Your SlideShare is downloading. ×
0
Tabela sessao mod._escola-_trab_1_1_
Tabela sessao mod._escola-_trab_1_1_
Tabela sessao mod._escola-_trab_1_1_
Tabela sessao mod._escola-_trab_1_1_
Tabela sessao mod._escola-_trab_1_1_
Tabela sessao mod._escola-_trab_1_1_
Tabela sessao mod._escola-_trab_1_1_
Tabela sessao mod._escola-_trab_1_1_
Tabela sessao mod._escola-_trab_1_1_
Tabela sessao mod._escola-_trab_1_1_
Tabela sessao mod._escola-_trab_1_1_
Tabela sessao mod._escola-_trab_1_1_
Tabela sessao mod._escola-_trab_1_1_
Tabela sessao mod._escola-_trab_1_1_
Tabela sessao mod._escola-_trab_1_1_
Tabela sessao mod._escola-_trab_1_1_
Tabela sessao mod._escola-_trab_1_1_
Tabela sessao mod._escola-_trab_1_1_
Tabela sessao mod._escola-_trab_1_1_
Tabela sessao mod._escola-_trab_1_1_
Tabela sessao mod._escola-_trab_1_1_
Tabela sessao mod._escola-_trab_1_1_
Tabela sessao mod._escola-_trab_1_1_
Tabela sessao mod._escola-_trab_1_1_
Tabela sessao mod._escola-_trab_1_1_
Tabela sessao mod._escola-_trab_1_1_
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×

Thanks for flagging this SlideShare!

Oops! An error has occurred.

×
Saving this for later? Get the SlideShare app to save on your phone or tablet. Read anywhere, anytime – even offline.
Text the download link to your phone
Standard text messaging rates apply

Tabela sessao mod._escola-_trab_1_1_

371

Published on

0 Comments
0 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

No Downloads
Views
Total Views
371
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
0
Actions
Shares
0
Downloads
1
Comments
0
Likes
0
Embeds 0
No embeds

Report content
Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
No notes for slide

Transcript

  • 1. O Modelo de Auto-Avaliação assenta, na sua concepção e metodologia de aplicação, na apropriação da biblioteca escolar pela escola e no reconhecimento do seu valor, enquanto estrutura de apoio pedagógico ao serviço das aprendizagens. Procure os factores críticos de sucesso que correspondem a estes domínios/ subdomínios e, a partir deles, faça uma análise à situação da sua biblioteca escolar. Identifique pontos fracos e fortes e delineie estratégias que conduzam a uma maior apropriação e reconhecimento do valor da BE.Depois desta análise, identifique o domínio que requer mais atenção e que em função de mais algumas circunstâncias contextuais deva ser objecto de avaliação.Obs: - A tabela divide-se, por conveniência de gestão de espaço, em duas partes. <br />Tabela – Parte 1IndicadoresPontos fortesPontos fracosA - Articulação curricular da biblioteca escolar com as estruturas de coordenação e supervisão pedagógica e com os docentes.A BE colabora com o CP através do PT, integrando-se com o PE.A BE planificou o seu PAA em articulação com o PAA da escola.A BE tem o Regimento e o Regulamento Interno actualizados;A BE colabora, de forma positiva, com os Departamentos Curriculares e com os Grupos Disciplinares promovendo uma relação de parceria e de comunicação plena.A BE e a sua equipa incentiva a existência de um trabalho colaborativo entre este centro de aprendizagem e as áreas curriculares disciplinares;A utilização da BE é rentabilizada pelos docentes no âmbito da actividade lectiva, desenvolvidas de forma autónoma.A BE organizou com o grupo de História e integrou no Polivalente e no seu espaço uma exposição, comemorativa do Centenário da 1ª República.A BE organizou, para professores, com o grupo de História, uma visita de estudo, à Cadeia da Relação no Porto a uma exposição comemorativa do Centenário da 1ª República.A BE organizou, com o grupo de História, uma visita de estudo a uma exposição, comemorativa do Centenário da 1ª República, na Cordoaria Nacional.A BE organizou, com o grupo de Línguas, uma conferência com o professor Paulo Guinote sobre a República e a Literatura, no âmbito das comemorações do Centenário da 1ª República.A BE organizou, com os professores interessados, uma visita de estudo à Fundação Aquilino Ribeiro, no âmbito das comemorações do Centenário da 1ª República.A BE organizou, em parceria com o Departamento de Biologia, a comemoração do Dia Mundial da Alimentação.A utilização da BE é rentabilizada em