O contexto histórico de surgimento da
Sociologia enquanto disciplina
científica e a contribuição das
teorias clássicas par...
Apresentação
Trajetória, experiências e objetivos
ANTECEDENTES
HISTÓRICOS E INTELECTUAIS
• Renascimento (XIV, XV e XVI)
• Reforma Protestante (XVI)
• Iluminismo (XVIII)
• R...
ANTROPOCENTRISMO
“A Liberdade Guiando o Povo”
Eugène Delacroix (1830)
O Mundo moderno
A vida social urbana
Capitalismo
“Trabalhadores, uni-vos.”
Il Quarto Stato de G. Pelliza da Volpeddo (1901)
A classe ociosa
“Dissolvem-se todas as relações sociais
antigas e cristalizadas, com seu cortejo de
concepções e de ideias secularmente
ve...
A SOCIOLOGIA NO QUADRO
DAS CIÊNCIAS HUMANAS
• O aspecto diferenciador;
• Estudo do indivíduo “social”;
• Constituição do o...
PRINCIPAIS
CORRENTES TEÓRICAS
Sociologia Compreensiva
Teoria Crítica
Positivismo/funcionalismo
Émile Durkheim (1858-1917)
 Objeto: fato social
 Propriedades de um fato social: coercitividade,
exterioridade, generali...
Max Weber (1864-1920)
 Objeto: Ação social;
 Compreender os múltiplos sentidos;
 Relação indivíduo/sociedade: o indivíd...
Karl Marx (1818-1883)
 Objeto: Classes sociais;
 Materialismo histórico-dialético;
 Relação indivíduo/sociedade: o indi...
Quadro síntese dos clássicos
Durkheim Marx Weber
História Evolucionista Movida pela
dinâmica entre as
relações de produção...
Dicas Sociológicas
Dicas Sociológicas
Dicas Sociológicas
Dicas Sociológicas
Assimilação do conteúdo
Qual a contribuição do
pensamento sociológico clássico
para pensar a relação entre
indivíduo e soc...
Orientações
1) Leia o fragmento de texto a seguir
2) Assista aos vídeos
3) Responda o que se pede utilizando o
instrumenta...
A sociedade faz o indivíduo ou o
indivíduo faz a sociedade?
“Em um de seus sambas, Paulinho da Viola narra a trajetória de...
Perguntas vídeo 1
1) Qual o autor mais apropriado para entendermos
a situação exibida no vídeo?
2) Que tipo de explicação ...
Perguntas vídeo 2
1) Qual o autor clássico mais apropriado para
entendermos a situação exibida?
2) Que tipo de explicação ...
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×

A sociologia como ciência

11,867

Published on

0 Comments
3 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

No Downloads
Views
Total Views
11,867
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
3
Actions
Shares
0
Downloads
167
Comments
0
Likes
3
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

