VESTIBULARES  RECENTES           Física por conteúdo UFMG, UFV, UFVJM, UFSJ, UFLA, UFOP*, PUC/MG, UNIFEI, UFJF, UNI-BH,   ...
© Professor Rodrigo Penna – Vestibulares Recentes - Física              CONTEÚDOS – 141 questõesCINEMÁTICA ESCALAR – 9 que...
© Professor Rodrigo Penna – Vestibulares Recentes - Física                          COMENTÁRIOS      Esta apostila é mais ...
CINEMÁTICA ESCALAR – 9 questões1. (UFMG/2007) Uma caminhonete move-se, com               portão eletrônico inicialmente fe...
Com base nas informações contidas nesse gráfico,   é CORRETO afirmar que, durante o intervalo de   tempo representado, a d...
CINEMÁTICA VETORIAL – 7 questões1. (UFMG/2007) Dois barcos – I e II – movem-se, em   um lago, com velocidade constante, de...
7. (UNI-BH/2006) Um astronauta realizou um   experimento comparativo, chutando uma bola   idêntica na Terra e na Lua e apl...
LEIS DE NEWTON – 10 questões1. (UFMG/2007) Um ímã e um bloco de ferro são               alteram. Quando se varia a posição...
B) 7,5N.   C) 8,0N.   D) 9,0N.6. (PUC-MG/2007) Uma força de 3N e outra de 4N   estão atuando no mesmo ponto. Uma terceira ...
TRABALHO E ENERGIA – 11 questões1. (UFMG/2007) Antônio precisa elevar um bloco até           C energia cinética → energia ...
6. (PUC-MG/2007) Leia com atenção as afirmativas a               um conjunto de massas iguais m;   seguir.                ...
III- Durante a subida, o trabalho realizado pelo    peso da bala é positivo.    IV- Durante a descida, o trabalho realizad...
HIDROSTÁTICA – 9 questões1. (UFMG/2007) Um reservatório de água é                       Com base nessas informações, é COR...
© Professor Rodrigo Penna – Vestibulares Recentes - Física   146. (UFOP/2005) Enche-se de água, até a borda, um   tubo de ...
GRAVITAÇÃO – 6 questões1. (UFMG/2007) Três satélites – I, II e III – movem-           crescente e minguante,   se em órbit...
© Professor Rodrigo Penna – Vestibulares Recentes - Física   166. (UNI-BH/2006) Um físico verificou que uma certa   grande...
MOMENTO E EQUILÍBRIO – 1 questão1. (FUVEST/2007) Duas barras isolantes, A e B,   iguais, colocadas sobre uma mesa, têm em ...
IMPULSO E QUANTIDADE DE MOVIMENTO – 4 questões1. (UFV/2007) Uma bola de massa M colide com uma         4. (UFLA/2007)   ou...
CALOR, TEMPERATURA E DILATAÇÃO – 2 questões1. (FUMEC/2006) Respondendo a questões de uma   prova sobre Termodinâmica, Rafa...
MUDANÇA DE FASE E CALORIMETRIA – 7 questões1. (UFMG/2007) Numa aula de Física, o Professor            a) 45°C   Carlos Hei...
GASES E TERMODINÂMICA – 8 questões1. (UFVJM/2007) Tendo-se uma amostra de gás                   4. (UFOP/2005)       Um   ...
6. (UFLA/2007)7. (CEFET-MG/2007) O gráfico seguinte ilustra as   transformações termodinâmicas de uma amostra   gasosa.   ...
ÓPTICA – 8 questões1. (UFMG/2007) Tânia observa um lápis com o auxílio   de uma lente, como representado nesta figura:   E...
um carro que se encontra à frente de uma   ambulância, seja vista na forma correta pelo   motorista do carro, ela deverá s...
ONDAS E MHS – 12 questões1. (UFMG/2007) Bernardo produz uma onda em uma              d) estar fora de fase.   corda, cuja ...
C) I = 4I0.                                           9. (FUMEC/2006) Sentado em um barquinho, Gilberto   D) 0 I 4I0.     ...
ELESTROSTÁTICA – 8 questões1. (UFMG/2007) Em seu laboratório, o Professor               A) 4 metros à direita de X.   Lade...
6. (UFLA/2007)7. (CEFET-MG/2007) A tabela abaixo fornece os raios   e as cargas de quatro esferas metálicas.   Na situação...
CORRENTE, POTÊNCIA E LEIS DE OHM – 3 questões1. (UFSJ/2006)2. (PUC-MG/2007) Uma pessoa toma banho   utilizando um chuveiro...
ASSOCIAÇÃO DE RESISTÊNCIAS E CIRCUITOS – 9 questões1. (UFMG/2007) Em uma experiência, Nara conecta   lâmpadas idênticas a ...
b) se reduzirão e o brilho de L3 permanecerá o   mesmo.   c) se reduzirão e o brilho de L3 aumentará.   d) aumentarão e o ...
CAPACITORES – 1 questão1. (UFV/2007) Considere o circuito mostrado na figura   abaixo:   Estando o capacitor inicialmente ...
CAMPO E FORÇA MAGNÉTICA – 8 questões1. (UFMG/2007) Um fio condutor reto e vertical passa         período. Em seguida a cha...
4. (FUVEST/2007) Uma bússola é colocada sobre               III.    Se quebrarmos um ímã em forma de barra,   uma mesa hor...
8. (CEFET-MG/2007) A barra metálica AB, movendo-   se com velocidade constante v, apresenta uma   separação de cargas com ...
LEI DE FARADAY-LENZ – 6 questões1. (UFMG/2007) Uma bobina condutora, ligada a um             sistema de transmissão de ene...
6. (CEFET-MG/2007) “O sentido da corrente induzida   em um circuito é tal que o campo magnético gerado   por ela contraria...
Questões Recentes (fechadas), Anglo, 2007- Conteúdo vinculado ao blog      http://fisicanoenem.blogspot.com/
Questões Recentes (fechadas), Anglo, 2007- Conteúdo vinculado ao blog      http://fisicanoenem.blogspot.com/
Upcoming SlideShare
Loading in …5
×

Questões Recentes (fechadas), Anglo, 2007- Conteúdo vinculado ao blog http://fisicanoenem.blogspot.com/

2,341 views

Published on

Este arquivo faz parte do banco de materiais do Blog Física no Enem: http://fisicanoenem.blogspot.com/ . A ideia é aumentar este banco, aos poucos e na medida do possível. Para isto, querendo ajudar, se houver erros, avise-nos: serão corrigidos. Lembre-se que em Word costumam ocorrer problemas de formatação. Se quiser contribuir ainda mais para o banco, envie a sua contribuição, em Word, o mais detalhada possível para ser capaz de Ensinar a quem precisa Aprender. Ela será disponibilizada também, com a devida referência ao autor.

