Your SlideShare is downloading. ×
0
Video participativo como técnica de pesquisa
Video participativo como técnica de pesquisa
Video participativo como técnica de pesquisa
Video participativo como técnica de pesquisa
Video participativo como técnica de pesquisa
Video participativo como técnica de pesquisa
Video participativo como técnica de pesquisa
Video participativo como técnica de pesquisa
Video participativo como técnica de pesquisa
Video participativo como técnica de pesquisa
Video participativo como técnica de pesquisa
Video participativo como técnica de pesquisa
Video participativo como técnica de pesquisa
Video participativo como técnica de pesquisa
Video participativo como técnica de pesquisa
Video participativo como técnica de pesquisa
Video participativo como técnica de pesquisa
Video participativo como técnica de pesquisa
Video participativo como técnica de pesquisa
Video participativo como técnica de pesquisa
Video participativo como técnica de pesquisa
Video participativo como técnica de pesquisa
Video participativo como técnica de pesquisa
Video participativo como técnica de pesquisa
Video participativo como técnica de pesquisa
Video participativo como técnica de pesquisa
Video participativo como técnica de pesquisa
Video participativo como técnica de pesquisa
Video participativo como técnica de pesquisa
Video participativo como técnica de pesquisa
Video participativo como técnica de pesquisa
Video participativo como técnica de pesquisa
Video participativo como técnica de pesquisa
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×

Thanks for flagging this SlideShare!

Oops! An error has occurred.

×
Saving this for later? Get the SlideShare app to save on your phone or tablet. Read anywhere, anytime – even offline.
Text the download link to your phone
Standard text messaging rates apply

Video participativo como técnica de pesquisa

230

Published on

Apresentação usada no Workshop sobre o método de Vídeo Participativo, realizado via Cinese.me.

Apresentação usada no Workshop sobre o método de Vídeo Participativo, realizado via Cinese.me.

Published in: Education
0 Comments
1 Like
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

No Downloads
Views
Total Views
230
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
2
Actions
Shares
0
Downloads
0
Comments
0
Likes
1
Embeds 0
No embeds

Report content
Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
No notes for slide

Transcript

  • 1. VÍdeo participativocomo técnica de pesquisa
  • 2. Agendinha[para gente não se perder porque tá apertada!]‣ 10h00 às 10h30: Ois e olás‣ 10h30 às 11h00: Parte teórica‣ 11h00 às 11h15: A minha experiência‣ 11h15 às 11h45: Exercícios de câmera‣ 11h45 às 12h00: Escolhendo o tema‣ 12h00 às 12h30: Construindo o storyboard‣ 12h30 às 13h30: Filmando!‣ 13h30 às 14h00: Edição Fast and Furious e Sessão Pipoca
  • 3. Ois
  • 4. Pesquisa participativa?1.
  • 5. “O nosso entendimento sobre as coisasmuda a forma como agimos sobre elas.”
  • 6. Participant ObserverRapid Rural Appraisal (RRA)Participatory Rural Appraisal (PRA)Participatory Action Research (PAR)Principais tipos de Método
  • 7. Participatory Action RESEARCH
  • 8. (Alguns) exercícios• Mapeamento participativo• Mapeamento de stakeholders• Transect walk• Exercícios de visão de futuro➡ Levantamento de problemas➡ Levantamento de recursos• Vídeo participativo
  • 9. Vídeo participativo2.
  • 10. • Processo > Resultado• Pesquisador = Facilitador• Desapego!(Algumas) Considerações
  • 11. • Participantes aprendem a usar os equipamentos através de jogose exercícios;• Facilitadores ajudam os grupos a identificar e analisar assuntosimportantes;• Videos curtos são dirigidos e filmados pelos participantes (comou sem edição externa).• Resultado é compartilhado com um grupo extendido (toda acomunidade?) em exibições diárias.• Se inicia um processo dinâmico de aprendizado e troca, podendohaver complementação do filme.• A comunidade tem controle editorial total. Resultados podem serusados para iniciar processos internos ou conscientizaraudiências externas.Passo a passo
  • 12. Um caso prático3.
  • 13. DICASExtra.
  • 14. •Planejamento coletivo da mensagem,“gênero” e roteiro.•Detalhamento das cenas: elementosessenciais e elementos extras (que podemser acrescidos na edição)•Imagem: personagens, cenário, ação.•Som: narração, trilha.Lembrete: durante a gravação muito atenção ao som! É semprepossível “consertar” ou substituir uma imagem ruim, mas o som(falas, entrevistas) se perdido ou de má qualidade, comprometemuito o entendimento da mensagem.Storyboard
  • 15. •Extreme long shot e Long Shot:Contextualização (tempo, espaço,relacionamentos)•Full Shot: Ação•Medium Shot: Diálogo•Close-up: Emoção•Extreme close-up: Ênfase no detalheshots: campo de visão
  • 16. extreme long shot long shot full shotmedium shot close up extreme close up
  • 17. •Bird’s eye: cotextualização•Ângulo alto: enfatiza a pequenez•Ângulo baixo: enfatiza a grandiosidade•Sobre os ombros: conversação•Ponto de vista: cena pelos olhos dopersonagemshots: ângulo da câmera
  • 18. ângulo alto ângulo baixoponto de vistasobre os ombrosbird’s eye
  • 19. Crédito das imagens (cc)Capa: imagem por JaylopezPágina 05: imagem por LeroyPágina 06: imagem por Camila HaddadPagina 07: imagem por tallphilPágina 10: imagem por OpensourcewayPágina 13: imagem por tuareqPáginas 16 a 25: imagens por Fong Yee Chan,Camila Haddad e Eddie Wong.
  • 20. Referências(acrescidas das que citamos no encontro)Livros e artigos:Amartya Sen. Desenvolvimento como Liberdade.Juan Bordenave. O que é participação?Sabina Alkire. Counting and Multidimensional Poverty.Robert Chambers. Participation and poverty.InsightShare. Insights into Participatory Video.Fontes interessantes (para quem quiser se aprofundar):DPUIISDInsightShareCommunity Empowerment Collective: Phill BartleVídeos:O Prisioneiro da grade de ferro (completo)Obs: Infelizmente a maioria das minhas referências é em inglês. Se eu encontrar versõestraduzidas dos artigos, ou mais referências brasileiras interessantes eu envio.

×