” estudantil? Você se nessa busca, torturando o clichê que o Guimarães nem sabia que criava, considera um bom estudante? Com base em que critérios? lembremos que “mestre é aquele que, de repente, aprende, com o aluno Para ajudá-lo nessa localização virtual, você deverá responder, com também!” E aprender, não nos esqueçamos, como bem nos mostra Paulo toda sinceridade, o teste a seguir. Dê a você a nota de 1 a 5 para cada Freyre, é um ato individual. Ninguém aprende por ninguém. O pai não afirmação, de acordo coma frequência que ela ocorre em sua vida. pode enxergar o mar pelo filho, pode apenas ajudá-lo a ver. 1. Nunca 2. Raramente (Glauco Keller Villas Boas adaptando L. Augusto Fischer) 3. Às vezes 4. Quase sempre 5. Sempre 1. Sou uma pessoa motivada para estudar. 2. Gosto de ler e tenho a leitura como hábito. 3. Memorizo com facilidade e o faço após compreender bem o assunto. iNTERATIVO 4. Gosto de raciocínio lógico. 5. Distingo com facilidade as minhas prioridades. 6. Faço anotações com clareza na sala de aula. 7. Sou organizado e tenho sistematização nos meus estudos. O cine Interativo é um espaço para utilizar o cinema como forma de aprendizado. Através da exibição de filmes consagrados e polêmicos 8. Participo das aulas e presto atenção nelas. e da discussão de temas e assuntos atuais e históricos, os alunos 9. Escrevo bem e gosto de fazer redações. poderão aprender com os professores do interativo e outros convidados 10. Tenho facilidade para fazer provas. especiais que debaterão os filmes, suas motivações, abordagens e Total: outros aspectos. Nota: Após o término do teste, multiplique o total de pontos por 2 e O cine Interativo acontecerá mensalmente no prédio do cursinho, às identifique o quanto do seu potencial estudantil você está utilizando. quartas-feiras, à partir das 16h e será organizado pelos professores Alex Turci, de História e Glauco Keller Villas Boas, de inglês. Abaixo a lista de Ex.: Total 36. Assim: 36 x 2 = 72% filmes a serem exibidos e discutidos em 2009. 1. GATTACA – dia 25 de março Isso significa que 72% da habilidade estudantil está sendo utilizada. 2. UM SONHO DE LIBERDADE – dia 22 de abril Em outras palavras, 28% do seu potencial estudantil não está sendo 3. A OUTRA HISTÓRIA AMERICANA – dia 20 de maio utilizado. Quais os percentuais no seu caso? Para melhorá-lo, altere 4. THE WALL – dia 17 de junho hábitos, esforce-se para mudar o raramente para o quase sempre e o 5. SONHOS TROPICAIS – dia 26 de agosto nunca para o às vezes nos 10 tópicos acima. 6. TIROS EM COLUMBINE – dia 23 de setembro 7. COISA LINDA – dia 28 de outubro (Lair Ribeiro, no livro Como Passar no Vestibular, use a cabeça e vença o desafio. 8. BILLY ELLIOT – dia 11 de novembro Ed. Leitura.) Página 11
  • 12. Folha Interativo - ANO I quanDo as metralhaDoras cosPem CINEMANIA (buGsy malone,) Inglaterra, 1976. Dir. Alan Parker. 90 min. mamma mia Primeiro longa do diretor Alan Parker (Pink Floyd - The Wall, The life of David Gale), o filme tem como cenário a Nova Iorque dos anos 20. Em Para começar se divertindo e dançando, a primeira dica do Jornal meio às guerras entre gangues, Bugsy Malone (Scott Baio) e a adorável Folha Interativo é uma comédia musical. Tallulah (Jodie Foster) protagonizam esta hilária sátira aos filmes de Mamma Mia máfia. Duas gangues lutam pela posse de uma nova arma nas mãos EUA-Reino Unido, 2008 de criminosos: metralhadoras que cospem tortas. Estrelado apenas por Dir. Phyllida Lloyd crianças, o divertido musical encanta e diverte. Nele, o debutante Alan Baseado nas canções do grupo ABBA e escrito por Benny