Vanguarda europeia

6,783 views

Published on

0 Comments
1 Like
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

No Downloads
Views
Total views
6,783
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
2
Actions
Shares
0
Downloads
64
Comments
0
Likes
1
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Vanguarda europeia

  1. 1. ASSUNTO: A VANGUARDA EUROPÉIA PROFESSOR: CARLOS ALBERTO ARAÚJO 101. CONTEXTO HISTÓRICO confortavelmente e aproveitar o presente eram preocupações fundamentais do homem naquele Ao se iniciarem os anos de 1900, a momento. A esse primeiro momento do início Europa suportava a herança do final do século do século dá-se o nome de belle époque5. XIX, caracterizada por duas situações Tudo isso, obviamente, caracteriza o antagônicas, mas complementares: a euforia mundo da classe dominante. A classe operária exagerada diante do progresso industrial e dos continuava marginalizada da onda de progresso. avanços técnico-científicos e as conseqüências Esse período de euforia, no entanto, desse avanço no processo burguês-industrial. durou pouco. Em 1914 iniciou-se a Primeira As duas primeiras décadas do século Guerra Mundial, encerrada em 1918. O XX marcaram-se pela crise do capitalismo e o conflito, que envolveu praticamente o mundo nascimento da democracia de massas. Uma todo, gerou a desconfiança nos sistemas radical e inédita revolução científica rompia as políticos, sociais e filosóficos vigentes. O barreiras do tempo e do espaço, produzindo um homem que viveu a guerra começou a grande e universal estado de euforia e crença no questionar os valores do seu tempo. progresso. Esse conflito de enormes proporções, A grande instabilidade que caracterizou fez acontecer profundas transformações, o início do século XX na Europa é originária da alicerçadas na idéia de nacionalismo, que insatisfação e dos rompimentos com as idéias provocavam o surgimento de novas correntes oitocentistas. Os valores conquistados no ideológicas - como o nazismo, o fascismo e o século XIX como o positivismo1, o comunismo -, que mudaram a face do mundo, cientificismo2, a arte voltada para o sonho ou no decorrer do século. para a forma pura passaram a ser considerados A Revolução Russa (1917) conduzia ultrapassados. As espetaculares invenções do pela primeira vez na história a classe operária começo do século XX substituíram o modo de ao poder e o verdadeiro pavor que o ver a realidade rapidamente: o automóvel, o comunismo despertou na classe dominante cinema, o telégrafo, a lâmpada, o telefone, o gerou desassossego. Onze anos depois, o avião, a eletricidade atestam o desenvolvimento mundo enfrentou a terrível crise econômica de técnico da época. Por outro lado, o campo 1929, que vai gerar a Segunda Guerra Mundial teórico é enriquecido pela Teoria da (1939 - 1945) Relatividade3, de Einstein; pela Teoria dos Esse curto período entre as duas Quanta4, de Planck; pela Teoria Psicanalítica, Grandes Guerras é conhecido como os “anos de Freud; e pela Lingüística Estrutural, de loucos”, fase marcada principalmente pela ânsia Saussure. Inaugurou-se a época da velocidade, de viver freneticamente, já que a guerra tinha e o resultado disso foi um progresso material lançado no espírito humano a incerteza sobre a espantoso e uma disputa acelerada pelo poder permanência ou a duração da paz. entre as potências mundiais. Tanta mudança provocou radicais 02. MANIFESTAÇÕES ARTÍSTICAS alterações na forma de viver, de analisar a realidade e de representá-la artisticamente. Durante a belle époque e depois dela A máquina tornou-se participante de surgiram na Europa os diversos movimentos todos os setores da vida. Viver artísticos conhecidos em seu conjunto como vanguarda6. Todas as tendências refletem a1 . POSITIVISMO: Ideologia e movimento filosófico 5 . A BELLE ÉPOQUE: “O período da literatura européiafundado no século XIX por Auguste Comte. Considera que se estende de 1886 a 1914, corresponde, de um modoinválido todo conhecimento que não pode ser comprovado geral, ao que informalmente se denomina ‘belle époque’.praticamente. Uma de suas características, sob o ponto de vista da história2 . CIENTIFICISMO: Doutrina positiva segundo a qual os literária, é a pluralidade de tendências filosóficas,conhecimentos de cunho científico são definitivos e devem científicas, sociais e literárias, advindas doser estendidos a todos os domínios da vida humana. Realismo/Naturalismo. Muitas das quais não sobreviveriam3 . TEORIA DA RELATIVIDADE: Modelo da física que à grande guerra, transformando-se ou desaparecendo nodescreve o movimento de corpos submetidos a velocidades conflito e arrastando o final do século XIX que em vãosemelhantes à da luz. (Albert Einstein - físico alemão) tentava ultrapassar os seus próprios limites cronológicos.”4 . TEORIA DOS QUANTA: Conjunto de princípios físicos 6 . VANGUARDA: A palavra deriva do francês avant-garde, termoque descrevem o comportamento das partículas subatômicas, militar que designa aqueles que, durante uma campanha, vão àpor meio de interpretações que contrariam os postulados da frente da unidade. A partir do início do século XX, passou a sermecânica clássica. (Max Planck - físico alemão) empregada para designar aqueles que, no campo das artes e dasVANGUARD.DOC
  2. 2. ASSUNTO: A VANGUARDA EUROPÉIA PROFESSOR: CARLOS ALBERTO ARAÚJO 2 inquietação, o dinamismo e as contradições do período. Mais conhecido pela revolução que As primeiras manifestações de causou na pintura do século XX, o cubismo vanguarda caracterizavam-se principalmente também se manifestou na escultura e na pela proposta de ruptura radical com o passado arquitetura, como se percebe, por exemplo, nos e pelo intuito de chocar a opinião pública. projetos de Le Corbusier da década de 1920. Paris tornou-se o centro mundial dessas O cubismo, uma das tendências mais vanguardas revolucionárias da arte e do próprio revolucionárias já instaladas nas artes plásticas, comportamento humano. Tratou-se de uma foi criado em Paris, entre 1907 e 1914, por época contraditória e apaixonante, na qual dois gênios da pintura. O espanhol Pablo surgiram os impulsos transformadores da vida Picasso e o francês Georges Braque. O estilo social e política do século XX. cubista destacou a superfície plana e Os grandes movimentos de vanguarda bidimensional da pintura, rejeitou as técnicas europeus refletem a inquietação e o dinamismo tradicionais da perspectiva, do claro-escuro e daquele período, como o Cubismo (1907), o da reprodução das formas e renegou a arte Futurismo (1909), o Expressionismo (1910) e, enquanto imitação do real. Embora que prepararam o terreno para o aparecimento fundamentados na natureza, os pintores do Dadaísmo (1916) e do Surrealismo (1924). cubistas não se dispunham a copiar suas formas, O Dadaísmo que surge em plena Grande texturas, espaço e cores. Ao invés disso Guerra, refletiria a desagregação e o niilismo7; o apresentaram uma nova visão do real em telas Surrealismo, surgido no pós-guerra, estaria que mostraram objetos radicalmente motivado, segundo Gilberto Mendonça Teles, fragmentados, cujos diferentes lados podiam ser “pelo sentido geral de organização e construção vistos simultaneamente. que subia dos escombros da grande guerra”. O crítico de arte francês Louis Para entender o espírito desses Vauxcelles foi quem empregou pela primeira movimentos, considere: vez o nome cubismo, para referir-se a) todos eles propõem a pejorativamente às paisagens de Braque desorganização proposital da cultura e, em expostas na galeria parisiense Kahnwiler em especial, da arte produzida até então; 1908. b) ocorre uma intensa integração entre as diversas Processo de formação. O movimento artes. Por isso, pintura, escultura, música, originou-se de duas fontes muito distintas: de arquitetura e literatura apresentam muitas um lado, o impacto que causou nos círculos características comuns, resultantes da nova artísticos parisienses e contato com a escultura maneira de analisar o mundo; primitiva africana; de outro, a influência do c) a máquina fotográfica tinha transformado em pintor francês Paul Cézanne, que reduziu os lugar-comum o naturalismo puro e simples. As objetos reais a seus elementos essenciais, como correntes de vanguarda deformavam proposital o cilindro, o cubo, a esfera. “De um cilindro eu e sistematicamente a realidade; faço uma garrafa”, dizia o pintor espanhol Juan d) apesar de apresentarem propostas radicais para Gris, outro artista cubista. Deve-se acrescentar criar uma arte inteiramente nova, os a esses antecedentes a reação contra a vanguardistas nem sempre deixaram de se linguagem puramente sensorial do fauvismo8 e inspirar em estilos anteriores. o propósito de adscrever a arte ao campo O estudo de cada um desses intelectual. movimentos, ainda que superficial, é importante O primeiro quadro cubista pintado por para entender as raízes do Modernismo Picasso em 1907, foi Les demoiselles brasileiro. d’Avignon9 (As senhoritas de Avignon). As 8 . Movimento pictórico surgido no começo do século XX,A) CUBISMO em reação ao uso tradicionalista das cores e a realismo imediato. Considerado precursor do abstracionismo.idéias, estavam à frente de seu tempo. Ou seja, passou a definir 9 . Picasso retrata cinco mulheres de um bordel francês emartistas e intelectuais que, não satisfeitos com o que então se poses sensuais (braços levantados realçando as formas doproduzia, buscaram novas formas de expressão artística, tanto na busto): as duas mulheres ao centro têm expressões delinguagem como na composição. andaluzas (mulheres naturais de Andaluzia, no sul da7 . NIILISMO: Doutrina filosófica e política baseada na Espanha, onde nasceu o pintor); as outras três têmnegação da ordem social estabelecida e de todas as formas expressões que lembram máscaras africanas. A ruptura comde esteticismo. a forma de ver o mundo por uma única perspectiva pode serVANGUARD.DOC