actividades de estudo, leitura e pesquisa orientada.A equipa da BE auxilia no acompanhamento de turmas e alunos em trabalho orientado na BE.A BE apoia os professores das ACND, particularmente de área de Projecto, e os alunos no desenvolvimento de boas práticas de pesquisa e na utilização criteriosa do fundo documental existente.Um número muito significativo de alunos realizou actividades de AP na BE. A utilização da BE é rentabilizada pelos docentes em actividades de ensino e de apoio com os alunos.A BE colabora no planeamento e realização de actividades de substituição, planificadas pela Oficina de Aprendizagem, desenvolvidas no contexto do plano OTE.A BE participa no PTE e no plano TIC.A BE organiza, uma sessão por período, uma actividade denominada “Conversas ao Fim da Tarde”, espaço de debate de ideias sobre vários temas. Está agendado para Janeiro o encontro com o professor António Estanqueiro para apresentação do seu livro “Boas Práticas na Educação” - O papel dos Professores- e posterior debate sobre os temas da obra, tais como Motivação e Sucesso, Escola e Família etc.Só uma minoria dos docentes integra sempre na sua prática lectiva para desenvolvimento de competências de leitura os recursos da BE e se envolve sempre ou quase sempre nas actividades propostas ou articuladas pela BE, nomeadamente na discussão das problemáticas referentes aos resultados dos alunos ao nível das competências de leitura e das literacias.A BE não participa activamente com os docentes em actividades de sala de aula.A BE ainda não colabora com os departamentos no sentido de conhecer os diferentes currículos, programas e orientações curriculares, visando integrar-se nas suas planificações.Os materiais didácticos produzidos pela BE são ainda em número bastante reduzido. A BE ainda não colabora com os conselhos de turma com o objectivo de conhecer os diferentes projectos curriculares e de se envolver no planeamento das respectivas actividades, estratégias e recursos.A colaboração da BE com os docentes das ACND ainda é frágil.A BE não faz a divulgação sistemática dos seus materiais.A - Promoção das literacias da informação, tecnológica e digitalA BE incentiva a leitura em ambientes digitais e iniciou a produção de guiões de pesquisa de apoio ao trabalho de exploração dos recursos de informação pelos alunos, como, por exemplo, “Como Pesquisar para um Trabalho na NET”.A PB e a equipa da BE fazem a formação dos professores colaboradores todos os anos lectivos, em pequenas sessões, em diferentes horários. A BE participa em actividades de formação para docentes no domínio da literacia tecnológica e digital, está programado uma série de mini formações, dinamizadas por uma professora colaboradora já aposentada, sobre tratamento de vídeo e DVD. A professora bibliotecária e os três elementos da equipa além de terem estado a frequentar a acção de formação “Biblioteca Escolar, Literacias e Currículo”, recebem formação do professor responsável pelo software da biblioteca.A equipa da BE e os professores colaboradores apoiam os alunos em actividades de pesquisa, consulta de sites, utilização adequada da Internet e realização de trabalhos.Os alunos trabalham na BE individualmente e/ou em grupo e realizam tarefas diferenciadas.Os alunos cumprem as normas de actuação, de convivência e de trabalho, inerentes à organização e funcionamento da BERegistou-se um aumento significativo de utilização dos recursos da BE.A verba destinada anualmente à BE não permite a aquisição de software do interesse dos utentes.A BE ainda não procede, em ligação com as estruturas de coordenação educativa e de supervisão pedagógica, ao levantamento nos currículos das competências de informação inerentes a cada departamento curricular com vista à definição de um currículo de competências transversais adequado a cada ano/ciclo de escolaridade. Os materiais informativos e de apoio, com vista à adequada utilização da Internet, são ainda insuficientes. B - Leitura e literaciaA BE disponibiliza uma colecção variada e adequada aos gostos, interesses e necessidades dos utilizadores.A BE apoia os alunos nas suas escolhas e conhece as novidades literárias e de