Your SlideShare is downloading. ×
MEX: Modelo Genérico de Experiência do Usuário
MEX: Modelo Genérico de Experiência do Usuário
MEX: Modelo Genérico de Experiência do Usuário
MEX: Modelo Genérico de Experiência do Usuário
MEX: Modelo Genérico de Experiência do Usuário
MEX: Modelo Genérico de Experiência do Usuário
MEX: Modelo Genérico de Experiência do Usuário
MEX: Modelo Genérico de Experiência do Usuário
MEX: Modelo Genérico de Experiência do Usuário
MEX: Modelo Genérico de Experiência do Usuário
MEX: Modelo Genérico de Experiência do Usuário
MEX: Modelo Genérico de Experiência do Usuário
MEX: Modelo Genérico de Experiência do Usuário
MEX: Modelo Genérico de Experiência do Usuário
MEX: Modelo Genérico de Experiência do Usuário
MEX: Modelo Genérico de Experiência do Usuário
MEX: Modelo Genérico de Experiência do Usuário
MEX: Modelo Genérico de Experiência do Usuário
MEX: Modelo Genérico de Experiência do Usuário
MEX: Modelo Genérico de Experiência do Usuário
MEX: Modelo Genérico de Experiência do Usuário
MEX: Modelo Genérico de Experiência do Usuário
MEX: Modelo Genérico de Experiência do Usuário
MEX: Modelo Genérico de Experiência do Usuário
MEX: Modelo Genérico de Experiência do Usuário
MEX: Modelo Genérico de Experiência do Usuário
MEX: Modelo Genérico de Experiência do Usuário
MEX: Modelo Genérico de Experiência do Usuário
MEX: Modelo Genérico de Experiência do Usuário
MEX: Modelo Genérico de Experiência do Usuário
MEX: Modelo Genérico de Experiência do Usuário
MEX: Modelo Genérico de Experiência do Usuário
MEX: Modelo Genérico de Experiência do Usuário
MEX: Modelo Genérico de Experiência do Usuário
MEX: Modelo Genérico de Experiência do Usuário
MEX: Modelo Genérico de Experiência do Usuário
MEX: Modelo Genérico de Experiência do Usuário
MEX: Modelo Genérico de Experiência do Usuário
MEX: Modelo Genérico de Experiência do Usuário
MEX: Modelo Genérico de Experiência do Usuário
MEX: Modelo Genérico de Experiência do Usuário
MEX: Modelo Genérico de Experiência do Usuário
MEX: Modelo Genérico de Experiência do Usuário
MEX: Modelo Genérico de Experiência do Usuário
MEX: Modelo Genérico de Experiência do Usuário
MEX: Modelo Genérico de Experiência do Usuário
MEX: Modelo Genérico de Experiência do Usuário
MEX: Modelo Genérico de Experiência do Usuário
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×

Thanks for flagging this SlideShare!

Oops! An error has occurred.

×
Saving this for later? Get the SlideShare app to save on your phone or tablet. Read anywhere, anytime – even offline.
Text the download link to your phone
Standard text messaging rates apply

MEX: Modelo Genérico de Experiência do Usuário

3,975

Published on

O MEX (Modelo Genérico de Experiência do Usuário) é um modelo que visa identicar quais e como se relacionam os principais fatores que influenciam a qualidade da experiência do usuário. Os propostos no …

O MEX (Modelo Genérico de Experiência do Usuário) é um modelo que visa identicar quais e como se relacionam os principais fatores que influenciam a qualidade da experiência do usuário. Os propostos no modelo são Indivíduo, Interação, Artefatos, Atividades, Contextos e Momentos.

Mais informações em www.carlosrosemberg.com

0 Comments
4 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

No Downloads
Views
Total Views
3,975
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
1
Actions
Shares
0
Downloads
105
Comments
0
Likes
4
Embeds 0
No embeds

Report content
Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
No notes for slide