  3. 3. ASSUNTO: A VANGUARDA EUROPÉIA PROFESSOR: CARLOS ALBERTO ARAÚJO 3 figuras femininas representadas nessa tela se linhas retas e a iluminação não era real, já que a apresentam de modo singular. São Formas luz procedia de pontos distintos. As gamas de planas, cujas silhuetas aparecem fraturadas, e os cores simplificaram-se muito, numa tendência traços que as delimitam são sempre retilíneos e radical ao monocromatismo: castanhos, cinzas, angulosos. Tenta-se também representar o rosto cremes, verdes e azuis. Com tudo isso se humano simultaneamente de frente e de perfil. tentava combinar a tridimensionalidade do Paralelamente às pesquisas mundo com a bidimensionalidade da obra de desenvolvidas por Picasso, Braque pintou uma arte. série de paisagens de Estaque, localidade Numa primeira etapa da fase analítica, próxima a Marselha, que se caracteriza pelo todas essas formas apareceram geralmente escasso colorido e pelo volume facetado. Essas compactadas e densas, para se tornarem paisagens foram apresentadas em Paris na progressivamente mais amplas e fluidas, até exposição que originou o nome cubismo. esfumarem-se nas bordas da tela. Os elementos Os pintores cubistas, embora preferidos foram instrumentos musicais, inicialmente representassem rostos e figuras especialmente o violão, garrafas, tonéis, jarras e humanas, logo centraram sua temática em jornais, embora nunca se tenha excluído a figura naturezas-mortas. Estas são composições de humana. entre as obras mais destacadas desse objetos usuais, quase sempre agrupados sobre momento figuram “Moça com bandolim”; de uma mesa, que carecem de profundidade, nas Picasso, e “Homem com violão”; de Braque. quais todos os elementos ocupam o primeiro Cubismo sintético. A fase sintética plano, graças a uma decomposição trouxe a reconsideração de alguns dos modos multifacetada. expressivos da anterior. A cor voltou a ter Desde os primeiro anos, estabeleceu-se importância. As superfícies embora entre Picasso e Braque uma estreita relação que continuassem fragmentadas, eram mais amplas permitiu ao cubismo passar de uma fase prévia e decorativas. A novidade singular foi, sem de experimentação para outra mais madura, dúvida, o uso de materiais não pictóricos. Essa entre 1910 e 1912. Teve grande importância técnica, conhecida como collage (colagem), para o movimento o Marchand Daniel incorporou ao quadro elementos cotidianos, Kahnweiler, cuja galeria se converteu no centro como maços de cigarro, páginas de jornal, de difusão do cubismo. A teoria sobre o pedaços de vidro, tecidos e até areia. Com a movimento cubista tomou formas nas reuniões utilização desses materiais inusitados na obra, o realizadas no edifício Bateu-Lavoir, onde cubismo, ao mesmo tempo em que aproveitou viviam Picasso, Juan Gris e o escritor francês as diferenças de textura e de natureza dos Max Jacob. Assíduos freqüentadores desses componentes, levantou sob um ângulo original encontros eram também Henri Matisse e Diego a questão, sempre inquietante, sobre o que era Rivera, que viria a tornar-se um dos principais realidade e o que era ilusão. Nesse estilo, pintores naturalistas mexicanos, assim como os Braque fez seus famosos papiers collés (papéis escritores Jean Cocteau e Guillaume colados) e Picasso criou obra como “O jogador Apollinaire. Foi precisamente este último quem de cartas” e “Natureza-morta verde”. mais contribuíu, com textos como Les Peintres Desdobramento do cubismo. Além cubistes (1913; Os pintores cubistas), para dos dois mestre mencionados, houve uma série elaborar a estética sustentadora do movimento. de artistas que praticaram um cubismo próximo Cubismo analítico. Na evolução do ao de Picasso ou de Braque, mas com toques cubismo estabeleceram-se duas fases claramente pessoais, como Juan Gris e os pintores delimitadas, denominadas analítica e sintética. A franceses Fernand Léger, Albert Gleizes e Jean fase analítica transcorreu entre 1910 e 1912. As Metzinger. telas dessa época se caracterizariam pela análise Quando essa estética se difundiu por da realidade e pela decomposição em planos, toda a Europa, surgiram vários grupos ou dos diferentes volumes de um objeto, para que tendências com características próprias: o o observador capte sua totalidade. Desde o cubismo órfico, de Robert Delannay, que dava começo, pretendia-se uma arte mais conceitual grande importância à cor e empregava que realista. Predominavam os ângulos e as elementos de composição inventados pelo artista; o grupo de Peteax, com Marcelexemplificada com a mulher sentada à direita: seu corpo é Duchamp, que elaborou um cubismo dinâmicovisto de costas e seu rosto de frente.VANGUARD.DOC
  4. 4. ASSUNTO: A VANGUARDA EUROPÉIA PROFESSOR: CARLOS ALBERTO ARAÚJO 4 e muito intelectualizado; o neoplasticismo, do CARACTERÍSTICAS FUNDAMENTAIS: holandês Piet Mondrian; o suprematismo russo de Kazimir Malevitch; o construtivismo ♦ A obra de arte deve bastar-se a si mesma. escultórico de outro russo, Vladimir Tatlin, e o ♦ “As obras de arte não devem ser uma purismo, estética racional e geométrica representação objetiva da natureza, mas uma estimulada pelos franceses Amédée Ozenfant e transformação dela, ao mesmo tempo objetiva e Charles-Edouard Jeanneret. Este último, de subjetiva.” (P. A. Birot) origem suíça e conhecido como Le Corbusier, ♦ Supressão da continuidade cronológica, aplicou mais tarde esse princípios à arquitetura. misturando presente e passado. Pode-se dizer que, com a guerra de 1914, o cubismo, que tivera uma vida intensa ♦ Eliminação do anedótico e do descritivo, através desde 1907, se desintegrou como vanguarda da unumeração de anotações aparentemente sem artística, embora sua influência tenha sido relação de casualidade. Supressão da lógica determinante ao longo do século XX. De fato a aparente, através do uso do “pensamento- maior parte dos pintores cubistas deu um associação”, livre, desordenado. decisivo impulso ao surgimento do ♦ Valorização do humor. abstracionismo10 geométrico. ♦ Preocupação com o tempo presente. Na literatura, o cubismo viveu seu ♦ Influência de paisagens exóticas, viagens, visões primeiro momento com um manifesto-síntese rápidas. assinado por Guillaume Apollinaire (1880- ♦ Grandes elipses no texto. 1918) e publicado em 1913. A literatura cubista valoriza a proposta da vanguarda européia de aproximar ao máximo as várias manifestações artísticas (pintura, música, literatura, escultura), preocupando-se com a construção do texto e ressaltando a importância dos espaços em branco e em preto da folha de papel e da impressão tipográfica. Essa característica viria a influenciar Oswald de Andrade, na década de 20, e a chamada poesia concreta da década de 60 no Brasil. Apollinaire defendia as “palavras em liberdade” e a “invenção de palavras”, e propunha a “destruição das sintaxes já condenadas pelo uso”, criando um texto marcado pelos substantivos soltos, jogados aparentemente de forma anárquica, e pelo menosprezo dos verbos, adjetivos e pontuação. Pregava ainda a utilização do verso livre e a conseqüente negação da estrofe, da rima e da harmonia. Assim como na pintura, as colagens O poema CHOVE (traduzido) e o reaproveitamento de outros materias passaram a ser incorporados pelos textos poéticos. Ele procurava fazer desenhos com as C E E E E h s s palavras (caligrama). o v e c c v o s u u e c s t t No Brasil, a pintora Tarsila do Amaral ê a e e a s assimilou as lições cubistas e as adaptou à s t s c realidade brasileira. (Obra: São Paulo). a n e a v m u í o b v c r Obras de Apollinaire: “Chove”, “A z e é e h m n o e s s v m pomba apunhalada” e “O jato d’água”. e q o d u t s a e u e s r n c b q l . Corrente estética nascida no início do século XX que se h u u10 m acaracteriza pelo abandono da representação figurativa. O u o l a ç l v e n oabstracionismo geométrico combina planos, linhas e figuras h e n t t o s e ageométricas; o abstracionismo informal ou lírico usa massas r g s o q e o ude cor. s t eVANGUARD.DOC
