Contabilidade geral ii exercicios cap 1_depreciacao
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×
 

Like this? Share it with your network

Share

Contabilidade geral ii exercicios cap 1_depreciacao

on

  • 9,630 views

 

Statistics

Views

Total Views
9,630
Views on SlideShare
9,630
Embed Views
0

Actions

Likes
1
Downloads
124
Comments
0

0 Embeds 0

No embeds

Accessibility

Categories

Upload Details

Uploaded via as Adobe PDF

Usage Rights

© All Rights Reserved

Report content

Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Processing…
Post Comment
Edit your comment

Contabilidade geral ii exercicios cap 1_depreciacao Document Transcript

  • 1. Capítulo 1 – Depreciação  Prof. Moreira     Para os Cursos de Ciências Contábeis e    Administração de Empresas  PROF. ANTONIO MOREIRA FRANCO JR 0
  • 2. Capítulo 1 – Depreciação  Prof. Moreira  CAPÍTULO 1 DEPRECIAÇÃO 1) Explique o que é depreciação: ___________________________________________________________________ ___________________________________________________________________ ___________________________________________________________________ 2) Quais as causas que justificam a depreciação? ___________________________________________________________________ ___________________________________________________________________ 3) Quais as três características fundamentais do Ativo Permanente Imobilizado? ___________________________________________________________________ ___________________________________________________________________ 4) Explique o que é depreciação acelerada e como ela é calculada. ___________________________________________________________________ ___________________________________________________________________ ___________________________________________________________________ ___________________________________________________________________ 5) Qual procedimento contábil deve ser adotado quando a depreciação acumulada de um bem do Ativo Imobilizado atingir 100% do custo de aquisição? ___________________________________________________________________ ___________________________________________________________________ 6) Apresente dois exemplos de itens que sofrem diminuição de valor em função de: a) Desgaste pelo uso: ________________________________________________ b) Ação da natureza: _________________________________________________ c) Obsolescência: ___________________________________________________ 1
  • 3. Capítulo 1 – Depreciação  Prof. Moreira  7) Em que situação os gastos incorridos com a manutenção do Imobilizado devem in- tegrar seu valor? ___________________________________________________________________ ___________________________________________________________________ 8) A Depreciação perante o Imposto de Renda é: a) Obrigatória b) Facultativa c) Indispensável d) Imprescindível e) Proibida 9) Pelo Imposto de Renda, aumentando em três os turnos de trabalho, a Taxa de De- preciação Normal será multiplicada por: a) 1,0 b) 1,5 c) 2,0 d) 3,0 e) 3,5 10) Pelo Imposto de Renda, um Veículo será, normalmente, depreciado em: a) 2 anos b) 5 anos c) 10 anos d) 20 anos e) 25 anos 11) A depreciação de máquinas e equipamentos será de: a) 4% b) 5% c) 10% d) 20% 2
  • 4. Capítulo 1 – Depreciação  Prof. Moreira  e) 25% 12) No início do ano, uma empresa adquire veículos no valor de R$ 8.200; ao final des- se período, o valor de sua depreciação acumulada é: a) R$ 3.280 b) R$ 1.640 c) R$ 8.200 d) R$ 20.500 e) N.d.a. 13) A depreciação é feita sobre: a) O valor de mercado do bem b) O custo de aquisição c) O custo de aquisição corrigido d) O valor residual do bem e) N.d.a. 14) Terrenos, antiguidades e obras de arte: a) A depreciação é 4% a.a b) Estão sujeitos a amortização c) São bens intangíveis d) Não devem ser depreciados e) Estão sujeitos à exaustão 15) A depreciação pelo Sistema Linear: a) É distribuída de maneira igual aos anos de vida útil b) É decrescente c) Não é aceita pelo Imposto de Renda d) É pouco usada e) N.d.a. 3