Published in: Education
0 Comments
0 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

No Downloads
Views
Total views
2,341
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
2
Actions
Shares
0
Downloads
47
Comments
0
Likes
0
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Questões Recentes (fechadas), Anglo, 2007- Conteúdo vinculado ao blog http://fisicanoenem.blogspot.com/

  1. 1. VESTIBULARES RECENTES Física por conteúdo UFMG, UFV, UFVJM, UFSJ, UFLA, UFOP*, PUC/MG, UNIFEI, UFJF, UNI-BH, FUMEC, FUVEST, UNICAMP, CEFET/MG, ENEM Coletânea 2006/07 Professor Rodrigo Penna www.fisicanovestibular.xpg.com.br 1
  2. 2. © Professor Rodrigo Penna – Vestibulares Recentes - Física CONTEÚDOS – 141 questõesCINEMÁTICA ESCALAR – 9 questões 4CINEMÁTICA VETORIAL – 7 questões 6LEIS DE NEWTON – 10 questões 8TRABALHO E ENERGIA – 11 questões 10HIDROSTÁTICA – 9 questões 13GRAVITAÇÃO – 6 questões 15MOMENTO E EQUILÍBRIO – 1 questão 17IMPULSO E QUANTIDADE DE MOVIMENTO – 4 questões 18CALOR, TEMPERATURA E DILATAÇÃO – 2 questões 19MUDANÇA DE FASE E CALORIMETRIA – 7 questões 20GASES E TERMODINÂMICA – 8 questões 21ÓPTICA – 8 questões 23ONDAS E MHS – 12 questões 25ELESTROSTÁTICA – 8 questões 27CORRENTE, POTÊNCIA E LEIS DE OHM – 3 questões 29ASSOCIAÇÃO DE RESISTÊNCIAS E CIRCUITOS – 9 questões 30CAPACITORES – 1 questão 32CAMPO E FORÇA MAGNÉTICA – 8 questões 33LEI DE FARADAY-LENZ – 6 questões 36FÍSICA MODERNA – 10 questões 38 2
  3. 3. © Professor Rodrigo Penna – Vestibulares Recentes - Física COMENTÁRIOS Esta apostila é mais um instrumento para o estudo da Física, esse conteúdoconsiderado por muitos tão complicado! Ela contém as últimas rodadas devestibular de 15 universidades, das mais representativas em Minas Gerais. Emais a FUVEST e UNICAMP. Gostaria de ter colocado apenas questões dosvestibulares de 2007. Porém, isso não foi possível simplesmente porque váriasuniversidades ainda não disponibilizaram as provas em seus sites. Comodestaque positivo nesse sentido, cito a UFV, que antes demorava e neste anodisponibilizou a prova rapidamente e a UFVJM, que antes nem colocava no site eagora coloca. A UFMG sempre fez isto. Já como destaque negativo cito a UFOP,que há dois anos não disponibiliza suas provas. Escrevi à comissão do vestibularde lá e sequer obtive resposta sobre esse fato. Portanto, foi a única cujas provasque coloquei nessa apostila são do 2o Vestibular de 2005. Considero que o estudante tem o direito de se preparar bem para qualquerprova e não compreendo a razão de se negar a disponibilidade de provas járealizadas a todos, simplesmente todos que queiram vê-las! As provas dão uma visão geral do que se pode esperar de cobrança comrelação ao conteúdo, o estilo de cada uma, e são diferentes. Um estudante atentoperceberá. Além disto, nota-se que o programa cobrado também é diferentedependendo da Universidade. Por exemplo, não são todas que cobramCapacitores, Impulso e Quantidade de Movimento ou Física Moderna na 1a Etapade seus vestibulares. Outro ponto interessante é que o aluno percebe, pelo número de questõespresentes em cada parte do conteúdo, aqueles que são mais importantes e aosquais deve dedicar mais tempo. Afinal, um conteúdo que em 15 vestibulares trásapenas 1 ou 2 questões está mais para exceção do que para regra! Não fiz pessoalmente cada um das dezenas de problemas que estão aqui.Fiz alguns, do meu interesse. Apenas selecionei, formatei e copiei o gabarito.Houve problemas na formatação, porque UFLA, UFSJ e UNICAMP travaram osPDFs das provas, e não animei a digitá-las inteiras! Copiei como figura, e perdeu-se muita resolução. Pode e deve haver erros, de digitação ou distração, que coma ajuda dos alunos corrigirei ao longo do ano, pois pretendo fazer absolutamentetodos, se possível dentro de sala de aula. Mas afianço que procurei nessetrabalho fazer uma apostila legível, formatei as figuras cuja maioria veio de PDFse priorizei a legibilidade em detrimento da economia de espaço. Assim, espero um bom proveito para quem dela fizer uso. E que ela propicieum incremento no seu aprendizado, seja qual for o curso cuja aprovação vocêalmeja. Bom estudo! Professor Rodrigo Penna (22/01/2007) 3
  4. 4. CINEMÁTICA ESCALAR – 9 questões1. (UFMG/2007) Uma caminhonete move-se, com portão eletrônico inicialmente fechado. O motorista aceleração constante, ao longo de uma estrada aciona, então, o controle remoto do portão, que plana e reta, como representado nesta figura: passa a girar em torno de seu eixo fixo à velocidade constante de /40 rad/s. Simultaneamente, o veículo começa a mover-se retilineamente em direção ao portão, com aceleração constante. A aceleração que o motorista deve imprimir ao veículo para que atinja a saída do estacionamento no exato instante em que o portão acaba de descrever um ângulo de /2 rad, abrindo-se totalmente, tem módulo de: 2 a) 0,01 m/s 2 A seta indica o sentido da velocidade e o da b) 0,10 m/s 2 aceleração dessa caminhonete. c) 1,00 m/s 2 Ao passar pelo ponto P, indicado na figura, um d) 0,80 m/s 2 passageiro, na carroceria do veículo, lança uma e) 0,08 m/s bola para cima, verticalmente em relação a ele. 4. (UNIFEI/2006) Um carro é levado ao repouso por Despreze a resistência do ar. uma força de atrito constante, que independe da Considere que, nas alternativas abaixo, a velocidade do veículo. Para uma velocidade inicial caminhonete está representada em dois instantes vo , ele percorre uma distância do desde o início da consecutivos. frenagem até a parada total do veículo. Se a Assinale a alternativa em que está mais bem velocidade inicial for 3vo , a distância total representada a trajetória da bola vista por uma percorrida por ele desde o início da frenagem até pessoa, parada, no acostamento da estrada. parar, nessa nova situação, será de: A. 3 d o . B. 9 do . C. 3 do . D. 6 d o . 5. (FUVEST/2007) Um passageiro, viajando de metrô, fez o registro de tempo entre duas estações e obteve os valores indicados na tabela. Supondo que a velocidade média entre duas estações consecutivas seja sempre a mesma e que o trem pare o mesmo tempo em qualquer2. (UFVJM/2007) Uma motocicleta movia-se numa estação da linha, de 15 km de extensão, é possível avenida quando seu motociclista percebeu que o estimar que um trem, desde a partida da Estação Bosque semáforo do cruzamento logo adiante estava até a chegada à Estação Terminal, leva fechado. O motociclista freou, mas não conseguiu aproximadamente a) 20 min. parar antes do cruzamento, atingindo um b) 25 min. automóvel. Baseado nos danos causados nos c) 30 min. veículos, técnicos da polícia estimaram que a d) 35 min. motocicleta estava a 36 km/h no momento da e) 40 min. colisão. A 50 metros do local do acidente foi 6. (FUMEC/2006) Após dar a partida em seu carro, encontrada uma marca no asfalto, que corresponde Airton faz com que a velocidade deste varie com o ao local em que o motociclista pisou tempo, como mostrado neste gráfico: desesperadamente no freio. Sabendo-se que os freios da motocicleta conseguem produzir uma aceleração escalar, praticamente constante, de 2 módulo igual a 8 m/s , a perícia confirmou que a velocidade da motocicleta, imediatamente antes da freada, era de A) 90 km/h. B) 180 km/h. C) 30 m/s. D) 45 m/s.3. (UFV/2007) Um automóvel encontra-se em repouso no interior de um estacionamento, a 20 m de um 1 – B; 2 – C; 3 – B; 4 – C; 5 – D; 6 – B;
  5. 5. Com base nas informações contidas nesse gráfico, é CORRETO afirmar que, durante o intervalo de tempo representado, a distância percorrida e a aceleração desenvolvida pelo carro de Airton foram, respectivamente, A) 40 m e 0. 2 B) 40 m e 5m/s . C) 80 m e 0. 2 D) 80 m e 5m/s .7. (UFLA/2007)8. (CEFET-MG/2007) Dentre as situações abaixo descritas, representa um movimento com aceleração: a) uma pessoa, parada em relação ao piso, sobe uma escada rolante. b) uma nave, lançada pelos EUA nos anos oitenta, afasta-se do Sistema Solar. c) uma gota de chuva, após atingir a velocidade terminal, aproxima-se do solo. d) um carrinho descreve movimento circular uniforme, amarrado à ponta de um barbante. e) um ônibus passa por um ponto da avenida Amazonas, com velocidade de 100 km/h.9. (CEFET-MG/2007) Em uma experiência feita na Lua, um astronauta deixou cair um objeto de uma certa altura e, anotando valores da velocidade com o passar do tempo, construiu o seguinte gráfico. A altura de onde o objeto foi abandonado, em metros, é igual a a) 16. b) 20. c) 25. d) 40. e) 80. 6 – B; 7 – D; 8 – D; 9 – B; 5