  5. 5. ASSUNTO: A VANGUARDA EUROPÉIA PROFESSOR: CARLOS ALBERTO ARAÚJO 5 í s r Georges Braque. Com o amigo Jean Cocteau, c c e e t o u m e viajou em 1917 para a Itália, onde fez os m l p o o a õ r s e s p cenários e figurinos de balé Parade, com s m o r e d e n música de Erik Satie e coreografia de Serguei e a e d Diaghilev. Nas três primeiras décadas do e e l m r o m século, seu talento expressou-se em quase a a e s r a l d n todos os campos da arte e em numerosas fases v i e o e i n s de tendência ou estilo, cuja evolução se s l c p a h r l t h a e t z o mostrou na grande retrospectiva apresentada i o r o v s em Paris, em 1932. e o t s s o c e Durante a guerra civil espanhola, s d h e e o o e apoiou a causa republicana e em 1937 pintou m n r m c a b m o u m a “Guernica”, uma de suas obras-primas. Na o n m i r t u u x segunda guerra mundial, presenciou a ocupação t r n m o a o a alemã retirado no trabalho de seu ateliê em s s i v a e n Paris. Após a liberação, aderiu em 1944 ao m d r t e e s i partido comunista e criou o símbolo s o g m m o i d a internacional da paz. Em 1945 uma grande n e exposição reuniu suas obras em Londres, ao n h m a a c ú lado das de Matisse. Na época, Picasso já era o i s l v d i artista mais prestigiado do mundo e de maior a c e i d a m d e influência entre seus contemporâneos. Em 1958 b a s r pintou o grande painel, mural para a sede da a s n o ç a n UNESCO, em Paris. A partir de 1959 viveu em o r a Cannes e em Aix-en-Provence com sua quinta s mulher, Jacqueline Roque, com quem se casou em 1961. Antes disso se casara, em 1918, com Olga Kokhlova (com quem teve um filho,PABLO RUIZ Y PICASSO Paulo), em 1931 com Marie-Thérèse Walter A monumental obra de Picasso - que (com quem teve uma filha, Maya), em 1936 inclui desenho, pintura, gravura, escultura, com Dora Maar e em 1943 com Françoise Gilot colagem e cerâmica - permanece tão viva (com que teve dois filhos, Claude e Paloma). quanto sua lenda. Durante quase 80 de seus 91 Evolução da obra. A obra de Picasso anos de vida, Picasso dedicou-se a um trabalho se caracteriza precisamente pelo intenso que se confunde com a evolução moderna e dinamismo das mudanças de estilo e da busca marcou a produção artística do século XX. incenssante de novas formas e soluções. São Pablo Ruiz y Picasso nasceu em traços comuns, no entanto, de todas as fases e Málaga em 25 de outubro de 1881. Iniciou-se experiências o domínio pleno - ou virtuosístico nas artes plásticas com o pai, José Ruiz Blasco, - de todas as técnicas e materiais; o humor professor de Desenho. Em 1895 estudou na sarcástico, voltado sempre para a deformação e Escola de Belas-Artes de Barcelona e logo em a caricatura, e o próprio gosto de transformar seguida foi admitido na Real Academia de as coisas, como a si mesmo. Picasso é antes de Belas-Artes de San Fernando, em Madri. Entre tudo o gênio das metamorfoses, virtuose e 1900 e 1904 dividiu o tempo entre Barcelona, comediante permeável às inquietações do Madri e Paris, onde acabou por se instalar no momento, sem romper nunca a espinha dorsal célebre ateliê conhecido como Bateu Lavoir, de seu individualismo. em que também trabalharam Juan Gris, Van O trabalho de Picasso compreende Dongen e outros. quase todos os campos das artes plásticas, mas Em 1905 e 1910, já desfrutava de foi principalmente a pintura que o tornou prestígio em Paris, graças ao reconhecimento célebre. Sua obra inicial, produzida entre 1894 do poeta Guillaume Apollinaire, do Marchand e 1899, é realista. Com as primeiras visitas do Henry Kahnweilwe e da escritora americana pintor a Paris, assimila influências de Toulouse- Gertrude Stein a quem retratou. Nos anos mais Lautrec e outros. Sucedem-se, de 1900 a 1906, importantes do cubismo, de 1908 a 1914, fez os períodos conhecidos como “fase azul” e amizade e colaborou estreitamente comVANGUARD.DOC
  6. 6. ASSUNTO: A VANGUARDA EUROPÉIA PROFESSOR: CARLOS ALBERTO ARAÚJO 6 “fase rosa”, com várias obras-primas de genial “Minotauromachie” (1935), articulou a tendência maneirista e preocupações sociais. série “Sonho e mentira de Franco”, de 1937. A São, no primeiro caso, personagens da partir de então, registraram-se constantes burguesia ou do submundo e, no segundo, convites à ilustração de livros, aos quais o artistas de circo como em “Família de mestre acedeu com a mesma agudeza e Saltimbancos”, de 1905. vitalidade, como nas águas-fortes para novas Em 1907 “Les Demoiselles d’Avignon” edições de Le Chef-d’oenvre inconnu (A obra- inicia um novo caminho em que já se esboça o prima desconhecida) de Balzac, em 1927, das cubismo, enquanto, paralelamente, a escultura Metamorfoses de Ovídio, em 1930, e da africana influencia a contínua pesquisa das Histoire Naturelle, générale et particulière deformações expressivas. Entre 1910 e 1912, as (História natural, geral e particular), de Buffon, representações do “cubismo analítico” atingem em 1942. o máximo da abstração picassiana. Suas Na escultura picassiana, são colagens, em 1913, incorporam materiais até determinantes as influências da arte primitiva então estranhos ao quadro, como em “violino, -africana e pré-colombiana - e do estilo garrafas, copo”, e aos poucos surge o “cubismo clássico. As soluções são às vezes de cunho sintético”, policromático. construtivista e às vezes de um envolvente A experimentação cubista desenvolve- expressionismo figurativo, como em “A cabra”, se até o final da década de 1920, mas já de 1950. Na cerâmica, o artista mostra essa estilizada, como em “Três máscaras de mesma oscilação entre modelos gregos e fontes músico”, de 1921, ou em “Compoteira e primitivas. De versatilidade inesgotável, a obra violão”, de 1924. Em seguida Picasso realiza de Picasso oferece o panorama vertiginoso de uma pintura semi-abstrata, como em “O pintor uma permanente movimentação. Sua unidade, e seu modelo”, de 1927. A partir de 1930, após porém, foi solidamente construída sobre um cubismo já quase decorativo e um estágio constantes quase inalteráveis, em que sobressai neoclassicista, seus quadros apresentam formas a liberdade formal. Seu testemunho é o da de ritmo forte, às vezes espasmódico, que definitiva libertação da forma na criação presencia a explosão dramática de 1937 com artística. Picasso morreu em Mougins, perto de imagens convulsas e estilhaçadas que Cannes, em 08 de abril de 1973. denunciam o bombardeio da cidade espanhola de Guernica pela força aérea alemã. GEORGES BRAQUE As fases seguintes são de tendências diversas, que incluem reiterações do cubismo, Juntamente com Picasso, Braque foi distorções figurativas entre o cubismo e o um dos criadores do cubismo, movimento expressionismo como em “Mulher sentada”, de estético que acompanhou a evolução do 1942 e, em tudo, um vigoroso repúdio à guerra pensamento e da ciência nas primeiras décadas e á violência, como na tela “O ossuário”, de do século XX, caracterizando-se pela 1944-1948, ou nos murais para a capela de importância dada aos volumes e planos Vallauris, “Guerra” e “paz”, de 1952. pictóricos. Outras artes. Ainda que mais Pintor francês, Georges Braque nasceu celebrado como pintor, Picasso realizou imensa em Argentevil, perto de Paris, em 13 de maio obra como desenhistas, escultor, gravador e de 1882. Aos oito anos foi com a família para o ceramista. Há os desenhos inteiramente Havre, onde seu pai trabalhou como pintor de acabados ou de puro esquematismo. Na série paredes. Em Paris, a partir de 1900, travou “O touro” entre 1945 e 1946, disseca a imagem conhecimento com artistas como Marie realista do animal até seu esqueleto estritamente Laurencin, Picabia, Dufy e Othon Friesz. linear, e nos bicos-de-pena sobre Dom Quixote Começou a adquirir estilo próprio e encontra a essencialidade da sugestão e do notoriedade depois de 1908, quando, com movimento. A liberdade de imaginação e de Picasso, se pôs à frente do cubismo. Em 1914 humor - ora malicioso, ora grotesco - explora foi convocado para a primeira guerra mundial, desde a mitologia clássica a pequenos flagrantes da qual participou até 1917, sendo gravemente do cotidiano. ferido. A consciência política também tem seu Após uma fase inicial e breve de lugar nessa arte meticulosa que, depois da tendência ainda impressionista, aderiu em 1906VANGUARD.DOC
