Your SlideShare is downloading. ×
0
Redes wireless
Redes wireless
Redes wireless
Redes wireless
Redes wireless
Redes wireless
Redes wireless
Redes wireless
Redes wireless
Redes wireless
Redes wireless
Redes wireless
Redes wireless
Redes wireless
Redes wireless
Redes wireless
Redes wireless
Redes wireless
Redes wireless
Redes wireless
Redes wireless
Redes wireless
Redes wireless
Redes wireless
Redes wireless
Redes wireless
Redes wireless
Redes wireless
Redes wireless
Redes wireless
Redes wireless
Redes wireless
Redes wireless
Redes wireless
Redes wireless
Redes wireless
Redes wireless
Redes wireless
Redes wireless
Redes wireless
Redes wireless
Redes wireless
Redes wireless
Redes wireless
Redes wireless
Redes wireless
Redes wireless
Redes wireless
Redes wireless
Redes wireless
Redes wireless
Redes wireless
Redes wireless
Redes wireless
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×

Thanks for flagging this SlideShare!

Oops! An error has occurred.

×
Saving this for later? Get the SlideShare app to save on your phone or tablet. Read anywhere, anytime – even offline.
Text the download link to your phone
Standard text messaging rates apply

Redes wireless

661

Published on

Trabalho realizado no âmbito da disciplina Didática da Informática I, da Licneciatura em Ensino de Informática, da Universidade da Beira Interior.

Trabalho realizado no âmbito da disciplina Didática da Informática I, da Licneciatura em Ensino de Informática, da Universidade da Beira Interior.

Published in: Technology
0 Comments
0 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

No Downloads
Views
Total Views
661
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
0
Actions
Shares
0
Downloads
0
Comments
0
Likes
0
Embeds 0
No embeds

Report content
Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
No notes for slide

