Seminário Prebióticos-DCA/FEA2012

4,417 views
3,975 views

Published on

0 Comments
3 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

No Downloads
Views
Total views
4,417
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
2
Actions
Shares
0
Downloads
150
Comments
0
Likes
3
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Seminário Prebióticos-DCA/FEA2012

  1. 1. Papel funcional de PrebióticosCamilo Barroso TeixeiraRuann Janser Soares de CastroTópicos em Ciência de AlimentosCampinas, 2011
  2. 2. Prebióticos: aspectos gerais
  3. 3. 3 O que são Prebióticos? Componentes não Inibem a multiplicação de digeríveis patógenos PrebióticosEstímulo do crescimento Benefícios à saúde dode bactérias benéficas no hospedeiro cólon
  4. 4. 4 Prebióticos: definição química Carboidratos com Ligações glicosídicas do diferentes graus de tipo β (1-2), β (1-4) ou β polimerização (1-6) Prebióticos Número de A composição depende domonossacarídeos variável carboidrato de origem
  5. 5. 5 Principais requisitos de um Prebiótico No trato gastrointestinal: não pode ser hidrolisado nem absorvido em sua parte superior; Bactérias potencialmente benéficas ao cólon devem ter a capacidade de fermentá-los seletivamente; Equilíbrio na composição da microbiota intestinal; Deve induzir efeitos benéficos para a saúde do hospedeiro.
  6. 6. 6 Principais requisitos de um PrebióticoFigura 1 – Esquema geral das características e efeitos dos prebióticos no organismo.
  7. 7. 7 Importante!Prebióticos Efeito simbiótico: benefícios à saúde!Probióticos
  8. 8. 8Fontes naturais de Prebióticos
  9. 9. 9Oligossacarídeos com função Prebiótica Composto Estrutura molecular* Ciclodextrinas (Glu)n Fruto-oligossacarídeos (Fru)n–Glu Galacto-oligossacarídeos (Ga)n–Glu Gentio-oligossacarídeos (Glu)n Glicosilsacarose (Glu)n–Fru Isomalto-oligossacarídeos (Glu)nIsomaltulose (ou paliatinose) (Glu–Fru)n Lactusacarose Ga–Glu–Fru Lactulose Ga–Fru Malto-oligossacarídeos (Glu)n Rafinose Ga–Glu–Fru Oligossacarídeos de soja (Ga)n–Glu–Fru Xilo-oligossacarídeos (Xil)n *Ga: galactose; Glu: glicose; Fru: frutose; Xil: xilose.
  10. 10. 10 Principais vias de obtenção Síntese microbiana ou enzimática HidróliseFontes naturais enzimática de polissacarídeos Prebióticos
  11. 11. 11 FOS: obtenção Obtidos a partir de sacarose ou inulina: processos físicos e enzimáticos(transfrutosilação). Figura 2 - Estrutura química dos principais fruto-oligossacarídeos: (A)1- kestose (GF2), (B) nistose (GF3) e (C) frutofuranosil nistose (GF4).
  12. 12. 12 FOS: principais características Cerca de 33% do poder adoçante da sacarose; Não são calóricos; Solubilidade alta; Não cristalizam e não precipitam; Ausência de cor e odor; Alta resistência à tratamentos térmicos.
  13. 13. 13 GOS: obtenção São produzidos a partir da lactose por atividade de transgalactosilação da enzima β-galactosidase; Figura 3 – Reações catalisadas pela enzima β-galactosidase.
  14. 14. 14 GOS: principais características Cerca de 35% do poder adoçante da sacarose; Pressão osmótica e Aw semelhantes à da sacarose; Estáveis à alta temperatura.
  15. 15. 15 XOS: obtenção e principais características Constituídos de unidades de xilose obtidas principalmente de materiais lignocelulósicos (resíduos agroindustriais): associação de processos físicos, químicos e enzimáticos; Cerca de 30% do poder adoçante da sacarose; Estáveis em ampla faixa de pH (2,5 a 8,0) e temperaturas acima de 100°C; Baixa caloria.
  16. 16. 16 Produtos presentes no mercado PreB-Floranew: produto obtido por meio de fermentação e rico em oligossacarídeos com função pré-biótica.
  17. 17. 17 Produtos presentes no mercado Aptamil: “A exclusiva mistura de prebióticos (GOS e FOS) contidos no Aptamil ajuda a imunidade dos lactentes” (Danone).
  18. 18. 18 Produtos presentes no mercado NUTREN® Active: “Possui Prebio 1, um avançado ingrediente desenvolvido pela NESTLÉ® que contribui com a saúde do sistema digestório, melhorando o aproveitamento dos nutrientes presentes nos alimentos”.
  19. 19. 19 Principais Efeitos e Mecanismos de AçãoModulação de funções fisiológicas chaves: absorção de cálcio emetabolismo lipídico;Efeito Bifidogênico;Modulação da composição da microbiota intestinal;Redução do Risco de Câncer de Cólon .
  20. 20. 20Efeito Bifidogênico Inulina e FOS BifidobacteriumEscherichia coli, Streptococus faecales e Proteus
  21. 21. 21
  22. 22. 22 Fermentação de PrebióticosProdução de Gases (CO2), Produção de Ácidos Orgânicos (Lático, (H2) e (CH4) Fumárico) e AG de Cadeia Curta (Propiônico, Acético e Butírico) pH Maior Absorção de Ca
  23. 23. 23Absorção de Cálcio
  24. 24. 24 Diminuição da Translocação Microbiana Bactérias eEndotoxinasCélulas M eEnterócitos CorrenteSanguínea
  25. 25. 25 Fermentação de Prebióticos Produção de ÁcidosCrescimento da Mucosa e Estímulo da Defesa Intestinal
  26. 26. 26 Efeito Fibra PrebióticosFibras + Glicose + Gordura
  27. 27. 27
  28. 28. 28 Modulação da Microbiota Intestinal PrebióticosMicrobiota Intestinal Bifidogênicos
  29. 29. 29 Redução do Risco de Câncer de CólonCriptas Adenomas e CarcinomasPrebióticos Modificação da Microbiota Intestinal
  30. 30. 30
  31. 31. Obrigado pela atenção!

×