  7. 7. ASSUNTO: A VANGUARDA EUROPÉIA PROFESSOR: CARLOS ALBERTO ARAÚJO 7 ao fauvismo, com Friesz, e submeteu-se por Do futurismo faziam parte um ardoroso algum tempo ao impacto da obra de Cézanne. nacionalismo e a inflamada defesa da guerra Seu encontro com Picasso, em 1907, foi como “forma de higiene”, o que revelava certa decisivo para que ambos formulassem um afinidade com o fascismo, ao qual o escritor conceito novo de espaço, rompendo com os Marinetti, ideólogo do futurismo, finalmente efeitos de luz dos impressionistas e com a aderiu. Não houve, contudo, uma coincidência perspectiva naturalista vigente na pintura ideológica total entre os membros do ocidental desde o Renascimento. movimento, que receberam também influências Em 1911, Braque e Picasso deram socialistas e anarquistas. início em Céret à fase do cubismo analítico dita Surgido na Itália no começo do século hermética, caracterizada pela introdução, nas XX, o movimento futurista foi de início pinturas de ambos, de letras e símbolos essencialmente literário e terminou por englobar tipográficos. Ainda juntos, em Sorgues, perto outras artes, como a pintura, a escultura e até a de Avignon, executaram em 1912 os primeiros música. Seus adeptos destacavam a vitalidade, papiers collés ou colagens, bem como telas velocidade e energia da vida moderna e representativas do cubismo dito sintético, com demonstravam deslumbramento diante das efeitos como a presença de areia ou imitações novas máquinas criadas pela revolução pictóricas de madeira ou mármore. industrial. Até 1914 Braque compôs óleos com O futurismo partiu dos postulados do planos fortemente contrastado, em tons de escritor Filippo Tommaso Marinetti, que os cinza e ocre. Caminhou a seguir para uma expressou pela primeira vez, em 20.02.1909, maior “amplitude da cor”, como ele mesmo num manifesto publicado no jornal parisiense disse, associada a um desenho menos anguloso. Le Figaro. O termo “futurismo” expressava A sobriedade de sua gama de cinzas- uma rejeição da cultura tradicional e propunha a esverdeados, terras, pretos e brancos, aliados a transformação da sociedade. A tecnologia, a seu amor ao equilíbrio e á ordem, tipificaram, velocidade, o movimento, a vida urbana, a por volta de 1925, sua fase “clássica”. Opondo- máquina e a guerra foram elementos se ao abstracionismo geométrico, o artista permanentemente exaltados pelos futuristas. passou a pintor obras-primas tipicamente suas, Em seu desejo de renovação total, Marinetti naturezas-mortas com instrumentos musicais, chegou a dizer: “Queremos destruir os museus, frutas, garrafas e jarras, que tratou com infinitas as bibliotecas, as academias...” variações de textura. O núcleo original do futurismo era A partir de 1930 apresentou um constituído, entre outros, por Marinetti e pelos grafismo mais acentuado, paleta mais rica e artistas Umberto Boccioni, Carlo Carrà, relevo menos evidente, embora conservasse o Giacomo Balla e Gino Severini. Em 1910 enfoque cubista da simultaneidade de visão. São publicou-se em Milão o Manifesto dos dessa fase marinhas, naturezas-mortas e figuras pintores futuristas e, um ano depois, na humanas de duas faces. mesma cidade, realizou-se a primeira exposição Braque é ainda autor de gravuras, do movimento. A projeção internacional veio litografias em cor, esculturas em pedra e em 1912, com uma exposição em Paris, de bronze, altos-relevos pintados e jóias. A partir onde o movimento logo se estendeu a vários de 1950 sua temática se enriqueceu com o países da Europa. motivo do pássaro em vôo. Em 1952-1953 Artes Plásticas. A pintura e a escultura decorou o teto da Galeria Etrusque do Louvre futuristas se basearam na estética da velocidade e em 1954 realizou vitrais para a igreja de e na sensação de dinamismo. Para isso Varengeville. Também notório é seu talento empregou procedimentos semelhantes aos do literário em Cohier de Braque (1947; Caderno Cubismo, como a representação simultânea dos de Braque), onde há aforismos espirituosos e objetos ou a decomposição das figuras em importantes observações sobre arte. Braque planos. Às vezes os motivos se repetiam para morreu em paris em 31 de agosto de 1963. descrever um movimento no espaço, de modo que objeto e ambiente criavam formas semB) FUTURISMO limites definidos. Esse sistema de representação foi levado à escultura por Boccioni, autor deVANGUARD.DOC
  8. 8. ASSUNTO: A VANGUARDA EUROPÉIA PROFESSOR: CARLOS ALBERTO ARAÚJO 8 “Desenvolvimento de uma garrafa no espaço”. seu cofre adornado de grossos tubos como Em pintura, Severini e Carrà, este com seu serpentes de fôlego explosivo.. um automóvel “Funeral do anarquismo Galli”, conseguiram rugidor, que parece percorrer sobre a metralha, plasmar o dinamismo mediante “linhas de é mais belo que a Vitória de Samotrácia11. força”, que simulavam o movimento geral da 5. Não há mais beleza senão na luta. Nada de composição. Balla procurou captar o obra-prima sem um caráter agressivo. A poesia dinamismo e a simultaneidade com pequenas deve ser um assalto violento contra as forças pinceladas, que imitavam técnicas fotográficas desconhecidas, para intimidá-las a deitar diante (“Dinamismo de um cão na coleira”, também do homem. chamado “Cão atrelado”). 6. Nós estamos sobre o promontório extremo dós Outras manifestações. O teatro séculos!... Para que olhar para trás, no futurista, chamado “teatro sintético”, buscou a momento em é preciso arrombar as misteriosas simultaneidade de ações e tempos com uma portas do impossível? O Tempo e o Espaço encenação muito reduzida de elementos. Em morreram ontem. Nós vivemos já no absoluto, música, as experimentações de Luigi Russolo já que nós criamos a eterna velocidade anteciparam certos aspectos da música onipresente. eletrônica. No que se refere à literatura, 7. Nós queremos cantar o homem que está na Marinetti abriu caminho para uma geração de direção, cuja haste ideal atravessa a Terra, escritores que empregavam uma estética arremessada sobre o circuito de sua órbita. liberada dos usos e da lógica tradicionais. 8. É preciso que o poeta se desgaste com o calor, Fora da Itália, o movimento teve maior brilho e prodigalidade, para aumentar o fervor impacto na Rússia, onde a viagem de entusiástico dos elementos primordiais. divulgação de Marinetti deu origem a uma 9. Nós queremos glorificar a guerra - única espécie de futurismo russo, de fusão mais higiene do mundo -, o militarismo, o política e social. Foram influenciados sobretudo patriotismo, o gesto destrutor dos anarquistas, os poetas Velemir Khlebnikov, que permaneceu as belas idéias que matam, e o menosprezo à místico, e Vladimir Maiakovski, que se tornou mulher. “o poeta da revolução” e porta-voz de sua 10. Nós queremos demolir os museus, as geração. Os russos publicaram seu próprio bibliotecas, combater o moralismo, o feminismo manifesto em dezembro de 1912, intitulado e todos os covardes oportunistas e utilitários. “Um tapa na cara do gosto do público”, em que 11. Nós cantaremos as grandes multidões advogavam o abandono de autores como movimentadas pelo trabalho, pelo prazer ou Puchkin, Dostoievski e Tolstoi, e da então atual pela revolta; as marés multicoloridas e corrente de poesia simbolista, e pediam novas polifônicas das revoluções nas capitais experiências na escrita poética. Muitos poetas modernas; a vibração noturna dos animais e dos russos passaram a apresentar uma mistura estaleiros sob suas violentas luas elétricas; as anárquica e incoerente de palavras, empregadas estações glutonas comedoras de serpentes que mais pelo som do que pelo sentido. Em pouco fumam; as usinas suspensas nas nuvens pelos tempo, porém, o movimento perdeu força. barbantes de suas fumaças; as pontes para pulos de ginastas lançados sobre a cutelaria diabólica Manifesto do Futurismo. dos rios ensolarados, aos navios aventureiros farejando o horizonte; as locomotivas de grande1. Nós queremos cantar o amor ao perigo, o peito, que escoucinham os trilhos., como hábito à energia e à temeridade. enormes cavalos de aço freados por longos2. Os elementos essenciais de nossa poesia serão a tubos, e o vôo deslizante dos aeroplanos, cuja coragem, a audácia e a revolta. hélice tem os estalos da bandeira e os aplausos3. Tendo a literatura até aqui enaltecido a da multidão entusiasta. imobilidade pensativa, o êxtase e o sono, nós 12. Olhem-nos! Nós não estamos esfaldados... queremos exaltar o movimento agressivo, a Nosso coração não tem a menor fadiga. Porque insônia febril, o passo ginástico, o salto mortal, ele está nutrido pelo fogo, pelo ódio e pela a bofetada e o soco. 11 . SAMOTRÁCIA: Ilha grega onde Demétrio I, da4. Nós declaramos que o esplendor do mundo Macedônia, mandou erigir uma estátua para comemorar a se enriqueceu com uma beleza nova: a beleza vitória naval sobre os egípcios, em 306 a. C.. A estátua, da velocidade. Um automóvel de corrida com intitulada Vitória, encontra-se no Museu do Louvre, em Paris.VANGUARD.DOC
