José Luis Peixoto 5

1,279 views
1,137 views

Published on

apresentação biobibliográfica de autor (série autores lusófonos - 5); autor do mês; biblioteca escolar Afonso de Paiva

Published in: Education
0 Comments
0 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

No Downloads
Views
Total views
1,279
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
2
Actions
Shares
0
Downloads
0
Comments
0
Likes
0
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

José Luis Peixoto 5

  1. 1. José Luís Peixoto
  2. 2. A forma e o conteúdo são indissociáveis e a qualquer livro que não tome isso em consideração falta uma noção fundamental da literatura. Se a forma não servir o conteúdo não me interessa, se por outro lado a forma for uma sucessão de malabarismos literários sem nenhum outro propósito também não me interessa. José Luís Peixoto Diário de Notícias (2003)
  3. 3.  José Luís Peixoto, nasceu em 1974 em Galveias, Ponte de Sor (Alto Alentejo).  Licenciado em Línguas e Literaturas Modernas pela Universidade Nova de Lisboa.
  4. 4. . Antes de dedicar-se profissionalmente à escrita, trabalhou como professor em Praia, Cabo Verde e em várias cidades de Portugal.  Foi professor de ensino secundário e colaborador em vários jornais e revistas, tendo publicado, durante vários anos, textos de poesia e prosa no suplemento DN Jovem.
  5. 5. . Antes de dedicar-se profissionalmente à escrita, trabalhou como professor em Praia, Cabo Verde e em várias cidades de Portugal.  Depois de deixar o ensino tem escrito textos para teatro, cinema, letras para músicas e é colaborador regular, como jornalista e crítico literário no Diário de Notícias e Jornal de Letras.
  6. 6. . Antes de dedicar-se profissionalmente à escrita, trabalhou como professor em Praia, Cabo Verde e em várias cidades de Portugal.  Tem escrito, igualmente, textos para músicos/grupos como: A Naifa, Da Weasel, Quinta do Bill, Mísia, Joana Amendoeira, Moonspell, …
  7. 7. . Antes de dedicar-se profissionalmente à escrita, trabalhou como professor em Praia, Cabo Verde e em várias cidades de Portugal.  Os seus romances estão traduzidos em vinte idiomas e são estudados em diversas universidades nacionais e estrangeiras.
  8. 8. Vencedor do Prémio Jovens Criadores do Instituto Português da Juventude nos anos de 1998 e 2000, tinha já publicado, antes de Nenhum Olhar, vários conjuntos de poemas, nos cadernos Átis.
  9. 9. A sinceridade em si é uma coisa que não passa pelas palavras mais óbvias. Pode dizer-se a verdade a mentir. Ser sincero é tentar dizer as coisas na sua globalidade e ao fazer isso estamos a mudar qualquer coisa. José Luís Peixoto Diário de Notícias (2006)
  10. 10. . Antes de dedicar-se profissionalmente à escrita, trabalhou como professor em Praia, Cabo Verde e em várias cidades de Portugal. 2000  Estreou-se com a pequena ficção Morresteme (Prémio Jovens Criadores 1997), publicada em edição de autor.
  11. 11. . Antes de dedicar-se profissionalmente à escrita, trabalhou como professor em Praia, Cabo Verde e em várias cidades de Portugal. 2000  Publica o seu primeiro romance Nenhum Olhar (Prémio José Saramago 2001), (que foi incluído na lista do Financial Times dos melhores livros publicados em Inglaterra no ano de 2007)
  12. 12. . Antes de dedicar-se profissionalmente à escrita, trabalhou como professor em Praia, Cabo Verde e em várias cidades de Portugal. 2001  Publica Criança em Ruínas e é-lhe atribuído o Prémio da Sociedade Portuguesa de Autores para o melhor livro de poesia.
  13. 13. É um contra-senso que um Deus tão magnânimo, omnipotente e omnipresente condicione a sua atitude perante o homem por este acreditar ou não na sua existência, quando ainda por cima não se manifesta diretamente, é um estranho. ―José Luís Peixoto
  14. 14. . Antes de dedicar-se profissionalmente à escrita, trabalhou como professor em Praia, Cabo Verde e em várias cidades de Portugal. 2002  O lançamento de Uma Casa na Escuridão (romance) e de A Casa, a Escuridão (poemas), feito em simultâneo em outubro de 2002, é outro marco importante no percurso do autor, pela originalidade de uma ficção e de um livro de poemas que remetem para um mesmo e fortíssimo universo ficcional.
  15. 15. . Antes de dedicar-se profissionalmente à escrita, trabalhou como professor em Praia, Cabo Verde e em várias cidades de Portugal. 2003  Antídoto (prosa)
  16. 16. . Antes de dedicar-se profissionalmente à escrita, trabalhou como professor em Praia, Cabo Verde e em várias cidades de Portugal. 2006  Cemitério de Pianos recebe o Prémio Cálamo Otra Mirada para melhor romance estrangeiro publicado em Espanha em 2007. (foi um dos 10 romances finalistas do Prémio Portugal Telecom de Literatura 2009)
  17. 17. . Antes de dedicar-se profissionalmente à escrita, trabalhou como professor em Praia, Cabo Verde e em várias cidades de Portugal. 2007  Hoje Não (ficção)  Cal (reúne textos de natureza diversa)  À Manhã (peça estreada no Teatro São Luíz em Lisboa).  Quando o Inverno Chegar (peça de teatro também estreada Teatro São Luíz) no
  18. 18. . Antes de dedicar-se profissionalmente à escrita, trabalhou como professor em Praia, Cabo Verde e em várias cidades de Portugal. 2008  Recebe o Prémio de Poesia Daniel Faria com o livro Gaveta de Papéis
  19. 19. 2010  O seu romance Livro vence o Prémio Libro d'Europa em Itália e é finalista do Prémio Femina em França.
  20. 20. 2011  Publica o romance Abraço, um conjunto de memórias que comemoram dez anos de escritos do autor.
  21. 21. 2012  Publica Dentro do Segredo, Uma Viagem na Coreia do Norte, a sua primeira incursão na literatura de viagens.
  22. 22. 2012  Estreia-se na literatura infanto-juvenil com A mãe que chovia, o primeiro livro infantil de José Luís Peixoto. (No Natal de 2013, o Ensemble Contemporaneus estreia o conto musical "A Mãe que Chovia", composto por Pedro Louzeiro e baseado no conto homónimo de Peixoto).
  23. 23. • O Município de Ponte de Sor criou um prémio literário com o nome de José Luís Peixoto para jovens autores. • Em 2009, Os livros Morreste-me e Gaveta de Papéis são publicados em braille.
  24. 24. José Luís Peixoto, sobre os livros, na sua última obra, Abraço
  25. 25. Série Autores Lusófonos 1. Mia Couto 2. José Eduardo Agualusa 3. Ondjaki 4. Jorge Amado 5. José Luís Peixoto A professora bibliotecária, Carla Nunes Ano letivo 2013/2014

×