  • 5. Capítulo 1 – Depreciação  Prof. Moreira  16) Na DRE, consideramos a depreciação: a) Receita operacional b) Receita não-operacional c) Despesa d) Conta retificadora e) Não consideramos 17) Não se depreciam: a) Bens tangíveis b) Veículos, móveis e utensílios c) Bens cujo tempo de vida útil seja inferior a um ano d) Bens cujo tempo de vida útil seja superior a um ano e) Bens cujo valor unitário seja superior a R$ 326,61 18) Quota de depreciação é: a) Percentual que deve ser aplicado sobre o valor do bem b) Valor obtido pela aplicação da taxa sobre o valor do bem c) Soma da conta de depreciação de todos os períodos d) Valor do bem diminuído da depreciação e) N.d.a. 19) Determinada empresa adquiriu uma máquina em janeiro de X1, colocando-a em funcionamento no mesmo mês. Sabendo-se que: • a taxa de depreciação adotada foi de 20% ao ano; • o valor de aquisição da máquina foi de R$ 240.000,00; • a depreciação é contabilizada ao final de cada mês; • a máquina foi vendida por R$ 220.000,00, em junho de X4. Pode-se afirmar que o valor contábil da máquina em 31-12-X3, era de: a) R$ 220.000,00 b) R$ 136.000,00 c) R$ 134.000,00 4
  • 6. Capítulo 1 – Depreciação  Prof. Moreira  d) R$ 112.000,00 e) R$ 96.000,00 20) O ativo imobilizado de determinada empresa estava assim constituído: • Caminhão adquirido em 01/07/1999: R$ 50.000,00 • Móveis e Utensílios, adquiridos em 01/01/1999: R$ 10.000,00 • Máquinas e Equipamentos, adquiridos em 01/03/1999: R$ 20.000,00 • Automóvel, adquirido em 01/01/2000: R$ 40.000,00 Considerando que os bens entraram em uso na data de sua aquisição e que as quotas de depreciação foram calculadas, à base de 20% ao ano, para os veículos, e 10% ao ano para os demais bens, durante todo o período, determine o valor total da conta Depreciação Acumulada dos bens do ativo imobilizado, no Balanço Patrimo- nial levantado em 31/12/2001: ___________________________________________________________________ 21) (Auditora da Receita Federal/ESAF) O Balancete Final, em 31/12/88, da Industria de Tecidos Estrela do Sul S/A apresentou, entre outros, os seguintes saldos: Contas Saldo Tear Howa $ 87.000 Depreciação Acumulada do Tear Howa $ 50.025 Considerando que, desde o mês de sua entrada em funcionamento, o referido tear só foi utilizado em 1 (um) turno diário de 8 (oito) horas e que na contabilidade os encargos de depreciação pertinentes sempre foram registrados pela taxa anual de 10%, o período restante de depreciação, se mantidas a mesma taxa e a continuida- de na contabilização dos encargos, era, naquela data, de: a) 4 anos e 9 meses b) 4 anos e 3 meses c) 4 anos e 1 mês d) 5 anos e 3 meses e) 575 dias 5
  • 7. Capítulo 1 – Depreciação  Prof. Moreira  22) (FURNAS – Contador/Cesgranrio) A empresa “ARG” adquiriu equipamentos, em 31/12/94, no montante de R$ 5.000.000,00. A política da empresa é depreciar a par- tir do mês seguinte ao da aquisição. O prazo máximo para a depreciação é de 10 anos. Considerando essas informações, o valor do montante de DESPESAS DE DEPRECIAÇÃO, para 30/06/95, em reais, é: a) 208.333,33 b) 250.000,00 c) 291.666,67 d) 301.441,00 e) 342.441,00 23) O Balanço da Indústria Mel S/A, entre outros valores, apresentou os seguintes: Compressor $ 16.000 Depreciação Acumulada ($ 5.200) Considerando que, desde sua entrada em funcionamento, o referido bem só foi utili- zado em um turno de 8 h diárias e que a taxa anual de depreciação é de 10%, o tempo restante de depreciação é igual a: a) 6 anos b) 6 anos e 3 meses c) 6 anos e 9 meses d) 7 anos e 3 meses e) 8 anos 24) Um bem classificado no Ativo Imobilizado foi adquirido por R$ 6.000 e tem vida útil estimada em cinco anos. A diferença entre o valor da Depreciação Acumulada pelo método de Cole (Soma dos Dígitos) e pelo método das quotas constantes (Sistema Linear), ao fim de três anos de uso, é igual a: a) R$ 4.800 b) R$ 3.600 c) R$ 2.400 6