Andersson Parker já mostrava seus dotes de futuro grande diretor. e Bjorn Ulyaeus (ex-ABBA) 108 min. Divertido, envolvente e com trilha sonora incomparável, esse musical traz de volta a magia a este gênero tão pouco explorado nos dias de hoje. Com humor sutil e inteligente, oriundo dos ingleses, o filme apresenta texto e roteiro refinados. O filme traz ainda Meryl Streep no papel de Donna, uma proprietária de hotel numa ilha grega e mãe solteira que às vésperas do casamento de sua filha se depara com os três possíveis pais da menina. Com excelente fotografia e maravilhosas interpretações de Meryl Streep e Christine Baranski (A gaiola das loucas) no papel da amiga – três vezes divorciada – de Donna, o filme eleva o astral e toca através da boa escolha das canções do grupo sueco ABBA, cuja música Mamma Mia dá nome ao filme. Destaque para a canção “The winner takes it all” interpretada por Meryl Streep. www.video21.com.br Quem gosta de cinema não pode deixar de conhecer a melhor locadora da região. Com um acervo diferenciado que inclui cinema europeu, asiático e títulos especiais, além de todos os lançamentos de Hollywood, a Vídeo 21 é o local ideal para quem curte a sétima arte. E agora, a vídeo 21 é a mais nova parceira do jornal Folha interativo e também do Cine Interativo. Venha nos conhecer! Vídeo 21 – Para quem gosta de cinema! Vídeo 21 Rua Marechal Deodoro, 2372 – Centro Tel. 33726520 e-mail: video21@video21.com.br Página 12
  • 13. Folha Interativo - ANO I coméDia reDução Da maioriDaDe Penal Ed Motta descansa em seu apartamento em São Paulo Na última sexta-feira, a equipe de reportagem do jornal flagrou um encontro entre o cantor e compositor João Bosco e seu amigo Ed Motta, também cantor. Os dois se encontraram para discutir o teor do CD que pretendem lançar juntos. Entre uma taça de vinho e outra, nossos repórteres conversaram com os dois. FI – João, o novo CD em parceria com Ed Motta é uma retomada dos valores estéticos de O bêbado e o Equilibrista? censura JB – owbubelê, baruê, na na na, num peêrê! FI – Ed, você acredita que a música popular brasileira tem retomado incursões pela história musical da década de 80 com intuito de autoconhecimento? EM – Paparaápaápira chururu, well, well, manuwell, truchalhflakjfakdfjalfjeoiwmv! FI – De uma forma geral, como vocês veem o momento atual da MPB, tendo como prisma o neo-impressionismo barroco hoje intrínseco à música nacional de vanguarda? JB – eomebulê, bule, paraeiw, cibuk uêuêuê, uê ualêuê! FI – O que você acha Ed? EM - Ahn?! FI – Do neo-impresionismo barroco da música de hoje? EM–tchurueoiekmmceojlkdjflakeuowmd wowouwuouwuwowuwuwu! FI – Para terminar, uma mensagem de otimismo para o povo brasileiro nesses das de crise interminável! EM e JB riem e saem sem dar explicações Página 13
  • 14. Folha Interativo - ANO I cruzaDinha hanDebol interativo Interativo/Iate Clube contrata cinco jogadores, que já treinam e vão integrar o time que estará disputando ainda este mês, o Paulista Marcos Escrivani A equipe adulta de handebol masculino Interativo/ Iate Clube São Carlos já está completa para a disputa do Campeonato Paulista da Divisão. Renovada, o time conta com cinco reforços, que se juntam aos remanescentes da temporada de 2008, além da promoção de quatro juvenis, que passam integrar o time principal. De acordo com o técnico Valdir Barbosa, os contratados são Mairo (ala esquerda), de Ribeirão Preto; Aron 1 – Substância de sabor azedo que libera íons H3O+ quando em presença de água (armador/pivô) e Araxá (armador), ambos de Araraquara 2 – Presente no ar que respiramos e danilo (pivô) e Edu Guerra (armador), provenientes de 3 – Partícula de carga negativa Mato Grosso. 