Transcript

  • 1. Didáctica da informática IREDES WIRELESSCarla JesusRaquel Oliveira
  • 2. SUMÁRIO• Introdução• Conceitos relacionados• Tecnologias de rádio – WiFi• Configuração de uma WLAN• Hotspots• Segurança• Projectos portugueses
  • 3. INTRODUÇÃO• Os maiores fabricantes mundiais detecnologia estão a apostar nosequipamentos wireless;• Os portugueses estão a aderir a estatecnologia, como comprovam asvendas, deste tipo de equipamentos,registadas nos últimos anos.
  • 4. DEFINIÇÃO DE WIRELESS• Derivas das palavras wire (fio, cabos)e less (sem);• Define-se como sendo o tipo deligação para transmissão deinformação sem a utilização de fiosou cabos.
  • 5. TECNOLOGIAS DE RÁDIO (1)• Modelo de comunicação em que atroca de informação é realizada peloar;• Algumas são utilizadas em todo otipo de equipamento electrónicos.Outras foram desenvolvidas tendoem vista os equipamentos detelecomuni-cações.
  • 6. TECNOLOGIAS DE RÁDIO (2)• Infravermelhos;• Bluetooth;• Wi-Fi (Wireless Fidelity);• WiMax (Worldwide Interoperability forMicrowave Access);
  • 7. TECNOLOGIAS DE RÁDIO (3)• GSM (Global System for MobileCommunication);• GPRS (General Packet RadioService);• UMTS (Universal Mobile Telecommu-nications System).
  • 8. TIPOS DE REDE (1)• Redes Locais sem Fios ouWLAN (Wireless Local AreaNetwork);• Redes Metropolitanas sem Fios ouWMAN (Wireless Metropolitan AreaNetwork);
  • 9. TIPOS DE REDE (2)• Redes de Longa Distância sem Fiosou WWAN (Wireless Wide AreaNetwork);• Redes Pessoais sem Fios ouWPAN (Wireless Personal AreaNetwork).
  • 10. APLICAÇÕES DE REDE• Indoor – a rede comunica dentro domesmo ambiente (2 computadores namesma sala);• Outdoor - a rede comunica entre doisambientes diferentes (2 computado-res em salas de edifícios diferentes).
  • 11. • Velocidade de transferência;• Raio de alcance;• Ângulo de posicionamento;• Frequência de actuação;• Total de canais;• Canais simultâneos.CARACTERÍSTICAS DASTECNOLOGIAS DE RÁDIO
  • 12. WI-FI (WIRELESS FIDELITY)Aliança, formada pordiversos fabricantes eempresas, que sededica à certificação deprodutos que funcionamem perfeitas condições,respeitando o protocoloIEEE 802.11.
  • 13. As mais comuns em WLANs são:• 802.11b;• 802.11g;• 802.11a;• 802.11n.CATEGORIAS DO 802.11
  • 14. CONFIGURAÇÕES DE UMAWLANAs WLAN podem serconfiguradas como:• Ad-hoc mode – Independent BasicService Set (IBSS)• Infrastructure mode – InfrastructureBasic Service Set
  • 15. CONFIGURAÇÃO AD-HOC MODEA comunicação entre os dispo-sitivos é estabelecidadirectamente, sem a necessidadede um Ponto de Acesso ou AccessPoint e de uma rede física paraligar as estações.
  • 16. CONFIGURAÇÃOINFRASTRUCTURE MODEA rede possui Pontos de Acessoou Access Points fixos que ligam arede sem fios à rede convencionale estabelecem a comunicaçãoentre os diversos dispositivos.CONFIGURAÇÃOINFRASTRUCTUREMODE
  • 17. DEFINIÇÃO DE HOTSPOTLocais geográficos onde se podeter acesso a uma rede sem fiosmediante a existência de umAccess Point
  • 18. CONSULTA DE HOTSPOTS• http://www.jiwire.com/search-hotspot-locations.htm;• http://www.jiwire.com;• http://wi-fi.jiwire.com.Sites onde é possível consultar alocalização de hotspots:
  • 19. OPERADORES DE HOTSPOTSExistem actualmente em Portugal 3operadores de hotspots:• PT Wi-Fi;• Vodafone;• SoaneSierra.
  • 20. PT WI-FI (1)• Mais de 600 hotspots distribuídos portodo o país;• Acordos com operadoresestrangeiros;• Listagem nacional e internacional emhttp://www.ptwifi.pt/localizacoes.
  • 21. • O acesso é efectuado através do sitewww.ptwifi.pt onde se faz aautenticação inserindo o username ea password;• Os dados de autenticação podem serobtidos através de uma assinatura oude vouchers.PT WI-FI (2)