divulgação que melhor se adequam aos seus gostos.A leitura e a literacia constam como meta no projecto educativo e curricular, em articulação com a BE.A BE identifica novos públicos e adequa a colecção e as práticas às necessidades desses públicos, por exemplo os alunos dos CEF e dos Cursos Profissionais.A BE promove acções formativas que ajudam a desenvolver as competências na área da leitura, como por exemplo, sessões de leitura em voz alta; a realização concursos literários; a comemoração do dia da poesia, do dia do nascimento de Fernando Pessoa e divulga alguns textos que, fotocopiados, são colados nas mesas da BE. Realização Feira do Livro, em três datas diferentes, nos três períodos. Realização de “Encontros com Escritores”, actividade esporádica.A BE incentiva o empréstimo domiciliário.A BE favorece a existência de ambientes de leitura ricos e diversificados, fornecendo livros e outros recursos às salas de aula ou outros espaços de lazer ou de trabalho / aprendizagem.A BE é considerada pelos alunos como importante para o desenvolvimento de melhores competências na pesquisa.A BE incentiva a leitura em ambientes digitais, por exemplo, blogs, slideshare, youtube. A leitura e a literacia constam como meta no projecto educativo e curricular, em articulação com a BE.Os alunos usam o livro e a BE para ler de forma recreativa, para se informar e para realizar trabalhos escolares.A verba destinada anualmente à BE não permite a aquisição de um maior número de obras do interesse dos utentes.A maioria dos alunos raramente requisita livros.O envolvimento dos alunos na participação de projectos realizados pela BE de leitura com os docentes e a turma ainda é frágil.Ainda não se manifestam progressos evidentes nas competências de leitura dos alunos.Não se observa ainda a participação activa dos alunos em actividades de promoção da leitura.A requisição domiciliária ainda não é muito significativa. Foram requisitados 1475 livros, ao longo do ano lectivo anteriorA BE está agora a organizar uma variedade de guiões de leitura, bibliografias e outros materiais relacionados com matérias de interesse curricular ou formativo.A BE ainda não colabora activamente com os outros docentes na construção de estratégias e actividades que melhorem as competências dos alunos ao nível da leitura e da literacia.A BE não sabe como incentivar a criação de redes de trabalho a nível externo, com outras instituições, através de projectos no domínio da Leitura e Literacia..C - Apoio a actividades livres, extra-curriculares e de enriquecimento curricular.A BE apresenta um horário de funcionamento contínuo, garantindo a abertura aos intervalos e acompanhando a permanência dos alunos na escola até às 23 horas, abrangendo o curso nocturno.A BE apoia as actividades livres de leitura, pesquisa, estudo e realização de trabalhos escolares, realizadas pelos alunos fora do horário lectivo e dos contextos formais de aprendizagem.O GOTL, (Grupo de Ocupação de Tempos Livres) funciona em plena colaboração da BE.Na BE, os alunos desenvolvem hábitos de trabalho e aprendem a organizar a sua própria aprendizagem, revelando progressos na execução das tarefas.A equipa da BE desenvolveu práticas de orientação dos alunos na utilização dos vários suportes de pesquisa, orientando-os para práticas mais autónomas da utilização da BE.Os alunos utilizam a BE num clima de liberdade, respeito e descontracção.A BE colaborou com os Directores de Turma, no início do ano lectivo, numa visita guiada para os alunos do 10ºano de escolaridade, para conhecimento do espaço, dos seus recursos e actividades.Embora a BE tenha um espaço insuficiente para a comunidade escolar, tenta responder às solicitações, oferecendo espaços para trabalhos em grupo, esporadicamente para trabalhos de aulas, garantindo também um pequeno espaço para trabalhos individuais ou de leitura em silêncio.A equipa da BE apoia, ao longo do ano lectivo, os alunos na sua ocupação dos tempos livres. A BE organiza periodicamente Feiras do LivroAs actividades culturais, para os alunos, promovidas pela BE ainda se realizam de forma pontual.Na BE ainda não existem projectos e actividades propostos pelos alunos.A