  • 8. Capítulo 1 – Depreciação  Prof. Moreira  d) R$ 1.200 e) R$ 900 25) A Cia. Pasil adquiriu um veículo usado, que será utilizado em suas atividades ope- racionais. Considerando-se que o veículo foi posto em funcionamento pela primeira empresa que o adquiriu há exatos 3 anos da data da compra pela Cia. Pasil, a taxa de depreciação que poderá ser utilizada por esta última será de: a) 50% b) 20% c) 40% d) 10% e) Nenhuma, porque veículo usado não pode ser depreciado. 26) Saldo do razão da Cia. Beta em 31-12-20X4: • Máquina Y: R$ 150.000,00 • Depreciação Acumulada – Máquina Y: R$ 130.000,00 • Nº de Turnos de Utilização em 20X5: 3 turnos de 8 horas • Taxa Anual Permitida: 10% (1 turno) O encargo anual de depreciação que poderá ser lançado pela Cia. Em 31-12-20X5 será de (em R$): a) R$ 45.000,00 b) R$ 30.000,00 c) R$ 15.000,00 d) R$ 20.000,00 e) R$ 25.000,00 27) Com base nos fatos contábeis a seguir, registre os lançamentos nos razonetes, apure os Balancetes de Verificação, a DRE e o Balanço Patrimonial em 31/12/X6: a) 01/12/X6: Constituição de uma empresa denominada Cia. XPTO, com um capital social integralizado, no ato, em dinheiro, no valor de R$ 400.000,00. 7
  • 9. Capítulo 1 – Depreciação  Prof. Moreira  b) 01/12/X6: Abertura de uma conta bancária no Banco do Brasil S/A, com depósito inicial de R$ 380.000,00. c) 01/12/X6: Aquisição de um veículo para uso da empresa, no valor de R$ 30.000,00, pago através de cheque. d) 05/12/X6: Compra de móveis necessários à instalação da empresa por R$ 30.000,00, sendo o pagamento efetuado através de cheque. e) 10/12/X6: Compra, a prazo, de 1.000 unidades da mercadoria “AAA”, pelo valor total de R$ 300.000,00, mediante aceite de duas duplicatas de igual valor, com vencimentos em 25/12/X6 e 25/01/X7, respectivamente (desconsiderar impostos sobre a compra). f) 15/12/X6: Pagamento de serviços de publicidade (veiculada em dezembro/X6), em cheque, no valor de R$ 3.000,00. g) 20/12/X6: Venda de 700 unidades da mercadoria “AAA”, ao preço total de R$ 420.000,00. A importância foi recebida em cheque (depositado em conta bancá- ria). h) 20/12/X6: Baixa de 700 unidades da mercadoria “AAA”, considerando o preço unitário de custo. i) 25/12/X6: Pagamento de uma duplicata referente à compra realizada em 10/12/X6, através de cheque. j) 30/12/X6: Apropriação de salários da administração relativos ao mês de dezem- bro/X6, no valor total de R$ 30.000,00, a serem pagos no mês subseqüente. k) 30/12/X6: Pagamento de tarifa de água e esgoto, referente ao mês de dezem- bro/X6, no valor de R$ 500,00, através de cheque. l) 31/12/X6: Pagamento de aluguel de imóvel referente ao mês de dezembro/X6, no valor de R$ 4.500,00 através de cheque. m) 31/12/X6: Reconhecimento da depreciação dos bens do ativo imobilizado (1/12). A distribuição do lucro líquido foi feita da seguinte forma: 1) Reserva Legal (5%) 2) Dividendos a pagar no exercício seguinte (35%) 3) Reserva de Lucros para Expansão (saldo do lucro do exercício) Nota: a empresa é isenta do Imposto de Renda e Contribuição Social. 8
  • 10. Capítulo 1 – Depreciação  Prof. Moreira  ATIVO  PASSIVO           Móveis e    ( ‐ ) Depr. A‐ Capital  Lucros      +  Caixa  –  +  Utensílios  – – cum. Veículos  +    – Fornecedores + – Subscrito  + – Acumulados  +                                                                                                                                                     Bancos c/  Salários e  Reserva     +  Movimento  –  +  Veículos  –    – Ord. a Pagar  + – Legal  +                                                                                                                      Mercadorias   ( ‐ ) Depr.  Dividendos a  Res. Lucros     +  p/ Revenda  –  –  Acum. Móveis +    – Pagar  + – p/ Exp.  +                                                                                                                                                                                                                                                 9
