Your SlideShare is downloading. ×
Amanda Bueno I therapy   III Jornada de Neurociência CENEP
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×

Thanks for flagging this SlideShare!

Oops! An error has occurred.

×

Introducing the official SlideShare app

Stunning, full-screen experience for iPhone and Android

Text the download link to your phone

Standard text messaging rates apply

Amanda Bueno I therapy III Jornada de Neurociência CENEP

1,552
views

Published on

Amanda Bueno dos Santos. …

Amanda Bueno dos Santos.
Psicóloga e Consultora em Desenvolvimento Infantil. Pós-graduanda em Psicopedagogia. Pesquisadora voluntária no CENEP. Psicóloga no ambulatório de Transtornos do Espectro do Autismo do CENEP HC. Criadora do Blog Caminhos do Autismo, premiado no ano de 2010 como um dos 30 melhores blogs do país. Criadora do Projeto Caminhos do Autismo para treinamento de professores visando diagnóstico precoce e inclusão de crianças do espectro.

Published in: Health & Medicine

0 Comments
0 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

No Downloads
Views
Total Views
1,552
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
6
Actions
Shares
0
Downloads
0
Comments
0
Likes
0
Embeds 0
No embeds

Report content
Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
No notes for slide

Transcript

  • 1. Amanda Bueno dos Santos
  • 2. Dispositivo pessoal em formato deprancheta que pode ser usado para acesso àInternet, organização pessoal, visualização defotos, vídeos, leitura de livros, jornais e revistase para entretenimento com jogos 3D. A ponta dos dedos ou uma caneta acionasuas funcionalidades. É um novo conceito: nãodeve ser igualado a um computador completoou um smartphone, embora possua diversasfuncionalidades dos dois.
  • 3.  A cada dois anos o renomado Massachusetts Institute of Technology (MIT) oferece uma disciplina chamada “Autism Theory and Technology”, cujo principal objetivo é justamente explorar as possibilidades do uso de tecnologia, especialmente programas de computador (software) e dispositivos (hardware) para melhorar a qualidade de vida dos autistas e nossa compreensão do autismo propriamente dito.
  • 4. No Brasil as iniciativas ainda são muito raras, edificilmente as soluções propostas pelo mundoacadêmico se transformam em produtosacessíveis ao usuário final.
  • 5. Em agosto de 2010 foi publicada no SanFrancisco Weekly uma reportagem de granderepercussão, que relatava alguns casos desucesso em que pais de crianças autistasutilizam programas específicos com resultadossurpreendentes.
  • 6. As melhoras obtidas são resultados não apenasdo aparelho em si, mas o conjunto do aparelhocom intereface revolucionária e os aplicativosescolhidos para a intervenção.A utilidade e adequação dos programastambém varia bastante. Alguns são usadoscomo auxiliares na comunicação baseada ouinspirada no PECS
  • 7. Outros são atividades pedagógicas visando oensino de cores e formas, letras e números, eformação de palavras.Aplicativos para trabalhar dificuldadesespecíficas, como reconhecer expressões faciaise sentimentos.
  • 8.  “Não estamos curando Autismo, e sim, oferecendo uma ferramenta que melhora o potencial de uma pessoa com com Autismo. Que oferece melhores oportunidades de se comunicar, de compreender melhor e aprender melhor. Com certeza os tablets são o próximo passo. A grande mudança” Howard Shane. PhD Director, Center for Comunnication Enhancement Childrens Hospital, Boston
  • 9.  Toda pessoa, qualquer que seja a extensão ou a severidade de suas deficiências, tem o direito de afetar, através da comunicação, as condições de sua própria existência.
