Tuberculose

753 views
506 views

Published on

tuberculose e pneumonia

0 Comments
1 Like
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

No Downloads
Views
Total views
753
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
15
Actions
Shares
0
Downloads
27
Comments
0
Likes
1
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Tuberculose

  1. 1. TURMA DO 2ª MODULO DE TECNICOS EM ENFERMAGEM SISTEMA DE ENSINO CTEM ORIENTADOR: ENF. FRANCISCO VALÉCIO
  2. 2.  É UMA DOENÇA INFECTOCONTAGIOSA CAUSADA POR UMA BACTÉRIA MYCOBACTERIUM TUBERCULOSES OU BACILO DE KOCH (BK), QUE AFETA PRINCIPALMENTE OS PULMÕES, MAS, TAMBÉM PODEM OCORRER EM OUTROS ÓRGÃOS DO CORPO, COMO OSSOS, RINS E MENINGES (MEMBRANAS QUE ENVOLVEM O CÉREBRO).
  3. 3. A tuberculose é transmitida por via aérea em praticamente a totalidade dos casos. A infecção ocorre a partir da inalação de gotículas contendo bacilos expelidos pela tosse, fala ou espirro do doente com tuberculose ativa de vias respiratórias.
  4. 4. A pessoa sadia inala gotículas, dispersas no ar, de secreção respiratória do indivíduo doente. Este, ao tossir, espirrar ou falar, espalha no ambiente as gotículas contaminadas, que podem sobreviver, dispersas no ar, por horas, desde que não tenham contato com a luz solar. A pessoa sadia, respirando no ambiente contaminado, acaba inalando esta microbactéria que se implantará num local do pulmão. Em poucas semanas, uma pequena inflamação ocorrerá na zona de implantação
  5. 5.  A Tosse ocorre por mais de três semanas.  febre mais comumente ao entardecer.  falta de apetite causando o emagrecimento excessivo
  6. 6. • NOS CASOS MAIS AVANÇADOS, PODE APARECER ESCARRO COM SANGUE PESSOAS COM ESSES SINTOMAS ASSOCIADOS OU ISOLADAMENTE DEVEM PROCURAR UM POSTO DE SAÚDE O MAIS RÁPIDO POSSÍVEL, POIS O TRATAMENTO É GRATUITO E DEVE SER INICIADO IMEDIATAMENTE.
  7. 7.  Uma avaliação médica completa para a tuberculose ativa inclui um histórico médico, um exame físico, a baciloscopia de escarro, uma radiografia do tórax e culturas microbiológicas. A prova tuberculínica (também conhecida como teste tuberculínico ou teste de Mantoux) está indicada para o diagnóstico da infecção latente, mas também auxilia no diagnóstico da doença em situações especiais, como no caso de crianças com suspeita de tuberculose. Toda pessoa com tosse por três semanas ou mais é chamada sintomática respiratória (SR) e pode estar com tuberculose.
  8. 8.  Radiografia do tórax A tuberculose cria cavidades visíveis em radiografias como esta, na parte superior do pulmão direito. o Estudos microbiológicos Análises de amostras de escarro e culturas microbiológicas devem ser feitas para detectar o bacilo, caso o paciente esteja produzindo secreção. o (Teste Tuberculínico ou de Mantoux) Dentre a gama de testes disponíveis para avaliar a possibilidade de TB, o teste de Mantoux envolve injeção intradérmica de tuberculina (isto é, dentro da pele )e a medição do tamanho da envuração provocada após 72 horas (48 a 96 horas).
  9. 9.  Em geral, o tratamento dura seis a oito meses.  Os tratamentos recentes para a tuberculose ativa incluem uma combinação de drogas, às vezes num total de quatro, que são reduzidas após certo tempo, a critério médico.  Depois de 15 a 30 dias, a pessoa deixa de transmitir a tuberculose, o que deve ser confirmado pelo exame de baciloscopia do escarro (catarro)  Ressalte-se que o tratamento deve seguir uma continuidade com acompanhamento médico, e não suspenso pelo paciente após uma simples melhora
  10. 10.  A vacina B.C.G (Bacilo de Calmette e Guérin), não possui eficácia de 100%, mas permitiu reduzir o número de casos de tuberculose no mundo todo. Após aplicação da vacina através de injeção, normalmente no braço direito, é normal que apareça e uma pequena lesão avermelhada em 2 a 6 semanas e, a partir daí, regressão até desaparecer, deixando uma pequena cicatriz. Mamãe, não use nenhum tipo de medicamento na casquinha nem a retire. Na ausência de cicatriz vacinal seis meses após a aplicação, a vacina deve ser repetida.
  11. 11. A pneumonia se caracteriza como sendo uma inflamação dos alvéolos pulmonares, com ou sem infecção. Vírus, fungos, protoz oários e bactérias são capazes de provocála, sendo mais comuns as pneumonias causadas por
  12. 12.  Esta doença é muito frequente e afeta pessoas de todas as idades. Muitas destas, anualmente, morrem por pneumonia. A metade de todos os casos de pneumonia é causada por bactérias e, destas, o pneumococo é o mais frequente.  Como  Normalmente, se desenvolve? a doença se desenvolve quando, por algum motivo, há uma falha nos mecanismos de defesa do organismo.
  13. 13. Imunidade baixa
  14. 14. O diagnóstico pode ser feito apenas baseado no exame físico alterado e na conversa que o médico teve com seu paciente que relata sinais e sintomas compatíveis com a doença. Os exames complementares são importantes para corroborar o diagnóstico e ajudarão a definir o tratamento mais adequado para cada caso.
  15. 15. Normalmente, o médico utiliza-se dos exames de imagem (raios-X de tórax ou, até mesmo, da tomografia computadorizada de tórax) e de exames de sangue como auxílio para o diagnóstico.  O exame do escarro também é muito importante para tentar identificar o germe causador da pneumonia. Com isso, o médico poderá prever, na maioria dos casos, o curso da doença e também definir o antibiótico mais adequado para cada caso.
  16. 16. A pneumonia bacteriana deverá ser tratada com antibióticos. Cada caso é avaliado individualmente e se definirá, além do tipo de antibiótico, se há ou não necessidade de internação.  Nos casos graves, até mesmo a internação em Unidades de Tratamento Intensivo (UTI) poderá ser necessária.  Os antibióticos e demais medicações podem ser utilizados por via oral ou através de injeções, que podem ser na veia ou no músculo.
  17. 17.  Vacinação  Vacinação é eficaz para prevenir certos tipos de pneumonias bacterianas e virais em crianças e adultos.  Vacinas contra a gripe são modestamente eficazes contra influenza A e B.[20][21] O Centro de Controle e Prevenção de Doenças (CDC) recomenda que todos que tem seis meses de idade ou mais se vacinarem anualmente.[22] Quando um surto de gripe está ocorrendo, medicamentos, tais como amantadina, rimantadine, zanamivir, e oseltamivir pode ajudar a prevenir a gripe.[23][24]

×