  • 11. Capítulo 1 – Depreciação  Prof. Moreira      DESPESAS  RECEITAS  APURAÇÃO DO RESULTADO                Aluguéis de  Receita de     +  CMV  –  +  Imóveis  –     –  Vendas  +        –  ARE  +                                                                                                                                                                                Propaganda      +  Publicidade  –  +  Água e Esgoto  –                                                                                                                             Salários e  Depreciações e     +  Ordenados  –  +  Amortizações  –                                                                                                                                                                                                     10
  • 12. Capítulo 1 – Depreciação  Prof. Moreira  Balancete de Verificação Inicial (em R$) MOVIMENTO  SALDOS  CÓDIGO  CONTA  DÉBITO  CRÉDITO  DEVEDORES  CREDORES  1.1.1.01  Caixa          1.1.1.02  Bancos conta Movimento          1.1.5.01  Mercadorias para Revenda          1.3.2.03  Móveis e Utensílios          1.3.2.07  Veículos          1.3.2.10  ( ‐ ) Depr. Acum. Móveis          1.3.2.14  ( ‐ ) Depr. Acum. Veículos          2.1.2.01  Fornecedores          2.1.4.01  Salários e Ord. a Pagar          2.4.1.01  Capital Subscrito          3.1.1.01  Receita de Vendas          4.1.4.01  CMV          4.2.1.12  Propaganda e Publicidade          4.2.2.01  Salários e Ordenados          4.2.2.12  Aluguéis de Imóveis          4.2.2.18  Água e Esgoto          4.2.2.23  Depreciações e Amortizações          Total            Distribuição do Resultado (em R$) Lucro Líquido do Exercício  ( – ) Reserva Legal (5%)  Base de Cálculo para Dividendos  ( – ) Dividendos (35%)  Reserva de Lucros para Expansão  11
  • 13. Capítulo 1 – Depreciação  Prof. Moreira  Demonstração do Resultado do Exercício de X6 (em R$)   RECEITA BRUTA  ( − ) Deduções  RECEITA LÍQUIDA  ( − ) Custo das Vendas  LUCRO BRUTO  ( − ) Despesas com Vendas (ou comerciais)  ( − ) Despesas Administrativas  ( − ) Despesas Financeiras Líquidas  RESULTADO OPERACIONAL  ( − ) Despesas não Operacionais  ( + ) Receitas não Operacionais  RESULTADO ANTES DO IR E CS  ( − ) Provisão para Imposto de Renda  ( − ) Provisão para Contribuição Social   RESULTADO ANTES DAS PARTICIPAÇÕES  ( − ) Participações  RESULTADO LÍQUIDO  Balancete de Verificação Final (em R$) MOVIMENTO  SALDOS  CÓDIGO  CONTA  DÉBITO  CRÉDITO  DEVEDORES  CREDORES  1.1.1.01  Caixa          1.1.1.02  Bancos conta Movimento          1.1.5.01  Mercadorias para Revenda          1.3.2.03  Móveis e Utensílios          1.3.2.07  Veículos          1.3.2.10  ( ‐ ) Depr. Acum. Móveis          1.3.2.14  ( ‐ ) Depr. Acum. Veículos          2.1.2.01  Fornecedores          2.1.4.01  Salários e Ord. a Pagar          2.1.5.07  Dividendos a Pagar          2.4.1.01  Capital Subscrito          2.4.4.01  Reserva Legal          2.4.4.02  Reserva de Lucros para Exp.          Total  12
  • 14. Capítulo 1 – Depreciação  Prof. Moreira  Balanço Patrimonial em 31/12/X6 (em R$) ATIVO  PASSIVO  CIRCULANTE    CIRCULANTE      Caixa      Fornecedores      Bancos conta Movimento      Salários e Ordenados a Pagar      Mercadorias para Revenda      Dividendos a Pagar      PERMANENTE  PATRIMÔNIO LÍQUIDO      Imobilizado      Capital Subscrito          Móveis e Utensílios      Reservas Legal          Veículos      Reserva de Lucros p/ Exp.          ( – ) Depr. Acum. Móveis            ( – ) Depr. Acum. Veículos        Total do Ativo  Total do Passivo  13