Transcript

  • 1. MEX
    Modelo Genérico de Experiência do Usuário
    Carlos Rosemberg
  • 2. Primeiro, um pouco de
    Experiência do Usuário
    ... Nos dias de hoje
  • 3. Para ilustrar, vamos pensar em uma festa de aniversário
  • 4. À moda antiga
    Com os ingredientes certos se faz um ótimo bolo!
  • 5. Em seguida surgiu o...
    Aniversário prático
    Para que se preocupar com ingredientes, se você pode comprar o pó para bolo?
  • 6. Aniversário ainda mais prático
    Bolo em pó?
    Por que não encomendar o bolo na confeitaria?
  • 7. Aniversário profissional
    Nada de bolo pronto. Vamos contratar é a festa completa!
  • 8. Qual desses aniversários tem a maior probabiblidade de ser inesquecível?
  • 9. O que proporcionaa melhor EXPERIÊNCIA.
  • 10. O que faz a pessoa...
    Se sentir como gostaria;
    Se envolver, perder a noção do tempo;
    Entender que vale a pena estar ali...
    $
    ... E não se incomodar em pagar um pouco a mais por isso.
  • 11. Isso mesmo. Dinheiro.
  • 12. Experiências são uma nova oferta econômica.
  • 13. Festa
    Bolo pronto
    Massa pronta de bolo
    Ingredientes do bolo
  • 14. Dirigir
    Experiências
    Relevante
    Diferenciada
    Festa
    Posição
    competitiva
    Percepção
    das pessoas
    Fornecer
    Serviços
    Bolo pronto
    Fabricar
    Produtos
    Massa pronta de bolo
    Extrair Mercadorias
    Ingredientes do bolo
    Sem
    diferenciação
    Precificação
    Irrelevante
    De mercado
    Premium
    Fonte: Pine/Gilmore
  • 15. Ou seja, melhor que vender o bolo,É vender a festa.
    O bolo agora é brinde.
  • 16. Mas nem tudo é aniversário.Os tipos de experiência podemvariar bastante...
  • 17.
  • 18.
  • 19.
  • 20.
  • 21. Agora está mais clara uma definição para Experiência do Usuário
  • 22.
    Experiência do Usuário (UX) é a qualidadedaexperiênciaqueumapessoa tem aointeragir com algoprojetado.uxnet.org

  • 23. “Muitas disciplinas.
    Uma comunidade.”
  • 24. ?
    Ok, então como projetar experiências de sucesso
  • 25. !
    Não é possível projetar experiências de uso por completo.
    ... Afinal, são eventos complexos, únicos e individuais.
  • 26. Mas, conhecendo bem os elementos que compõem essas experiências...
    ...Torna-se possível viabilizá-las sob um certo controle, para gerar os resultados desejados.
  • 27. Conhecendo os elementos da Experiência do Usuário
  • 28. MEX | Modelo Genérico de Experiência do Usuário
  • 29. Indivíduo
  • 30. O que ele pensa?
    Do que gosta?
    O que sabe?
    Do que é capaz ou incapaz?
    Como reage aos estímulos?
    Indivíduo
  • 31. Atividades
  • 32. O que a pessoa deseja ou necessita fazer?
    Quais seus objetivos?
    Quais os passos a serem dados?
    Atividades
  • 33. Artefatos
  • 34. Artefatos
    Quais objetos compõem a experiência?
    Quais suas características?
  • 35. As 4 dimensões de um artefato
    UTILIDADE
    STATUS SOCIAL,
    VALOR SENTIMENTAL,
    METÁFORAS, ETC
    APELO AOS
    SENTIDOS
    FACILIDADE DE USO
  • 36. As 4 dimensões de um artefato
    UTILIDADE
    STATUS SOCIAL,
    VALOR SENTIMENTAL,
    METÁFORAS, ETC
    APELO AOS
    SENTIDOS
    FACILIDADE DE USO
  • 37. As 4 dimensões de um artefato
    UTILIDADE
    Posicione seu produto aqui!
    STATUS SOCIAL,
    VALOR SENTIMENTAL,
    METÁFORAS, ETC
    APELO AOS
    SENTIDOS
    FACILIDADE DE USO
  • 38. Interações
  • 39. Como o usuário interage com os artefatos em sua volta?
    Os artefatos interagem entre si?
    Quais estímulos ocorrem?
    Que sentidos são envolvidos?
    Interações
  • 40. Contexto
  • 41. Contexto
    Qual a situação em curso?
    Em quais condições ambientais a experiência ocorre?
  • 42. Momentos
  • 43. Quais os estágios da experiência (início, meio e fim)?
    O indivíduo consegue se envolver de fato?
    Momentos
  • 44. Fases de uma experiência
    bem sucedida
    Início
    Meio
    Fim
    Pós-experiência
    Conclusão
    Engajamento
    Extensão
    Atração
    FLOW
    Estado mental onde uma pessoa imerge em uma atividade de forma fluida, com energia, foco e automotivação. O mundo ao seu redor desaparece.
    Fontes: Nathan Shedroff / Mihály Csíkszentmihályi / John Dewey
  • 45. Afinal, para que serve o MEX?
  • 46. Afinal, para que serve o MEX?
    Ele ajuda no entendimento do complexo relacionamento entre as diversas variáveis (elementos) da experiência do usuário.
    Na prática, um modelo conceitual para auxílio à especificação e avaliação de produtos e serviços inovadores (ex.: fase de elicitação de requisitos de software).
  • 47. Para saber mais
    Experience Economy - Work is theatre & every business a stage
    Pine II & Gilmore
    Marketing experimental
    Schmitt, Bernd H.
    Experience Design 1
    Nathan Shedroff
    MEX – Modelo Genérico de Experiência do Usuário
    www.carlosrosemberg.com/mex
  • 48. Obrigado.
    CARLOS ROSEMBERGDesigner de Interação
    carlosrosemberg.com
    @carlbberg

×