Your SlideShare is downloading. ×
0
Exposicao   interpretacao dos sonhos
Exposicao   interpretacao dos sonhos
Exposicao   interpretacao dos sonhos
Exposicao   interpretacao dos sonhos
Exposicao   interpretacao dos sonhos
Exposicao   interpretacao dos sonhos
Exposicao   interpretacao dos sonhos
Exposicao   interpretacao dos sonhos
Exposicao   interpretacao dos sonhos
Exposicao   interpretacao dos sonhos
Exposicao   interpretacao dos sonhos
Exposicao   interpretacao dos sonhos
Exposicao   interpretacao dos sonhos
Exposicao   interpretacao dos sonhos
Exposicao   interpretacao dos sonhos
Exposicao   interpretacao dos sonhos
Exposicao   interpretacao dos sonhos
Exposicao   interpretacao dos sonhos
Exposicao   interpretacao dos sonhos
Exposicao   interpretacao dos sonhos
Exposicao   interpretacao dos sonhos
Exposicao   interpretacao dos sonhos
Exposicao   interpretacao dos sonhos
Exposicao   interpretacao dos sonhos
Exposicao   interpretacao dos sonhos
Exposicao   interpretacao dos sonhos
Exposicao   interpretacao dos sonhos
Exposicao   interpretacao dos sonhos
Exposicao   interpretacao dos sonhos
Exposicao   interpretacao dos sonhos
Exposicao   interpretacao dos sonhos
Exposicao   interpretacao dos sonhos
Exposicao   interpretacao dos sonhos
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×

Thanks for flagging this SlideShare!

Oops! An error has occurred.

×
Saving this for later? Get the SlideShare app to save on your phone or tablet. Read anywhere, anytime – even offline.
Text the download link to your phone
Standard text messaging rates apply

Exposicao interpretacao dos sonhos

2,853

Published on

Published in: Technology, Spiritual
0 Comments
4 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

No Downloads
Views
Total Views
2,853
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
0
Actions
Shares
0
Downloads
117
Comments
0
Likes
4
Embeds 0
No embeds

Report content
Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
No notes for slide