4 – Partícula sem carga Além das contartações, integram a equipe Tonho, 5 – Partícula de carga positiva Adalberto, Japa, Pira, Jackson, Mirão e Elton (que 6 – Produto de uma reação de neutralização defenderam a equipe no ano passado), além dos juvenis 7 – Região do átomo onde ficam os elétrons Guilherme, Matheus, Vinícius e Carlos Alberto. 8 – Densidade, ponto de fusão e ponto de ebulição As pretensões ambiciosas do handebol são-carlense 9 – Conjunto discreto de átomos unidos por ligações covalentes não limitam apenas o Campeonato Paulista e Jogos Regionais, garantiu o técnico do interativo/Iate Clube São PALAVRA CHAVE: _________________________________ Carlos. De acordo com o comandante do time de handebol masculino, a idéia é usar o primeiro semestre e montar uma equipe qualificada e que consiga resultados expressivos para, nos dois eventos que considera mais importantes da temporada, os resultados sejam satisfatórias. Você conhece a Mult Fisio? A Mult Fisio é uma clínica de fisioterapia diferente. Além de contar com os melhores profissionais na área de fisioterapia e reabilitação, também oferece avaliação e preparação física personalizada (personal trainer), Reeducação Postural Global(R.P.G.) e clínica de estética. Tudo isso com relação personalizada entre aluno/cliente e profissional porque a Mult Fisio é diferente. E para você que quer fazer treinamento específico para futebol, com fundamentos de passe, movimentação e condicionamento, a Mult Fisio é o lugar certo. A Mult Fisio é a nova parceira do Jornal Interativo e por isso oferece descontos e condições especiais de pagamento para alunos e familiares em todos os seus serviços. Faça como os professores do Colégio Interativo, venha treinar com a gente. “Seu corpo é seu maior patrimônio, por isso cuidamos bem dele!” Daniel M. Franco Fisioterapeuta do São Carlos F.C. e proprietário da Mult Fisio. Mult Fisio Rua Bernardino de Campos, 851 - Vila Prado. Tel. 33724508 / 97627273 Página 14
  • 15. Folha Interativo - ANO I quer combinar de ir ao cinema com alguém, coloque no campo assunto algo como quot;Filme tal no dia 5quot;. Se você achou um site interessante e quer sugerí- lo a um conhecido, coloque no campo assunto algo como quot;InfoWester - site login sobre informáticaquot;. Colocar no campo assunto frases como quot;Bom diaquot;, quot;Olá de novo!quot; ou até mesmo deixá-lo em branco pode dificultar a localização posterior da mensagem por parte do destinatário. 10 Dicas Para enviar um email 5 - Avise, se o conteúdo for comprometedor sauDável Embora não seja recomendável, muita gente gosta de enviar piadas ou imagens, digamos, quot;impróprias para menores de 18 anosquot; por e-mail. Se achar inevitável fazer isso, ao menos coloque no campo assunto um indicativo de O e-mail é um dos recursos mais usados na internet e como tal, há formas que o conteúdo do e-mail pode ser comprometedor. Para isso, após o título da de utilizá-lo de maneira mais eficiente. As dicas a seguir dão orientações mensagem, insira palavras como quot;Cuidadoquot; e quot;Conteúdo perigosoquot;, do contrário, simples e rápidas, mas que facilitam a utilização dessa tão importante forma de a pessoa que receber o e-mail poderá abrí-lo na frente de colegas, do chefe, de comunicação. filhos, etc. 1 - Use a opção Bcc (ou equivalente) 6 - Não escreva o texto todo em letra maiúscula Muitas pessoas recebem e-mails que acham interessantes e encaminham à Prática comum de novos usuários da internet, redigir e-mails usando