A Provisão para Créditos de Liquidação Duvidosa                                           Page 1 of 1



A Provisão para C...
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×

Exercicios gabarito provisão para créditos de liquidação duvidosa (pcld)

5,761

Published on

0 Comments
0 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

No Downloads
Views
Total Views
5,761
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
0
Actions
Shares
0
Downloads
40
Comments
0
Likes
0
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Exercicios gabarito provisão para créditos de liquidação duvidosa (pcld)

  1. 1. A Provisão para Créditos de Liquidação Duvidosa Page 1 of 1 A Provisão para Créditos de Liquidação Duvidosa (PCLD) ainda é contabilizada pelas empresas? Acompanhe a questão do último concurso de Fiscal de Rendas (ICMS) do MS – 2006: Determinada empresa mercantil vendeu mercadorias a prazo (por $ 20.000,00) para um cliente muito especial, de forma que lhe concedeu 20 meses de prazo de pagamento, ou seja, a venda efetuada (30/11/2005) será cobrada numa única parcela, somente em 02/07/2007. Considerando que o departamento financeiro estima que a probabilidade de esse cliente não honrar sua dívida é de 10%,determine o valor e a classificação da Provisão para Créditos de Liquidação Duvidosa (PCLD) no Balanço Patrimonial apurado em 31/12/2005. (A) Não se deve contabilizar a PCLD, porque não é mais dedutível do Imposto de Renda. (B) Não se deve contabilizar a PCLD, porque 10% não são relevantes. (C) Deve-se contabilizar a PCLD no valor de $ 2.000,00, como retificadora do Ativo Circulante. (D) Deve-se contabilizar a PCLD no valor de $ 2.000,00, sendo $ 1.200,00 como retificadora do Ativo Circulante e $ 800,00 como retificadora do Realizável a Longo Prazo. (E) Deve-se contabilizar a PCLD no valor de $ 2.000,00, como retificadora do Realizável a Longo Prazo. Resolução: Embora a legislação do Imposto de Renda (lei 9.430 de 27 -12 – 1996) não permita mais a PCLD como dedução daquele imposto, as empresas atendendo o princípio da Prudência e o dispositivo da lei 6.404/76 – Lei das S/A - deverão realizar a referida provisão. Mesmo porque, para fins gerenciais, ela é importante pois demonstra o impacto negativo que o lucro sofre, em virtude dos maus pagadores! Cálculo - Na questão acima, basta calcular os 10% sobre o montante das vendas a prazo: 10% de 20.000,00 = 2.000 Contabilização no Diário: Despesa com PCLD a PCLD 2.000 Observação: A despesa com PCLD integra o grupo das despesas operacionais (de venda) da Demonstração do Resultado do Exercício (DRE) A conta PCLD deverá integrar o grupo Ativo Realizável ao Longo Prazo, retificando a conta “Clientes”,em virtude de seu vencimento ser após o exercício seguinte (02/07/2007); isto é, de longo prazo. Resposta: letra “e”. Dúvidas? Faça um Contato: profpas@alanet.com.br http://www.aplicms.com.br/pcld.htm 11/8/2010

×