  6. 6. CINEMÁTICA VETORIAL – 7 questões1. (UFMG/2007) Dois barcos – I e II – movem-se, em um lago, com velocidade constante, de mesmo módulo, como representado nesta figura: 5. (UNIFEI/2006) Assinale a alternativa incorreta: A. Se a velocidade de um dado objeto é positiva, sua aceleração não é necessariamente positiva. B. Aumentar a distância entre o seu carro e o carro que vai à frente é uma boa idéia se as velocidades dos carros crescem, porque o espaço percorrido durante uma frenagem de emergência também aumentará. C. Se o deslocamento de uma partícula resulta nulo significa necessariamente que a velocidade da partícula permaneceu nula durante o intervalo de tempo entre as medidas das posições inicial e final. D. A velocidade média de uma partícula depende apenas das posições inicial e final da partícula e do tempo requerido pela partícula para deslocar-se da posição inicial até a posição final. Em relação à água, a direção do movimento do 6. (PUC-MG/2007) Na figura, observa-se uma esfera barco I é perpendicular à do barco II e as linhas  tracejadas indicam o sentido do deslocamento dos projetada com velocidade Vo e um ângulo de barcos. partida o. Assinale a opção que contém a Considerando-se essas informações, é CORRETO representação vetorial CORRETA para a afirmar que a velocidade do barco II, medida por aceleração resultante que essa esfera terá no ponto uma pessoa que está no barco I, é mais bem mais alto da trajetória. representada pelo vetor A) P . B) Q . C) R . D) S .2. (UFV/2007) Um projétil é lançado horizontalmente de uma altura de 20 m, com uma velocidade inicial de módulo igual a 15 m/s. Desprezando-se a resistência do ar e considerando o módulo da 2 aceleração gravitacional como 10 m/s , é CORRETO afirmar que o projétil atingirá o solo após ter percorrido uma distância horizontal igual a: a) 11 m b) 15 m c) 60 m d) 23 m e) 30 m a)3. (UFSJ/2006) b) c) d)4. (UFSJ/2006) 1 – C; 2 – E; 3 – D; 4 – A; 5 – C; 6 – D;
  7. 7. 7. (UNI-BH/2006) Um astronauta realizou um experimento comparativo, chutando uma bola idêntica na Terra e na Lua e aplicando a elas a mesma força em um chute, com o mesmo ângulo. Desprezando-se o atrito com o ar, dos gráficos abaixo, o que melhor representa as curvas das trajetórias das bolas é 7 – B; 7
  8. 8. LEIS DE NEWTON – 10 questões1. (UFMG/2007) Um ímã e um bloco de ferro são alteram. Quando se varia a posição do gancho, o mantidos fixos numa superfície horizontal, como módulo da resultante das tensões nos dois ramos mostrado nesta figura: do varal é: a) máximo quando o gancho se encontra no centro do varal. b) sempre constante e não nulo, independentemente da posição do gancho. c) mínimo quando o gancho se encontra no centro Em determinado instante, ambos são soltos e do varal. movimentam-se um em direção ao outro, devido à d) sempre nulo, independentemente da posição do força de atração magnética. gancho. Despreze qualquer tipo de atrito e considere que a e) nulo somente quando o gancho se encontra no massa m do ímã é igual à metade da massa do centro do varal. bloco de ferro. 4. (UFSJ/2006) Sejam ai o módulo da aceleração e Fi o módulo da resultante das forças sobre o ímã. Para o bloco de ferro, essas grandezas são, respectivamente, a f e Ff . Com base nessas informações, é CORRETO afirmar que A) Fi = Ff e ai = a f . B) Fi = Ff e ai = 2a f . C) Fi = 2Ff e ai = 2a f . D) Fi = 2Ff e ai = a f .2. (UFV/2007) Uma partícula de massa m e diâmetro muito pequeno encontra-se numa mesa horizontal sem atrito, presa a uma extremidade de uma mola de constante elástica k. A outra extremidade da mola encontra-se presa ao eixo de um motor, inicialmente desligado. A mola tem comprimento L, quando não está nem comprimida nem distendida. Ao ligar-se o motor, a partícula passa a descrever um movimento circular uniforme sobre a mesa, durante o qual a mola mantém um comprimento 3L. A freqüência f do movimento da partícula é: 5. (UFOP/2005) O sistema mecânico representado nesta figura está em equilíbrio estático.3. (UFV/2007) A figura abaixo ilustra uma situação de equilíbrio de um bloco, suspenso em um varal de fio de aço por intermédio de um gancho. Deslocando-se o gancho para outra posição e Em função do que foi representado, o módulo de F configurando-se uma nova situação de equilíbrio, é igual a: observa-se que as tensões nos dois ramos do fio se A) 6,0N. 1 – B; 2 – A; 3 – B; 4 – B; 5 – B;
  9. 9. B) 7,5N. C) 8,0N. D) 9,0N.6. (PUC-MG/2007) Uma força de 3N e outra de 4N estão atuando no mesmo ponto. Uma terceira força aplicada nesse ponto promoverá o equilíbrio com as outras, EXCETO se tiver o seguinte valor, em Newtons: a) 1 b) 7 c) 9 d) 57. (FUMEC/2006) Ronaldo amarra uma pequena bola a uma das extremidades de um fio inextensível e fixa a outra extremidade deste a um ponto no centro de uma mesa horizontal e sem atrito. Então, ele imprime uma velocidade v à bola e a põe a girar em torno do ponto central da mesa, formando um 10. (CEFET-MG/2007) A primeira Lei de Newton afirma círculo de raio r. Nessa situação, a tensão no fio é que, na ausência de forças ou no caso de uma T0 . Algum tempo depois, Ronaldo altera o força resultante nula, um corpo em repouso movimento da bola, fazendo com que o raio do continua em repouso e um corpo em movimento círculo que ela descreve e o módulo de sua move-se em linha reta com velocidade constante. velocidade sejam, ambos, duplicados. Essa lei se associa ao conceito de Considerando-se essa nova situação, é CORRETO a) energia de Joule. afirmar que a tensão no fio passa a ser b) inércia de Galileu. c) pressão de Pascal. T0 d) impulso de Aristóteles. A) . 2 e) empuxo de Arquimedes. B) T0 . C) 2 T0 . D) 4 T0 .8. (UFLA/2007)9. (UFLA/2007) 6 – A; 7 – C; 8 – D; 9 – C; 10 – B; 9
  10. 10. TRABALHO E ENERGIA – 11 questões1. (UFMG/2007) Antônio precisa elevar um bloco até C energia cinética → energia resultante de uma altura h. Para isso, ele dispõe de uma roldana processo químico → energia potencial gravitacional e de uma corda e imagina duas maneiras para D energia mecânica → energia luminosa → energia realizar a tarefa, como mostrado nestas figuras: potencial gravitacional E energia resultante do processo químico → energia luminosa → energia cinética 3. (UFV/2007) Um bloco de massa M é abandonado a partir do repouso de uma altura H e desliza em uma rampa, conforme mostrado na figura abaixo. Ao final da rampa, quando tem uma velocidade de módulo v, o bloco colide com uma mola de massa desprezível presa a uma parede. Desprezando-se todos os atritos e sendo g o módulo da aceleração gravitacional, o trabalho realizado pela mola sobre o bloco desde o instante Despreze a massa da corda e a da roldana e em que este começa a comprimi-la até sua considere que o bloco se move com velocidade compressão máxima é: constante. Sejam FI o módulo da força necessária para elevar o bloco e TI o trabalho realizado por essa força na situação mostrada na Figura I. Na situação mostrada na Figura II, essas grandezas são, respectivamente, FII e TII . Com base nessas informações, é CORRETO afirmar que 4. (FUVEST/2007) Em um terminal de cargas, uma esteira A) 2FI = FII e TI = TII . rolante é utilizada para transportar caixas iguais, de B) FI = 2FII e TI = TII . massa M = 80 kg, com centros igualmente espaçados de 1 m. Quando a velocidade da esteira é 1,5 m/s, a C) 2FI = FII e 2TI = TII . potência dos motores para mantê-la em movimento é P0. D) FI = 2FII e TI = 2TII . Em um trecho de seu percurso, é necessário planejar2. (ENEM/2006) A figura ao lado ilustra uma gangorra uma inclinação para que a esteira eleve a carga a uma de brinquedo feita altura de 5 m, como indicado. Para acrescentar essa com uma vela. A rampa e manter a velocidade da esteira, os motores vela e acesa nas devem passar a fornecer uma potência adicional duas aproximada extremidades e, de inicialmente, a) 1200 W b) 2600 W deixa-se uma das c) 3000 W extremidades d) 4000 W mais baixa que a e) 6000 W outra. A combustão da parafina da extremidade mais baixa provoca a fusão. A parafina da extremidade mais baixa da vela pinga mais 5. (PUC-MG/2007) Uma pessoa pesando 600 N está rapidamente que na outra extremidade. O pingar da dentro de um elevador que sobe à velocidade de 3 parafina fundida resulta na diminuição da massa da m/s durante 5 segundos. O aumento da energia vela na extremidade mais baixa, o que ocasiona a potencial dessa pessoa, como resultado da inversão das posições. Assim, enquanto a vela ascensão do elevador, é em Joules: queima, oscilam as duas extremidades. Nesse a) 360 brinquedo, observa-se a seguinte seqüência de transformações de energia: b) 1800 A energia resultante de processo químico → c) 3000 energia potencial gravitacional → energia cinética d) 9000 B energia potencial gravitacional → energia elástica → energia cinética 1 – B; 2 – A; 3 – B; 4 – E; 5 – D;