BE, este ano lectivo, ainda não dispõe, à semelhança de outros anos anteriores, os chamados “Amigos da Biblioteca” um grupo de alunos colaboradores. C - Projectos e pareceriasA BE promoveu, organizou e participou em projectos a nível da escola. Desenvolveu práticas de parceria constante com o Departamento das Línguas e também com outros Departamentos Curriculares.A BE colabora em diversas actividades com a Biblioteca Municipal, Fernando Piteira Santos.A Coordenadora da BE participou em todas as reuniões de trabalho agendadas pela coordenação local RBE e pela Biblioteca Municipal da Amadora.A BE partilha experiências e recursos com algumas das Bibliotecas escolares do Concelho da AmadoraA BE não está implicada em projectos de âmbito regional, nacional ou internacional.A BE não disponibiliza a outras escolas infra-estruturas, apoio técnico e serviços em rede.A BE tem carência de recursos humanos.A BE ainda não realiza um trabalho de proximidade com os pais, embora esteja previsto para este ano lectivo a vinda dos pais à BE para falarem da sua experiência pessoal e profissional.D - Articulação da biblioteca com a escola. Acesso e serviços prestados pela bibliotecaA BE insere-se, plenamente, na missão princípios e objectivos estratégicos e operacionais da escola.O regulamento interno da BE insere-se no Regulamento Interno da escola.O PAA da BE está plenamente inserido no PAA da escola.O PAA da BE apresentou objectivos gerais que responderam aos objectivos do PE da escola.No âmbito da autoavaliação da BE, a PB apresentou, numa sessão, o Modelo de Auto-Avaliação da BE proposto pela RBE e definiu-se o domínio a testar.A equipa da BE realizou duas sessões para operacionalizar o Modelo de Auto-Avaliação da BE na escola.O plano de desenvolvimento da BE insere-se e acompanha o PE da escola.A BE apresenta um espaço físico diminuto para o número de utilizadores embora esteja organizado em zonas funcionais que permitem o trabalho individual e em grupo.A BE funciona em Rede (Internet e Intranet) e a equipa articulou a manutenção e uso das TIC com o coordenador PTE e um Técnico, rentabilizando os equipamentos.A BE apresenta um sistema de classificação normalizado, usando a Classificação Decimal Universal e um sistema de gestão bibliográfico.A BE ainda não articula os seus objectivos, recursos e actividades aos projectos curriculares das turmas.A articulação entre a BE e as estruturas de coordenação educativa e de supervisão pedagógica ainda é débil.A comunidade educativa ainda não encara a BE como um recurso fulcral no desenvolvimento do gosto pela leitura, na aquisição das literacias fundamentais, na progressão nas aprendizagens e no sucesso escolar. A BE planifica com uma percentagem reduzida de docentes.D - Condições humanas e materiais para a prestação dos serviçosA professora bibliotecária promove uma boa gestão dos recursos humanos, criando boas relações interpessoais com a equipa da BEA PB promove uma gestão integrada no sentido de rentabilizar os recursos e possibilidades de trabalho na escola.A PB, a equipa e os professores colaboradores têm uma atitude proactiva.A BE reflecte e integra os normativos definidos pelo ME/RBE.A BE participou na elaboração do novo Regulamento Interno da escola e no PAA, fazendo parte de reuniões e encontros de trabalho para a concretização destes documentos.A PB participou em reuniões/encontros de trabalho de articulação de trabalho da BE com os professores das diferentes áreas curriculares, disciplinares e não disciplinares.A PB promoveu três sessões de formação, para os elementos da equipa, sobre: tratamento documental – CDU e classificação do fundo documental; apoio ao currículo e práticas de literacia da informação; promoção da leitura.A PB e a sua equipa reuniram-se três vezes com os professores colaboradores, no sentido de acertarem práticas e desenvolverem um trabalho profícuo.A PB promoveu práticas de aprofundamento de relações interpessoais nas três sessões entre os elementos da equipa e os professores colaboradores, procurando um ambiente de verdadeira colaboração e entendimento que foi sendo aprofundado ao longo do ano lectivo. A PB produziu um número significativo