Your SlideShare is downloading. ×
0
Aula 14 - Deadlocks
Aula 14 - Deadlocks
Aula 14 - Deadlocks
Aula 14 - Deadlocks
Aula 14 - Deadlocks
Aula 14 - Deadlocks
Aula 14 - Deadlocks
Aula 14 - Deadlocks
Aula 14 - Deadlocks
Aula 14 - Deadlocks
Aula 14 - Deadlocks
Aula 14 - Deadlocks
Aula 14 - Deadlocks
Aula 14 - Deadlocks
Aula 14 - Deadlocks
Aula 14 - Deadlocks
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×

Thanks for flagging this SlideShare!

Oops! An error has occurred.

×
Saving this for later? Get the SlideShare app to save on your phone or tablet. Read anywhere, anytime – even offline.
Text the download link to your phone
Standard text messaging rates apply

Aula 14 - Deadlocks

105

Published on

Deadlocks em Sistemas Operacionais

Deadlocks em Sistemas Operacionais

Published in: Technology
0 Comments
0 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

No Downloads
Views
Total Views
105
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
2
Actions
Shares
0
Downloads
3
Comments
0
Likes
0
Embeds 0
No embeds

Report content
Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
No notes for slide

Transcript

  • 1. Universidade Estadual de Goiás Unidade universitária de Crixás PROFESSORA: CAMILA DO NASCIMENTO SEIXAS
  • 2.  SITUAÇÃO EM QUE DOIS OU MAIS PROCESSOS ESPERAM INDEFINIDAMENTE POR UM EVENTO QUE SÓ PODE SER CAUSADO POR UM DOS PROCESSOS EM ESPERA, POIS OS RECURSOS QUE ELE SOLICITOU ESTÃO RESERVADOS PARA OUTROS PROCESSOS TAMBÉM EM ESPERA.
  • 3. EXCLUSÃO MÚTUA POSSE E ESPERA INEXISTÊNCIA DE PREEMPÇÃO ESPERA CIRCULAR
  • 4.  Todas as quatro condições anteriores devem estar presentes para que um deadlock aconteça.  A condição de espera circular implica a condição de posse e espera; portanto, as quatro não podem ser completamente independentes.  Pode-se impedir o deadlock garantindo que nenhuma das situações anteriores aconteça.
  • 5.  Usar um protocolo para prevenir ou impedir a ocorrência de deadlocks, garantindo que o sistema nunca entre em estado de deadlocks.  Pode-se permitir que o sistema entre em um estado de deadlock, detecte-o e execute uma recuperação.  Pode-se ignorar o problema e fingir que deadlocks nunca ocorrerão no sistema.
  • 6. Para que um deadlock ocorra, cada uma das quatro condições necessárias deve estar presente. Ao assegurar que pelo menos uma dessas condições não possa acontecer, podemos nos prevenir contra a ocorrência de um deadlock.
  • 7.  A Condição de Exclusão Mútua deve estar presente para recursos não compartilháveis. Visto que um processo não precisa esperar por um recurso compartilhável.  Em geral, não podemos prevenir contra deadlocks negando uma condição de Exclusão Mútua.
  • 8.  Para garantir que esta situação não ocorra no sistema, devemos garantir que, sempre que um processo solicitar um recurso, este não esteja ocupado por outro.  Um protocolo pode permitir que um processo solicite recursos apenas quando ele não tenha qualquer recurso, ou seja, antes de poder solicitar qualquer recurso adicional deve liberar todos os outros alocados a ele.
  • 9.  A terceira condição necessária para a ocorrência de deadlocks é que não haja preempção de recursos que já tenham sido alocados.  Para impedir esta situação é usado um protocolo que, se um processo estiver em posse de alguns recursos e solicitar outro recurso, todos os recursos utilizados pelo processo serão liberados.
  • 10.  Situação em que os processos em espera (circular) aguardam por recursos já alocados a outro processo e assim por diante.  Uma maneira de garantir que essa condição não ocorra é impor uma ordenação absoluta a todos os tipos de recursos e requerer que cada processo solicite apenas recursos em uma ordem crescente.
  • 11.  Trabalha com algoritmos e restrições para garantir a não ocorrência de deadlocks.  Os algoritmos mais simples pedem que os processos declarem a quantidade máxima de recursos que ele pode precisar. Assim, é possível construir instruções que evitem o deadlock.  Com este conhecimento o sistema pode decidir, para cada solicitação, se o processo deve ou não esperar de modo a evitar um possível deadlock futuro.  As restrições garantem que pelo menos uma das condições necessárias para a ocorrência de deadlocks não ocorra.
  • 12.  Se nenhuma das opções anteriores forem empregadas, o sistema pode fornecer: › Um algoritmo que examine o estado do sistema para determinar se ocorreu o deadlock. › Um algorimo de recuperação do deadlock.
  • 13.  Quando um deadlock é detectado. Uma possibilidade é informar ao operador o ocorrido e deixá-lo lidar com o problema.  Outra possibilidade é permitir que o sistema se recupere automaticamente. Existem duas opções para a interrupção de um deadlock. Uma é simplesmente abortar um ou mais processos. A outra é provocar a preempção de alguns recursos.

×