• Save
Sistema Circulatório
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×
 

Like this? Share it with your network

Share

Sistema Circulatório

on

  • 23,587 views

 

Statistics

Views

Total Views
23,587
Views on SlideShare
23,565
Embed Views
22

Actions

Likes
30
Downloads
8
Comments
3

6 Embeds 22

http://www.slideshare.net 7
http://caixinha12.blogspot.com 6
http://www.agrupamentoverticalcristelo.edu.pt 5
http://moodle.agrupamentoverticalcristelo.edu.pt 2
http://webcache.googleusercontent.com 1
http://purosangue.wordpress.com 1

Accessibility

Categories

Upload Details

Uploaded via as Microsoft PowerPoint

Usage Rights

© All Rights Reserved

Report content

Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Processing…
Post Comment
Edit your comment

Sistema Circulatório Presentation Transcript

  • 1. “ As células do nosso organismo necessitam de oxigénio e nutrientes para viverem e produzem produtos de excreção que têm de ser eliminados…” É necessário realizar trocas com o meio extracelular…
    • Sangue;
    • Linfa
    in Novo Descobrir a Terra 9 Meio Interno:
  • 2. Água Materiais dissolvidos (nutrientes, gases, hormonas e excreções) Leucócitos ou glóbulos brancos Hemácias , Eritrócitos ou glóbulos vermelhos Plaquetas ou trombócitos Elementos Figurados (45%) SANGUE Plasma (55%) é constituído por são é constituído por São as células mais abundantes do sangue
  • 3. Constituinte do sangue Estrutura Função Hemácias Células sem núcleo com forma bicôncava, cor vermelha graças ao pigmento hemoglobina. Transporte de O 2 e algum CO 2 Leucócitos Células nucleadas, com forma irregular e incolores. Defesa do organismo Plaquetas Fragmentos celulares sem núcleo Coagulação do sangue Plasma Líquido constituído por água (90%), sais minerais, substâncias orgânicas e hormonas. Transporte dos elementos figurados do sangue, nutrientes, hormonas, gases e produtos de excreção; Regulação da temperatura corporal; Coagulação do sangue
  • 4.  
  • 5. Propriedades dos Leucócitos
  • 6. A formação dos elementos figurados do sangue é designada hematopoiese .
    • Esta ocorre ao longo de toda a vida na medula vermelha dos ossos
    • Os glóbulos brancos são ainda produzidos nos órgãos linfóides (principalmente, baço , fígado , e gânglios linfáticos ).
    • Do Grego Antigo:
    • “ haima” ( sangue )
        • “ poiesis” ( fazer, criar ).
  • 7. Doenças relacionadas com o mau funcionamento dos constituintes do sangue Doença Constituinte afectado Características Anemia Hemácias Alteração do sangue que se verifica quando existe uma diminuição do número de glóbulos vermelhos ou quando a percentagem de hemoglobina é inferior à normal Hemofilia Plaquetas Perturbação congénita que consiste na dificuldade de coagulação do sangue Leucemia Leucócitos Doença caracterizada por uma anomalia no número (muito elevado) e forma dos leucócitos no sangue ou na medula óssea
  • 8. Linfa
    • Fluído transparente e esbranquiçado constituído por plasma e leucócitos
    • Fornece às células substâncias indispensáveis e remove as inúteis
    • Meio intermediário entre o sangue e as células
    • Defesa do organismo
  • 9. Linfa Linfa intersticial – fluído que se encontra nos tecidos entre as células Linfa circulante – fluído que circula no interior dos vasos linfáticos
  • 10. Sistema Circulatório Constituído por Vasos sanguíneos Coração
    • Artérias
    • Arteríolas
    • Capilares
    • Vénulas
    • Veias
  • 11. Vasos sanguíneos
    • Os vasos sanguíneos apresentam diferentes calibres:
    • As artérias possuem paredes espessas e musculosas – para suportar a pressão sanguínea;
    • A parede dos capilares é constituída por uma única camada de células – para facilitar a troca de substâncias com as células;
    • As veias apresentam paredes menos espessas do que as artérias.
  • 12. Veias
  • 13. Coração Morfologia Externa do Coração