  • 10.  Além deste direito básico, alguns direitos básicos específicos devem ser assegurados nas intervenções diárias: O direito de pedir objetos, ações, eventos e pessoas desejados, e expressar duas preferências ou sentimentos. O direito de que lhe sejam oferecidas alternativas.
  • 11.  O direito de rejeitar ou recusar objetos, eventos, ou ações indesejadas, inclusive o direito de rejeitar ou recusar todas as alternativas oferecidas. O direito de ter acesso a qualquer tempo a quaisquer dispositivos de comunicação e outros dispositivos de assistência que necessitem.
  • 12.  O direito a um ambiente de contexto, interações e oportunidades que encorajem pessoas com deficiência a participarem como parceiros na comunicação completa com outras pessoas. O direito de poderem se comunicar de maneiras significativas, compreensíveis e cultural e linguisticamente apropriadas.
  • 13. 1- Conversar com os profissionais quetrabalham com a criança para avaliar junto anecessidade da inserção do tablet na rotina dacriança.2- Indentificar as capacidades da criança: ◦ Quais habilidades ela possui? ◦ Como ela utiliza as mão? ◦ Ela fala? Quantas palavras? Visa comunicação?
  • 14.  3- Definir objetivos em comum ◦ Quero trabalhar comunicação? ◦ Quero melhora de habilidades acadêmicas? ◦ Quero trabalhar jogos interativos? 4- Pesquisar tablets disponíveis ◦ Valor ◦ Tamanho ◦ Resistência ◦ Sistema Operacional
  • 15.  5- Definir funções: ◦ Quem fica responsável por pesquisar aplicativos? ◦ Quem organiza os dados? ◦ Quem faz o registro das evoluções? ◦ De quanto em quanto tempo os objetivos serão revistos? ◦ Quais aplicativos são usados na terapia? ◦ Quais serão os de uso livre? ◦ Como, com que frequência e quantidade serão inseridos aplicativos?
  • 16.  6- Definir locais de uso: ◦ Irá para todos os lugares com a criança? ◦ Irá só para a escola? ◦ Irá só para a terapia? ◦ Será utilizado somente em casa? 7- Treinar todas as pessoas que convivem com a crianças para saberem utilizar da forma adequada a ferramenta.
  • 17.  8- Apresentar o tablet a criança. 9- Filmar a utilização o máximo possível. 10- Discussão dos vídeos e revisão dos 10 passos.
  • 18.  Proloquo2Go – aplicativo que fornece uma solução de comunicação full-featured aumentativa e alternativa para crianças autistas que têm dificuldade em falar.
  • 19.  Grace - Auxilia autistas e outras crianças com necessidades especiais a se comunicarem efetivamente através da construção de frases a partir de imagens relevantes para formar frases.
  • 20.  iCommunicate for iPad - Ele permite que você crie fotos, flashcards, storyboards, rotinas, programações visuais e de áudio personalizados gravar em qualquer idioma.
  • 21.  TapToTalk - Basta tocar a imagem e TapToTalk fala. Cada imagem pode levar a uma outra tela de imagens.
  • 22.  Della – 03 e 04 Chloe - 05
  • 23.  Potty
  • 24.  Faith Talking in Pictures 07 Auttum 08
  • 25.  FEED ME!
  • 26.  Baby Tap Egg
  • 27.  Tower Bloxx
  • 28.  Tozzle
  • 29.  Interação 09 Social Stories 10 Mouth Off 11
  • 30.  4 anos. Não verbal Motor global excelente Motricidade fina empobrecida Interesses restritos Cognitivo preservado Autismo moderado Pouco afetivo Problemas sensoriais Nunca havia utilizado PECS
  • 31.  5 anos Autismo leve Hipotonia Problemas sensoriais Atraso cognitivo Motricidade fina empobrecida Falava pouco Muito afetivo Nunca havia utilizado PECS
  • 32.  National Joint Committee for the Communicative Needs of People with Severe Disabilities (1992). http://www.gadgetsdna.com/10- revolutionary-ipad-apps-to-help-autistic- children/5522/ http://artoftheiphone.com/2010/08/23/the- 50-best-free-iphone-apps-for-kids/
  • 33.  mmz@mmztech.com amandabueno.autismo@gmail.com http://caminhosdoautismo.blogspot.com