Raid
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×
 

Raid

on

  • 4,673 views

 

Statistics

Views

Total Views
4,673
Views on SlideShare
4,646
Embed Views
27

Actions

Likes
1
Downloads
68
Comments
0

2 Embeds 27

http://www.armrebel.com.br 23
http://www.slideshare.net 4

Accessibility

Categories

Upload Details

Uploaded via as Adobe PDF

Usage Rights

© All Rights Reserved

Report content

Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Processing…
Post Comment
Edit your comment

Raid Raid Presentation Transcript

  • Treinamento desenvolvido pela Equipe Técnica da Controle Net Tecnologia
  • Tipos de RAID RAID, ou Arranjo Redundante de Discos Independentes (Redundant Array of Independent Disks) é um método de combinação de múltiplos discos para redundância de dados em caso de falha de um dos discos, aumento do tamanho do Volume gerado ou melhora do desempenho no acesso aos dados. Arranjos de Disco ou Matrizes (Arrays) são dispositivos que combinam múltiplos discos físicos em um único volume lógico.
  • Volume Lógico Um volume é um local onde é possível armazenar dados. Em geral em PC´s ou notebooks, ao se formatar o HD, é criado um único volume (C:) onde serão armazenados todos os dados. Pode-se, também, criar mais de um volume por unidade física. Tomemos como exemplo um HD de 160 GB. Pode-se criar um volume de 40GB – C: onde serão armazenados os programas (Windows, Word, Excel, Apolo, etc.) Outro com 120GB – D: onde ficarão os dados, músicas, vídeos, documentos, planilhas, emails, etc.
  • Stand Alone Stand Alone é quando um disco (hard drive) de rede é configurado como independente, gerando um único volume. Exemplo: HDD Home Network Iomega 320 e 500GB, LaCie Ethernet 500GB
  • RAID 0 RAID 0 utiliza a técnica chamada de striping. Múltiplos discos são combinados para fazer um único volume. O RAID 0 possui maior velocidade de leitura e gravação do que discos não-RAID (independentes), uma vez que divide os dados e acessa os Hard Drives simultaneamente. * não contém nenhum tipo de redundância. * necessita pelo menos dois discos.
  • JBOD JBOD, também conhecido como spanning, é similar ao RAID 0 no que se trata de múltiplos drives que são combinados para fazer um único e grande volume. * Os dados não são gravados em paralelo nos múltiplos discos. * Os dados são escritos em um único disco até que este disco esteja cheio, e então, passam a ser gravados no próximo disco. * não contém nenhum tipo de redundância. * requer dois ou mais discos.
  • RAID 1 RAID 1 espelha ou duplica o conteúdo de um disco no outro drive que está com o tamanho equalizado. * Espelhamento traz maior segurança e integridade dos dados além do acesso imediato às Informações caso um dos discos falhe. * permite utilizar apenas metade da capacidade dos discos. * somente pode ser usado com dois discos. * Produtos com mais que dois discos podem usar espelhamento, unindo o RAID 0 e RAID 1 formando RAID 0+1.
  • RAID 5 RAID 5 oferece o melhor equilíbrio entre redundância, performance e capacidade. Assim como o RAID 0, o RAID 5 fatia todos discos disponíveis em um único volume; entretanto, o espaço equivalente para um dos discos será usado para paridade dos dados. A paridade dos dados é distribuída entre todos os discos. Se um dos discos falhar, seu RAID será reconstruído usando o bit paridade. * requer pelo menos 3 discos. * a capacidade total RAID será a soma dos discos menos um deles.
  • RAID 5 + spare Dispositivos que contem RAID 5 também pode oferecer RAID 5 + hot spare, que reserva um disco adicional que substitui imediatamente caso ocorra uma falha com um dos discos. * a capacidade total RAID será a soma dos discos menos dois deles. * requer pelo menos 4 discos.
  • RAID 0+1 RAID 0+1 Cria um espelho do (RAID 1) for a dos dois volumes Striped (RAID 0). * RAID 0+1 contém alguns benefícios como RAID 1, mas permite que você use mais que dois drives (deve ser um número par). A capacidade será metade da capacidade total dos Discos. Ao contrário do que muitos pensam, o RAID 0+1 não é o mesmo que o RAID 10: embora ambos exijam no mínimo quatro discos rígidos para operarem e funcionam de uma maneira similar, o RAID 0+1 e tem a mesma tolerância à falha do RAID 5. No RAID 0+1, se um dos discos rígidos falhar, ele se torna essencialmente um RAID 0.
  • RAID 10 (mirror e striping com alta performance) O RAID 10 pode ser usado apenas com 4 discos rígidos. Os dois primeiros trabalharão em modo Striping (aumentando o desempenho), enquanto os outros dois armazenarão uma cópia exata dos dois primeiros, mantendo uma tolerância à falhas. Este modo é na verdade uma junção do RAID 0 com o RAID 1 e é muito utilizado em servidores de banco de dados que necessitem alta performance e tolerância à falhas.
  • Hot Swapping Hot swap ou Hot swapping (A tradução literal é Troca quente) é a capacidade de retirar e de substituir componentes de uma máquina, normalmente um computador, enquanto opera (ou seja não é necessário reiniciar o computador). Os exemplos mais comuns são os dispositivos USB e FireWire tais como: mouse, teclado, impressoras e pen drive. Normalmente exige software do tipo Plug and Play Os discos RAID são hot-swap, ou seja um disco com falha pode ser removido ou substituído sem perda de dados ou interrupções do servidor graças a controladora de hardware RAID e o carregador de disco. Com o hot-swap RAID, o sistema continua operando, enquanto o conteúdo do disco avariado é reconstruído em um disco sobressalente, usando informação redundante ou paridade.
  • Obrigado