  • 22. ASSINATURASSTANDARD UPGRADEOUTCAMPUSPAY-PER-USEMensalidade 25 € 15 € 4,99 € Semmensalidadesobrigatórias esem plafondassociadoPlafond 420 min 420 min 420 minComunicaçõesfora doplafond0,1 € / min 0,1 € / min 0,05 € min 0,1 € / minO tráfego fora do plafond é facturado emperíodos de 10 min.As assinaturas estão disponíveis para clientesSAPO, Netcabo, TMN e Telepac.PT WI-FI - ASSINATURAS
  • 23. DURAÇÃODOVOUCHERPREÇONÚMERO DOSMSVOUCHER1 hora 5 € 34901 dia 20 € 34911 semana 50 € 3492Os vouchers podem ser adquiridos, por qualquerpessoa nas zonas de cobertura PT Wi-Fi, nas lojas eagentes PT Comunicações, via SMS para clientesTMN e online através do site www.ptwifi.pt.PT WI-FI - VOUCHERS
  • 24. VODAFONE (1)• Mais de 1000 hotspots em Portugal eno estrangeiro;• Listagem nacional e internacional emhttp://www.vodafone.pt/main/Servicos+Roaming/Servicos/WapDados/WirelessLAN.htm.
  • 25. • O acesso é efectuado através do siteonde se faz a autenticação inserindoo username e a password;• Os dados de autenticação podem serobtidos através de SMS.VODAFONE (2)
  • 26. DURAÇÃODA SESSÃOTARIFÁRIONÚMERO DE ENVIOVODAFONEou OPTIMUSINTERNACIONAIS1 hora 5 € 4755 +351 91 977 475524 horas 20 € 4756 +351 91 977 475672 horas 30 € 4757 +351 91 977 4757VODAFONE - SMSOS SMS podem ser enviados por clientes Vodafonee Optimus.
  • 27. SONAESIERRA (1)• A Optimus, o Clix e a Novisdesenvolveram em parceria 18hotspots nos centros comerciais e delazer da SonaeSierra;• Listagem de hotspots emhttp://wifi.clix.pt/hotspots.html.
  • 28. • O acesso é efectuado através do sitehttp://wifi.optimus.pt onde se faz aautenticação inserindo o username ea password;• Os dados de autenticação sãoobtidos de forma diferente conformesejam clientes Optimus/Vodafone,Clix ou Novis.SONAESIERRA (2)
  • 29. SONAESIERRACLIENTES OPTIMUS EVODAFONEDURAÇÃODASESSÃOTARIFÁRIOOPTIMUS ouVODAFONE1 hora 5 € 352012 horas 15 € 352172 horas 30 € 3522Os clientes Optimus/Vodafone poderão adquirir assuas sessões enviando um SMS conforme asinstruções apresentadas abaixo.
  • 30. DURAÇÃODASESSÃOTARIFÁRIO1 hora 5 €12 horas 12 €3 dias 18 €30 dias 22 €SONAESIERRACLIENTES CLIXOs clientes do Clix poderão adquirir as suas sessõesatravés do endereço http://wifi.clix.pt/entry.html.
  • 31. • Os clientes da Novis têm quesubscrever uma assinatura mensal,que incluí 10 horas de navegação,pelo valor de 10 € através do número808 10 10 10.SONAESIERRACLIENTES NOVIS
  • 32. SEGURANÇA• Tal como nas redes com fios,também as redes wireless poderãoser alvo de ataques de hackers;• Estes geralmente utilizam uma deduas práticas: wardriving ewarchalking.
  • 33. WARDRIVING• Actividade de dirigir um automóvel àprocura de redes sem fios abertas,passíveis de invasão.• Alguns hackers contentam-se emencontrar a rede wireless desprote-gida, enquanto outros efectuam logine as utilizam.
  • 34. WARCHALKING• Prática de escrever símbolosindicando a existência de redeswireless e informando sobre as suasconfigurações;• As marcas, usualmente feitas em gizem calçadas, indicam a posição dasredes.
  • 35. PROTOCOLO 802.11• Fornece o serviço de segurança dosdados através de dois métodos:autenticação e criptografia.• A autenticação pode ser aberta oufechada• A criptografia utiliza o protocolo WEPou, mais recentemente, o WPA paraencriptar os dados que circulam narede.
  • 36. AUTENTICAÇÃO ABERTA• Sistema de autenticação padrão;• Qualquer estação será aceite narede, bastando requisitar umaautorização;• É um sistema de autenticação nulo.
  • 37. • Ambas as estações (requisitante eautenticadora) devem partilhar umachave secreta;• A forma de obtenção desta chavenão é especificada no padrão,ficando a cargo dos fabricantes acriação deste mecanismo.AUTENTICAÇÃO PARTILHADA