de lembretes/normativos para a Equipa e professores colaboradores sobre as actividades e práticas de organização da BE.A PB e a equipa da BE promoveram sessões de formação de utilizadores para professores e alunos; Só uma minoria de professores aderiu e participou em actividades de formação de utilizadores para o uso da BE.A BE elaborou documentos de apoio à formação de utilizadores, no âmbito das literacias da informação.A PB e a equipa da BE realizaram duas reuniões para definir estratégias de concretização do plano anual de actividades e uma reunião, em cada período escolar, para verificar a concretização das actividades calendarizadas.No âmbito da Auto avaliação da BE, a PB apresentou ao Conselho Pedagógico, o MAABE proposto pela RBE e definiu-se o domínio a testar.A PB e a equipa da BE divulgaram a Biblioteca Escolar utilizando vários meios e recursos, como cartazes, folhetos e outros.A PB apresentou um nível de formação adequado, tendo realizado formação especializada.A Equipa da BE é composta pela professora bibliotecária e três professores. A Equipa integra um Auxiliar de Acção Educativa, com formação contínua na área das TIC.A BE apresenta um espaço físico diminuto para o número de utilizadores, no entanto, está organizado em zonas funcionais que permitem o trabalho individual e em grupo. A BE apresenta mobiliário adequado e em quantidade, permitindo o acesso livre dos utilizadores à documentação e os equipamentos adaptam-se às possibilidades do espaço físico.A BE funciona em Rede (Intranet e Internet) e a equipa articulou a manutenção e uso das TIC com o coordenador TIC, rentabilizando equipamentos e possibilidades de trabalho.A PB ainda não publica, de forma regular e assídua, as informações na página da escola.O espaço físico da BE é reduzido para responder às solicitações da comunidade escolar e a uma utilização diversificada.A organização do espaço e dos recursos tem algumas limitações devido ao espaço físico ser reduzido.Os equipamentos, principalmente os computadores, ainda não são em número suficiente para as necessidades.A BE ainda não domina a prática de recurso às ferramentas da WEB 2.0.D - Gestão da colecção/ da informaçãoA BE tem um Manual de Procedimentos que ainda não foi apresentado ao Conselho Pedagógico, porque está a sofrer adaptações. Existe uma Política de Desenvolvimento da Colecção, que define normas para a selecção, desbaste, aquisição, organização e circulação dos recursos de informação. Estão implementadas práticas de avaliação, de desbaste e de selecção e aquisição de documentos.Anualmente tem sido distribuída verba para actualização da documentação, mas não existe uma afectação definida, dependendo de muitos aspectos.A Colecção responde bem às necessidades de informação da escola e é equilibrada no que se refere aos suportes e às diferentes áreas.A BE tem procurado responder positivamente às necessidades dos currículos, através da realização de contactos formais e informais com os Coordenadores dos Departamentos, fazendo também um levantamento de documentos que os Departamentos consideram relevantes para os alunos.A BE realiza, com regularidade, no início e no final do ano lectivo, auscultações aos alunos sobre os recursos que a BE deveria ter.A BE ainda não possui um número adequado de recursos online acessíveis aos alunos e professores, mas possibilita a utilização de alguns guiões, normativos, materiais de apoio para a realização de trabalhos e autonomia na utilização dos serviços da BE.A BE e a sua equipa incentivam a requisição domiciliária, visando o desenvolvimento de trabalhos curriculares em casa e a promoção da leitura recreativa. A BE apresenta um sistema de classificação normalizado, usando a Classificação Decimal Universal e um sistema de gestão bibliográfico automatizado.Ainda são poucos os docentes que recorrem à documentação para a sua actividade lectiva e incentivam a sua utilização, apresentando propostas de trabalho conducentes ao seu uso.A PB ainda não publica, de forma regular e assídua, as informações na página da escola.A BE ainda não produz instrumentos de apoio ao uso da colecção.A BE ainda não criou um catálogo online.