  9. 9. ASSUNTO: A VANGUARDA EUROPÉIA PROFESSOR: CARLOS ALBERTO ARAÚJO 9 velocidade!... Isso o espanta? É que você não pontos comuns com seus seguidores; aceitavam se lembra mesmo de ter vivido. suas idéias artísticas, mas repudiavam seu Em 1912, Marinetti lançou o posicionamento político. Oswald de Andrade Manifesto Técnico da Literatura Futurista, tomou conhecimento do Futurismo em suas em que radicalizava as suas posições em relação viagens à Europa anteriores a 1919, não à arte literária do século XIX, sugerindo uma relacionando, portanto, o movimento com o revolta contra todos os padrões usuais de fascismo. Por outro lado, a palavra futurismo sintaxe gramatical. passou a designar qualquer postura inovadora na arte, levando Oswald a saudar, em 1921, o 1. “Palavras em liberdade”. É preciso destruir a jovem poeta Mário de Andrade com u artigo sintaxe, dispondo os substantivos ao acaso, intitulado “o meu poeta futurista”. Temendo como nascem. uma identificação com o fascismo, Mário de 2. Deve-se usar o verbo no infinitivo, para que se Andrade vem a público negar, mais do que o adapte elasticamente ao substantivo e não o movimento futurista, a figura de seu líder. No submeta ao eu do escritor que observa ou prefácio ao livro Paulicéia Desvairada, afirma: imagina. O verbo no infinitivo pode, sozinho, Não sou futurista (de Marinetti). dar o sentido da continuidade da vida e a Disse e repito-o. Tenho pontos de elasticidade da intuição que a percebe. contato com o futurismo. Oswald de 3. Deve-se abolir o adjetivo para que o substantivo Andrade, chamando-me de futurista, desnudo conserve a sua cor essencial. Ao errou. adjetivo, tendo em si um caráter de Em Portugal, notadamente entre 1910 esbatimento, é incompatível com a nossa visão e 1920, houve uma maior identidade entre os dinâmica, uma vez que supõe uma parada, uma modernistas de primeira hora e o Futurismo. Já meditação. nos primeiros números da revista Orpheu (1915) 4. Deve-se abolir o advérbio, velha fivela que une encontramos textos futuristas de Fernando as palavras umas às outras. O advérbio Pessoa e de Mário de Sá-Carneiro. Em 1917, conserva a frase numa fastidiosa vaidade de em Lisboa, realizou-se um “espetáculo tom. Deve-se abolir as conjunções. futurista”, com a participação de Santa Rita- 5. Uso de substantivos compostos, formados por Pintor e Almada Negreiros; em novembro do dois substantivos de sentido analógico: mesmo ano, saiu o primeiro e único número da “multidão-ressaca”, “burguês-níquel” etc. revista Portugal futurista, que continha textos 6. Substituição dos sinais de pontuação de Almada Negreiros, Raul Leal, Mário de Sá- tradicionais pelos símbolos matemáticos ou Carneiro, Apollinaire e Blaise Cendrars, além do musicais. poema “Ultimatum”, de Álvaro de Campos. 7. Supressão de elementos indicativos de comparação (“como”, “parecido com”) por FILIPPO TOMMASO MARINETTI construções diretas, inovadoras. 8. Abolição total dos clichês. O futurismo, movimento estético 9. Supressão do “eu” pela “obsessão lírica da surgido no início do século XX em oposição às matéria”. fórmulas tradicionais e acadêmicas, teve no10. “Imaginação sem fios”, liberdade absoluta escritor italiano Filippo Tommaso Marinetti seu de criação. fundador e principal teórico. Marinetti nasceu em 22 de dezembro É importante salientar dois aspectos de 2876 em Alenxandria, Egito. Estudou em seu muito importantes do Futurismo. Primeiro, a país e depois na Itália, Suíça e França, onde total identificação entre o movimento e seu viveu muito tempo. Em 20 de fevereiro de 1909 líder, a ponto de se tornarem as palavras publicou no jornal Le Figaro, de Paris, o futurismo e Marinetti quase sinônimas; primeiro manifesto futurista, em que expunha a segundo, a adesão de Marinetti ao fascismo de necessidade de abandonar as velhas fórmulas e Mussolini, a partir de 1919, dadas as evidentes criar uma arte livre e anárquica, capaz de afinidades ideológicas entre eles. Assim, pode- expressar o dinamismo e a energia da moderna se entender a repugnância dos principais sociedade industrial. As idéias de Marineti foram modernistas brasileiro pelo movimento de adotadas por artistas como Emberto Boccioni, Marinetti, apesar de apresentarem uma série deVANGUARD.DOC
  10. 10. ASSUNTO: A VANGUARDA EUROPÉIA PROFESSOR: CARLOS ALBERTO ARAÚJO 10 Giacomo Balla e Gino Severini, que em 1910 tanto nas artes plásticas como na literatura e na publicaram seu próprio manifesto. música. Na pintura, o expressionismo surgiu A obra teatral Le Roi bombance (1909; como reação ao impressionismo e à visão O rei pândego) e o romance Mafarka le objetiva da natureza. Os pintores expressionistas futuriste (1910; Mafarka o futurista), ambos em defendiam uma visão mais subjetiva, uma francês, constituíram a expressão literária das interpretação pessoal e apaixonada daquilo que teorias de Marinetti modeladas na estrutura a natureza lhes sugeria. “expressão” se opunha, caótica da trama e no emprego de livres portanto, a “impressão”. associações lingüísticas. Em Guerra sola Rejeitando os valores da sociedade higiene del mondo (1915; Guerra, única burguesa e o conceito tradicional de beleza, os higiene do mundo), defendeu a intervenção expressionistas fizeram de sua arte um italiana na primeira guerra mundial. Tornou-se instrumento de crítica político-social, ativo militante fascista e, em Futurismo e deformando as figuras para delas extrair uma fascismo (1924), chegou a afirmar que a visão crua e pessoal da realidade, com ênfase na ideologia fascista representava uma extensão solidão, na dor e nos horrores da guerra. natural das idéias futuristas. Marinetti morreu As culturas primitivas lhes em Bellagio, Italia, em 02 de dezembro de 1944. proporcionaram um modelo para a renovação artística, baseada no poder da intuição e daC) EXPRESSIONISMO criatividade sem freios. Receberam também a influência de alguns pintores pós- O expressionismo (1910) não é um dos impressionistas, como Vicent Van Gogh, e de muitos “ismos” da arte moderna, mas uma seus contemporâneos fauvistas. Interessaram-se, tendência permanente, que se manifesta ainda pelo desenhos infantis e pela arte dos sobretudo em épocas de crise. Alguns doentes mentais, por serem manifestações historiadores da arte afirmam que o Norte espontâneas, não sujeitas à aprendizagem sempre foi expressionista enquanto o Sul é acadêmica. clássico por vocação. As diversas fases do expressionismo Conceito geral. O expressionismo se acusam notáveis diferenças. Seus precursores - caracteriza pela constância das deformações Edvard Munch, James Ensor e Georges Ronanlt anatômicas na representação das figuras - nenhuma relação tinham entre si, mas humanas e o pathos expressionista leva os coincidiam pela forma subjetiva e patética de artistas a um relacionamento constante com o expressar a realidade. “feio”, aproximando-os do horror, do fantástico Die Brücke e Der Blaue Reiter. A e do demoníaco. Pode-se estabelecer uma linha primeira geração expressionista alemã de comportamento expressionista que abrange compunha-se de dois grupos Die Brücke (A manifestações pré-históricas, românticas, góticas Ponte), formado em Dresden em 1905, e Der e barrocas, incluindo, no século XX, várias Blaue Reiter (O Cavaleiro Azul), constituído em tendências vanguardistas. Em todas essas Munique em 1911. O pioneiro era composto por tendências e épocas, manifesta-se uma crise Ernst Ludwig Kirchner, Fritz Bleyl, Erich espiritual pelo grito, pelo horror, pelo apelo ou Heckel e Karl Schmidt-Rottluff, estudantes de renúncia, pelo protesto. No século XX, arquitetura que abriram um ateliê, onde manifestamente de crise em todos os setores, o recuperaram a técnica alemã da xilogravura12, expressionismo teria que encontrar terreno influenciando o traçado do desenho e a pintura, propício. com suas pinceladas incisivas e quebradas. O Expressionismo no século XX. Em termo Brücke, com o qual se designou o grupo, sentido estrito, chama-se expressionismo um simbolizava a união entre diversos setores movimento que se desenvolveu, sobretudo na revolucionários. Alemanha, em fases diferentes, entre 1905 e o Em 1906 uniram-se ao núcleo principal final da década de 1920. Depois, seus Emil Nolde e Max Pechstein e, no mesmo ano, representantes foram perseguidos pelos nazistas, organizou-se a primeira exposição coletiva. Os que qualificaram as obras expressionistas de quadros, geralmente paisagens e figuras, “arte degenerada”. apresentavam uma técnica de espessos O desejo de subjetividade constituía a empastamentos e evidenciavam contatos com o base da estética expressionista, materializada 12 . gravura em madeira.VANGUARD.DOC