Transcript

  • 1. INTERPRETAÇÃO DOS SONHOS UMA VISÃO ESPÍRITA
  • 2. T emos de 6 a 8 horas de sono por dia (dormimos cerca de um terço de nossa vida). Uma pessoa que tem 30 anos passou 10 anos de sua vida dormindo. Precisamos usar este período de maneira útil a nós e ao nosso semelhante.
  • 3. Funções do sono
  • 4. Cap. XXVIII, item 38: O sono foi dado ao homem para reparação das forças orgânicas e também para a das forças morais. Enquanto o corpo recupera os elementos que perdeu por efeito da atividade da vigília, o Espírito vai retemperar-se entre os outros Espíritos. Haure, no que vê, no que ouve e nos conselhos que lhe dão, idéias que, ao despertar, lhe surgem em estado de intuição.
  • 5. Questão 401. Durante o sono, a alma repousa como o corpo? “ Não, o Espírito jamais está inativo. Durante o sono, afrouxam-se os laços que o prendem ao corpo e, não precisando este então da sua presença, ele se lança pelo espaço e entra em relação mais direta com os outros Espíritos.”
  • 6. Os Espíritos desencarnados dormem?
  • 7. Os Espíritos desencarnados recentemente e que não se apropriaram bem dessa sua condição permanecem com os condicionamentos decorrentes das necessidades fisiológicas. Sentem cansaço, necessidade do repouso e até de uma alimentação mais sólida. Com o passar do tempo, dependendo do seu nível espiritual, ele vai se descondicionando.
  • 8. Durante o sono o Espírito se acha por algum tempo no estado em que fica permanentemente depois que morre. A principal diferença entre o estado de sono e a morte é que no sono há um desprendimento parcial e na morte esses laços fluídicos se rompem completamente. O SONO E A MORTE
  • 9. O que são os sonhos?
  • 10. Item 101: Os sonhos normalmente retratam apenas alguns fragmentos das atividades do Espírito durante o sono.
  • 11. Questão 402. (...) O sonho é a lembrança do que vosso Espírito viu durante o sono. Notai porém que não sonhais sempre por que não recordais sempre do que vistes, ou de tudo o que vistes. Vossa alma não está em pleno desdobramento. Não é, muitas vezes, senão a lembrança da perturbação que acompanha vossa partida ou vossa volta, à qual se junta a do que fizestes ou do que vos preocupou no estádo de vigília. Sem isso, como explicaríeis esses sonhos absurdos que têm os Sábios, assim como os mais simples?
  • 12. Temos desejos que estão nas profundidades do nosso inconsciente (Id) que não temos condições de admití-los, pois nosso eu (ego) não está estruturado para considerá-los verossímeis. Freud diz também que temos uma estrutura de fiscalização (superego), que de alguma maneira nos protege pelos aspectos morais, educacionais estabelecidos pelo meio onde a pessoa vive. Para Freud, o sonho é um "escape" de algo do inconsciente que vem à tona como um "ato falho", ou seja, uma expressão do desejo que vem ao consciente.
  • 13. Sonhos são arquétipos arquivados no inconsciente profundo. Os eliminamos através dos sonhos. Fala Jung dos conflitos da sombra que aparecem nos sonhos , pois não estamos dando oportunidade destes conteúdos transformarem-se em luz. Pelos sonhos nós liberamos estes conteúdos e diminuímos nossos transtornos comportamentais. Os sonhos pertencem à esfera simbólica da alma, cuja ocorrência preenche uma compensasão necessária ao equilíbrio psíquico.
  • 14. A visão espírita a respeito dos sonhos não fere a psicologia. Pelo contrário, amplia as concepções acadêmicas e os estudos psicológicos existentes. O espiritismo insere o Espírito imortal com agente dos sonhos para uma melhor compreensão de determinados sonhos que escapa a qualquer simbologia peceptível. Novaes, Adenauer. As mensagens dos sonhos – Uma análise. Disponível em http://www.geb-portugal.org/Admin/Ficheiros/REVISTAV198.pdf. Acesso em 24 de julho de 2011.
  • 15. <ul><li>Item 101: </li></ul><ul><li>a) Lembranças do que efetivamente viu; </li></ul><ul><li>b) Frutos das nossas preocupações; </li></ul><ul><li>Visão retrospectiva; </li></ul><ul><li>d) Pressentimento do futuro; </li></ul><ul><li>e) Quadros alegóricos (simbolismo). </li></ul>Tipos de sonhos
  • 16. No Cap XVII ele descreve que há três tipos de sonhos: Sonhos comuns (fisiológicos e psicológicos): O Espírito, desligando-se parcialmente do corpo, vê-se envolvido e dominado pela onda de imagens e pensamentos seus e do mundo exterior. Sonhos reflexivos: A alma, abandonando o corpo físico, registra as impressões e imagens arquivadas no inconsciente e plasmadas na organização perispiritual. Sonhos espíritas (espirituais): A alma, desprendida do corpo, exerce atividade real e afetiva, facultando meios de nos encontrarmos com parentes, amigos, instrutores e, também, com nossos inimigos, desta e de outras vidas.
  • 17. Se todas as pessoas sonham, por que alguns não lembram?