<br />Tabela – Parte 2IndicadoresAcções de comunicação e de trabalho com a escola que contribuam para uma melhorar apropriação da BE e reconhecimento do seu valor. A - Articulação curricular da biblioteca escolar com as estruturas de coordenação e supervisão pedagógica e com os docentes.Levantamento dos currículos e apresentação aos docentes sugestões de trabalho conjunto em torno do tratamento de diferentes unidades de ensino ou temas.Melhorar a comunicação entre a BE e os docentes no sentido de facilitar a actualização dos recursos às suas necessidades.Produzir e partilhar materiais utilizados em outras escolas e na BE.Promover a integração dos novos docentes no trabalho da BE.Planificar projectos de parceria com alguns Departamentos Curriculares.Planificar projectos ou actividades que valorizem o papel da BE e a integrem nas suas práticas de ensino/aprendizagem.A - Promoção das literacias da informação, tecnológica e digitalReforçar a articulação entre a BE e o trabalho de sala de aula.Produzir guiões e outros materiais de apoio à pesquisa e utilização da informação pelos alunos.Incentivar a formação dos docentes e da equipa da BE na área das TIC e da literacia da informação.Reforçar a articulação da BE com a Área de Projecto e outras áreas de carácter transversal que fomentem a utilização contextualizada das TIC.B - Leitura e literaciaUtilizar a WEB e outras fontes de informação na pesquisa e identificação de livros/autores e de materiais do interesse dos alunos.Promover a leitura e a escrita através de actividades diversas (feira do livro, concursos de leitura e de escrita, sessões de leitura).Promover o diálogo informal com os alunos que frequentam a BE, incentivando-os à leitura.Desenvolver uma acção sistemática na promoção de obras literárias ou de divulgação, na realização de exposições, de debates e na criação de grupos de leitura.Reforçar a programação regular de visitas de elementos da BE à B.M. e a livrarias para conhecimento de novidades editoriais.Realizar avaliações periódicas, abertas à comunidade, da colecção, no sentido de identificar eventuais limitações.Reforçar parcerias com a Biblioteca Municipal ou outras instituições.Sensibilizar, usando várias estratégias, a escola para a importância da leitura como suporte e progressão das aprendizagens.Melhorar a oferta de actividades de promoção da leitura e de apoio ao desenvolvimento de competências no âmbito da leitura, da escrita e das literacias.Encorajar a participação dos alunos em actividades livres no âmbito da leitura: clubes de leitura, fóruns de discussão, jornais, blogs e outros.Convidar especialistas; organizar colóquios/seminários sobre a leitura, a literacia e o papel da BE.Implementar o PNL, envolvendo prioritariamente o Grupo de Recrutamento de Línguas.Envolver os pais na melhoria dos hábitos de leitura dos seus educandos, através da sua participação nas actividades da BE.A planificação estratégica e operacional relacionada com os resultados da avaliação, com os objectivos prioritários e o planeamento da escola.A operacionalização estratégica das actividades e projectos da BE, de programas de formação para as literacias e actividades culturais que contribuam para as aprendizagens dos alunos e para o sucesso escolar.Promover o trabalho articulado com os departamentos.Definir um plano integrado de actividades que melhorem os índices de leitura, apresentando sugestões que envolvam a colaboração dos docentes.Produzir instrumentos de apoio para docentes e alunos.Delinear um projecto de trabalho e parceria entre a BE e os docentes que identifique prioridades e estabeleça objectivos e metas a atingir.Promover o trabalho articulado e uma colaboração activa com os departamentos e os docentes através da concepção/participação em programas/projectos relacionados com a leitura. Apoiar o desenvolvimento do PNL e a sua divulgação em toda a escola.Reforçar e incentivar o trabalho colaborativo com os professores de Língua Portuguesa.Elaborar guiões com o objectivo de desenvolver boas práticas de literacia.Criar grupos ou comunidades de leitores para partilhar gostos e leituras. Promover mais sessões de leitura voz alta, leitura partilhada