  11. 11. ASSUNTO: A VANGUARDA EUROPÉIA PROFESSOR: CARLOS ALBERTO ARAÚJO 11 fauvismo e o cubismo. O grupo dissolveu-se em segunda guerra mundial. O estilo dos artistas 1913. enfeixados na designação “expressionismo Der Blaue Reiter formou-se pela abstrato” diferiam entre si, mas tinham em associação dos russos Vassili Kandenski e comum a rejeição dos valores estéticos e sociais Alexei Von Javlenski, dos alemães Gabriele tradicionais e a busca de uma expressão livre, Münter e Franz Marc e do suíço Paul Klee. espontânea e pessoal. Munique, cenário de intensa atividade artística Enquadraram-se nesse movimento geral desde o fim do século XIX, tornou-se então a diversas correntes, como a pintura de ação capital européia da arte. Os membros do grupo (action painting) de Jackson Pollock e Willem editaram um almanaque com gravuras e textos de Kooning ou o chamado impressionismo de sobre estética, organizaram exposições de Philip Guston. Robert Motherwell imprimiu ao artistas alemães e estrangeiros e rejeitaram a expressionismo abstrato uma orientação mais estética impressionista. Mergulharam, intelectual e controlada criando imagens sobretudo, na subjetividade humana e deram a abstratas de grande nitidez ou pintura de “cor sua arte um teor mais puramente artístico, pura” em superfícies amplas; esse caminho foi menos comprometido com a temática político- trilhado por Mark Rothko e outros. Alguns social. expressionistas abstratos, como Arshile Gorky, A busca de conteúdos espirituais que procedia do surrealismo europeu, fundamentou a obra de Kandinski, artista cujo mantiveram-se fora dessas tendências mérito foi inaugurar a abstração pictórica, predominantes. estética que teve grande êxito nos anos Expressionismo literário. Como posteriores. Em contrapartida, para Franz Marc corrente literário, o expressionismo começou na - autor, por exemplo, de “Pferd in einer Alemanha antes de 1914 e durou até cerca da Landschaft” (1910, “Cavalo numa paisagem”) - metade da década de 1920. Desenvolveu-se a pureza das formas se condensava na imagem paralelamente ao futurismo na Itália, do animal, cuja energia e natureza ele se influenciando os movimentos modernistas de propunha captar através do simbolismo da cor. todo o mundo. Em literatura, o expressionismo Depois da primeira guerra mundial, um inverte o processo do impressionismo13: em vez novo movimento, Neue Sachlichkeit (Nova de mover-se de fora para o centro, nela a Objetividade), retomou a estética expressionista, inspiração caminha do espírito do escritor para o com um tom agressivo e crítico. Em diversos mundo exterior. países europeus surgiram também artistas O expressionismo encerra um estado de expressionistas, como o theco Oscar Kokoschka desespero, e apresenta a sociedade, o governo, a e o lituano Chaim Soutine. religião, o homem, em situação caótica. O estilo Expressionismo em outros campos é explosivo e errático, não descritivo, artísticos. O expressionismo não foi uma acentuando o dinamismo e o êxtase. August tendência unicamente plástica, mas abarcou Strindberg foi um precursor no século XIX. outros campos, como o literário, graças à revista Figuras destacadas do movimento no século XX berlinense Der Sturm (A tempestade); o foram Franz Werfel, Franz Kafka, René cinematográfico, com diretores como Robert Schickele, Kasimir Edschmid, Reinhard Sorge, Wienw, F. W. Murmou e Fritz Lang; o musical, Walter Hasenclever, Fritz von Unruh, Pär com o compositor Arnold Schoenberg; e o Lagerkvist e Geog Kaiser, poetas, ficcionistas e teatral, impulsionado por Fritz von Unrah, Carl dramaturgos. Sternheim ou Reinhard Sorge. O expressionismo foi, pois, uma intensa CARACTERÍSTICASDO EXPRESSIONISMO busca da expressão dos próprios conflitos e paixões de seus adeptos. Mesmo praticamente • A arte não é imitação, mas criação subjetiva, obliterado pela perseguição nazista, sua livre. A arte é expressão dos sentimentos. influência ainda assim se fez sentir em manifestações artísticas posteriores. • A realidade que circunda o artista é horrível, Expressionismo abstrato. Os ideais por isso ele a deforma ou a elimina, criando a do expressionismo alemão primitivo inspiraram arte abstrata. também um movimento artístico que teve 13 . Tendência estética caracterizada pela observação e grande projeção nos Estados Unidos após a reprodução da natureza. Surgida na Europa no fim do século XIX, inaugurou o ciclo da arte moderna.VANGUARD.DOC
  12. 12. ASSUNTO: A VANGUARDA EUROPÉIA PROFESSOR: CARLOS ALBERTO ARAÚJO 12 • A razão se torna objeto de descrédito. que seria uma falta de sinceridade olhar apenas o lado agradável da vida. Pois os expressionistas • A arte é criada sem obstáculos sentiam tão fortemente o respeito do sofrimento convencionais, o que representa um repúdio à humano, pobreza, violência e paixão, que repreensão social. estavam inclinados a pensar que a insistência da • A intimidade e a vivência da dor derivam do harmonia e beleza em arte nascera de uma sentido trágico da vida e causam uma recusa em ser sincero. A arte dos mestres deformação significativa, torturada. clássicos, como Rafael ou Corregio, parecia-lhes • A arte se desvincula do conceito de belo e insincera e hipócrita. Eles queriam enfrentar os feio, torna-se uma forma de contestação. fatos nus e crus da nossa existência, e expressar sua compaixão pelos deserdados e os feios. • Oposição ao Naturalismo e ao Tornou-se quase um ponto de honra dos Impressionismo. expressionistas evitar qualquer coisa que • Valorização da imaginação e dos sonhos. cheirasse a “boniteza” e “polimento”, e chocar o • A poesia é cheia de metáforas; o estilo é “burguês” em sua complacência real ou imaginada. abstrato, simbólico, sugestivo. O que vai dito acima explica o porquê Na literatura, especificamente, o do declínio do Expressionismo a partir de 1933, Expressionismo apresenta estas características: com a ascensão de Hitler na Alemanha: segundo linguagem fragmentada, elíptica, constituída por as novas diretrizes, buscava-se uma arte “pura”, frases nominais (basicamente aglomerados de “limpa”, que retratasse a “superioridade” substantivos e adjetivos), sem verbos, sem germânica, jamais uma caricatura. sujeito; despreocupação formal: sem rimas, sem No Brasil, a pintura expressionista foi estrofes, sem musicalidade. Ideologicamente, os vista pela primeira vez em 1913, numa poetas expressionistas visam combater a fome, a exposição do artista Lasar Segall. inércia e os valores do mundo burguês. Em 1912, Anita Malfatti, uma jovem Por suas características, o paulista de 16 anos, parte para a Alemanha, já Expressionismo desenvolveu-se mais na pintura. matriculada na Escola de Belas Artes de Berlim. Van Gogh chegou a afirmar que essa pintura, ao Lá, entra em contato com o Expressionismo distorcer uma imagem para expressar a visão do alemão, retornando, maravilhada, em 1914, artista, assemelhava-se à caricatura. É o que se quando realiza sua primeira exposição, em São pode perceber, por exemplo, na tela O grito14, Paulo. Sua segunda exposição, em 1917, de Munch, expressão da angústia do ser desencadeia uma série de reações e acabou humano: a figura que grita não tem traços do sendo o fato gerador da mostra de arte moderna rosto bem definidos; pelo contrário, é um rosto que se concretizaria em 1922. distorcido, uma máscara, uma caricatura. E. H. Na literatura brasileira encontramos Gombrich assim comenta a tela de Munch. manifestações esporádicas de expressionismos; O que perturba o público a respeito da o único caso em que elas são mais recorrentes é arte expressionista talvez seja menos o fato de a a poesia de Augusto dos Anjos, pré-modernista natureza ter sido distorcida do que o resultado que teve sua obra publicada em 1912. implicar o distanciamento da beleza. Que o Eis um fragmento do poema caricaturista mostre a fealdade do homem é expressionista “o meu tempo”, do poeta alemão ponto pacífico; no fim de contas, é esse o Wilheim Klem. objetivo de seu trabalho. Mas que pessoas que Cantos e metrópoles, lavinas febris, pretendem ser artistas sérios esqueçam que, se Terras descoradas, pólos sem glória, tiverem de alterar a aparência das coisas, devem Miséria, heróis e mulheres da escória, idealizá-las e não desfeá-las, foi profundamente Sobrolhos espectrais, tumulto em carris. ressentido. Entretanto, Munch poderia ter replicado que um grito de angústia não é belo, Soam ventoinhas em nuvens perdidas. Os livros são bruxas. Povos desconexos.14 . O grito (1893) , de Munch. “Certa noite, conta o autor, A alma reduz-se a mínimos complexos.eu caminhava por uma via, a cidade de um lado e o fiordeembaixo. Sentia-se cansado, doente... O sol se punha e as A arte está morta. As hosras reduzidas.nuvens tornavam-se vermelho-sangue. Senti um grito passar (Apud Lúcia Helena. Movimentos dapela natureza; pareceu-me ter ouvido o grito. Pintei esse vanguardaquadro, pintei as nuvens como sangue real. A cor uivava.” Européia. São Paulo, Scipione, 1993, p.33)VANGUARD.DOC