  11. 11. 6. (PUC-MG/2007) Leia com atenção as afirmativas a um conjunto de massas iguais m; seguir. uma régua; I. A energia cinética de um corpo mede o suporte para as massas; trabalho necessário para fazê-lo parar. hastes e garras para montagem. II. Para um corpo possuir energia cinética, ele O estudante pendurou a mola com o suporte na necessariamente precisa ter aceleração. extremidade, foi acrescentando seqüencialmente a III. Para diminuirmos a energia cinética de um esse as massas e anotando o comprimento total da corpo (com massa constante), devemos, mola. O gráfico abaixo registra a força aplicada à obrigatoriamente, aplicar uma força mola (Newtons), em função do comprimento resultante não nula sobre ele. (metros): IV. Se a velocidade de um corpo duplica, sua energia cinética também duplica. A afirmativa está CORRETA em: a) I e III. b) I e IV. c) III e IV. d) II.7. (UNICAMP/2007) A partir do gráfico, conclui-se que os valores do comprimento inicial da mola e da constante elástica são, respectivamente, a) 0,5 m e 10 N/m. b) 5 m e 10 N/m. c) 0,5 m e 0,10 N/m. d) 0,5 m e 5,0 N/m. 9. (UNI-BH/2006) Um objeto é lançado verticalmente para cima, atingindo uma determinada altura máxima e depois retornando à mão do arremessador. Analisando esse movimento, exatamente no instante em que o objeto atinge a altura máxima, um estudante de física fez as seguintes afirmações: I - Neste momento, a força sobre o objeto é nula. II - Neste momento, a energia cinética do objeto é nula. III - Neste momento, a energia potencial do objeto é máxima. Das afirmações acima, estão CORRETAS a) as três. b) apenas III. c) II e III. d) I e II. 10. (CEFET-MG/2007) Numa manhã sem vento, um atirador, apontando seu revólver para cima, lança uma bala que sobe verticalmente. Sobre esse movimento, afirma-se: I- Durante a subida, há uma diminuição de sua8. (UNI-BH/2006) Um aluno resolveu comprovar energia mecânica. experimentalmente a lei de Hooke. Para isso, II- No ponto mais alto da trajetória, a energia utilizou os seguintes materiais: cinética da bala se anula. uma mola de comprimento inicial L0 e de constante elástica K;6 – A; 7 a) m = 5,0.104 Kg, b) Vg = 80 MJ, c) P = 7,0.107 W; 8 – A; 9 – C; 10 – E; 11
  12. 12. III- Durante a subida, o trabalho realizado pelo peso da bala é positivo. IV- Durante a descida, o trabalho realizado pela resistência do ar é negativo. Pode-se concluir que são corretas apenas as afirmativas a) I e II. b) I e IV. c) II e III. d) I, II e III. e) I, II e IV.11. (CEFET-MG/2007) Um operário de 45 kg tenta elevar um saco de cimento de 50 kg, utilizando a montagem representada na figura abaixo. No instante em que, puxando a corda, esse operário solta os pés do chão, a intensidade da força exercida pelo solo sobre o saco, desprezando-se atritos, vale, em newtons, a) 40. b) 45. c) 50. d) 55. e) 95. 10 – E; 11 – C;
  13. 13. HIDROSTÁTICA – 9 questões1. (UFMG/2007) Um reservatório de água é Com base nessas informações, é CORRETO constituído de duas partes cilíndricas, interligadas, afirmar que, na situação descrita, a contração como mostrado nesta figura: ocorre porque A) a água fria provoca uma contração do metal das paredes da lata. B) a lata fica mais frágil ao ser aquecida. C) a pressão atmosférica esmaga a lata. D) o vapor frio, no interior da lata, puxa suas paredes para dentro. 3. (UFVJM/2007) Uma placa metálica afunda ao ser colocada na água. Se dobrarmos as bordas dessa placa, construindo uma caixa, de tal forma que a água não entre, e colocando-a novamente na água, A área da seção reta do cilindro inferior é maior que ela irá flutuar. a do cilindro superior. Com base nessas informações, a explicação Inicialmente, esse reservatório está vazio. Em certo CORRETA para essa situação é que instante, começa-se a enchê-lo com água, A) o empuxo que a água exerce é maior na chapa. mantendo-se uma vazão constante. B) a caixa ficou mais leve que a chapa. Assinale a alternativa cujo gráfico melhor C) ao dobrar a chapa, a massa específica do metal representa a pressão, no fundo do reservatório, em diminui. função do tempo, desde o instante em que se D) a placa metálica é mais densa e a caixa é começa a enchê-lo até o instante em que ele menos densa que a água. começa a transbordar. 4. (UFV/2007) As figuras abaixo ilustram duas situações de equilíbrio de um gás X. A situação da direita foi obtida introduzindo-se gás Y no reservatório onde inicialmente havia vácuo. A pressão do gás X na situação da esquerda é de 1,2 atm. A diferença de pressão dos gases X e Y na situação ilustrada à direita é:2. (UFMG/2007) Para se realizar uma determinada a) 1,5 atm experiência, b) 1,2 atm coloca-se um pouco de água em uma lata, com c) 3,6 atm uma abertura na parte superior, destampada, a d) 0,9 atm qual é, em seguida, aquecida, como mostrado na e) 0,4 atm Figura I; 5. (FUVEST/2007) Uma equipe tenta resgatar um depois que a água ferve e o interior da lata fica barco naufragado que está a 90 m de profundidade. totalmente preenchido com vapor, esta é O porão do barco tem tamanho suficiente para que tampada e retirada do fogo; um balão seja inflado dentro dele, expulse parte da logo depois, despeja-se água fria sobre a lata e água e permita que o barco seja içado até uma observa-se que ela se contrai bruscamente, como profundidade de 10 m. O balão dispõe de uma mostrado na Figura II. válvula que libera o ar, à medida que o barco sobe, para manter seu volume inalterado. No início da operação, a 90 m de profundidade, são injetados 20.000 mols de ar no balão. Ao alcançar a profundidade de 10 m, a porcentagem do ar injetado que ainda permanece no balão é a) 20 % b) 30 % c) 50 % d) 80 % e) 90 % 1 – C; 2 – C; 3 – D; 4 – E; 5 – A;
  14. 14. © Professor Rodrigo Penna – Vestibulares Recentes - Física 146. (UFOP/2005) Enche-se de água, até a borda, um tubo de vidro com uma extremidade fechada; tampa-se, com o dedo, a extremidade aberta; emborca-se o tubo na água de uma cuba. Retirando-se o dedo, com o tubo imerso, a água – de tom escuro – se distribuirá de acordo com a seguinte figura:7. (UFJF/2007) Um cubo flutua em água com três quartos de seu volume imerso. Qual a densidade 3 do cubo? (densidade da água ρ = 1000 kg/m ). 3 a) 250 kg/m . 3 b) 500 kg/m . 3 c) 750 kg/m . 3 d) 1000 kg/m . 3 e) 1500 kg/m .8. (FUMEC/2006) Um bloco de massa M repousa no fundo de um aquário cheio de água, como mostrado nesta figura: Nessa situação, a densidade do bloco é o dobro da densidade da água e g é o módulo da gravidade local. Com base nessas informações, é CORRETO afirmar que a força exercida pelo fundo do tanque sobre o bloco é A) zero. Mg B) . 2 C) Mg. D) 2Mg.9. (CEFET-MG/2007) Em uma cidade, onde a pressão atmosférica vale aproximadamente 0,90 atm, uma pessoa mergulha em uma piscina de 2 m de profundidade. Sabendo-se que para objetos mergulhados na água a pressão aumenta cerca de 1,0 atm para cada 10 metros, conclui-se corretamente que a pressão exercida sobre essa pessoa, em atm, é igual a a) 0,7. b) 0,9. c) 1,1. d) 1,9. e) 2,0. 6 – C; 7 – C; 8 – B; 9 – C;
  15. 15. GRAVITAÇÃO – 6 questões1. (UFMG/2007) Três satélites – I, II e III – movem- crescente e minguante, se em órbitas circulares ao redor da Terra. ela nasce e se põe O satélite I tem massa m e os satélites II e III têm, em horários cada um, massa 2m . intermediários. Sendo Os satélites I e II estão em uma mesma órbita de assim, a Lua na fase ilustrada na figura raio r e o raio da órbita do satélite III é r . 2 acima poderá ser Nesta figura (fora de escala), está representada a observada no ponto posição de cada um desses três satélites: mais alto de sua trajetória no céu por volta de A meia-noite. B três horas da madrugada. C nove horas da manha. D meio-dia. E seis horas da tarde. 4. (ENEM/2005) Leia o texto abaixo. O jardim de caminhos que se bifurcam (...) Uma lâmpada aclarava a plataforma, mas os rostos dos meninos ficavam na sombra. Um me perguntou: O senhor vai à casa do Dr. Stephen Albert? Sem aguardar resposta, outro disse: A casa fica longe daqui, mas o senhor não se perderá se tomar esse caminho à esquerda e se em cada encruzilhada do caminho dobrar à esquerda. (Adaptado. Borges, J. Ficções. Rio de Janeiro: Globo, 1997. p.96.) Quanto à cena descrita acima, considere que Sejam FI , FII e FIII os módulos das forças I - o sol nasce à direita dos meninos; gravitacionais da Terra sobre, respectivamente, os satélites I, II e III . II - o senhor seguiu o conselho dos meninos, tendo Considerando-se essas informações, é CORRETO encontrado duas encruzilhadas até a casa. afirmar que A) FI = FII < FIII . Concluiu-se que o senhor caminhou, B) FI = FII > FIII . respectivamente, nos sentidos: C) FI < FII < FIII . (A) oeste, sul e leste. D) FI < FII = FIII . (B) leste, sul e oeste.2. (UFVJM/2007) A Lua gira em torno da Terra (C) oeste, norte e leste. sempre com a mesma face voltada para a Terra. A (D) leste, norte e oeste. expressão “a face oculta da Lua”, refere-se à face (E) leste, norte e sul. que nunca fica voltada para a Terra. Para se 5. (UFJF/2007) Sabemos que o planeta Terra, onde justificar esse fenômeno, é CORRETO afirmar que habitamos sua A) o período de translação da Lua em torno da superfície, pode ser Terra é igual ao período de rotação da Lua em considerado uma torno do seu próprio eixo. esfera achatada nos B) o período de translação da Lua em torno da pólos. A figura abaixo Terra é igual ao período de rotação da Terra em representa a Terra torno do seu próprio eixo. com pessoas em C) o período de rotação da Lua em torno do seu algumas posições próprio eixo é igual ao período de rotação da Terra sobre ela (A, B e C). em torno do seu próprio eixo. Levando-se em D) o período de rotação da Lua em torno de seu consideração a Lei da próprio eixo é igual ao período de translação da Gravitação Universal, qual ou quais posições são Terra em torno do Sol. realmente possíveis?3. (ENEM/2006) No Brasil, verifica-se que a Lua, a) A. quando esta na fase cheia, nasce por volta das 18 b) A e B. horas e se põe por volta das 6 horas. Na fase c) A e C. nova, ocorre o inverso: a Lua nasce às 6 horas e d) A, B e C. se põe às 18 horas, aproximadamente. Nas fases e) B e C. 1 – C; 2 – A; 3 – E; 4 – A; 5 – D;