ou animações que cativem os jovens.Direccionar projectos e actividades a novos públicos que emergem da reestruturação curricular ou de mudanças no sistema educativo (EFA e outros)Melhorar a oferta de actividades de promoção da leitura e de apoio ao desenvolvimento de competências no âmbito da leitura, da escrita e das literacias.Promover o diálogo com os docentes no sentido de garantir um esforço conjunto para que o desenvolvimento de competências de leitura, estudo e investigação seja adequadamente inserido nos diferentes currículos e actividades.Dialogar com os alunos com vista à identificação de interesses e necessidades no campo da leitura e da literacia.C - Apoio a actividades livres, extra-curriculares e de enriquecimento curricular.Melhorar o apoio e acompanhamento dos alunos no desenvolvimento de metodologias de pesquisa e de trabalho autónomo.Aumentar a participação da BE na dinamização de actividades culturais.C - Projectos e pareceriasMelhorar os mecanismos de promoção e marketing da BE, valorizando e divulgando junto da comunidade educativa o seu programa de animação cultural.Reforçar o trabalho colaborativo com os docentes visando projectos e parcerias.Reforçar a planificação de actividades com a Biblioteca Municipal da Amadora.Reforçar dinâmicas de trabalho colaborativo com outras instituições culturais.D - Articulação da biblioteca com a escola. Acesso e serviços prestados pela bibliotecaIntegrar a BE nos documentos orientadores e reguladores da vida na escola e nos projectos e planos operacionais do seu funcionamento.Reforçar a articulação de objectivos e de trabalho com os departamentos e docentes.Construção do Blog da BE.D - Condições humanas e materiais para a prestação dos serviçosIdentificar e partilhar sucessos e insuficiências e problemáticas, partilhando-as com o órgão de gestão e a escola.Realizar reuniões com os Departamentos, com o objectivo de definir a missão, os objectivos e a acção da BE.Utilizar e divulgar, junto dos órgãos de administração e gestão, os resultados da auto-avaliação como registos significativos do investimento na melhoria das condições da BE.Reforçar a acção da BE no apoio ao funcionamento da escola e às actividades de ensino/aprendizagemD - Gestão da colecção/ da informaçãoElaborar o documento que oriente a Política de desenvolvimento da Colecção.Enriquecer o fundo documental impresso e não impresso de acordo com as necessidades dos alunos, privilegiando cada vez mais os suportes digitais.Fazer consultas aos departamentos acerca dos fundos documentais a adquirir, para desenvolvimento de um trabalho colaborativo mais relacionado com as necessidades dos currículos.Formação sobre Porbase para outros professores ligados à BE.Dar continuidade à manutenção do catálogo.Explorar e difundir o uso de recursos online e incentivar o recurso de dispositivos da WEB para produzir e difundir informação.<br />Perante a análise da situação, qual dos domínios lhe parece dever ser já objecto de avaliação? Indique, se necessário outros factores que foram considerados.Penso ser o domínio “Articulação curricular da biblioteca escolar com as estruturas de coordenação e supervisão pedagógica e com os docentes”, primeiramente porque constitui um desafio para mim, para a equipa e também para os professores colaboradores a preocupação de fomentar o ensino das competências de informação e promover o uso das TIC e da Internet como ferramentas de acesso, produção e comunicação da informação e como recurso de aprendizagem. Além disso, porque todos os professores têm de ser sensibilizados para planificar projectos ou actividades que valorizem o papel da BE e a integrem nas suas práticas de ensino/aprendizagem, para reforçar a articulação entre a BE e o trabalho de sala de aula, para que esta ajude a melhorar o apoio e acompanhamento dos alunos no desenvolvimento de metodologias de pesquisa e de trabalho autónomo. Finalmente, penso que a minha tarefa principal vai ser sensibilizar a escola, usando várias estratégias, para a importância da leitura como suporte e progressão das aprendizagens e incentivar a formação dos docentes na área das TIC e da literacia da informação.<br />

×