  13. 13. ASSUNTO: A VANGUARDA EUROPÉIA PROFESSOR: CARLOS ALBERTO ARAÚJO 13 Em Zurique, as figuras mais atuantes foram, na literatura, Hugo Ball, Emmy Hennings, Richard Hülsenbeck, Tristan Tzara eD) DADAÍSMO Walter Server; nas artes plásticas, Hans Arp, Sophie Täuber, Marcel Janco e Hans Richter. O “A imagem de uma palavra - dada -, que pôs os Cabaret Voltaire apresentou um dos mais jornalistas às portas de um mundo imprevisto, famosos poemas “simultaneísta”, de não tem nenhuma importância para nós.” Assim Hülsenbeck, Janco e Tzara, e contou com a começava o Manifesto dada de 1918, colaboração de artistas como Picasso, declaração de princípios do dadaísmo, que pôs Modigliani, Kandinski e Apollinaire. em evidência o caráter anárquico e irracional do Tzara também editou a revista Dada e, movimento. em maio de 1919, lançou a Anthologie Dada, Dá-se o nome de dadaísmo ao cuja versão francesa surgiu com a adesão de movimento artístico e literário, de ideologia autores que se tornariam líderes do movimento antiburguesa, que se opunha às concepções surrealista: André Breton, Louis Aragon, tradicionais da arte e se desenvolveu na Europa Philippe Soupault e Georges Ribemont- e nos Estados Unidos nas primeiras décadas do Dessaignes. século XX. Oscilando entre a anarquia e o Em Nova York, o dadaísmo foi niilismo, pregou o fim da cultura e a representado sobretudo pelos artistas franceses reconstrução do mundo, aglutinou heranças do Marcel Duchamp e Francis Picabia. Em 1913, futurismo e do expressionismo, refletiu os na grande exposição de arte moderna no efeitos da primeira guerra mundial e, Armory Show, dois quadros recusados pelo inicialmente hostil à Alemanha, opôs-se depois Salon de Indépendants, em Paris, foram a todos os valores estabelecidos: “Literatura expostos nesse lugar: o famoso “Nu descendo com revólver na mão”, definiu um dos seus uma escada”, de Duchamp, e “As danças à expoentes em agitação política, o poeta alemão fonte”, de Picabia. Antes de instalarem em Richard Hülsenbeck. Nova York, em 1915, Duchamp já começara a A palavra dada apareceu pela primeira criar seus ready-made, isto é, objetos ou partes vez em Cabaret Voltaire, livreto lançado em de objetos do cotidiano em construções Zurique, Suíça, em 15 de julho de 1916, insólitas, manifestações polêmicas de antiarte e homônimo do Cabaré que o escritor alemão denúncia do preconceito cultural. Hugo Ball e sua companheira Emmy Hennings, Em Berlin, a primeira manifestação cantora e poetisa, fundaram naquela cidade em dada foi uma conferência pronunciada por 5 de fevereiro do mesmo ano. Posto à Richard Rülsenbeck logo após o armistício, em disposição de escritores e artistas plásticos, 1918, em que leu um manifesto do movimento abrigou vanguardistas de várias nacionalidades, e apoiou os socialistas da Liga Espartaquista. que transformaram os espetáculos em Em Colônia, Max Ernst produziu com manifestações radicais. Arp as colagens satíricas inspiradas em Se o dadaísmo sacudiu a política e a desenhos técnicos de máquinas imaginárias que moral estabelecida, inclusive com sessões denominaram fatagaga (fabrication des tableaux precursoras dos happnings de mais de meio garantis gazométriques; fabricação de quadros século depois, também atuou radicalmente gasométricos garantidos) e, no princípio de sobre as estruturas da criação estética. Na 1920, publicou a coletânea de litografias Fiat música, Erik Satie revolucionou o conceito de Modes (Modas Fiat). Do mesmo ano é a fundo sonoro e exigiu novo comportamento do Plaqueta Die Wolkenpumpe (A bomba de auditório; na literatura, intensificaram-se as nuvens), com poemas de Arp, editada em experiências fonéticas, as palavras foram Kannover, onde ainda se distinguiu Kurt despojadas de seu significado e iniciou-se a Schwitters, com seus Merzbilder (colagens especialiazação ou diversificação tipográfica de feitas com objetos tirados do livro) e com uma palavras e letras; nas artes plásticas, o proposta renovadora em artes gráficas. abstracionismo tomou corpo e surgiram novas Além de Ballet mérchanin (Balé técnicas, como as colagens de Hans Arp e de mecânico), de Fernand Léger, o dadaísmo Kurt Schwitters e os “objetos” de Max Ernst e também legou um filme histórico de Renê Clair, Marcel Duchamp. Entr’acte (Entreato), curtametragem de 22VANGUARD.DOC
  14. 14. ASSUNTO: A VANGUARDA EUROPÉIA PROFESSOR: CARLOS ALBERTO ARAÚJO 14 minutos realizado em 1924 e destinado a Liberdade: DADÁDADÁDADÁ, uivos acompanhar o balé Relâche (Pausa), de Picabia: das dores crispadas, entrelaçamento o filme seria projetado durante o entreato, a fim dos contrários e de todas as de atrair o público para os corredores. contradições, dos grotescos, das Uma das acusações mais comuns inconseqüências: A VIDA. dirigidas contra o dadaísmo é a de que foi apenas destruidor. Muitos grandes artistas, MANIFESTO porém, como Picasso, Paul Klee e Kandinski, foram marcados pelo movimento. Sem o Para lançar um manifesto é preciso dadaísmo e sua ruptura com a lógica e o querer: A. B. C., fulminar 1, 2, 3, enervar e raciocínio convencional, seria impossível o aguçar as asas para conquistar e espalhar automatismo psíquico dos surrealistas e outras pequenos a, b, c, assinar, gritar, blasfemar, formas de enriquecimento do imaginário. arrumar a prosa sob uma forma de evidência Em 1916, em plena guerra, quando absoluta, irrefutável (...) tudo fazia supor uma vitória alemã, um grupo Dadá permanece no quadro europeu de refugiados em Zurique, na Suíça, inicia o das fraquezas, no fundo é tudo merda, , mas mais radical movimento da vanguarda européia: nós queremos doravante cagar em cores o Dadaísmo. A própria palavra dada escolhida diferentes para ornar o jardim zoológico da arte (Encontrei o nome casualmente ao meter uma de todas as bandeiras dos consulados. espátula num tomo fechado do Petit Larousse e lendo logo, ao abrir-se o livro, a primeira linha CARACTERÍSTICAS DO DADAÍSMO que me saltou á vista: DADÁ.) para batizar o • Trata-se de um movimento destruidor, de movimento, não significava nada. Negando o protesto. passado, o presente e o futuro, o Dadaísmo é • Liberdade total de criação. total falta de perspectiva diante da guerra; daí • Abolição da lógica. ser contra as teorias, as ordenações lógicas, pouco se importando com o leitor. aliás, • Linguagem totalmente inovadora. também é contra as manifestações, como afirma • Estilo antigramatical, como uso freqüente de um de seus iniciadores, Tristan Tzara (1896- interjeições. 1963), em seu Manifesto Dadá, 1918: • “A arte não é coisa séria.” “Eu escrevo um manifesto e não quero • Não há necessidade de se fazer uma arte nada, eu digo portanto certas coisas e compreensível por todos, bastando que ela sou por princípio contra os manifestos, seja entendida por um grupo de iniciados. como sou também contra os princípios. Na França, o Dadaísmo deu origem ao Importante era criar palavras pela Surrealismo. sonoridade, quebrando as barreiras do Para fazer um poema dadaísta significado; importante era o grito, o urro Pegue um jornal. contra o capitalismo burguês e o mundo em Pegue uma tesoura. guerra. A propósito, no prefácio a Paulicéia Escolha nesse jornal um artigo do tamanho que desvairada, Mário de Andrade assim se você deseja dar a seu poema. manifesta sobre a leitura da poesia “Ode ao Recorte o artigo. burguês”: “Quem não souber urrar não leia Recorte em seguida com atenção algumas ‘ode ao burguês’”. palavras que formam esse artigo e meta-as num São palavras de Tristan Tzara: saco. “Que cada homem grite: há um grande Tire em seguida cada pedaço um após outro. trabalho destrutivo, negativo, a Copie conscienciosamente na ordem em que executar. Varrer, limpar. A propriedade elas são tiradas do saco. do indivíduo se afirma após o estado de O poema se parecerá com você. loucura, de loucura agressiva, E ei-lo um escritor infinitamente original e de completa, de um mundo abandonado uma sensibilidade graciosa, ainda que entre as mãos dos bandidos que rasgam incompreendido do público. e destroem os séculos. (Tristan Tzara) que termina assim: SAMI ROSENSTEIN (TRISTAN TZARA)VANGUARD.DOC