  16. 16. © Professor Rodrigo Penna – Vestibulares Recentes - Física 166. (UNI-BH/2006) Um físico verificou que uma certa grandeza F é função de outras três grandezas, a, b e D. Observou que, quando triplicava a, F também triplicava e que, quando duplicava b, F também duplicava. Além disso, observou que, ao dobrar o valor de D, a grandeza F tinha seu valor reduzido a um quarto. Das alternativas abaixo, em que k representa uma constante de proporcionalidade, a que pode representar CORRETAMENTE a relação matemática existente entre as grandezas éObs.: esta questão caberia melhor no tema“Algarismos Significativos e Grandezas”. Mas nemcoloquei, pois praticamente não é mais cobrado. 6 – C; 16
  17. 17. MOMENTO E EQUILÍBRIO – 1 questão1. (FUVEST/2007) Duas barras isolantes, A e B, iguais, colocadas sobre uma mesa, têm em suas extremidades, esferas com cargas elétricas de módulos iguais e sinais opostos. A barra A é fixa, mas a barra B pode girar livremente em torno de seu centro O, que permanece fixo. Nas situações I e II, a barra B foi colocada em equilíbrio, em posições opostas. Para cada uma dessas duas situações, o equilíbrio da barra B pode ser considerado como sendo, respectivamente, a) indiferente e instável. b) instável e instável. c) estável e indiferente. d) estável e estável. e) estável e instável. 1 – E; 17
  18. 18. IMPULSO E QUANTIDADE DE MOVIMENTO – 4 questões1. (UFV/2007) Uma bola de massa M colide com uma 4. (UFLA/2007) outra, de massa 4M, inicialmente em repouso. Se, após a colisão, as bolas passam a se mover juntas, a razão entre a energia cinética do conjunto de bolas, imediatamente antes e imediatamente depois da colisão, é: a) 1 b) 4 c) 5 d) 1/4 e) ½2. (FUVEST/2007) Perto de uma esquina, um pipoqueiro, P, e um “dogueiro”, D, empurram distraidamente seus carrinhos, com a mesma velocidade (em módulo), sendo que o carrinho do “dogueiro” tem o triplo da massa do carrinho do pipoqueiro. Na esquina, eles colidem (em O) e os carrinhos se engancham, em um choque totalmente inelástico. Uma trajetória possível dos dois carrinhos, após a colisão, é compatível com a indicada por a) A b) B c) C d) D e) E3. (UFJF/2007) Um avião bombardeiro, voando em linha reta com uma velocidade V na horizontal, solta uma bomba que se fragmenta em duas partes em algum instante antes de tocar o solo. Sabendo- se que a massa total da bomba é M e que um dos fragmentos fica com massa (1/3)M e a outra (2/3)M, se os fragmentos tocam o solo simultaneamente, qual a razão entre as distâncias horizontais do fragmento menor e do fragmento maior, quando as mesmas tocam o solo, em relação à posição do avião na direção horizontal? Despreze a resistência do ar e considere que a topografia do local seja totalmente plana. a) 1/6. b) 1/2. c) 2. d) 3. e) 6. 1 – C; 2 – B; 3 – C; 4 – A;
  19. 19. CALOR, TEMPERATURA E DILATAÇÃO – 2 questões1. (FUMEC/2006) Respondendo a questões de uma prova sobre Termodinâmica, Rafael e Júlia fazem as seguintes afirmativas: Júlia: “Um sistema pode absorver calor sem alterar sua energia interna.” Rafael: “Dois corpos em equilíbrio térmico, um com o outro, devem estar em equilíbrio térmico com um terceiro.” Analisando-se essas duas afirmativas, pode-se concluir que A) apenas a de Júlia está correta. B) apenas a de Rafael está correta. C) as duas estão corretas. D) nenhuma das duas está correta.2. (CEFET-MG/2007) Na construção das colunas e vigas de um prédio, usam-se concreto e armações de aço. Para se evitar futuras rachaduras nessas estruturas, os materiais usados têm valores aproximadamente iguais de a) densidade. b) calor específico. c) capacidade térmica. d) condutividade térmica. e) coeficiente de dilatação. 1 – A; 2 – E;
  20. 20. MUDANÇA DE FASE E CALORIMETRIA – 7 questões1. (UFMG/2007) Numa aula de Física, o Professor a) 45°C Carlos Heitor apresenta a seus alunos esta b) 50°C experiência: dois blocos – um de alumínio e outro c) 55°C de ferro –, de mesma massa e, inicialmente, à d) 60°C temperatura ambiente, recebem a mesma e) 65°C quantidade de calor, em determinado processo de 5. (UFJF/2007) Considere uma pessoa que consuma aquecimento. 1200 kcal de energia diariamente e que 80% dessa O calor específico do alumínio e o do ferro são, energia seja transformada em calor. Se esse calor o o respectivamente, 0,90 J / (g C) e 0,46 J / (g C). for totalmente transferido para 100 kg de água, qual Questionados quanto ao que ocorreria em seguida, variação de temperatura ocorreria na água? dois dos alunos, Alexandre e Lorena, fazem, cada (1 cal = 4, 18 J, um deles, um comentário: calor específico da água = 4,18 kJ/kg.K). o a) 1,0 C. Alexandre: “Ao final desse o processo de aquecimento, os blocos b) 9,6 C. o estarão à mesma temperatura.” c) 1,2 C. o Lorena: “Após esse processo de d) 8,0 C. aquecimento, ao se colocarem os dois o blocos em contato, fluirá calor do bloco e) 10 C. de ferro para o bloco de alumínio.” 6. (UNI-BH/2006) Uma moqueca capixaba tradicional é normalmente feita em uma panela de barro. Considerando-se essas informações, é CORRETO Observa-se que, quando servido, o prato continua afirmar que fervendo à mesa, o que não ocorre quando o A) apenas o comentário de Alexandre está certo. mesmo é apresentado em uma panela de alumínio. B) apenas o comentário de Lorena está certo. Comparando-se as propriedades físicas dos C) ambos os comentários estão certos. materiais que constituem as duas panelas, a D) nenhum dos dois comentários está certo. observação acima descrita se deve ao fato de o2. (UFV/2007) No interior de um calorímetro de material que constitui a panela de barro possuir capacidade térmica desprezível, são misturados maior 120 g de gelo a −15 °C e 5 g de água líquida a a) calor específico 20 °C. O calorímetro é mantido hermeticamente b) condutividade térmica fechado, à pressão interna de 1,0 atm, condição em c) calor latente que o calor latente de fusão do gelo é 80 cal/g, os d) ponto de fusão calores específicos do gelo e da água líquida são, 7. (CEFET-MG/2007) Um recipiente com 100 gramas respectivamente, 0,5 cal/(g °C) e 1,0 cal/(g °C), e a de água a 20ºC é colocado no interior do temperatura de fusão do gelo é 0 °C. É CORRETO congelador de uma geladeira. Considerando-se que concluir, então, que, na situação de equilíbrio 10 cal/s são extraídas da água, após 15 minutos, térmico, haverá no interior do calorímetro: haverá no recipiente a) apenas água líquida, à temperatura acima de 0 a) água e gelo a 0ºC. °C. b) apenas gelo a 0ºC. b) água líquida e gelo, à temperatura de 0 °C. c) água e gelo a -5ºC. c) apenas gelo, à temperatura de 0 °C. d) apenas água a 0ºC. d) apenas gelo, à temperatura abaixo de 0 °C. e) apenas água a 10ºC. e) apenas água líquida, à temperatura de 0 °C. DADOS:3. (UFSJ/2006)4. (FUVEST/2007) Dois recipientes iguais A e B, contendo dois líquidos diferentes, inicialmente a 20°C, são colocados sobre uma placa térmica, da qual recebem aproximadamente a mesma quantidade de calor. Com isso, o líquido em A atinge 40°C, enquanto o líquido em B, 80°C. Se os recipientes forem retirados da placa e seus líquidos misturados, a temperatura final da mistura ficará em torno de 1 – B; 2 – D; 3 – D; 4 – B; 5 – B; 6 – A; 7 – A;