  • 18. Após o contato com o mundo espiritual (que é determinado pelos seus desejos) o Espírito retorna ao corpo, cujos implementos orgânicos, cerebrais, não têm possibilidade de percepção total da experiência vivida no plano espiritual, talvez para não nos perturbarmos. Permanecem em nível consciente retalhos, fragmentos de lembranças daquela experiência. No entanto, a nível subliminar, inconsciente, a emoção da experiência permanece viva. Em determinadas situações os conteúdos vivenciados vem a tona. Também há outros fenômenos como transtornos psicológicos, conflitos, inquietações, medicamentos, temores que bloqueiam a lembrança dos sonhos.
  • 19. Interpretação dos sonhos
  • 20. Interpretar coisas materiais não é tão simples quanto parece. Muitas vezes vemos mas não entendemos. Imagine a interpretação dos sonhos. Ex: Doménikos Theotokópoulos (El Greco) – O Enterro do Conde de Orgaz
  • 21.  
  • 22. 404. Que se deve pensar das significações atribuídas aos sonhos? Os sonhos não são verdadeiros como o entendem os ledores de buena-dicha , pois fora absurdo crer-se que sonhar com tal coisa anuncia tal outra. São verdadeiros no sentido de que apresentam imagens que para o Espírito têm realidade, porém que, freqüentemente, nenhuma relação guardam com o que se passa na vida corporal. São também, como atrás dissemos, um pressentimento do futuro, permitido por Deus, ou a visão do que no momento ocorre em outro lugar a que a alma se transporta. O sonho tem significado para o sonhador!
  • 23. A tentativa que se queira fazer de interpretar de forma linear e pragmática os sonhos leva fatalmente a equívocos, pois cada sonho traz uma mensagem particular e própria, referente ao sonhador. A sua linguagem é simbólica e nem sempre encontra referências na cultura atual do sonhador. Os livros que trazem interpretações coletivas e simplistas dos sonhos são suspeitos e aproximam-se do charlatanismo. Novaes, Adenauer. As mensagens dos sonhos – Uma análise. Disponível em http://www.geb-portugal.org/Admin/Ficheiros/REVISTAV198.pdf. Acesso em 24 de julho de 2011.
  • 24. Pág. 130: Os sonhos não são apenas mensagens do inconsciente, pois ajudam a progredir na terapia. A arte da interpretação dos sonhos exige um trabalho de detetive. Pág.193: Quase toda manhã recebemos uma carta. A caligrafia é familiar e está num envelope bonito e espesso. As cartas são nossos sonhos, uma importante mensagem para nós mesmos.
  • 25. Pág. 196: O sonho não deve, pois, ser sistematicamente (e dogmaticamente) interpretado como um recado do inconsciente ou como satisfação de um desejo. Pode não ser nem uma nem outra coisa. É o caso, por exemplo, do sonho profético ... Muitas vezes vamos reconhecer na vigília locais visitados nesse estado de desdobramento ( déjà vu ).
  • 26. Pesadelos Quando acordarmos é interessante orarmos e reprogramarmos a situação, pois logo voltaremos a dormir. Nosso inconsciente é o nosso melhor amigo (auto-obsessão). Quando somos acordados pode significar obsessão espiritual.
  • 27. O Livro dos Espíritos, q. 412. Pode a atividade do Espírito, durante o repouso, ou o sono corporal, fatigar o corpo? “ Pode, pois que o Espírito se acha preso ao corpo qual balão cativo ao poste. Assim como as sacudiduras do balão abalam o poste, a atividade do Espírito reage sobre o corpo e pode fatigá-lo.” Podem ser reflexos das preocupações do dia-a-dia ou a influência de pessoas ou ambientes desagradáveis ; Mas não podemos afastar também a hipótese de que espíritos fascinadores e obsessores possam estar subtraindo energias deste encarnado. Porque às vezes acordamo mais cansados do que quando deitamos para dormir?
  • 28. Algumas vezes após o choque traumático de um ente querido o inconsciente arquiva imagens muito perturbadoras e estas imagens vem através do sonho atormentarnos, dando a impressão que estas pessoas estão sofrendo muito. No entanto, na maioria das vezes são encontros com os desencarnados, que servem para nós percebermos que a vida continua e não foi dado um “adeus”, mas um “até logo”. Sonhos com os mortos
  • 29. Sonhos em preto e branco seriam na maior parte das vezes fragmentos do nosso inconsciente. Sonhos coloridos são sonhos espirituais, desdobramentos que vivenciamos fora do corpo físico; é a visão do Espírito em franco desprendimento. Sonhos em preto & branco e sonhos coloridos
  • 30. Orgânica: Refeições leve, atividades físicas moderadas; Mental: L eituras, conversas e atividades que não sejam excitantes, nem desgastantes; Espiritual: Leitura de um texto do Evangelho e principalmente a prece . Preparação para o sono:
  • 31. Importante lembrar Anotar os sonhos para posteriormente interpretarmos o simbolismo que aparece. Dormir ao menos uma noite antes de resolvermos um problema particularmente difícil. Logo que acordarmos perceber se acordamos mal humorados, irritados, felizes...
  • 32. Durma bem, sonhe bastante e seja muito feliz!!!
  • 33.  

×