  15. 15. ASSUNTO: A VANGUARDA EUROPÉIA PROFESSOR: CARLOS ALBERTO ARAÚJO 15 meio, o processo real do pensamento. O ditado Poeta francês nascido na Romênia. do pensamento, na ausência de todo controle Fundador do Dadaísmo, em 1916, esteve ligado exercido pela razão e na ausência de toda ao movimento surrealista 1929 a 1934. Obras: preocupação estética ou moral”. Vinte e cinco poemas (1918), Sete manifestos Breton afirmou que o sonho tinha Dada (1924), O homem aproximado (1931). realidade objetiva e exercia sua influência sobre a realidade consciente objetiva. Se para Freud, criador da psicanálise, o sonho consiste num conteúdo inconsciente que assume formas do mundo da experiência, para Breton o sonho é aE) SURREALISMO própria experiência. Em seu interesse pelo onírico, Breton Extinto como movimento artístico na refez não apenas o caminho de Freud, mas década de 1930, o surrealismo continuou a também o de outros pensadores e escritores exercer grande influência ao longo de todo o interessados no mundo subjetivo, tais como século XX. Seus postulados contrários ao Gerard de Nerval, Rimbaud e Isidore-Lucien pensamento estético, ético e político Ducasse, que publicou sua obra como conde de tradicionais, abriram espaço para novos Lautréamont. Evocador de outras correntes símbolos e mitos alheios ao racionalismo. estilísticas, Breton se considerou herdeiro de O termo surrealismo, criado pelo Chateaubriand, Victor Hugo, Edgar Allan Poe, escritor Guillaume Apollinaire, designa um Baudelaire e outros. Entre os pintores, escolheu movimento artístico de vanguarda que ocorreu Uccello, Seurat, Gustave Moreau, André entre as duas grandes guerras mundiais Derain, Picasso e Marcel Duchamp, entre principalmente na França. Derivado do outros. Pontos de referência foram também as Dadaísmo, teve no crítico e poeta André Breton teorias de Hegel e Marx. seu principal ideólogo. Da literatura, o Entre os poetas e escritores que movimento se estendeu às artes plásticas, aderiram ao “surrealismo absoluto” de Breton, cinema, teatro, filosofia, moda e também ao encontravam-se Louis Aragon, Robert Desnos, modo de vida. O movimento foi inaugurado por Paul Éluard e Philippe Soupault. De início, não Breton com a publicação do Manifeste de havia pintores no grupo, mas no notável ensaio surréalisme (1924; Manifesto do surrealista). Le Surréalisme et la Peinture (1925-1928; O No artigo “Les Champs magnétiques” surrealismo na pintura) Breton falou sobre a (1920; Os campos magnéticos), publicado na existência de um movimento pictórico paralelo revista Littérature, Breton definiu o traço ao literário. O modelo surrealista na pintura fundamental do surrealismo, a chamada escrita tinha por base o objeto perturbador e mágico: “escrita automática”. Tratava-se de transmitir objeto e imagens procedentes do sonho e diretamente, sem refletir ou concentrar-se no formados em associações livre, de forma que se queria dizer, as palavras que, sem tema semelhante ao automatismo verbal. preconcebido, viessem à mente de forma A primeira exposição de pintura imediata. Essas frases procederiam diretamente surrealista foi realizada na galeria Pierre, de do inconsciente e não teriam relação lógica Paris, em 1925. Os pintores dessa tendência se entre si. Por isso, Breton se recusava a apagar, interessavam pela arte das crianças e dos refazer ou retificar e negava o exercício da psicopatas. Na busca de uma nova linguagem, crítica sobre a escrita automática, considerada recorreram a diversas técnicas, como a por ele como “texto puro”, ou poema surgido colagem, o frottagem etc.; e estilos, que do inconsciente. oscilavam desde as formas abstratas da pintura Dessa forma, Breton reagiu contra as de Andre-Aimé-René Masson aos detalhes de limitações impostas pela razão e pela ordem efeito nas formas concretas de Salvador Dalí e social estabelecida e pretendeu criar um novo René Magritte. código de poesia e de conduta em geral. De A pintura surrealista englobou assim acordo com a definição que ele mesmo diversas tendências. Embora com características formulou, “surrealismo é o puro automatismo próprias, a escola metafísica italiana, com psíquico, pelo qual propomos expressar Giorgio de Chirico e Carlo Carrà, constituiu um verbalmente, por escrito ou por qualquer outro movimento paralelo. Procedente do dadaísmo,VANGUARD.DOC
  16. 16. ASSUNTO: A VANGUARDA EUROPÉIA PROFESSOR: CARLOS ALBERTO ARAÚJO 16 Max Ernst realizou obras surrealistas plenas, passam a dominar. Foi essa idéia que como sucessões de imagens, contraditórias, fez os surrealistas proclamarem que a reflexo de seu interesse pelo desconhecido e arte nunca pode ser produzida pela pelo medo irracional. Yves Tangny criou razão inteiramente desperta. Admitem formas irreais em paisagens marcadas pela a razão que pode dar-nos a ciência profusão de detalhes. mas afirmam que só a não-razão por Salvador Dalí realizou suas primeiras dar-nos a arte. obras surrealistas sob influência dos metafísicos A rejeição do Surrealismo ao mundo italianos e empreendeu, com Luis Buñuel, as burguês, racional, mercantil e moralista levaria primeiras experiências cinematográficas alguns membros do grupo a ter ligações com o surrealistas, com Um chien andalon (Um cão comunismo. Para alcançar o objetivo maior do andaluz), em 1928, e com L’Âge d’or (A idade movimento - o amor, liberdade e poesia -, eles de ouro), em 1931. Dalí desenvolveu em sua acreditavam ser necessária uma transformação pintura o que chamou de método paranóico- radical da sociedade, por meio da qual se crítico, que propunha uma incursão no mundo pusesse fim ao modo de produção capitalista e alucinatório e paranóico para liberar as á estrutura de classes sociais. imagens inconscientes com maior força, A adesão desses membros, transpondo-as assim com sucesso para as obras particularmente de André Breton, às idéias e para a própria vida. Em suas obras abundam socialistas provoca no movimento uma cisão imagens múltiplas distorcidas mas interna, que se agrava com a Segunda Guerra reconhecíveis. Mundial (1939 - 1945), e colabora para a Na pintura de Magritte, o observador desarticulação do grupo. se encontra com uma aparente realidade, na Embora o Surrealismo tenha qual se estabelecem relações absurdas ou oficialmente desaparecido com a Segunda ilógicas. paul Delvaux combinou o padrão Guerra, resquício do movimento ou tentativas clássico de beleza com as imagens oníricas de de recuperá-lo são vistos até os dias de hoje, o personagens em estado de transe. André que comprova sua força criadora e a Masson e Joan Miró realizaram uma pintura contemporaneidade de suas propostas. surrealista abstrata. Miró empregou a técnica Curiosamente, o movimento surrealista do desenho automático em suas representações ganha força em Portugal somente a partir de imaginárias de animais ou personagens de 1947, quando é formado o Grupo Surrealista de formas caligráficas. A esses devem somar-se os Lisboa, reunindo pintores, críticos e poetas. nomes dos escultores Jean Arp e Alberto Alguns fragmentos do Manifesto: Giaconetti e do fotógrafo americano Man Ray. 1. Se as profundezas de nosso espírito abrigam O Manifesto Surrealista foi lançado em forças estranhas capazes de aumentar as da Paris, em 1924, por André Breton, em ex- superfície (...) há todo interesse em captá- participante do Dadaísmo que rompera com las, em captá-las desde o início, para Tristan Tzara. É importante salientar que o submetê-las em seguida, se isto ocorrer, ao Surrealismo é um movimento de vanguarda controle de nossa razão iniciado no período entre guerras, ou seja, foi 2. O sonho não pode ser também aplicado á criado sobre as cinzas da primeira guerra de solução das questões fundamentais da vida. sobre a experiência acumulada de todos os 3. Conta-se que, diariamente na hora de outros movimentos. Entretanto, suas origens adormecer. Saint-Pol-Roux mandava colocar estão mais próximas do Expressionismo e da sobre a porta de sua mansão (...) um aviso sondagem do mundo interior, em busca do onde se lia: O POETA TRABALHA. homem primitivo, da liberação do inconsciente, da valorização do sonho ou, como afirma E. H. CARACTERÍSTICAS DO SURREALISMO Gombrich, em sua História da Arte. • Valorização da imaginação, contra a lógica, Ficaram altamente impressionados o domínio da consciência e a busca de com os escritores Sigmund Freud, os imagens incongruentes, provocantes; quais demonstraram que, quando os • Ilogismo; nossos pensamentos em estado de • Valorização do inconsciente. Valorizava as virgília são entorpecidos, a criança e descobertas de Freud sobre o o selvagem que existem em nós inconsciente e os estudos da psicanáliseVANGUARD.DOC

×