  21. 21. GASES E TERMODINÂMICA – 8 questões1. (UFVJM/2007) Tendo-se uma amostra de gás 4. (UFOP/2005) Um recipiente isolado ideal em expansão isotérmica, é CORRETO adiabaticamente do exterior possui dois afirmar que compartimentos de mesmo volume. Um deles A) o trabalho realizado pelo gás é igual à está vazio e o outro contém um gás ideal na variação de sua energia interna. temperatura T0 e a pressão p0. Removendo-se a B) o trabalho realizado pelo gás é igual ao calor separação entre os dois compartimentos, a absorvido pelo mesmo. temperatura e a pressão do gás, após se C) o calor absorvido pelo gás é nulo. estabelecer o equilíbrio termodinâmico, são, D) a energia cinética média das moléculas do respectivamente: gás aumenta. A) T0 e p0/2.2. (UFV/2007) Um gás ideal encontra-se B) 2T0 e p0. inicialmente no estado termodinâmico i, quando C) 2T0 e p0/2. Pi , Vi e Ui são, respectivamente, sua pressão, D) T0 e p0. seu volume e sua energia interna. Como 5. (UNICAMP/2007) ilustrado abaixo, no gráfico pressão versus volume, o gás, a partir dessa situação inicial, expande-se isotermicamente triplicando seu volume e, a partir daí, expande-se isobaricamente até atingir o estado final f. Sabendo-se que a energia interna de um gás ideal é proporcional à sua temperatura absoluta, a energia interna do gás no estado final f é: a) Ui/6 b) 6Ui c) Ui/2 d) 2Ui e) 3Ui3. (UNIFEI/2006) Uma massa m de um gás ideal sofre uma transformação X Y Z. O processo X Y é isotérmico. De Y Z o gás é aquecido à pressão constante de modo que a temperatura aumente de TY para TZ. Dos diagramas abaixo, qual não representa a transformação acima? A) B) Y Z Y ZPY= Pz PY= Pz PX X a) Quais são as eficiências termodinâmicas dos X PX motores a álcool e a gasolina? TX = Ty TZ VY VX VZ b) A pressão P, o volume V e a temperatura C) D) absoluta T de um gás ideal satisfazem a PV VZ Z equação constante . Encontre a X Z Y T VX PY = Pz temperatura da mistura ar-álcool após a VY PX X compressão (ponto f do diagrama). Considere a Y mistura como um gás ideal. Dados: 8 10 18 TX = Ty TZ VZ VY VX 7 ; 11 ; 13 3 3 5 1 – B; 2 – D; 3 – D; 4 – A; 5 a) Ea ≅ 0,70 e Eg ≅ 0,67; Tf = 810 K;
  22. 22. 6. (UFLA/2007)7. (CEFET-MG/2007) O gráfico seguinte ilustra as transformações termodinâmicas de uma amostra gasosa. O ciclo mostrado representa um(a) a) refrigerador com eficiência de 3,3. b) máquina térmica com rendimento de 0,30. c) máquina térmica com rendimento de 0,70. d) refrigerador de Carnot com eficiência de 2,0. e) máquina térmica de Carnot com rendimento de 0,50.8. (CEFET-MG/2007) Um gás ideal passa pelas seguintes transformações: * aumento do volume isobaricamente; * redução do volume ao valor inicial isotermicamente; * redução da temperatura ao valor inicial isovolumetricamente. O gráfico que representa essas transformações é 6 – D; 7 – B; 8 – D; 22
  23. 23. ÓPTICA – 8 questões1. (UFMG/2007) Tânia observa um lápis com o auxílio de uma lente, como representado nesta figura: Essa lente é mais fina nas bordas que no meio e a posição de cada um de seus focos está indicada na figura. Considerando-se essas informações, é CORRETO afirmar que o ponto que melhor representa a posição da imagem vista por Tânia é o A) P . 4. (UFOP/2005) Para ter as letras ampliadas, a B) Q . distância d, expressa em centímetros, de um jornal C) R . a uma lente convergente de distância focal 10 cm, D) S . deve ser: A) d = 10.2. (UFVJM/2007) As imagens virtuais, formadas por B) 0 < d < 10. superfícies refletoras, são sempre diretas (ou C) d = 20. direitas). Comparando-se o tamanho dessas D) 10 < d < 20. imagens com os objetos reais que lhes dão origem, 5. (PUC-MG/2007) Leia com atenção o texto a seguir elas podem ser MAIORES, MENORES ou de sobre o olho humano. IGUAL tamanho. De acordo com esse enunciado, é CORRETO afirmar que os espelhos formadores dessas imagens são, respectivamente, Embora nossa máquina fotográfica seja simples, cada A) convexo, côncavo e plano. um dos seus constituintes apresenta múltiplas B) plano, côncavo e convexo. características. Tamanha complexidade não nos C) côncavo, convexo e plano. permitiria, aqui, aprofundar as características de cada D) plano, convexo e côncavo. estrutura ocular. Com o perdão da ironia, foquemos nossa atenção apenas no cristalino. É essa estrutura3. (FUVEST/2007) A janela de uma casa age como se que ajusta o foco da imagem na retina, por contração e fosse um espelho e reflete a luz do Sol nela relaxamento dos músculos ciliares. A imagem chega de incidente, atingindo, às vezes, a casa vizinha. Para “cabeça para baixo”, e o cérebro vira a imagem, em a hora do dia em que a luz do Sol incide na direção um processo de aprendizado que ocorre nos primeiros indicada na figura, o esquema que melhor representa a posição da janela capaz de refletir o dias após o nascimento. raio de luz na direção de P é (Carta Capital na Escola: agosto de 2006.) Responda a esta questão assinalando a opção CORRETA. O cristalino do olho funciona como: a) um espelho côncavo, pois inverte a imagem e a projeta na retina. b) uma lente convergente, projetando sobre a retina uma imagem virtual direta. c) uma lente convergente e projeta uma imagem real invertida. d) um conjunto de lentes e espelhos, formando uma imagem virtual invertida. 6. (UNI-BH/2006) Para que a palavra AMBULÂNCIA, refletida através do espelho plano do retrovisor de 1 – B; 2 – C; 3 – C; 4 – B; 5 – C; 6 – B;
  24. 24. um carro que se encontra à frente de uma ambulância, seja vista na forma correta pelo motorista do carro, ela deverá ser escrita, na parte frontal do veículo de emergência, do seguinte modo:7. (UFLA/2007)8. (CEFET-MG/2007) Um objeto se encontra sobre o centro de curvatura de um espelho côncavo. Se ele se afastar do espelho, deslocando-se sobre o seu eixo, a imagem irá aproximar-se do a) foco e será real. b) vértice e será virtual. c) foco e será ampliada. d) vértice e será ampliada. e) centro de curvatura e será real. 6 – B; 7 – B; 8 – A; 24
  25. 25. ONDAS E MHS – 12 questões1. (UFMG/2007) Bernardo produz uma onda em uma d) estar fora de fase. corda, cuja forma, em certo instante, está mostrada e) ter uma diferença de fase constante. na Figura I. 4. (UNIFEI/2006) Seja T = 4,0 s o período de uma Na Figura II, está representado o deslocamento onda transversal senoidal propagando-se da vertical de um ponto dessa corda em função do esquerda para a direita numa corda, como tempo. mostrado na figura abaixo no instante t = 0. Nesse caso, a representação matemática dessa onda é dada por y A sen kx t , sendo A a amplitude, a freqüência angular e k o número de onda. 6 4 2 y (cm) 0 -2 -4 -6 0 3 6 9 12 15 x (cm) De acordo com a figura, podemos dizer que: A. y 6 sen 12 x t . 6 B. y 3 sen t . 6 C. y 6 sen x t . 6 2 Considerando-se essas informações, é CORRETO D. y 6 sen t . afirmar que a velocidade de propagação da onda 2 produzida por Bernardo, na corda, é de A) 0,20 m/s . 5. (UFOP/2005) Duas fontes de luz monocromática, B) 0,50 m/s . puntiformes, idênticas e coerentes iluminam um C) 1,0 m/s . anteparo, como representa a figura. D) 2,0 m/s .2. (UFVJM/2007) Considerando os fenômenos ondulatórios e suas denominações, abaixo apresentados, estabeleça a devida correspondência entre as colunas I e II. De acordo com a correspondência estabelecida entre as duas colunas, a seqüência numérica CORRETA é A) 2, 1, 4, 3, 5 B) 1, 2, 3, 4, 5 C) 2, 1, 5, 3, 4 A intensidade de uma onda senoidal é diretamente D) 3, 4, 2, 1, 5 proporcional ao quadrado da sua amplitude. Se a3. (UFV/2007) Para se produzir um padrão estável de intensidade da luz, no ponto médio do anteparo, interferência utilizando-se duas fontes luminosas quando apenas uma fonte está ligada, é I0, então, monocromáticas, essas fontes devem considerando-se um ponto X qualquer do anteparo, necessariamente, na emissão: é correto afirmar a respeito da intensidade da luz I, a) ter freqüências diferentes. quando as duas fontes estão ligadas: b) estar em fase. A) I = 2I0. c) ter mesma intensidade. B) 0 I 2I0. 1 – C; 2 – C; 3 – E; 4 – C; 5 – C;