  • 38. WEP• A protecção é accionada através daencriptação dos dados, que transitamnas ondas rádio, com chaves de 64,128 e 256 bits;• A autenticação é garantida pelo MACAddress (item que é facilmentereplicado).
  • 39. WPA• Utilização do TKIP (Temporal KeyIntegration Protocol) que baralha aschaves de encriptação por intermédiode um algoritmo hash (númerogerado a partir de um texto).• Utiliza o protocolo EAP (ExtensiveAuthentication Protocol) que utilizauma chave encriptada para permitirque apenas os utilizadoresautorizados tenham acesso à rede.
  • 40. SEGURANÇA EM PORTUGAL• Em Portugal ainda existe muitopouca sensibilidade para a questãoda segurança nas redes wireless;• Muitas pessoas e empresascompram um kit ADSL ou cabo,montam-no, e uma vez a funcionaresquecem-se que é precisoconfigurar as opções de segurança,que vêem desactivadas por default.
  • 41. SEGURANÇA EM PORTUGALLISBOA (2004)• Total de 1100redes wirelessdomésticas eempresariais;• Apenas 275estavamencriptadas.
  • 42. SEGURANÇA EM PORTUGALPORTO (2004)• Total de 500 redes wirelessdomésticas e empresariais;• Apenas 150 estavam encriptadas.
  • 43. INICIATIVACAMPUS VIRTUAL e-U (1)• Iniciativa lançada pela UMIC (Unidade deMissão Inovação e Conhecimento);• Envolve serviços, conteúdos, aplicações erede de comunicações móveis (dentro efora da universidade) para estudantes eprofessores do ensino superior.
  • 44. • Arrancou há cerca de 2 anos;• 61 candidaturas apresentadas;• 20 candidaturas homologadas, algu-mas já estão em funcionamento,outras ainda se encontram emconstrução.INICIATIVACAMPUS VIRTUAL e-U (1)
  • 45. SERVIÇOS e-U (1)• Acesso aos serviços da faculdade24X7 (inscrições online, requisiçãode documentos, ver notas,pagamento das propinas,corresponder-se com e-mail dauniversidade);• Informação e troca de informação;• Ferramentas de organização e deinvestigação;
  • 46. SERVIÇOS e-U (2)• Procurar e inscrever-se em estágios,trabalho temporário e emprego;• Buscar apontamentos e "sebentas"online (e-Books) colocadas porprofessores, universidade e outrosalunos;• Comprar livros online com desconto;
  • 47. SERVIÇOS e-U (3)• e-Learning;• Conviver com a comunidade;• Aquisição de computador, mesmopelos alunos com menores recursos(inclusão social), com esquemasespeciais de crédito, que permitam opagamento a partir da entrada nomundo laboral.
  • 48. MOVIMENTO WIRELESSPORTUGUÊS• Comunidade que abrange e éconstituída por pequenas comuni-dades locais de redes e/ou indivíduoscom equipamentos munidos decapacidades para ligação ecomunicação em redes informáticassem fios
  • 49. • Geralmente um ponto de acesso àbanda larga de ADSL ou Cabo éutilizado por uma única família;• Nas comunidades pode ser utilizadospor dezenas de pessoas de prédiosou ruas diferentes.CONCEITO DE COMUNIDADE
  • 50. NOMENÚMERO DECOMUNIDADESAlgarve 17Baixo Alentejo 6Alto Alentejo 4Ribatejo 8Estremadura 39Beira Litoral 14Beira Baixa 2Beira Alta 2Trás-os-Montes 6Douro Litoral 9Minho 10Madeira 3Açores 4124COMUNIDA
  • 51. COMUNIDADEBACELO
  • 52. CONCLUSÃO (1)• As redes wireless referem-se àcomunicação sem fios e usam princi-palmente frequências de rádio;• A topologia de rede sem fios mais utilizadaactualmente é a WLAN e o Wi-Fi queutiliza o protocolo 802.11;
  • 53. CONCLUSÃO (2)• As redes wireless podem ser configuradosno ad-hoc mode ou no infrastructure modecomo é o caso dos hotspots;• PT Wi-Fi, Vodafone e SonaeSierra são osoperadores de hotspots em Portugal,sendo o primeiro o que tem uma ofertamais ampla e variada;
  • 54. CONCLUSÃO (3)• Os equipamentos não vêm configuradospor default com as opções de segurança eos portugueses não estão aindasensibilizados para esta questão;• Existem alguns projectos que têmcontribuído para a disseminação das redeswireless em Portugal: Iniciativa CampusVirtual e-U e Movimento WirelessPortuguês.

×