• Share
  • Email
  • Embed
  • Like
  • Save
  • Private Content
Geografia - Fluxos migratórios
 

Geografia - Fluxos migratórios

on

  • 28,855 views

Aula de geografia feita por canalestudodebosta

Aula de geografia feita por canalestudodebosta

Statistics

Views

Total Views
28,855
Views on SlideShare
28,732
Embed Views
123

Actions

Likes
1
Downloads
218
Comments
2

8 Embeds 123

http://minhamonitoriaonline.blogspot.ru 36
http://canalestudodebosta.blogspot.ru 29
http://canalestudodebosta.blogspot.com.br 27
http://www.minhamonitoriaonline.blogspot.com.br 12
http://www.canalestudodebosta.blogspot.com.br 9
http://www.minhamonitoriaonline.blogspot.ru 5
http://minhamonitoriaonline.blogspot.com 3
http://www.minhamonitoriaonline.blogspot.com 2
More...

Accessibility

Categories

Upload Details

Uploaded via as Microsoft PowerPoint

Usage Rights

© All Rights Reserved

Report content

Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel

12 of 2 previous next

  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Processing…
Post Comment
Edit your comment

    Geografia - Fluxos migratórios Geografia - Fluxos migratórios Presentation Transcript

    • Fluxos Migratórios Efeitos na produção e natransformação das culturas.
    • Para início de conversa• A migração é um fenômeno que existe desde os primórdios da humanidade. Nas últimas décadas, os movimentos migratórios entre países e continentes se intensificam, principalmente devido ao desenvolvimento desigual das regiões do mundo e da multiplicação de conflitos.
    • • Os fluxos migratórios fazem parte do processo de globalização. Emigração x imigraçãoDesde os tempos mais remotos, as populações deslocam-se de uma área para outra, à procura de locais em que possam encontrar melhores condições de vida.
    • • De acordo com a ONU, estima-se que cerca de 180 milhões de pessoas residam fora dos países que nasceram. No final dos anos 90, assistíamos ao maior fluxo migratório de todos os tempos: 3% da população mundial, tanto de imigrantes altamente qualificados quanto de ilegais.
    • • A definição de imigrante, em muitos países, é artificial. Na Alemanha, por exemplo, não é considerado estrangeiro um descendente de Alemão.
    • Imigração 
    • Segundo o historiador e cientista político Demetrius Papademetriou, o fluxo migratório diminuiu na primeira década do século XXI. Segundo ele a crise econômica iniciada em 2008 está sufocando o apogeu histório de mobilidade populacional.
    • Alguns tipos de migração• Definitiva: quando o migrante não retorna mais a sua região, cidade, país de origem, como ocorreu com os imigrantes que vieram para o Brasil no século XX ou no período colonial.
    • • Temporária: quando o migrante fica na região para onde migrou por um tempo determinado, como ocorre com estudantes que vão fazer intercâmbio no exterior, por exemplo.
    • • Espontânea: quando ocorre por livre vontade do migrante.• Forçada: quando o migrante é forçado a sair de seu país, como ocorre nas ditaduras em que os opositores do governo são expulsos.
    • • Planejada: quando é realizada a fim de cumprir um objetivo, como no caso da construção de hidrelétricas que inundam cidades.• Êxodo rural: saída de grandes levas de migrantes das área rurais em direção as cidades.
    • • Migração sazonal (transumância): quando é temporária, o imigrante sai de um determinado local em um determinado período do ano, retornando em outro período do ano. Como acontece com o Nordeste do Brasil.
    • • Nomadismo: migração característica de determinados povos que não tem habitação fixa e migram permanentemente, como ocorre com os ciganos e com grupos populacionais que vivem no deserto do Saara e na Ásia Centro-Ocidental.
    • • Deslocamentos pendulares ou diários: migração própria das grandes cidades, nas quais milhões de trabalhadores saem todas as manhãs de suas casas localizadas em bairros distantes, em direção ao trabalho e voltam no fim do dia.
    • Tráfico de trabalhadores• O tráfico de trabalhadores dos países mais pobres para os mais desenvolvidos, por meio de agenciadores, cresce a cada ano. O rígido controle da imigração dos países ricos, com estabelecimento de barreiras e uma intensa vigilância, não consegue impedir essa atividade clandestina.
    • Efeitos sociais e culturais• Nenhum tipo de migração é imune a efeitos culturais, seja para os que chegam ou para aqueles que recebem os migrantes. Quem chega traz valores (línguas, comidas, costumes). Essas características acabarão po exercer influências umas sobre as outras.
    • Efeitos políticos• A grande novidade da situação é que os imigrantes não mais aceitam passivamente seu destino como criaturas inferiores. Em vários países europeus a rede de proteção social é aplicada igualmente para a população local e para os imigrantes.
    • Tabela de migração japonesa• Issei – Japonês que imigra para as Américas• Nissei – Filho de imigrantes japoneses nascido nas Américas (não é considerado japonês)• Sansei – Neto de imigrantes japoneses nascido nas Américas• Yonsei – Bisneto de imigrantes japoneses nascido nas Américas.
    • A imigração e a xenofobia•A emigração de brasileiros serestringia a uma mão de obra muitoqualificada, denominada migração decérebros.•Os emigrantes brasileiros estãovoltando da Europa pois a expectativade vida está baixa Xenofobia: desconfiança, temor por pessoas estranhas
    • • Ir para os Estados Unidos da América para trabalhar é bom, mas é preciso não gastar com nada pois tudo lá é muito caro.• Exemplo de xenofobia na Espanha: Ao chegar na Espanha já precisa ter um hotel, um numero de dinheiro “x” na carteira, se não você é mandando de volta para o Brasil. O Brasil já adotou estes novos métodos.
    • E agora a pergunta fatal: você sabe a diferença entre imigrantes eemigrantes? Não? Então leia o próximo slide!!!
    • Ainda está curioso? Então aqui está a resposta!
    • Criado por: Canal Estudo de Bosta 