A sociologia como ciência

  1. 1. O contexto histórico de surgimento da Sociologia enquanto disciplina científica e a contribuição das teorias clássicas para a compreensão da sociedade contemporânea   Prof. Roberto Mosca Junior
  2. 2. Apresentação Trajetória, experiências e objetivos
  3. 3. ANTECEDENTES HISTÓRICOS E INTELECTUAIS • Renascimento (XIV, XV e XVI) • Reforma Protestante (XVI) • Iluminismo (XVIII) • Revoluções Francesa e Industrial (XVIII); • Legados à formação da Sociologia:  Montesquieu (1689-1755)  Jean-Jacques Rousseau (1712-1778)  Saint-Simon (1760-1825)  Auguste Comte (1798-1857)
  4. 4. ANTROPOCENTRISMO
  5. 5. “A Liberdade Guiando o Povo” Eugène Delacroix (1830)
  6. 6. O Mundo moderno
  7. 7. A vida social urbana
  8. 8. Capitalismo
  9. 9. “Trabalhadores, uni-vos.” Il Quarto Stato de G. Pelliza da Volpeddo (1901)
  10. 10. A classe ociosa
  11. 11. “Dissolvem-se todas as relações sociais antigas e cristalizadas, com seu cortejo de concepções e de ideias secularmente veneradas, as relações que as substituem tornam-se antiquadas antes mesmo de ossificar-se. Tudo que era sólido e estável se esfuma, tudo o que era sagrado é profanado e os homens são obrigados finalmente a encarar com serenidade suas condições de existência e suas relações recíprocas.” (Marx e Engels, 1848)
  12. 12. A SOCIOLOGIA NO QUADRO DAS CIÊNCIAS HUMANAS • O aspecto diferenciador; • Estudo do indivíduo “social”; • Constituição do objeto sociológico; • Instituições como produto da atividade humana; • Uma ciência da sociedade;
  13. 13. PRINCIPAIS CORRENTES TEÓRICAS Sociologia Compreensiva Teoria Crítica Positivismo/funcionalismo
  14. 14. Émile Durkheim (1858-1917)  Objeto: fato social  Propriedades de um fato social: coercitividade, exterioridade, generalidade  Relação indivíduo/sociedade: instituições sociais moldam o indivíduo
  15. 15. Max Weber (1864-1920)  Objeto: Ação social;  Compreender os múltiplos sentidos;  Relação indivíduo/sociedade: o indivíduo em interação interfere na vida social
  16. 16. Karl Marx (1818-1883)  Objeto: Classes sociais;  Materialismo histórico-dialético;  Relação indivíduo/sociedade: o indivíduo se define pela posição que ocupa nas relações sociais de produção
  17. 17. Quadro síntese dos clássicos Durkheim Marx Weber História Evolucionista Movida pela dinâmica entre as relações de produção e forças produtivas Multilinear, várias possibilidades de trajetórias Indivíduo Condicionado pela consciência coletiva Condicionado pelo pertencimento a uma dada classe social As ações sociais dos indivíduos interagindo dão a dinâmica da vida social Sociedade Moderna Passagem da solidariedade mecânica para solidariedade orgânica Crítica e superação do modo de produção capitalista Avanço do processo de racionalização por todos os campos da vida social Objeto de estudo Os fatos Sociais Os modos de produção e suas relações sociais Estudar o sentido das ações sociais. Objetividade nas Ciências Sociais O mesmo modelo das ciências naturais Condicionada pela inserção de classe e seu papel histórico Sempre parcial, embora a objetividade deva ser perseguida (método compreensivo)
  18. 18. Dicas Sociológicas
  19. 19. Dicas Sociológicas
  20. 20. Dicas Sociológicas
  21. 21. Dicas Sociológicas
  22. 22. Assimilação do conteúdo Qual a contribuição do pensamento sociológico clássico para pensar a relação entre indivíduo e sociedade na contemporaneidade?
  23. 23. Orientações 1) Leia o fragmento de texto a seguir 2) Assista aos vídeos 3) Responda o que se pede utilizando o instrumental teórico dos autores clássicos da Sociologia
  24. 24. A sociedade faz o indivíduo ou o indivíduo faz a sociedade? “Em um de seus sambas, Paulinho da Viola narra a trajetória de Chico Brito. Na canção, ele é malandro do morro, vive do crime e é preso a toda hora. Paulinho da Viola, porém, não atribuiu sua condição a uma falha de caráter. Chico era, em princípio, tão bom quanto qualquer outra pessoa, mas ‘o sistema’ não lhe deixara outra oportunidade de sobrevivência que não a marginalidade. O último verso diz tudo: ‘a culpa é da sociedade que o transformou’. Já em outra canção, bem mais conhecida, Geraldo Vandré dá um recado com sentido oposto: ‘quem sabe faz a hora, não espera acontecer.’” (RODRIGUES, Alberto Tosi. Sociologia da educação. Rio de Janeiro: DPA, 2004. P.19) Afinal, somos nós que fazemos a hora ou ela já vem marcada, pela sociedade em que vivemos? O que o “sistema” nos obriga a fazer em nossa vida e qual o tamanho da nossa liberdade?
  25. 25. Perguntas vídeo 1 1) Qual o autor mais apropriado para entendermos a situação exibida no vídeo? 2) Que tipo de explicação sociológica prevalece em relação à dicotomia indivíduo e sociedade?
  26. 26. Perguntas vídeo 2 1) Qual o autor clássico mais apropriado para entendermos a situação exibida? 2) Que tipo de explicação seria dada por esse autor para entendermos a situação exibida?
  1. A particular slide catching your eye?

    Clipping is a handy way to collect important slides you want to go back to later.

×