apenas sua lista de contatos. No entanto, fazem isso simplesmente letras maiúsculas não é recomendável, pois palavras em maiúsculo, na internet, separando os e-mails por vírgula no campo Destinatário significam gritar. ou Cc. O problema desse tipo de utilização é que todos que receberem a mensagem poderão ver os endereços 7 - Evite o uso de gírias e vícios da internet das outras pessoas que receberam o e-mail. Para evitar Ao enviar e-mails, evite ao máximo o uso de gírias ou vícios de internet isso, praticamente todos os serviços de e-mail contam (exceto se for com seus amigos). Use quot;vocêquot; em vez de quot;vcquot;, quot;aquiquot; em vez de com o campo Bcc (ou CCo). Ao utilizá-lo, todos receberão quot;akiquot;, quot;obrigadoquot; em vez de quot;valewquot;, etc. Se enviar um currículo ou uma pergunta a mensagem normalmente, porém só enxergarão o e-mail a uma empresa usando termos como esses, você certamente será mal-visto. de quem o enviou. 8 - Não divulgue telefone na assinatura 2 - Não apague o conteúdo anterior ao responder mensagens Há pessoas que informam o número do telefone e até o endereço de casa Prática comum em e-mails de lista de discussão, apagar o conteúdo da ou do trabalho abaixo de seu nome, na assinatura do e-mail. Evite fazer isso, mensagem anterior é algo não recomendável. Muita gente, ao responder por questões de segurança. No caso de e-mails empresariais, onde isso muitas mensagens, apaga o texto original para deixar o e-mail da resposta menor ou vezes é obrigatório, apenas utilize o e-mail para fins profissionais. Utilize outro menos confuso. No entanto, o destinatário muitas vezes pode não se lembrar para uso pessoal e não coloque tais informações nele. sobre o que se trata aquela resposta e é obrigado a procurar mensagens anteriores. Assim, ao responder e-mails, mantenha o conteúdo anterior e apague, 9 - Anexos com o menor tamanho possível no máximo, os textos de propaganda que alguns serviços de e-mail exibem. Quanto menor o tamanho de um arquivo a ser enviado em anexo, melhor para quem vai recebê-lo. Se o arquivo for grande, sempre que possível, compacte-o 3 - Evite o uso de mensagens com imagens de fundo (com o uso de programas como Winzip, Filzip ou tar.gz em Linux). Isso porque Algumas pessoas que usam programas clientes de e-mail gostam de enfeitar o destinatário pode ter limites na caixa postal, conexão lenta à internet ou a mensagem utilizando imagens de fundo ou pequenas animações. Essa é uma seu provedor pode bloquear mensagens que ultrapassem um determinado prática não recomendável, pois o destinatário pode tentar ler a mensagem por tamanho. webmail e a visualização desta pode ser comprometida pela imagem. Além disso, e-mails com esse recurso geralmente ficam maiores e podem atrapalhar quem 10 - Utilize nomes simples no e-mail utiliza conexão discada à internet. Ao redigir e-mails, utilize sempre a forma mais Em e-mails que você poderá divulgar em cadastros ou verbalmente a outras simples de texto. pessoas, use um nome ou uma seqüência de caracteres o mais simples possível antes do sinal @. Por exemplo, opte por fernando@infowester.com ao invés 4 - Campo assunto claro de f3rn4ndO@infowester.com, escolha marcelo.pereira@infowester.com ao Ao redigir e-mails, procure sempre colocar no campo Assunto frases que invés de celo2309per@infowester.com. Dessa forma, haverá menos chances estejam relacionadas com o conteúdo da mensagem. Por exemplo, se você de erro na hora de inserir esse e-mail em um formulário ou informá-lo através do telefone, por exemplo. Escrito por Emerson Alecrim Página 15