  • 14. Morfologia Interna do Coração Miocárdio Septo interventricular
  • 15. Ciclo cardíaco sequência de movimentos de Sístole Diástole
    • movimento de relaxamento
    • corresponde à fase durante a qual as cavidades do coração se enchem de sangue
    • movimento de contracção
    • corresponde à fase durante a qual as cavidades do coração se esvaziam
  • 16. Ciclo cardíaco
    • As válvulas semilunares encontram-se fechadas e as aurículas estão relaxadas e enchem-se de sangue.
    • A aurícula direita recebe o sangue do corpo através das veias cavas superior e inferior e a aurícula esquerda recebe o sangue dos pulmões através das veias pulmonares.
    • À medida que as aurículas vão ficando cheias, algum sangue atravessa as válvulas auriculo-ventriculares e chega, de uma forma passiva, aos ventrículos
    Diástole geral (duração = 0,4s)
  • 17. Ciclo cardíaco Sístole auricular (duração = 0,1s)
    • Quando estão cheias, as duas aurículas dão início à contracção.
    • As aurículas contraem-se, aumentando a pressão arterial, estando os ventrículos relaxados.
    • Nos ventrículos a pressão é menor. Como consequência desta diferença de pressão, as válvulas tricúspide e bicúspide abrem-se totalmente e o sangue preenche os ventrículos.
    • A pressão intraventricular aumenta rapidamente; as válvulas tricúspide e bicúspide fecham-se (1.º ruído cardíaco), impedindo o refluxo de sangue para as aurículas.
  • 18. Ciclo cardíaco Sístole ventricular (duração = 0,3s)
    • A sua pressão de contracção lança o sangue para fora do coração, forçando a abertura das válvulas semilunares.
    • O sangue do ventrículo direito passa para a artéria pulmonar, enquanto o sangue do ventrículo esquerdo segue para a artéria aorta.
    • Com o aumento de volume de sangue, a pressão nestas duas artérias aumenta e, quando a pressão arterial se torna superior à ventricular, as válvulas semilunares fecham-se (2.º ruído cardíaco).
  • 19. Ciclo Cardíaco
  • 20. Pressão sanguínea e arterial
    • A força de bombeamento cardíaco necessária para que o sangue chegue a todos os tecidos, dá-se o nome de pressão sanguínea.
    • A pressão que o sangue exerce sobre as paredes das artérias designa-se pressão arterial.
      • Quando ocorre a sístole ventricular, a pressão arterial atinge um valor máximo (120mm Hg)
      • Quando ocorre a diástole a pressão arterial atinge um valor mínimo (80mm Hg )
  • 21. Retorno do sangue ao coração
    • O fecho sistemático das válvulas venosas que impede o refluxo do sangue
    • A contracção dos músculos que ladeiam as veias impelem o sangue em direcção ao coração
    • Os movimentos da caixa torácica durante a inspiração e a expiração
    • O efeito de aspiração do coração sobre as veias cavas e pulmonares, aquando da diástole
  • 22. Circulação sanguínea divide-se em Circulação sistémica Circulação pulmonar Irriga os pulmões e é responsável pela oxigenação do sangue Responsável pelo fornecimento de sangue a todo o organismo, à excepção dos pulmões
  • 23. Ventrículo direito Artérias pulmonares Pulmões OXIGENAÇÃO (Sangue venoso  Sangue arterial) Veias pulmonares Aurícula esquerda Cir culação pulmonar
  • 24. Ventrículo esquerdo Artéria aorta Tecidos TROCAS (Sangue arterial  Sangue venoso) Veias cavas Aurícula direita Cir culação sistémica
  • 25. Doenças cardiovasculares – aterosclerose
  • 26. Doenças cardiovasculares – enfarte do miocárdio
    • O ataque cardíaco significa a morte de uma porção de células que constituem o músculo cardíaco (miocárdio).
  • 27. Varizes
    • A perda de elasticidade das veias faz com que se dilatem, diminuindo a eficiência das válvulas venosas
    • O sangue reflui, aumentando a quantidade deste fluído nas veias
  • 28. Cuidados com o sistema circulatório
  • 29. Cuidados com o sistema circulatório
  • 30. Cuidados com o sistema circulatório