  26. 26. C) I = 4I0. 9. (FUMEC/2006) Sentado em um barquinho, Gilberto D) 0 I 4I0. está pescando no meio do mar. Devido ao6. (PUC-MG/2007) Considere os pêndulos a seguir movimento das ondas, o barquinho apenas oscila, com seus respectivos comprimentos e massas. para baixo e para cima, sem adquirir qualquer deslocamento paralelo à superfície do mar. Gilberto 1 2 3 4 observa que o intervalo de tempo entre a passagem de duas cristas de onda sucessivas é de 0,2 s. Com base nessas informações, é CORRETO afirmar que, na situação descrita, A) a freqüência da onda é de 5 Hz. B) a velocidade de propagação da onda é de 5 m/s. C) o comprimento da onda é de 0,2 m. D) o período da onda é de 5 s. 10. (UNI-BH/2006) Durante uma tempestade, à noite, um aluno resolveu realizar um experimento para determinar a distância em que caía um raio. Para isso, ao ver um relâmpago, o aluno acionou o cronômetro de seu relógio e o fez parar ao ouvir o trovão, determinando o tempo entre um evento e outro como sendo de 2,0 segundos. A partir disso e tendo como dados a velocidade da luz 8 c = 3,0 x 10 m/s e a velocidade do som Quando os pêndulos são postos a oscilar com s = 340 m/s, a distância entre o aluno e o raio é de, pequenas amplitudes e desprezando os efeitos da aproximadamente, 8 ressonância, é CORRETO afirmar que: a) 6 x 10 m. 5 a) os pêndulos 1 e 4 oscilarão com a mesma b) 8,8 x 10 m. freqüência. c) 640 m. b) a freqüência do pêndulo 1 é maior que a d) 340 m. freqüência dos demais pêndulos. 11. (CEFET-MG/2007) Um pêndulo simples de comprimento L e massa M oscila com período T e c) a freqüência do pêndulo 2 é a maior delas, por amplitude A na superfície da Terra. Levado para a ele ter maior massa e comprimento. superfície da Lua, o seu período irá permanecer d) as freqüências dos pêndulos não dependem inalterado, se houver de suas massas nem de seus comprimentos. a) redução de sua massa.7. (UFJF/2007) No passado, durante uma b) aumento de sua massa. tempestade, as pessoas costumavam dizer que um c) diminuição de sua amplitude. raio havia caído distante, se o trovão devido a ele d) redução de seu comprimento. fosse ouvido muito tempo depois; ou que teria e) aumento de seu comprimento. caído perto, caso acontecesse o contrário. Do 12. (CEFET-MG/2007) Uma torneira goteja lentamente ponto de vista da Física, essa afirmação está sobre um tanque de água com profundidade fundamentada no fato de, no ar, a velocidade do constante, produzindo ondas circulares em sua som: superfície. Dobrando-se o tamanho e o número de a) variar como uma função da velocidade da luz. gotas que caem por unidade de tempo, é correto b) ser muito maior que a da luz. afirmar que a velocidade de propagação das ondas, c) ser a mesma que a da luz. em relação ao valor original, d) variar com o inverso do quadrado da distância. a) dobra. e) ser muito menor que a da luz. b) quadruplica.8. (UFJF/2007) Sabe-se que a velocidade de c) não se altera. propagação de uma onda eletromagnética depende d) reduz-se à metade. do meio em que a mesma se propaga. Assim e) reduz-se à quarta parte. sendo, pode-se afirmar que uma onda eletromagnética na região do visível, ao mudar de um meio para outro: a) tem a velocidade de propagação alterada, bem como a sua freqüência. b) tem a sua cor alterada, permanecendo com a mesma freqüência. c) tem a velocidade de propagação alterada, bem como a freqüência e o comprimento de onda. d) tem a velocidade de propagação alterada, bem como o seu comprimento de onda. e) tem a sua cor inalterada, permanecendo com o mesmo comprimento de onda. 5 – C; 6 – A; 7 – E; 8 – D; 9 – A; 10 – C; 11 – D; 12 – C; 26
  27. 27. ELESTROSTÁTICA – 8 questões1. (UFMG/2007) Em seu laboratório, o Professor A) 4 metros à direita de X. Ladeira prepara duas montagens – I e II –, B) 3 metros à direita de X. distantes uma da outra, como mostrado nestas C) 2 metros à direita de X. figuras: D) 1 metro à direita de X. 3. (PUC-MG/2007) Duas cargas puntuais (q1 e q2) estão separadas entre si pela distância r. O campo elétrico é zero em um ponto P entre as cargas no segmento da linha reta que as une. É CORRETO concluir que: a) q1 e q2 devem ter o mesmo valor e o mesmo Em cada montagem, duas pequenas esferas sinal. metálicas, idênticas, são conectadas por um fio e penduradas em um suporte isolante. Esse fio pode b) P deve estar necessariamente mais próximo de uma das cargas. ser de material isolante ou condutor elétrico. Em seguida, o professor transfere certa quantidade c) q1 e q2 devem ter sinais opostos e podem ter de carga para apenas uma das esferas de cada valores diferentes. uma das montagens. d) q1 e q2 podem ter sinais opostos, mas devem Ele, então, observa que, após a transferência de ter o mesmo valor. carga, as esferas ficam em equilíbrio, como mostrado nestas figuras: 4. (PUC-MG/2007) Uma fonte F emite partículas: prótons elétrons e nêutrons que são lançados com uma velocidade VO no interior de uma região onde existe um campo elétrico uniforme conforme ilustrado na figura. Assinale a opção cujas partículas estão CORRETAMENTE apresentadas quando atingem o anteparo nos pontos P1, P2 e P3. Considerando-se essas informações, é CORRETO P3 afirmar que, após a transferência de carga, P2 A) em cada montagem, ambas as esferas estão carregadas. P1 B) em cada montagem, apenas uma das esferas está carregada. F C) na montagem I, ambas as esferas estão carregadas e, na II, apenas uma delas está a) P1 = elétrons, P2 = prótons e P3 = nêutrons. carregada. b) P1 = nêutrons, P2 = prótons e P3 = elétrons. D) na montagem I, apenas uma das esferas está c) P1 = prótons, P2 = nêutrons e P3 = elétrons. carregada e, na II, ambas estão carregadas. d) P1 = nêutrons, P2 = elétrons e P3 = nêutrons.2. (UFVJM/2007) Observe a figura abaixo, que 5. (UFJF/2007) A figura abaixo mostra um sistema de representa os pontos X e Y de uma reta, separados duas partículas puntiformes A e B em repouso, com por uma distância de 6 m. Nesses pontos são cargas elétricas iguais a Q, separadas por uma colocadas cargas elétricas de mesmo sinal, sendo distância r. Sendo K, a constante eletrostática, a carga do ponto X quatro vezes maior que a carga pode-se afirmar que o módulo da variação da do ponto Y. energia potencial da partícula B na presença da partícula A, quando sua distância é modificada para 2r, é: 2 2 a) (KQ )/(4r ). 2 b) (KQ )/(2r). 2 c) (KQ)/(2r ). 2 d) (KQ)/(4r ). 2 e) (KQ )/r. Nessas condições, é CORRETO afirmar que o ponto em que o campo elétrico é nulo está situado a 1 – B; 2 – A; 3 – A; 4 – C; 5 – B;
  28. 28. 6. (UFLA/2007)7. (CEFET-MG/2007) A tabela abaixo fornece os raios e as cargas de quatro esferas metálicas. Na situação de equilíbrio, após se estabelecer o contato elétrico entre A e B e entre C e D, as cargas elétricas de A e D serão, respectivamente, a) 0 e –q/2. b) q/2 e –2q/3. c) 2q/3 e 0. d) 4q/3 e –2q/3. e) 4q/3 e 0.8. (CEFET-MG/2007) Duas cargas pontuais são afixadas nas extremidades de uma canaleta. Uma terceira carga, abandonada em um ponto entre elas, ficará em equilíbrio estável na situação representada em: 6 – C; 7 – C; 8 – D; 28
  29. 29. CORRENTE, POTÊNCIA E LEIS DE OHM – 3 questões1. (UFSJ/2006)2. (PUC-MG/2007) Uma pessoa toma banho utilizando um chuveiro elétrico com a chave seletora na posição “inverno”. A partir de um certo instante, a chave é colocada na posição “verão” e mantida até o final do banho, quando então o chuveiro é desligado. Assinale o gráfico que melhor representa a potência P do chuveiro em função do tempo (t) durante o banho.P P t t a) b) PP t t c) d)3. (PUC-MG/2007) O gráfico abaixo representa a relação entre a diferença de potencial ( V) e a corrente ( I ) em um resistor. Assinale o intervalo no qual o resistor obedece à lei de Ohm. a) AB V b) BC c) CD d) AD I 1 – A; 2 – B; 3 – B;
  30. 30. ASSOCIAÇÃO DE RESISTÊNCIAS E CIRCUITOS – 9 questões1. (UFMG/2007) Em uma experiência, Nara conecta lâmpadas idênticas a uma bateria de três maneiras diferentes, como representado nestas figuras: 5. (PUC-MG/2007) Em um circuito em série contendo Considere que, nas três situações, a diferença de duas lâmpadas exatamente iguais, a bateria potencial entre os terminais da bateria é a mesma e fornece uma diferença de potencial de 1,5 Volts. Se os fios de ligação têm resistência nula. a corrente no circuito é 0,10 Ampères, a potência Sejam PQ , PR e PS os brilhos correspondentes, em cada lâmpada é, em Watts: respectivamente, às lâmpadas Q, R e S. a) 0,075 e 0,075 Com base nessas informações, é CORRETO b) 0,15 e 0,15 afirmar que c) 0,040 e 0,035 A) PQ > PR e PR = PS . B) PQ = PR e PR > PS . d) 0,10 e 0,05 C) PQ > PR e PR > PS . 6. (FUMEC/2006) Um professor de Física, numa de D) PQ < PR e PR = PS . suas aulas, usa uma bateria de 12V e dois2. (UNIFEI/2006) A potência dissipada internamente resistores, cada um com resistência de 6,0 Ω, para na forma de calor por um motor elétrico, quando montar o circuito representado nessa figura: ligado em 220 V, é de 240 W. Sabendo que o motor elétrico recebe uma potência total de 880 W (para a mesma tensão), podemos dizer que a resistência interna do motor vale: A. 5 Ω B. 15 Ω C. 10 Ω D. 2 Ω3. (FUVEST/2007) Na cozinha de uma casa, ligada à rede elétrica de 110 V, há duas tomadas A e B. O professor pede, então, a seus alunos que Deseja-se utilizar, simultaneamente, um forno de determinem o valor da corrente que atravessa esse microondas e um ferro circuito. Com base nas informações dadas, é de passar, com as CORRETO afirmar que essa corrente é de características A) 0,50 Ω. indicadas. Para que isso B) 1,0 Ω. seja possível, é C) 2,0 Ω. necessário que o D) 4,0 Ω. disjuntor (D) dessa 7. (UNI-BH/2006) Quatro lâmpadas de resistência instalação elétrica, seja elétrica idênticas, iguais a 2,0 Ω, são ligadas em um de, no mínimo, circuito elétrico alimentado por uma bateria dea) 10 A 6,0 V, conforme indica o diagrama abaixo:b) 15 Ac) 20 Ad) 25 Ae) 30 A4. (UFOP/2005) A potência dissipada no resistor do circuito, representado na figura, é P. Caso a lâmpada L4 se queime, é CORRETO afirmar que, em relação ao brilho que cada lâmpada possuía antes de L4 queimar, os brilhos de L1 e L2 a) aumentarão e o brilho de L3 permanecerá o Então, a potência dissipada por efeito Joule mesmo. correspondente ao circuito apresentado é: 1 – B; 2 – B; 3 – D; 4 – A; 5 – A; 6 – B; 7 – C;
  31. 31. b) se reduzirão e o brilho de L3 permanecerá o mesmo. c) se reduzirão e o brilho de L3 aumentará. d) aumentarão e o brilho de L3 se reduzirá.8. (CEFET-MG/2007) Um gerador, com tensão em seus terminais expressa pela equação V = 24 – 3,0.i , NÃO é adequado para alimentar um aparelho que possua as seguintes especificações: a) 6,0 V – 6,0 A. b) 12 V – 4,0 A. c) 15 V – 3,0 A. d) 18 V – 2,0 A. e) 24 V – 1,0 A.9. (CEFET-MG/2007) Cinco resistores, construídos a partir de um mesmo fio condutor com comprimentos L1 < L2 < L3 < L4 < L5 , são associados conforme o circuito abaixo. O efeito joule será mais intenso no resistor a) R1. b) R2. c) R3. d) R4. e) R5. 7 – C; 8 – E; 9 – E; 31
  32. 32. CAPACITORES – 1 questão1. (UFV/2007) Considere o circuito mostrado na figura abaixo: Estando o capacitor inicialmente descarregado, o gráfico que representa a corrente i no circuito após o fechamento da chave S é: 1 – A;
  33. 33. CAMPO E FORÇA MAGNÉTICA – 8 questões1. (UFMG/2007) Um fio condutor reto e vertical passa período. Em seguida a chave S é novamente por um furo em uma mesa, sobre a qual, próximo fechada, desta vez com o cursor em outra posição, ao fio, são colocadas uma esfera carregada, correspondendo a um valor maior da resistência. pendurada em uma linha de material isolante, e uma bússola, como mostrado nesta figura: Supondo-se que as variações de corrente, provocadas pelas alterações na chave, são instantâneas, a alternativa que representa CORRETAMENTE a variação com o tempo do módulo do campo magnético B no ponto P é: Inicialmente, não há corrente elétrica no fio e a agulha da bússola aponta para ele, como se vê na figura. Em certo instante, uma corrente elétrica constante é estabelecida no fio. Considerando-se essas informações, é CORRETO afirmar que, após se estabelecer a corrente elétrica no fio, A) a agulha da bússola vai apontar para uma outra direção e a esfera permanece na mesma posição. B) a agulha da bússola vai apontar para uma outra direção e a esfera vai se aproximar do fio. C) a agulha da bússola não se desvia e a esfera permanece na mesma posição. D) a agulha da bússola não se desvia e a esfera vai se afastar do fio.2. (UFVJM/2007) Um imã retilíneo muito leve é colocado próximo a um fio fixo, longo e paralelo ao imã. Desprezando-se o campo magnético terrestre, é CORRETO afirmar que a corrente elétrica que passa por esse fio tenderá a A) fazer o imã girar ao redor do fio, mantendo o paralelismo. B) atrair o imã para o fio, mantendo o paralelismo. C) deslocar o imã ao longo do fio, no sentido da corrente convencional ou no sentido oposto, dependendo da posição dos pólos do imã. D) fazer o imã girar até que fique em posição perpendicular ao fio.3. (UFV/2007) No circuito abaixo, uma fonte de resistência interna desprezível é ligada a um resistor R, cuja resistência pode ser variada por um cursor. A distância do ponto P ao ramo XY é muito pequena comparada às dimensões dos fios do circuito. No instante de tempo t = 0 a chave S é Obs.: para melhorar a formatação da figura, as fechada, com o cursor mantido em uma opções saíram fora de ordem. determinada posição. Após algum tempo abre-se a chave S, que assim permanece por um certo 1 – A; 2 – D; 3 – D;
  34. 34. 4. (FUVEST/2007) Uma bússola é colocada sobre III. Se quebrarmos um ímã em forma de barra, uma mesa horizontal, próxima a dois fios na região do corte surgem pólos de sinais compridos, F1 e F2, percorridos por correntes de contrários aos das extremidades de cada mesma intensidade. Os fios estão dispostos uma das duas partes obtidas. perpendicularmente à IV. Um fio condutor percorrido por uma corrente mesa e a elétrica que esteja próxima a um ímã sofre atravessam. Quando uma força magnética. a bússola é colocada A afirmativa está CORRETA em: em P, sua agulha aponta na direção a) IV apenas. indicada. Em b) I e II apenas. seguida, a bússola é c) II e III apenas. colocada na posição d) I, II, III e IV. 1 e depois na posição 7. (FUMEC/2006) Um íon de hidrogênio, de carga 2, ambas eqüidistantes dos fios. Nessas posições, positiva, desloca-se com velocidade V, a agulha da bússola indicará, respectivamente, as paralelamente a um fio, que, inicialmente, não direções conduz corrente elétrica, como representado nesta figura: Num certo instante, uma chave do sistema, não representada na figura, é ligada e uma corrente elétrica de módulo igual a i passa a percorrer o fio, no sentido de P para Q. Considerando as5. (UFOP/2005) As linhas do campo magnético criado informações dadas, assinale a alternativa em que por uma corrente elétrica que percorre um fio de melhor se representa a trajetória que o íon cobre muito longo e normal à folha de prova, descreve após o estabelecimento da corrente no dirigida da folha para o leitor, estão bem fio. representadas nesta figura:6. (PUC-MG/2007) Considere as seguintes afirmativas sobre os conceitos de magnetismo e eletromagnetismo. I. Todo ímã tem dois pólos magnéticos, que são duas regiões onde o magnetismo é mais acentuado; uma dessas regiões é denominada pólo sul magnético e outra, pólo norte magnético. II. A Terra é um grande ímã, em cujo Norte geográfico está o pólo sul magnético e, no Sul geográfico, se situa o norte magnético. 4 – A; 5 – B; 6 – D; 7 – A; 34
  35. 35. 8. (CEFET-MG/2007) A barra metálica AB, movendo- se com velocidade constante v, apresenta uma separação de cargas com acúmulo de elétrons em A. Esse efeito pode ter sido provocado por um campo magnético uniforme ou por um campo elétrico uniforme na região. A opção que completa, correta e respectivamente, as lacunas é a) saindo da folha / de B para A. b) saindo da folha / de A para B. c) de A para B / saindo da folha. d) de B para A / entrando na folha. e) entrando na folha / de A para B. 8 – E;
  36. 36. LEI DE FARADAY-LENZ – 6 questões1. (UFMG/2007) Uma bobina condutora, ligada a um sistema de transmissão de energia elétrica. N A, NB, amperímetro, é colocada em uma região onde há NC e ND representam o número de voltas dos  enrolamentos nos transformadores. Supondo que um campo magnético B , uniforme, vertical, paralelo ao eixo da bobina, como representado NA < NB e que NC > ND, o arranjo CORRETO de nesta figura: transformadores para a transmissão de energia elétrica desde a usina até a casa, por uma rede muito longa, é: Essa bobina pode ser deslocada horizontal ou verticalmente ou, ainda, ser girada em torno do eixo PQ da bobina ou da direção RS, perpendicular a esse eixo, permanecendo, sempre, na região do campo. Considerando-se essas informações, é CORRETO afirmar que o amperímetro indica uma corrente elétrica quando a bobina é A) deslocada horizontalmente, mantendo-se seu eixo paralelo ao campo magnético. B) deslocada verticalmente, mantendo-se seu eixo paralelo ao campo magnético. C) girada em torno do eixo PQ. D) girada em torno da direção RS.2. (UFV/2007) A figura abaixo ilustra um ímã cilíndrico que é abandonado acima de uma espira condutora Obs.: para melhorar a formatação da figura, as situada num plano horizontal, no campo opções saíram fora de ordem. gravitacional da Terra. Após abandonado, o ímã cai verticalmente passando pelo centro da espira. 4. (UNI-BH/2006) Entre as funções dos transformadores de rua, destaca-se a redução da alta tensão da rede de distribuição elétrica para fornecimento de energia para uso doméstico. As alternativas abaixo representam requisitos para o bom funcionamento do transformador, EXCETO: a) A corrente elétrica no transformador deve ser contínua. b) O núcleo do transformador onde estão os Desprezando-se a resistência do ar, é CORRETO enrolamentos deve ser ferromagnético. afirmar que as forças que a bobina exerce no ímã c) O número de espiras do primário e do secundário quando este está se aproximando e, depois, se deve ser diferente. afastando da mesma são, respectivamente: d) Não deve existir contato elétrico entre as espiras a) vertical para baixo e vertical para baixo. do primário e do secundário. b) vertical para cima e vertical para baixo. c) vertical para cima e vertical para cima. d) vertical para baixo e nula. e) nula e vertical para cima.3. (UFV/2007) As figuras abaixo representam 5. (UFLA/2007) diferentes arranjos de transformadores num 1 – D; 2 – C; 3 – D; 4 – A;
  37. 37. 6. (CEFET-MG/2007) “O sentido da corrente induzida em um circuito é tal que o campo magnético gerado por ela contraria a variação do fluxo magnético através dele.” Essa afirmação se baseia na Lei de a) Lenz. b) Ohm. c) Kirchoff. d) Faraday. e) Coulomb. 5 – A; 6 – A; 37

×